Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Jobim diz que tropas não vão escoltar candidatos

Por Irene Ruberti
21 ago 2008, 16h26

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, afirmou nesta segunda-feira que as tropas do Exército que serão enviadas ao Rio não farão segurança de candidato. ¿Não cabe a nós ciceronear candidato, cabe sim a nós assegurarmos, num espaço do Rio de Janeiro onde o tribunal tenha identificado problema, que esteja lá a força para assegurar a manifestação da população e a livre circulação¿, disse o ministro, após cerimônia em comemoração ao Dia do Soldado.

Ele já se reuniu com o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Carlos Ayres Britto, e com o ministro Carlos Alberto Direito, que informaram em quais áreas o Exército deve atuar. Agora, falta definir como será a atuação das tropas.

A definição de como as tropas vão atuar deve ser sair em reunião esta semana entre Jobim e o presidente do TSE. O ministro lembrou ainda que essa será a primeira vez em que o Exército vai fazer a segurança do processo eleitoral. Em outras ocasiões, o Exército atuou apenas no dia da eleição.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Carlos Ayres Britto, solicitou na semana passada ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva a presença das forças federais durante a processo eleitoral no Rio.

Continua após a publicidade

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) entregou levantamento sobre a atuação de milícias no Rio, preparado com dados apurados pela Polícia Federal. A proposta do mapeamento, segundo o tribunal, é que as tropas das Forças Armadas fiquem em regiões onde grupos de milícias e traficantes atuam com o objetivo de interferir nas eleições.

De acordo com o ministro da Justiça, Tarso Genro, as tropas das Forças Armadas e da Força Nacional de Segurança que serão enviadas para o Rio de Janeiro não estarão subordinadas ao governo federal, mas sim ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.