Clique e assine a partir de 9,90/mês

As melhores docerias em Brasília

Confira os endereços da categoria que valem a visita; mais três lugares para comer bons chocolates

Por Gabriela de Almeida, Guilherme Lobão, Larissa Lima, Mirela Mazzola, Mateus Vidigal e Sara Campos - Atualizado em 4 set 2017, 21h34 - Publicado em 19 ago 2017, 02h00

O roteiro a seguir, com dezenove estabelecimentos, integra a edição digital de VEJA COMER & BEBER BRASÍLIA 2017/2018:

 

Daniel Briand Pâtissier & Chocolatier – eleita pelo júri a melhor doceria

Capazes de produzir um mel com sabor complexo e delicado, as abelhas brasileiras perderam espaço para as de origem africana, consideradas mais “eficientes”. Justamente uma dessas variedades, vinda do Pará, foi escolhida pelo confeiteiro francês Daniel Briand para rechear uma das dezoito versões de bombom (R$ 3,30 a unidade) feitas na doceria que leva seu nome. Por lá, a apresentação sempre primorosa das sobremesas, em vistosas louças, gavetas e bandejas, e a decoração típica das pâtisseries deixam claro que Briand quis trazer um pedaço da França para Brasília. As fotos nas paredes são da esposa e fotojornalista Luiza Venturelli, a razão que o fez aportar na capital. De comer com os olhos, as vitrines exibem clássicos como mil-folhas, éclair de chocolate (R$ 12,00 cada um) e macarons de coco e pistache (R$ 3,90 cada um). O menu, em francês, lista ainda verrine de crème pâtissière, coulis de frutas vermelhas e crocante (R$ 21,00) e o kouign amann, uma novidade. De origem bretã, ele consiste em uma espécie de versão caramelada do croissant e pode levar limão e framboesa (R$ 8,50). Também recente, um carrinho de sorvete acomoda cubas com maracujá, baunilha e café (R$ 10,00 a bola). O sotaque persiste nas sugestões salgadas, caso do confit de pato com batata, ervas da Provença, lascas de maçã e salada verde (R$ 60,00).

CLN 104, bloco A, loja 26, (61) 3326-1135. 9h/22h (sáb. e dom. a partir das 8h; fecha seg.). Aberto em 1995.

 

2º Lugar – Casa Doce

Quando ainda produzia doces em casa, a confeiteira Angela Tonon fcou conhecida por seu bolo de abacaxi. A receita, que leva pão de ló e creme de abacaxi, hoje é vendida em sua doceria em porção individual (R$ 7,90, com 150 gramas) ou sob encomenda (R$ 69,00 o quilo). Na seleção dos doces também destacam-se o mil-folhas (R$ 10,00) e a musse espelhada de chocolate belga (R$ 9,50).

112 Sul, bloco A, loja 29, (61) 3445-2807 (50 lugares). 9h/20h (sáb. até 19h e dom. até 18h; fecha seg.). Aberto em 2003.

 

3º Lugar – Labecca Café + Bistrô

Na casa comandada pelas irmãs Amanda, Fernanda e Flávia Labecca, o carro-chefe são as tortas. Entre as mais pedidas estão a de brigadeiro duo (R$ 18,50 a fatia), recheada com brigadeiros branco e preto, e a de banana (R$ 14,50 a fatia), feita com camada de biscoito, banana, doce de leite e chantili. Para bebericar, as proprietárias sugerem a taça de clericot (R$ 27,50), feito com vinho branco aromatizado com banana, morango, kiwi e laranja.

Shis QI 13 CL, bloco F, loja 10, (61) 3364-0007 (45 lugares). 11h/20h (sáb. 10h/18h; fecha dom.). Aberto em 2010.

 

Abuela Goye

As tradicionais empanadas (R$ 8,20 cada uma) chegam à mesa em nove sabores e com massa à escolha do cliente: tradicional, integral ou apimentada. Mas o que atrai mesmo são os doces, como o mil-folhas (R$ 17,00 a fatia) recheado com doce de leite argentino, o bolo de nozes com doce de leite (R$15,50 a fatia) e a torta de maçã (15,50).

Park Shopping Brasília, (61) 3233-4578 (38 lugares). 10h/22h (dom. 13h/20h). Aberto em 2013.

