Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

O Som e a Fúria

Por Felipe Branco Cruz
Pop, rock, jazz, black music ou MPB: tudo o que for notícia no mundo da música está na mira deste blog, para o bem ou para o mal
Continua após publicidade

A reparação histórica de Alaíde Costa em show dos 60 anos da bossa nova

Cantora será uma das atrações de uma apresentação no Carnegie Hall, em Nova York, em celebração das seis décadas do show que revelou o ritmo ao mundo

Por Felipe Branco Cruz Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 10 Maio 2024, 08h46 - Publicado em 5 out 2023, 14h43

Há 61 anos, João Gilberto, Tom Jobim, Sérgio Mendes, Carlos Lyra, Roberto Menescal e muitos outros apresentaram a bossa nova ao mundo em um histórico show no Carnegie Hall, em Nova York. Neste domingo, 8, o local terá mais uma noite dedicada ao estilo musical, desta vez comandada por Seu Jorge, Daniel Jobim e Carlinhos Brown.

Artistas de diferentes gerações, como o próprio Menescal e a jovem Carol Biazin, também estão no elenco. O repertório contará com inesquecíveis canções, como Chega de Saudade, Corcovado, Garota de Ipanema, Wave, Samba de Uma Nota Só, Eu Sei que Vou Te Amar e A Felicidade.

Dessa turma toda, no entanto, quem deverá brilhar no palco é a cantora Alaíde Costa, de 87 anos, que começou a cantar profissionalmente há 66 anos nos programas de calouros de Ary Barroso e que esteve presente nos encontros que ajudaram a criar a bossa nova, mas foi “esquecida” pelo tempo. A apresentação será uma forma de reparação histórica.

Continua após a publicidade

A VEJA, em maio de 2022, a cantora de canto suave e voz afiadíssima, típica da bossa nova, contou que o esquecimento foi fruto de um racismo velado. “O que sofremos foi um preconceito racial velado na música. Negro não tinha que cantar rebuscado. Só podia cantar e rebolar”, disse.

Fabio Nunes
Seu Jorge e Daniel Jobim (Fabio Nunes/Divulgação)
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.