Clique e assine a partir de 9,90/mês

Grêmio é denunciado por ‘invasão’ de filha de Renato Gaúcho

O clube gaúcho pode ser punido com uma multa que chega a até 100.000 reais pela entrada não autorizada de Carol Portaluppi no gramado

Por Da redação - 10 nov 2016, 15h03

A invasão de campo da filha do técnico Renato Gaúcho, Carol Portaluppi, depois da classificação do Grêmio para a final da Copa do Brasil, rendeu ao clube gaúcho uma denúncia do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que levará o caso a julgamento. O árbitro da partida contra o Cruzeiro, Thiago Duarte Peixoto, relatou na súmula que Portaluppi entrou no gramado da arena gremista sem autorização.

Segundo o Código Brasileiro de Justiça Desportiva, o Grêmio infringiu o artigo 213 ao não impedir a entrada de Portaluppi. A pena prevista para esse caso é de multa entre 100 e 100.000 reais e não envolve perda de mando de campo. O julgamento deverá ocorrer no dia 16 de novembro.

Outro caso – Neste ano, o Grêmio já foi julgado e absolvido por uma invasão de campo. Durante a partida contra o Palmeiras, em 11 de setembro, Eridiane Morais Jeremias, a Miss Bumbum Santa Catarina, entrou no gramado da arena e tentou abraçar os jogadores, mas foi rapidamente contida pelos seguranças.

(Com Gazeta Press)

Publicidade