 

Arab Sweets

A casa é especializada em doces árabes vendidos por quilo. As massas folhadas baklava levam recheio de pistache (R$ 115,00), nozes, damasco, chocolate ou castanha-de-caju (R$ 95,00, qualquer sabor). Também vende bastante os ninhos de amêndoas e goiabada (R$ 115,00). Para acompanhar, cappuccino com borda de creme de avelã e farofa de nozes (R$ 9,90) é boa pedida para acompanhar.

408 Sul, bloco D, loja 19, (61) 3551-4720 (61 lugares). 9h/21h. Aberto em 2016.

 

Bolos do Flávio

O empresário pernambucano Flávio Cavalcante apostou em mais de vinte sabores de bolo caseiro. Entre os mais pedidos estão o de mandioca (R$18,00) e o toalha felpuda (R$ 25,00), com coco ralado e leite condensado. Eles são vendidos por unidade, assim como o novo bolo de Ovomaltine com cobertura de chocolate (R$ 20,00).

CCSw 6, bloco B loja 7, Sudoeste, (61) 3967-8700. 7h/20h (fecha dom.). Mais doze endereços. Aberto em 2007.

 

Cannelle

Ao lado do marido, a chef confeiteira Jamille Avelino abriu esta confeitaria dedicada a itens veganos. Ingredientes como leites vegetais de soja e de amêndoas compõem as bebidas, caso do machiatto (R$ 7,50 o pequeno e R$ 11,50 o grande), e também os doces. O bolo de laranja e amêndoas tem calda adoçada com agave (R$ 10,90 a fatia) e a cheesecake de frutas vermelhas reúne base de castanha-de-caju, creme de tofu e calda de framboesa, mirtilo e morango (R$ 17,90).

213 Norte, bloco A, lojas 21/23, (61) 3037-2422 (50 lugares). 11h/21h45 (dom.12h/20h30; fecha seg.) Aberto em 2014.

 

Dulce Patagonia

A especialidade da casa são os alfajores. A massa de cacau é coberta com chocolate branco ou preto. O recheio leva doce de leite e mais um ingrediente, à escolha do cliente: coco, nozes ou chocolate. O alfajor pequeno custa R$ 3,95 e o grande sai por R$ 6,00. A xícara de café expresso (R$ 6,50) chega com a borda lambuzada de doce de leite.

309 Norte, bloco C, loja 52, (61) 3967-3008. 9h/19h (sáb. até 18h; fecha dom.). Shopping Iguatemi, (61) 3967-3008. 10h/22h (dom. 14h/20h). Aberto em 2016.

 

Forninho Mineiro

Receitas de família fcam expostas na extensa vitrine. Entre os ícones estão a rosca de canela (R$ 48,70 o quilo), o empadão de frango (R$ 54,27 o quilo) e a ambrosia (R$ 7,90, 200 mililitros). Aos sábados, são novidade os combos de brunch. O de número dois (R$ 23,00), com salada de frutas, suco natural, pão, geleia, manteiga, pão de queijo e uma bebida quente, custa R$ 23,00.

402 Norte, bloco E, lojas 56/74, (61) 3326-2556 (60 lugares). 8h/20h (sáb. até 19h; fecha dom.). Aberto em 1984.

 

Lalé

Continua após a publicidade

O bem-casado ganha nove versões, entre elas o tradicional, com doce de leite e o de brigadeiro (R$ 4,30 a unidade). Outro doce de sucesso por ali é o croissant de rabanada recheado com creme pâtissier e Nutella (R$ 16,00). Nos dias mais quentes, vale pedir o ice maltine (R$ 12,00), mistura de café expresso gelado, Ovomaltine, chantili, leite condensado, leite e calda de chocolate.

411 Sul, bloco B, loja 16/20, (61) 3248-7348 (58 lugares). 9h/20h (fecha dom.) Aberto em 2012.

 

Louzia

Nassima Rahmani segue à risca as receitas argelinas no preparo dos doces. Todos com pouco açúcar e sem lactose. Entre os mais vendidos está o baklawa (R$ 8,00), de massa folheada recheada com amêndoas, nozes e mel. O bule de chá verde (R$ 15,00) serve quatro pessoas. No almoço de segunda a sexta, a casa monta um bufê de comida argelina (R$ 59,90 o quilo).

Lago Sul, QI 13, bloco A, loja 45, (61) 3710-1953 (20 lugares). 10h/18h (fecha dom.) Aberto em 2015.

