Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Maduro fecha museu dedicado a Hugo Chavéz

Decisão foi tomada em virtude da instabilidade política do país. Não há prazo para que espaço seja reaberto

O clima de instabilidade na Venezuela levou o governo Nicolás Maduro a fechar temporariamente o museu dedicado a Hugo Chavéz, ex-presidente do país. O local fica em uma área militar no bairro 23 de Janeiro, onde há grande concentração de defensores de Maduro e do chavismo.

Militares ouvidos por VEJA disseram que foi dada uma ordem para que o museu não fosse aberto hoje, diante do temor de manifestações no local a favor de Juan Guaidó, autodeclarado presidente do país e que está liderando protestos desde a terça-feira, 30. No Museo Quartel de La Montana estão os restos mortais de Hugo Chávez, e o local é considerado especial para a peregrinação dos membros mais fiéis do regime.

Caracas vive um dia mais calmo em comparação a terça-feira e a quarta-feira, quando houve protestos contra e a favor de Maduro em diversos pontos da cidade. Na Universidade Central de Venezuela, um grupo iniciou um protesto contra o Maduro, mas não houve nenhum registro de confusão. Desde o dia 30 de abril, quatro pessoas morreram em confronto com militares venezuelanos.