Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Saborella é a melhor sorveteria de Brasília

O critério rigoroso na escolha dos ingredientes e a mão na massa dos proprietários da família Kzam resultam na produção de ótimos gelados

Por Mirela Mazzola Atualizado em 31 ago 2017, 21h49 - Publicado em 19 ago 2017, 02h00

Os pontinhos pretos das sementes da fava usadas no gelado de baunilha e a cor verde naturalmente terrosa na versão de pistache revelam: a sorveteria preza pela seleção de ingredientes de primeira. Pedrinhas de gelo que incomodam o paladar? Nem pensar. Criada pela família Kzam, de ascendência síria, a Saborella é, de longe, a mais lembrada em sua categoria pelo júri. O sucesso vem do olho (e das mãos) dos donos: Bruno e Sávio Kzam participam diariamente da produção, junto de outros integrantes do clã. Com o intuito de atingir a textura cremosa ideal, eles usam uma base própria, desenvolvida na casa. Para incluir nas receitas matérias-primas frescas, exploram a sazonalidade de frutas como jabuticaba, cajá, goiaba e manga. Tapioca, cupuaçu e açaí — um fornecedor paraense garante abastecimento o ano todo — não podem faltar nas cubas. O mesmo acontece com o sorvete de baunilha, feito com a especiaria trazida de Madagáscar. Outra opção preparada com ingrediente importado, o ótimo doce de leite leva a guloseima da marca argentina San Ignacio. Eventualmente aparecem novidades como o kulfi, inspirado na sobremesa indiana de amêndoa, pistache, cardamomo e cúrcuma. No copinho ou na casquinha, todos os gelados custam R$ 14,00 (uma bola) e R$ 26,00 (duas boas). Por mais R$ 5,80, tome um expresso desenvolvido por Isabela Raposeiras, uma das maiores especialistas em café do país.

CLN 112, bloco C, loja 38, (61) 3340-4894. 12h/22h (dom. até 21h). CasaPark Shopping, (61)3361-0909. 10h/22h (dom. 12h/20h). Aberto em 1995.

 

  • 2º Lugar – Bacio di Latte

    Do balcão, pode-se observar o trabalho da equipe na pequena cozinha adornada por fouets e talheres decorativos. Ali são preparados vinte sabores de sorvete. O que dá nome à casa leva apenas leite e creme de leite, enquanto um dos mais requisitados, o cremino, surge da combinação dessa mesma receita com gianduia. Dá para pedir até três variedades no copinho, que pode ser pequeno (R$ 11,75), médio (R$ 13,75) ou grande (R$ 16,75).

    Continua após a publicidade

    ParkShopping, (61) 3036-2496 (12 lugares). 10h/22h (dom. e feriados a partir das 12h). Conjunto Nacional, (61) 3033-4761 (12 lugares). 10h/22h (dom. e feriados a partir das 12h). Aberto em 2016.

     

    3º Luga – Sorbê

    O que conecta as duas vocações de Rita Medeiros, o jornalismo e a sorveteria, é a pesquisa. Dedicada a aprofundar-se principalmente nos sabores do cerrado, ela serve há mais de dez anos gelados artesanais condicionados à sazonalidade dos ingredientes — maracujá-pérola e cajuzinho-do-mato, por exemplo, podem entrar em suas ousadas receitas. São presenças constantes nas cubas as versões de chocolate, baunilha, açaí e cagaita. Qualquer gelado sai a R$ 10,00, com uma bola, e R$ 16,00, com duas.

    405 Norte, bloco C, loja 41, (61) 3447-4158 (38 lugares). 11h/19h. Aberto em 2005.

    Continua após a publicidade
    Publicidade