Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Obama pede para republicanos reverem apoio a Trump

O presidente dos EUA questionou, em entrevista coletiva, os motivos dos líderes do Partido Republicano para continuarem apoiando o magnata

O atual presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou nesta terça-feira que Donald Trump “não é capacitado para servir como presidente”. Segundo ele, o candidato do Partido Republicano “continua provando” sua incapacidade com seus comentários sobre os pais muçulmanos de um soldado morto no Iraque.

Obama questionou os motivos dos líderes republicanos para continuarem apoiando o magnata. “Se vocês [republicanos] estão dizendo repetidamente que as coisas que ele falou são inaceitáveis, porque ainda o apoiam?”, perguntou o presidente durante uma entrevista coletiva conjunta com o primeiro-ministro de Cingapura, Lee Hsien Loong, na Casa Branca.

LEIA MAIS:
“Hillary é o demônio”, diz Trump
McCain critica comentários de Trump sobre soldado muçulmano
Jornal publica fotos de Melania Trump nua

Obama acredita que Trump não possui conhecimentos suficientes sobre a Europa, o Oriente Médio e a Ásia. “Não é uma situação em que você pode cometer uma gafe em um só episódio. É uma situação diária”, afirmou. Além disso, o atual presidente disse que apesar diferenças no passado com outros candidatos republicanos à Casa Branca, como Mitt Romney e John McCain, em nenhum momento julgou que eles não fossem capacitados para exercer a presidência.

Trump recebeu críticas de grande parte da cúpula de seu partido e de famílias de militares ao confrontar os pais imigrantes e muçulmanos de um soldado americano morto no Iraque que discursaram na Convenção Democrata, na semana passada. Nesta segunda-feira, em discurso em Atlanta, Obama também fez referência ao episódio e afirmou que as famílias dos soldados mortos em conflitos “representam o melhor” dos Estados Unidos.

(Com EFE)