Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

OMS diz que ritmo de transmissão de Covid-19 na Europa é ‘alarmante’

Mais da metade dos países europeus registrou aumento de casos superior a 10%; diretor regional do órgão diz que números de setembro são 'alerta'

Por Da Redação Atualizado em 25 mar 2021, 22h35 - Publicado em 17 set 2020, 19h07

A Organização Mundial da Saúde (OMS) expressou preocupação, nesta quinta-feira, 17, com o “alarmante” ritmo de transmissão do coronavírus na Europa. Para o órgão, apesar da aceleração da pandemia no continente, governos locais estão relaxando demais as restrições.

“Os números de setembro deveriam servir de alerta para todos nós na Europa, onde o número de casos é superior aos registrados em março e abril”, disse Hans Kluge, diretor regional da OMS na Europa. Ele afirmou que os casos registrados na região na semana passada ultrapassaram os 300.000.

Nas últimas duas semanas, mais da metade dos países europeus registrou um aumento de casos superior a 10% e em sete deles o número chegou a duplicar. Na França, foram registrados 10.000 novos contágios nas últimas 24 horas. O país organiza testes em massa, mas, segundo Klugle, mesmo assim são “taxas alarmantes de transmissão em toda a região”. 

Na Espanha, a região de Madri é o epicentro da aceleração de casos de Covid-19. Nesta quinta-feira, as autoridades locais recuaram após o anúncio da véspera de possíveis confinamentos seletivos nas áreas mais afetadas. O ministro regional da Justiça, Enrique López, reconheceu que a palavra confinamento “gera ansiedade” e destacou que o governo da Comunidade de Madri pretende apenas “reduzir a mobilidade e os contatos” para prevenir os riscos, sem chegar ao extremo de confinar a população.

Continua após a publicidade

A OMS também manifestou preocupação com a redução do tempo de quarentena por parte de alguns países europeus, como a França. A organização continua recomendando um isolamento de 14 dias para todas as pessoas que tiveram contato com indivíduos infectados.

Desde o início da pandemia, a Europa registrou 4.893.614 casos e 226.524 mortes por Covid-19. É uma parcela expressiva dos quase 30 milhões de contágios e 941.000 mortes mundiais.

Kluge apelou à “coerência regional” e ao “esforço coletivo” dos 53 Estados-membros da OMS na Europa e lembrou que “as respostas têm sido muito eficazes quando as ações são imediatas e decisivas”.

“No entanto, o vírus é implacável quando prevalece a informalidade e a desinformação”, alertou.

(Com AFP e EFE)

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês