Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ataque em Trappes, perto de Paris, termina com 2 mortos

Terrorista foi morto pela polícia; motivação ainda não é conhecida

Pelo menos duas pessoas morreram e outra ficou ferida, nesta quinta-feira, 23, após serem atacadas com uma faca por um homem que gritou “Alá é grande” e que foi abatido pela polícia na cidade de Trappes, na região de Paris.

De acordo com a imprensa local, as vítimas eram a irmã e a mãe do agressor. A motivação para o ataque ainda não é conhecida.

A polícia do departamento de Yvelines confirmou em uma mensagem na sua conta do Twitter que realizou uma operação na rua Camille Claudel, em Trappes, e pediu aos cidadãos que evitem esta região.

O agressor foi morto pela polícia quando saiu da casa em que estava entrincheirado, segundo o delegado responsável pelo caso na cidade de Trappes.

O criminoso tinha ficha policial desde 2016 por apologia ao terrorismo, segundo uma fonte oficial. Em função da identidade das vítimas, a polícia também investiga um possível drama familiar.

A França vive em estado de alerta ante a ameaça extremista desde uma onda de atentados sem precedentes em sua história em 2015. Este ano foi alvo de dois ataques que deixaram cinco mortos.

Trappes é um subúrbio parisiense pobre, localizado a 30 quilômetros da capital francesa. Grande parte de seus 30.000 habitantes têm origem estrangeira e o índice de desemprego na área é duas vezes maior que a média nacional.

Também é conhecida por ser uma das localidades de onde mais jovens (quase 50) saíram para combater ao lado do grupo Estado Islâmico no Iraque e na Síria.

(Com EFE e AFP)