Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Thiago Braz conquista ouro histórico no salto com vara

Brasileiro quebrou o recorde olímpico com salto de 6,03 metros e bateu o francês Renaud Lavillenie na briga pelo primeiro lugar

O brasileiro Thiago Braz, de 22 anos, conquistou um ouro histórico no salto com vara na noite desta segunda-feira, no Engenhão. Com uma atuação impecável, o atleta bateu o francês Renaud Lavillenie, atual recordista mundial da modalidade (6,16m) e campeão em Londres-2012, que ficou com a prata. O americano Sam Kendricks levou o bronze.

Thiago conquistou a segunda medalha de ouro do Brasil na Rio-2016 ao fazer o melhor salto de sua carreira: 6,03 metros. O resultado garantiu ainda o recorde olímpico para o brasileiro. Emocionado, o atleta comemorou enrolado na bandeira do Brasil e foi ovacionado pelo público no Engenhão. Esta foi a primeira medalha do atletismo brasileiro desde o ouro de Maurren Maggi no salto em distância em Pequim-2008.

LEIA TAMBÉM:
Thiago Braz se espanta com seu feito: ‘Que salto bonito!’

Derrotado por Thiago, francês reclamada das vaias dos brasileiros
Judoca Rafaela Silva conquista o primeiro ouro do Brasil na Rio-2016

Thiago teve uma grande noite. Logo no primeiro salto, onde muitos competidores já são eliminados, ele passou na primeira tentativa, superando com facilidade os 5,65 metros. O brasileiro foi saltando cada vez mais alto e travando uma eletrizante disputa com Lavillenie. No salto decisivo, quebrou o recorde olímpico e jogou a pressão para o rival. Vaiado por parte da torcida, o francês não conseguiu superar o brasileiro. 

Thiago é treinado pelo ucraniano Vitaly Petrov, cuja excelência pode ser traduzida pelo nome de dois pupilos vencedores: Sergei Bubka, o Pelé da modalidade, e Yelena Isinbayeva, que dispensa apresentações.

‘Conto com todos’ – Tão logo Thiago se sagrou campeão olímpico, sua página no Facebook se encheu de elogios e felicitações. No perfil, ilustrado por uma foto que o atleta tirou no topo do edifício onde está localizada a redação de VEJA, a última postagem foi feita às vésperas dos Jogos, em 3 de agosto. Dizia apenas: “Que todos possam fazer parte deste voo nas Olimpíadas. Conto com todos”.

Em reportagem de 2015, o agora campeão olímpico foi apontado por VEJA como uma das promessas de pódio para a Rio-2015.  Na ocasião, Thiago ponderou: “Se quando a hora chegar o resultado não acontecer, não serei promessa alguma”. A hora chegou, e a promessa virou ouro.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Micky Oliver

    Estou rindo aqui de chorar em ver que a esquerda corruPTa, fez festa para os militares!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Curtir

  2. JOÃO CARLOS FÉLIX DA SILVA

    O Thiago não se contentou apenas com a prata, foi além, acreditou nele e conseguiu o ouro, ao contrário dos demais atletas brasileiros, se contentam ganhando bronze ou prata.

    Curtir