Clique e assine a partir de 9,90/mês

Bares para curtir música ao vivo em Goiânia

Com diferentes estilos, os endereços estão no roteiro do guia VEJA COMER E BEBER GOIÂNIA 2018/2019

Por Daniella Barbosa, Eula Lôbo, Thalys Alcântara, Taynara Borges e Thiago Rabelo - 14 jan 2019, 23h59

Lowbrow Lab Arte & Boteco – 1º lugar 

Antes da música, da bebida e da comida, as artes plásticas. Idealizado pelo empresário boa-praça Rogério Andrade, cuja barba desce até a altura do peito, o estabelecimento obriga os visitantes a circular por uma galeria de arte contemporânea com foco em desenho e pintura até encontrar uma mesa. “Do ponto de vista empresarial, faria mais sentido montar o bar na frente, perto da rua, para atrair mais gente”, diz Andrade. “Mas nossa meta maior é promover a cultura.” O empreendimento tomou emprestado o nome do movimento underground de artes visuais que surgiu em Los Angeles, na Califórnia, no fim dos anos 1970, em oposição à dita alta cultura. Com paredes grafitadas e cadeiras com encosto de vime, o bar se espalha por uma varanda e um terraço cercado por bananeiras e protegido por um enorme toldo. Às quartas, a trilha sonora, a partir das 20h, fica a cargo de um DJ entusiasta da soul music e da MPB. De quinta a sábado, quem responde pela música são bandas de jazz, blues, rock e pop, que sobem ao palco improvisado entre as mesas por volta das 22h. Aos domingos, uma grande roda de samba toma conta do ambiente assim que escurece (os ingressos custam R$ 10,00). A conversa animada é movida a cerveja Heineken e Eisenbahn (R$ 11,90 cada uma; de 600 mililitros) ou a drinques sem grandes invencionices. O mojito da casa leva rum, suco de limão, morango, hortelã, água com gás e sorbet de morango (R$ 24,00). O coquetel que homenageia o escultor catalão Joan Miró combina vodca, suco de limão e xarope de gengibre (R$ 17,00). Para petiscar, têm boa saída as almôndegas ao molho pomodoro (R$ 34,90) e os bolinhos de arroz levemente apimentados com geleia de pimenta (R$ 28,90). Boas opções para fomes maiores são o hambúrguer larica do artista (R$ 23,90), montado com um disco de 180 gramas de carne bovina, rúcula, cebola caramelada, provolone, tomate, bacon e maionese de gengibre, e o filé-mignon com creme de aspargo, palmito e vinho tinto (R$ 49,90). Rua 115, 1684, Setor Sul, ☎ 98146-8386 (108 lugares). 19h/2h (dom. 18h/1h; fecha seg. e ter.). Aberto em 2016.

Alabama Choperia e Restaurante

O sertanejo universitário anima as noites do bar, com apresentações musicais sempre que ele abre as portas. Às terças e quartas, das 18h às 21h, um rodízio de petiscos (R$ 24,90 por pessoa) inclui itens como tábua de frios, batata frita, bolinho de bacalhau e camarão, entre outros. Há ainda um rodízio de chope Brahma (R$ 29,90 por pessoa). No almoço de sábado, a disputa é pela feijoada (R$ 40,00 por pessoa), com open bar de cerveja até as 16h. Neste ano, lançou uma carta de drinques autorais com receitas como o alabama mule, feito com vodca, refrigerante de flores de sabugueiro, limão-siciliano, hortelã e espuma de gengibre com flor-de-laranjeira (R$ 25,00). Alameda Dom Emanuel Gomes, 150, Setor Marista, ☎ 3999-0222 (600 lugares). 18h/2h (sáb. a partir das 12h; dom. 12h/23h; fecha seg.). Aberto em 2013. Aqui tem iFood.

Bolshoi Pub – 2º lugar

Com um bom sistema de som, seu palco costuma receber nomes internacionais do rock, blues e jazz. Além da música, o pub aposta nas cervejas especiais, como as alemãs Paulaner e Erdinger e a irlandesa Guinness (R$ 40,00 cada uma, 500 mililitros). Entre os coquetéis, está o gim-tônica tanqueray (R$ 28,00). Para petiscar nos intervalos dos shows, uma boa pedida é a porção de mini-hambúrgueres, com duas unidades de frango, duas de carne e duas de costela (R$ 50,00 as seis ou R$ 10,00 separadamente). Rua T-53, 1140, Setor Bueno, ☎ 3241-0731 (550 pessoas). 21h/1h (sex. e sáb. até 4h; fecha dom. a ter.). Aberto em 2004.

