Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Páprica Burger é o campeão na categoria hambúrguer em Brasília

Enxuto e certeiro, o menu de quatro lanches inclui uma combinação secreta de 160 gramas de cortes de gado black angus

Por Mirela Mazzola Atualizado em 31 ago 2017, 21h30 - Publicado em 19 ago 2017, 02h00

Bastante em voga na cidade, a decoração com estilo industrial — pontuada por revestimento de aço, lâmpadas de filamento e fiação aparente — tem aqui um de seus melhores exemplares. Reforça a atmosfera moderninha o fato de a hamburgueria estar instalada em um contêiner, nos fundos de um posto de gasolina. Antes de abrir o ponto, há um ano, a brasiliense Bruna Prieto e o argentino Lucas Fernandez Arteaga foram a Nova York em busca de referências. Voltaram com um formato de serviço bem informal na cabeça: não há garçons, os pedidos devem ser feitos e retirados direto no balcão. Dono de bufê e professor de gastronomia, Arteaga desenvolveu a combinação campeã de 160 gramas de três cortes de black angus (nem tente pedir a receita, ele não revela). Na versão com o nome da casa (R$ 26,00), o disco de carne chega acompanhado de queijo de minas meia cura, cebola caramelada, bacon, tomate, minifolhas e molho de páprica. Outro lanche fixo no enxuto menu de quatro opções (uma delas vegetariana; outra, sazonal) é o english burger (também R$ 26,00), com cheddar inglês, relish de cebola e bacon. Ambos podem vir em combos com refrigerante e batata frita ou chips de raízes (batata, mandioca, mandioquinha, beterraba, batata-doce e cenoura). Nesse caso, o preço sobe para R$ 39,00. Entre as cervejas artesanais, a local Corina Fiapo (R$ 28,00, 500 mililitros) leva manga na composição. Dona de uma doceria para eventos, Bruna acerta ao sugerir o milk-shake de cheesecake com geleia de morango (R$ 22,00).

SHCN 204, Eixinho Norte. Não tem telefone. 12h/23h (sex. e sáb. até 0h). Aberto em 2016.

  • 2º Lugar – Madero

    A rede curitibana fundada pelo chef Junior Durski chegou a Brasília há dois anos e já conta com quatro unidades — uma delas, no formato de contêiner, fica em Águas Claras. Apesar do cardápio de steakhouse, o cartão de visitas continua sendo o cheeseburger em pão francês crocante. Com salada, cheddar, maionese artesanal, cebola assada e disco de carne grelhado em chama aberta, o sanduíche custa R$ 37,00 ou R$ 42,00 com adicional de bacon (ambos ganham escolta de batata frita).

    Pátio Brasil Shopping, (61) 3041-7005 (110 lugares). 11h30/15h e18h/23h (sáb. sem intervalo; dom. e feriados 12h/22h). Mais três endereços. Aberto em 2015.

     

    3º Lugar – Geléia Burger

    Alexandre Santos, o Geléia, abriu esta marca, no Gama, em 2004. Mas o negócio só ficou conhecido por todo o DF ao aderir à onda dos food trucks, em 2015. De lá para cá, tornou-se uma das hamburguerias mais concorridas da cidade, com cinco lojas e quatro caminhões. No pão brioche com maionese caseira, queijo cheddar, cebola caramelada e bacon, o disco de carne com 160 gramas sai por R$ 24,00. Outro item responsável pelo sucesso da marca é a batata rústica temperada com páprica defumada, sal e alecrim (R$ 10,00).

    Setor Central 56, lotes 7/8, Gama, (61) 3385-6611 (80 lugares). 11h/23h30. Aberto em 2004. Mais quatro endereços.

    Continua após a publicidade
    Publicidade