Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Irmã de Marielle diz que ela nunca falou que era ameaçada

Para ela, assassinato deve ter sido planejado recentemente; ‘Acho que foi algo tão rápido que nem teve tempo de fazer ameaça’

Por Estadão Conteúdo Atualizado em 16 mar 2018, 12h07 - Publicado em 15 mar 2018, 21h45

A irmã de Marielle Franco declarou não ter dúvidas de que a vereadora do PSOL foi executada. “Só não sei de onde veio”, disse em relação à autoria do crime.

Professora de Inglês, Anielle Silva, de 33 anos, mantinha contato quase diário com a irmã de 38. Ela garante nunca ter ouvido qualquer relato de ameaça à vereadora, mesmo depois de ela ter entrado na comissão que acompanha a intervenção federal no Rio de Janeiro. “Nem eu, nem a equipe dela. Ela estava muito tranquila em relação a tudo”, comenta. “Ela não tinha medo.”

Para a professora, o assassinato deve ter sido planejado recentemente. “Acho que foi algo tão rápido que não teve nem tempo de fazer ameaça”, afirma.

Marielle voltava para sua residência na Tijuca, na zona norte do Rio, quando foi morta a tiros. Segundo Anielle, a irmã tinha a preocupação em encerrar os eventos cedo, antes das 21 horas, mas não por causa da própria segurança, mas das demais mulheres que participavam dos encontros.

As duas irmãs cresceram no Complexo da Maré, também na zona norte, onde ainda tem familiares e na qual foram criadas pela mãe, a advogada Marinete Silva. São elas, mãe e irmã, que estão cuidando da única filha da vereadora, a estudante de educação física Luyara Santos, de 19 anos.

Continua após a publicidade

Anielle soube da morte da irmã por amigos, que viram as primeiras notícias do assassinato nas redes sociais. “Já estava público (o assassinato). Eu estava colocando a minha filha para dormir”, lembra ela. Após a notícia, ela foi até a cena do crime e, na manhã desta quinta-feira, 15, foi ao Instituto Médico Legal (IML) liberar o corpo.

Segundo ela, Marielle sempre teve uma grande preocupação com as causas sociais, antes mesmo do mandato. “A gente era muito próxima uma da outra. Falava de tudo”, conta.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.