Clique e assine a partir de 9,90/mês

Quatro jovens são mortos em chacina na Grande São Paulo

Três dos mortos eram menores de idade e nenhum tinha antecedentes criminais

Por Da Redação - 19 set 2015, 13h51

Quatro jovens foram assassinados na madrugada de sábado (19) em Carapicuíba, município da região metropolitana de São Paulo. Segundo o boletim de ocorrência, eles foram encontrados deitados de bruços e com tiros na cabeça. Os corpos estavam ao lado de duas motos. Três dos mortos eram menores de idade — dois tinham 16 anos e um 17. O outro, Carlos Eduardo Motilia de Souza, tinha 18 anos. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, nenhum dos jovens tinha antecedentes criminais. As cápsulas deflagradas e os projéteis encontrados no local foram levados para perícia.

Chacina de Osasco – Há pouco mais de um mês, no dia 13 de agosto, 19 pessoas foram mortas em uma série de ataques nos municípios de Osasco e Barueri, também a oeste da capital paulista. Está sendo investigada a hipótese de que os crimes tenham sido cometidos por policiais militares como vingança pelo assassinato de um colega.

O secretário estadual de Segurança Pública, Alexandre de Moraes, disse, no último dia 11, que a perícia feita nos celulares e em outros materiais apreendidos de 18 policiais militares permitiu um avanço importante na apuração dos fatos. Até o momento, apenas o soldado Fabrício Emmanuel Eleutério teve a prisão preventiva decretada pela Justiça Militar. Ele foi reconhecido pessoalmente por um sobrevivente da chacina. O soldado negou a participação nos assassinatos.

Para esclarecer os crimes foi montada uma força-tarefa com cinquenta policiais civis, peritos e policiais militares da Corregedoria da corporação.

Continua após a publicidade

(com Agência Brasil)

Publicidade