Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
O Som e a Fúria Por Felipe Branco Cruz Pop, rock, jazz, black music ou MPB: tudo o que for notícia no mundo da música está na mira deste blog, para o bem ou para o mal

A homenagem em ritmo de reggae que Gilberto Gil fez a Cássia Eller

A cantora ganha disco-tributo com diversos músicos interpretando suas canções no ritmo do reggae; confira o videoclipe de "Segundo Sol"

Por Felipe Branco Cruz Atualizado em 1 jul 2022, 14h27 - Publicado em 1 jul 2022, 10h00

Quando morreu precocemente, em 2001, aos 39 anos, Cássia Eller vivia o auge de sua popularidade. A artista, no entanto, deixou pouquíssimas gravações póstumas. Nesta sexta-feira 1º, quando se celebra o Dia Internacional do Reggae, chega aos serviços de streaming uma bela homenagem a ela, que faria 60 anos em dezembro: o primeiro volume do álbum-tributo Cássia Reggae, com suas músicas reinterpretadas no ritmo jamaicano por gente como Toni Garrido, Margareth Menezes, Nando Reis e Gilberto Gil. O segundo volume da coletânea deverá sair no segundo semestre deste ano.

Com o álbum, sai também o clipe de O Segundo Sol, interpretada com mestria por Gilberto Gil (assista ao clipe abaixo com exclusividade). A escolha de Gil, aliás, foi certeira. O músico foi o responsável por popularizar o reggae no Brasil e, ao fazer essa homenagem para a cantora Cássia Eller, transformou a composição de Nando Reis, antes um pop-rock radiofônico, em um delicioso reggae.

Capa do álbum 'Cássia Reggae'
Capa do álbum Cássia Reggae   //Divulgação

As músicas de Gilberto Gil, aliás, foram bastante gravadas por Cássia, como Oriente, Pedra Gigante, parceria com Bené Fonteles, e Chororô, que ela gravou com o próprio Gil. Ao longo da carreira, Cássia Eller lançou nove álbuns autorais, entre 1990 e 2001. Os dois volumes do tributo contam com faixas que passam por todas as fases da artista e foram produzidos por Sergio Fouad e Fernando Nunes para a Universal Music.

O principal parceiro de Cássia Eller foi mesmo Nando Reis. Embora o compositor tenha escrito os principais sucessos da artista, ele canta no tributo a música Lanterna dos Afogados, dos Paralamas do Sucesso, que já havia sido regravada com brio por Cássia em 1994. Chico Chico, filho da cantora, também está presente na homenagem. Ao lado de Jorge Du Peixe, regravou Coroné Antônio Bento. Toni Garrido, outro expoente do reggae nacional com o Cidade Negra, gravou Palavras ao Vento, enquanto Margareth Menezes interpreta Malandragem. O primeiro volume se encerra com Zé Ricardo em O Meu Mundo Ficaria Completo (Com Você).

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)