 

Maria de Fátima Cake Designer

Os docinhos expostos no balcão são tão caprichados quanto os bolos que a confeiteira Maria de Fátima Morais prepara sob encomenda. Entre os preferidos da clientela estão a nuvem de morango (R$ 13,00), taça com morangos, creme branco e ganache de chocolate; a trufa de limão (R$ 3,50 a unidade) e o brigadeiro (R$ 2,50 a unidade).

716 Norte, bloco C, loja 30, (61) 3368-9321 (30 lugares). 9h/18h (sáb. até 17h; fecha dom.). Aberto em 2009.

 

Philippe Verstraete

Os macarons de pistache e de baunilha (R$ 4,00 cada um) são exemplos de receitas do confeiteiro francês Philippe Verstraete que caíram no gosto do público. Também têm boa saída o croissant tradicional (R$ 5,00) e a versão com chocolate branco e limão (R$ 6,00).

310 Norte, bloco A, loja 4, (61) 3964-0030 (48 lugares). 8h/20h (fecha seg.). Aberto em 2015.

 

Quitutices

Após o desafio de buscar receitas sem glúten nem leite para a filha Isabelle, a chef Inaiá Sant’Ana deixou o jornalismo para abrir as portas da confeitaria. Entre os campeões dos pedidos estão o pão com farinha de grão-de-bico recheado com queijo vegano e tomate ou frango (R$ 9,80 a unidade) e o brigadeiro feito com leite condensado de castanha-de-caju artesanal com chocolate 56% de cacau (R$ 5,00).

216 Sul, bloco A, loja 12, (61) 3543-5057 (30 lugares). 10h/20h (sáb. 9h/18h; fecha dom. e seg.). Aberto em 2016.

 

Sweet Cake

Na confeitaria comandada pelas irmãs Luiza e Gabriela Jabour, a estrela é a nuvem de morango (R$ 12,00 a taça; R$ 65,00 o quilo), que leva camadas de creme pâtissier, morango, gelatina de morango, castanha-de-caju e chantili. O brigadeiro gourmet tem sabores variados e custa R$ 5,00 a unidade.

QI 21, bloco C, lojas 24/36, Lago Sul, (61) 3366-3531/3989; 12 Sul, bloco D, loja 27, (61) 3345-3531 (68 lugares). 9h/19h (sáb. 8h30/18h30; fecha dom.). Aberto em 1993.

 

Sabor Glacê

Com recheio de creme branco com morango e cobertura de chocolate, a torta batizada de bombom de morango (R$10,50 a fatia) é a sensação entre as dezenas de sabores de tortas doces preparadas por Daniela Quesada. Fazem sucesso também o bombom de uva (R$ 2,50 a unidade) e a quiche de ricota e uva-passa (R$ 5,75).

108 Norte, bloco C, loja 4/74, 3037-7770 (34 lugares). 8h/19h (fecha dom.). Aberto em 2006.

 

CHOCOLATES

Chocolateria Brasileira

A matéria-prima 100% cacau é o principal diferencial da rede paulista. Um dos carros-chefes, a linha Origem conta com cacau 70% plantado na Mata Atlântica em formato de bombom (R$ 2,77) e tablete de 10 gramas (R$ 3,30). Para beber, o blend de chocolate quente floresta negra (R$ 15,00) é servido com essência de cereja, chantili e finalizado com cereja.

303 do Sudoeste bloco C loja 12, (61) 99620-1530 (16 lugares). 10h/19h (fecha dom.). Aberto em 2016.

 

Kaebisch Schokoladen

Logo na entrada, o cliente se depara com uma vitrine de bombons preparados com chocolate belga. São 44 opções, como a trufa de gianduia (R$ 7,00), com creme de avelã e cacau em pó. Para beber, o chocolate quente chega em diferentes versões, como a marshmallow (R$ 21,00), pimenta caiena (R$ 17,00) ou conhaque (R$ 29,00).

214 Norte, bloco C, loja 9, (61) 3037-1599 (16 lugares). 9h/20h (dom. até 18h). Aberto em 2007.

 

Stans Chocolates

Vitrine do trabalho do chef confeiteiro suíço Xavier Odermatt, o espaço dá destaque para as trufas. Elas podem chegar à mesa em oito sabores, como meio amargo, champanhe e maracujá (R$ 18,80, 100 gramas). A linha sem lactose também ganhou adeptos, com opções em barra de 53% e 70% de cacau na composição (R$ 19,70, 100 gramas).

407 Sul, bloco A, loja 30, (61) 3443-0199 (20 lugares). 10h/19h (fecha dom.). Aberto em 2005.

Continua após a publicidade
Publicidade