Clique e assine a partir de 9,90/mês

Fabiana Murer confirma aposentadoria após frustração olímpica

A atleta de 35 anos fez seu último salto nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, onde não conseguiu bom desempenho por causa de uma hérnia de disco

Por Da redação - Atualizado em 25 ago 2016, 12h23 - Publicado em 25 ago 2016, 12h05

Com as campanhas frustradas nas últimas três edições das Olimpíadas, incluindo a decepcionante participação na Rio-2016, Fabiana Murer anunciou definitivamente nesta quinta-feira sua aposentadoria. Campeã mundial do salto com vara em 2011 e vice em 2015, ela confirmou sua decisão em entrevista coletiva, pouco mais de uma semana depois de saltar pela última vez na carreira.

“As Olimpíadas foram minha última competição, não salto nunca mais”, disse a paulista de 35 anos. “Amei estar no esporte, gostava de saltar, estar na competição. Consegui muitas medalhas, recordes e tudo o que conquistei na minha carreira fica. Queria ter saltado 5m, mas fico muito contente de fazer a melhor marca da carreira no meu último ano”, complementou Murer, mencionando o recorde de 4,87m, obtido em julho, o atual recorde sul-americano.

No Estádio Olímpico do Engenhão, na Olimpíada do Rio de Janeiro, não conseguiu passar sequer da fase classificatória. Sua justificativa para mais uma desilusão foi uma hérnia de disco, diagnosticada logo antes do evento. Em Pequim-2008, Murer não foi ao pódio por ter esquecido a vara necessária para saltar naquela ocasião. Em Londres-2012, a desculpa pela derrota foi outra: de acordo com a atleta, o vento forte foi um dos fatores que a prejudicaram para a classificação à final.

LEIA TAMBÉM:
Esperança de medalha, Fabiana Murer descobre hérnia de disco

Isaquias Queiroz é prata na canoagem C1 1000
Edições digitais de VEJA com as melhores fotos da Olimpíada

Outros rumos – O fim da carreira como atleta não encerra a relação de Fabiana Murer com o esporte. A partir de agora, ela diz que vai atuar como gerente institucional do BM&F Bovespa, clube de atletismo que representou até os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

(Com Gazeta Press)

Continua após a publicidade
Publicidade