Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Demissões têm maior alta em 4 anos

Por Da Redação
5 nov 2008, 13h31

As demissões nos Estados Unidos atingiram em outubro seu maior nível desde janeiro de 2004. No mês passado, o corte de empregos aumentou 19% em relação a setembro, de acordo com um relatório divulgado nesta quarta-feira pela empresa de consultoria em colocação Challenger, Gray & Christmas. Ao todo, foram eliminados 112.884 postos de trabalho em outubro, ante 95.094 do mês anterior.

Em relação a outubro de 2007, quando houve 63.114 demissões nos EUA, o aumento do corte chega a 79%. Em 2008, as empresas de serviços e o setor automotivo são os que mais efetuaram cortes, com 17.949 e 15.692, respectivamente.

Um outro relatório da empresa de consultoria ADP, também divulgado nesta quarta, revela que o setor privado americano deixou de criar 157.000 empregos sazonais no mês passado – um aumento de seis vezes em relação a setembro e o pior cenário desde dezembro de 2001. O nível salarial nos EUA foi em outubro, ainda segundo a ADP, o mais baixo em sete anos.


Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.