Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Em Cartaz Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Raquel Carneiro
Do cinema ao streaming, um blog com estreias, notícias e dicas de filmes que valem o ingresso – e alertas sobre os que não valem nem uma pipoca
Continua após publicidade

Mubi: 5 filmes recentes cruciais no streaming para quem quer ser cinéfilo

Plataforma cresce no Brasil e contém dezenas de títulos ideais para cativar iniciantes — e veteranos — no mundo do cinema

Por Thiago Gelli, Raquel Carneiro Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 13 fev 2024, 10h27 - Publicado em 13 fev 2024, 10h26

Ao priorizar a curadoria sobre o volume de títulos, o serviço de streaming Mubi conquistou uma base de assinantes cinéfilos que se entusiasmam com filmes de Agnès Varda, Luis Buñuel, Walerian Borowczyc e outros autores essenciais do cinema de arte. Equilibrando imagens delirantes e temas pungentes, o catálogo vai dos primórdios dos filmes mudos à consciência social do Cinema Novo Francês — mas não vive só de resgatar produções do passado. Com lançamentos exclusivos, a plataforma vai crescendo no circuito de distribuição e contém alguns dos mais importantes lançamentos dos últimos anos. Confira, a seguir, cinco excelentes portas de entrada à cinefilia disponíveis na Mubi:

Drive My Car (2021)

 

Indicado a 4 categorias do Oscar 2022 e vencedor de “melhor filme estrangeiro”, Drive My Car adapta a obra inefável do japonês Haruki Murakami em 3 horas repletas de silêncios ponderativos e diálogos afiados sobre as relações do cotidiano. Na história, o ator viúvo Yusuke (Hidetoshi Nishijima) busca por um motorista enquanto trabalha em uma nova peça. Após contratar a jovem Misaki, de 20 anos, ambos desenvolvem uma relação que o permite refletir sobre o antigo casamento e sua subjetividade, assim como a da funcionária.

Continua após a publicidade

Folhas de Outono (2023)

 

Comédia agridoce, o finlandês Folhas de Outono se passa na Helsinque contemporânea, onde a solitária Ansa (Alma Pöysti) conhece o soturno Holappa (Jussi Vatanen). Ambos se apaixonam após uma noite de Karaokê, mas, entre encontros e desencontros, penam para viver o amor de cinema que desejam. No caminho, o diretor Aki Kaurismäki encaixa diversas referências à sétima arte e debate o encontro entre o romantismo da ficção e os percalços da realidade.

Continua após a publicidade

 

Frances Ha (2012)

 

Clássico contemporâneo quase sinônimo à geração de artistas e cinéfilos da década passada, Frances Ha apresentou ao mundo uma das mentes que mais afeta a produção de hoje: Greta Gerwig — de Barbie, Adoráveis Mulheres e Lady Bird. Antes de partir para a direção, a atriz escreveu o filme ao lado de seu atual parceiro, Noah Baumbach, e nele vive a idealista personagem título, uma dançarina de 27 anos que insiste em ver a vida com positividade e sentimentalismo, mesmo que as dificuldades financeiras e intrigas emocionais dificultem a tarefa.

 

Lamb (2021)

Continua após a publicidade

 

Neste terror psicológico produzido por Béla Tarr e estrelado por Noomi Rapace, um casal sem filhos vive na paisagem rural da Islândia sem muita animação — até encontrar uma recém-nascida em seu celeiro. Mais que um bebê abandonado, Ada é uma peculiar criatura meio humana, meio cordeiro, que ambos decidem adotar e amar mesmo assim. O equilíbrio da família feliz, porém, é logo ameaçado pela chegada do irmão do patriarca e pelos berros da ovelha que é mãe biológica de Ada.

 

Holy Spider (2022)

Continua após a publicidade

 

Dirigido pelo iraniano Ali Abassi — que também encabeçou dois episódios da série The Last of Us —, o suspense Holy Spider é baseado na história real de Saeed Hanaei, serial killer que caçava profissionais do sexo e assassinou 16 mulheres entre 2000 e 2001. No longa, a jornalista fictícia Arezoo Rahimi (Zar Amir Ebrahimi) investiga o caso e destrincha as intenções pretensamente “sagradas” do criminoso.

Acompanhe notícias e dicas culturais nos blogs a seguir:

Continua após a publicidade

Tela Plana para novidades da TV e do streaming
O Som e a Fúria sobre artistas e lançamentos musicais
Em Cartaz traz dicas de filmes no cinema e no streaming
Livros para notícias sobre literatura e mercado editorial

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.