Clique e assine a partir de 9,90/mês

Sede da Porta dos Fundos é atacada com bombas; Porchat reage

Ofensiva se deu às 4 horas da manhã desta terça e o caso foi registrado como crime de explosão na 10ª DP (Botafogo)

Por Redação - Atualizado em 24 dez 2019, 21h35 - Publicado em 24 dez 2019, 20h02

O Porta dos Fundos foi alvo de ataques físicos na véspera do Natal. O edifício da produtora responsável pela criação dos vídeos do grupo de humor foi atingida por dois coquetéis molotov, bombas incendiárias de fabricação caseira, as 4 horas desta terça-feira, 24, no bairro do Humaitá, Zona Sul do Rio. De acordo com o jornal O Globo, as bombas foram lançadas contra a fachada do imóvel.

O caso foi registrado como crime de explosão na 10ª DP (Botafogo) e o fogo foi contido por um segurança. Os danos materiais se reduziram ao quintal e à recepção, informa o jornal.

Ao compartilhar a notícia no Twitter, o humorista do grupo Fábio Porchat disse: “Não vão nos calar! Nunca! É preciso estar atento e forte…”

Em nota publicada na sua página de Facebook, o Porta dos Fundos disse que “condena qualquer ato de violência e, por isso, já disponibilizou as imagens das câmeras de segurança para as autoridades e espera que os responsáveis pelos ataques sejam encontrados e punidos”. Leia a íntegra abaixo:

Na madrugada do dia 24 de dezembro, véspera de Natal, a sede do Porta dos Fundos foi vítima de um atentado. Foram…

Continua após a publicidade

Posted by Porta dos Fundos on Tuesday, December 24, 2019

Na madrugada do dia 24 de dezembro, véspera de Natal, a sede do Porta dos Fundos foi vítima de um atentado. Foram atirados coquetéis molotov contra nosso edifício. Um dos seguranças conseguiu controlar o princípio de incêndio e não houve feridos apesar da ação ter colocado em risco várias vidas inocentes na empresa e na rua.

O Porta dos Fundos condena qualquer ato de violência e, por isso, já disponibilizou as imagens das câmeras de segurança para as autoridades e espera que os responsáveis pelos ataques sejam encontrados e punidos. Contudo, nossa prioridade, neste momento, é a segurança de toda a equipe que trabalha conosco.

Assim que tivermos mais detalhes, voltaremos a nos manifestar. Mas, por enquanto, adiantamos que seguiremos em frente, mais unidos, mais fortes, mais inspirados e confiantes que o país sobreviverá a essa tormenta de ódio e o amor prevalecerá junto com a liberdade de expressão.

Continua após a publicidade

 

Leia mais: Porta dos Fundos: especial de Natal da Netflix revolta grupos religiosos

‘Repercussão é positiva’, diz Tabet, sobre especial do Porta dos Fundos

Jesus gay do filme de Natal do Porta dos Fundos choca vovó de 95 anos

Continua após a publicidade

Por que vídeo de Renato Aragão irritou Duvivier e virou assunto nas redes

O especial da discórdia

A trupe humorística tem sido alvo constante de ataques na internet por polêmicas com seu programa especial de Natal. Com nome A Primeira Tentação de Cristo, o vídeo da Porta dos Fundos tem 46 minutos e estreou na Netflix na terça-feira, 3. O enredo se passa no aniversário de 30 anos de Jesus e satiriza seu retorno após 40 dias de jejum no deserto.

No vídeo, Jesus, interpretado por Gregório Duvivier, leva para casa um amigo diferente, interpretado por Fábio Porchat, com quem vive um romance gay espantando José, Maria, os reis magos e até de Deus. A sátira já traz na sinopse que é “um especial de Natal tão errado que só podia ser do Porta dos Fundos”.

Publicidade