Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Com blockbusters, cinemas no Brasil vislumbram retorno à normalidade

Aliada ao avanço da vacinação, a chegada de grandes filmes como 'Viúva Negra' e 'Um Lugar Silencioso II' deve aumentar a bilheteria nacional

Por Marcelo Canquerino 1 jul 2021, 13h28

Entre idas e vindas, os cinemas começam, pela primeira vez desde o início da pandemia, a vislumbrar algo próximo com um retorno à normalidade. Grandes responsáveis pelas bilheterias, as superproduções milionárias conhecidas como blockbusters fugiram dos cinemas no ano passado e começaram a dar as caras agora. O primeiro foi Velozes e Furiosos 9, que chegou às salas dia 24, e passou a marca de Invocação do Mal 3 se tornando a melhor estreia na pandemia, com arrecadação de 12,5 milhões de reais e 680.000 espectadores no Brasil — no mundo, o longa com Vin Diesel já passou dos 400 milhões de dólares em bilheteria. Essa tendência, aliada ao avanço da vacinação, pode se estender para julho, mês que reserva em seu calendário lançamentos bastante esperados pelo público como Viúva Negra, que estreia em 8 de julho, e Um Lugar Silencioso – Parte II, marcado para o dia 15.

De acordo com dados da empresa Comscore, atualmente o Brasil possui 586 cinemas abertos e 2.462 salas em operação, número consideravelmente alto quando comparado ao total de salas no Brasil: 3.507, segundo levantamento feito pela Ancine em 2019. As medidas de funcionamento e reabertura desses estabelecimentos têm variado de acordo com a situação de cada região.

Alguns longas que chegam ao Brasil este mês já estrearam nos Estados Unidos e causaram grande frisson por lá, caso de Um Lugar Silencioso – Parte II, com 140 milhões de dólares arrecadado até agora em bilheteria no país e 250 milhões no mundo. Em ritmo avançado de vacinação, os Estados Unidos têm conseguido retomar as atividades culturais de maneira satisfatória.

Para além do longa sobre monstros que caçam pelo som e da nova produção da Marvel, os brasileiros podem colocar na agenda — se nenhuma nova onda da Covid-19 atracar no país — os filmes Space Jam 2 (dia 15); Dupla Explosiva 2 (dia 22); e Anônimos, com Bob Odenkirk (no dia 29). Para agosto e setembro, estão previstos ainda a animação Sing 2; a comédia Free Guy, com Ryan Reynolds; o segundo filme de O Esquadrão Suicida; e o primeiro herói oriental da Marvel, Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis.

  • No Estado de São Paulo, os municípios podem operar sob as medidas da fase de transição até 15 de julho, o que inclui o funcionamento de atividades culturais, por exemplo, com restrições de horário e público. Entre os dias 24 e 27 de junho, o estado estava com 201 cinemas abertos e 800 salas funcionando. Já no Rio de Janeiro, outro polo importante para a bilheteria nacional, durante o mesmo período, o estado estava com 72 cinemas abertos e 310 salas funcionando. Todos os dados foram levantados pela Comscore

    Essa tendência também está sendo observada em outras regiões, como é o caso de Manaus, que reabriu os cinemas a partir de 28 de junho, e de outras regiões como Pernambuco e Fortaleza, que também estão com os estabelecimentos culturais funcionando. De acordo com a Comscore, no final de semana passado, 59 cinemas foram reabertos ao redor do Brasil. 

    Continua após a publicidade
    Publicidade