Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Irã diz que mantém apoio ao regime de Bashar al Assad na Síria

Por Da Redação
12 mar 2012, 11h50

Teerã, 12 mar (EFE).- O Irã reafirmou nesta segunda-feira seu apoio ao regime sírio do presidente Bashar al Assad, seu principal aliado árabe, e criticou a intervenção estrangeira no país, que vive uma rebelião contra o governo há quase um ano, informou a agência oficial ‘Irna’.

O vice-ministro das Relações Exteriores, Hossein Amir Abdolahian, afirmou nesta segunda que o Irã mantém seu apoio ao regime sírio, em resposta a declarações divulgadas pela imprensa turca do chanceler desse país, Ahmed Davutoglu, que disse no domingo que o Irã e a Rússia reduziram seu apoio ao Governo de Assad.

Abdolahian indicou que ‘a República Islâmica do Irã mantém seu total apoio à nação e ao governo da Síria. Temos certeza de que o povo sírio continuará com o projeto de reforma do presidente, Bashar al Assad, que está prestes a completá-lo, enquanto luta contra a intervenção estrangeira’, disse o responsável iraniano.

O ministro das Relações Exteriores também responsabilizou os países que ‘criam instabilidade e insegurança na Síria’ para um possível agravamento do conflito, no qual, segundo a ONU, morreram mais de 7,5 mil pessoas pela repressão do regime de Assad, embora os grupos opositores estimem esse número em pelo menos 8,5 mil mortos.

Continua após a publicidade

Nesse sentido, Abdolahian pediu que outros países, alguns da região, ‘deixem de armar a oposição síria’, que por sua vez acusou o Irã de facilitar ajuda militar para a repressão do regime de Assad, o que foi negado por Teerã.

O Irã apoiou as revoltas e revoluções da ‘primavera árabe’, as quais chamou de ‘despertar islâmico’, na Tunísia, Egito, Líbia, Iêmen, Bahrein, Jordânia e Arábia Saudita, mas respalda firmemente o regime sírio de Assad, seu principal aliado árabe.

Segundo Teerã, as manifestações contra o regime de Damasco são promovidas por potências estrangeiras, principalmente pelos Estados Unidos, e apoiadas por grupos terroristas contrários a Assad. EFE

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.