Café Nice

Há doze anos, a casa é ponto de encontro dos amantes de música, alternando os estilos, do pop ao samba. No pré-Carnaval, o lugar abriga um dos blocos de rua mais movimentados da cidade. Quarta é dia de apresentações de dança do ventre, que animam o rodízio de comidas árabe e mexicana (R$ 35,00 por pessoa). Na quinta, o forró pé de serra toma conta. As noites de sexta e sábado pertencem aos roqueiros. As de domingo, aos sambistas. Em todos esses dias, canecas de chope Brahma (R$ 9,99, 420 mililitros) e taças de gim-tônica (R$ 21,99) circulam aos montes. Avenida T-36, 110, Setor Bueno, ☎ 3541-4690 (250 lugares). 11h/14h e 19h/0h (sáb. 12h/0h; dom. somente 19h/0h; seg. e ter. somente 11h/14h). Aberto em 2006.

Cerrado Cervejaria

Continua após a publicidade

A casa fica no andar térreo de uma galeria e lembra um típico botequim, com espaço para bandas de rock cover de quinta a domingo. De tira-gosto, os favoritos são o frango recheado com palmito e catupiry e as tiras de filé-mignon ao molho de mostarda com batata frita (R$ 69,90 cada um, para três pessoas). Um prato mais robusto é a picanha fatiada, servida com mandioca cozida, farofa de ovo, vinagrete e arroz branco (R$ 99,90, para três pessoas). Entre as cervejas, há long necks de Heineken, Budweiser e Eisenbahn (R$ 11,90 cada uma ou combo com cinco a R$ 55,00) e garrafas maiores de Antarctica, Brahma, Skol e Original (R$ 13,90 cada uma). Avenida T-13, 2456, Setor Bueno, ☎ 3274-4615 (250 lugares). 18h/0h (sex. e dom. até 2h; sáb. 11h/1h; fecha seg.). Aberto em 1995.

Complexo Estúdio & Pub

O antigo estúdio de gravação se tornou um bar, palco de shows de jazz, rock, samba e forró às quartas, sextas e sábados. A decoração aposta em grafites coloridos. Para beliscar, os bolinhos de arroz nas versões queijo, carne-seca e parmesão com bacon (R$ 20,00, doze unidades) costumam ganhar elogios. Há ainda as porções de minipastéis de carne ou queijo (R$ 20,00, doze unidades). Como opção às long necks de Stella Artois, Budweiser (R$ 8,00 cada uma) e da mexicana Corona (R$ 12,00), a casa oferece drinques como gim-tônica (R$ 16,00), mojito e caipirinha (R$14,00 cada um). Rua 7, 489, Setor Oeste, ☎ 99825-6558 (120 lugares). 22h/4h (qua. a partir das 21h; fecha seg., ter., qui. e dom.). Aberto em 2015.

Mandala Cervejaria

A cervejaria recebe shows ao vivo de quinta a sábado, passeando por gêneros como jazz, samba, soul, forró rastapé e blues. A casa tem abrigado também pequenos festivais que misturam música e gastronomia. Recentemente, adotou a dobradinha de chope Colombina, weiss e IPA (R$ 10,00) em todas as quintas, das 17h30 às 23h30. As estrelas da cozinha são a costelinha de porco ao molho barbecue (R$ 48,00) e a batata mutante, recheada com carne de sol, queijo de coalho e banana- maçã (R$ 22,00). Avenida Esperança, 17, Vila Itatiaia, ☎ 98464-6362 (200 lugares). 17h30/1h30 (sex. e sáb. até 2h30; fecha dom. e seg.). Aberto em 2014. 

Rocket 07 Pub

Rock, blues e samba-rock são os ritmos musicais que predominam na pista. Oficialmente, o som ao vivo vai de quinta a domingo. A programação, porém, pode ser modificada e aparecer um show até numa segunda-feira. O cardápio presta tributo ao rock, emprestando dele nomes de bandas e festivais. Destaque para o rock in rio (R$ 26,90), um hambúrguer de picanha, com molho à base de uísque, creme de cheddar, bacon e batata chips. As bebidas vão de vinhos a destilados, passando pelo chope das marcas locais Originale e Cavalo Louco (R$ 9.90 a pilsen e R$ 14,90 as weiss, IPA e red ale). Avenida Portugal, 1010, Setor Marista, ☎ 3251-6155 (215 lugares). 17h30/1h (sáb. 11h30/2h30; dom.15h/0h). Aberto em 2015. Aqui tem iFood.

Shiva Alt-bar – 3 º lugar

Jazz, indie, MPB são alguns dos estilos que embalam o bar em shows às quintas e aos domingos. Além de bandas independentes do circuito goiano, já passaram por lá músicos internacionais. As quartas são dedicadas à degustação sonora, com discotecagem de lançamentos e seleções especiais. A comida também é inventiva. Os pastéis, por exemplo, podem trazer shimeji com queijo e abacaxi ou brócolis, alho e queijo (R$ 29,00, seis unidades). Às terças, das 18h às 20h, o chope Colombina IPA sai por R$ 7,00. Uma novidade é o drinque purple haze, feito com uva niágara, manjericão e vodca (R$ 16,00). Alameda das Rosas, 1371, Setor Oeste, ☎ 3285-7790 (175 lugares). 18h/1h30 (sex. e sáb. até 2h/30; fecha seg.). Aberto em 2015.

Continua após a publicidade
Publicidade