Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Protesto em Curitiba termina com depredação e confronto com a polícia

Manifestantes se reuniram para ato 'pacífico' contra o racismo no centro, mas terminou com agências bancárias quebradas e uma bandeira do Brasil queimada

Por Da Redação 1 jun 2020, 23h12

Um ato marcado pelas redes sociais contra o racismo terminou em quebra-quebra e confronto com a polícia no centro de Curitiba na noite desta segunda-feira, 1. O protesto, marcado para a praça Santos Andrade, começou de forma pacífica, mas terminou em briga com a polícia após um grupo autointitulado ‘Antifa’ atirar pedras em agências bancárias, no shopping Mueller e na vidraça do prédio do Fórum Cível, no Centro Cívico. Uma bandeira do Brasil foi arrancada do Palácio Iguaçu e queimada pelos manifestantes, que entraram em confronto com a Polícia Militar.

Segundo a polícia, foram usadas bombas de gás lacrimogênio e balas de borracha para dispersar os manifestantes. Não há informação de pessoas feridas ou presas.

Em nota, a prefeitura de Curitiba informou que registrou danos em algumas estações-tubo na região do Centro Cívico e pontos de mobiliário urbano na Praça Tiradentes e na Travessa Nestor de Castro. Ainda de acordo com a administração municipal, um levantamento completo será feito e divulgado nesta terça-feira, 2.

  • Publicidade