Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Pedro Cardoso defende Taís Araújo e deixa programa ao vivo

Ator também fez discurso em prol de grevistas da emissora. ‘Não participo de programa em empresas que estão em greve’

Por Da redação Atualizado em 24 nov 2017, 09h34 - Publicado em 23 nov 2017, 20h16

O ator Pedro Cardoso fez um inflamado discurso ao vivo no programa Sem Censura, na TVBrasil, e, em seguida, abandonou o palco. Convidado para falar sobre seu primeiro romance, O Livro dos Títulos, ele começou a conversa contando que descobriu que funcionários estavam em greve na emissora. “Eu não vou responder a essa pergunta, e a nenhuma outra, porque, quando eu cheguei aqui, encontrei uma empresa em greve. E não participo de programa de empresas que estão em greve”, disse o ator, antes de dizer que respeitava também os funcionários que continuavam trabalhando.

  • A emissora faz parte da EBC (Empresa Brasil de Comunicação), paralisada desde o dia 14 por congelamento dos salários e retirada de benefícios. Em seguida, Cardoso falou sobre o presidente da EBC, Laerte Rimoli, que aderiu aos memes que ironizaram Taís Araújo esta semana, após uma fala da atriz no TEDx. A atriz disse que pessoas mudam de calçada quando veem seu filho, que é negro e não é famoso como os pais. Rimoli, como se vivesse em um país onde o racismo não existe, fez um deboche nas redes sociais: “Passageiro pula de avião ao constatar que Taís Araújo estava a bordo”.

    “O presidente dessa empresa, uma empresa que pertence ao povo brasileiro, fez comentários racistas a respeito de uma colega minha, que tem presença de sangue africano”, disse, antes de lembrar que todos os brasileiros têm sangue africano, “mas alguns o têm na pele”.

    Continua após a publicidade
    Publicidade