Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Kim Jong-un reaparece após 20 dias, informa agência norte-coreana

Ditador compareceu à inauguração de uma fábrica de fertilizantes em Pyongyang, informou a KCNA

Por Da Redação Atualizado em 1 Maio 2020, 22h41 - Publicado em 1 Maio 2020, 19h10

O ditador da Coreia do NorteKim Jong-un, compareceu à inauguração de uma fábrica de fertilizantes em Pyongyang nesta sexta-feira, 1º (sábado, no horário local), informou a agência de notícias estatal KCNA, encerrando assim os rumores sobre a saúde do líder da nação. Foi a primeira aparição pública em 20 dias de Kim, que chegou a ter sua morte especulada pela imprensa internacional.

A informação da KCNA foi posteriormente confirmada pela agência sul-coreana Yonhap, que monitora o governo do país vizinho. As imagens do evento apareceram no fim da noite desta sexta-feira.

  • A última vez que Kim Jong-un compareceu a um ato oficial foi no último dia 11, ao presidir uma reunião do Partido dos Trabalhadores da Coreia. A ausência do líder da nação nas comemorações do 108º aniversário do nascimento de seu avô, o fundador do regime norte-coreano Kim Il-sung, em 15 de abril, levantou dúvidas sobre sua saúde. 

    No último dia 20, fontes do Departamento de Inteligência dos Estados Unidos informaram à emissora americana CNN que Kim estava em tratamento após passar por uma cirurgia cardiovascular no início do mês. Diversos meios, como a revista japonesa Shukan Gendai e o o site norte-americano TMZ chegaram a falar em morte cerebral e “estado vegetativo”, mas não só a Coreia do Norte como as vizinhas China e Coreia do Sul sempre negaram qualquer problema de saúde. 

    No último dia 26, um porta-voz de Kim foi enfático: “Kim Jong-un está vivo e bem. Ele está na área de Wonsan desde 13 de abril. Até agora, nenhum movimento suspeito foi detectado”, afirmou Chung-in Moon, consultor de política externa do presidente sul-coreano à emissora americana Fox News.

    Continua após a publicidade
    Publicidade