Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Filho da deputada Flordelis é preso após enterro do pai

O governador do Rio, Wilson Witzel, disse que há suspeita de crime familiar. O filho preso tinha mandado de prisão expedido por violência doméstica

Um dos filhos da deputada federal Flordelis (PSD-RJ) foi preso na manhã desta segunda-feira, 17, logo após o enterro do pai, o pastor Anderson do Carmo de Souza, em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio.

Depois do sepultamento, o carro em que estavam Flordelis e um de seus filhos foi abordado por agentes da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG). Ele tinha um mandado de prisão expedido por violência doméstica.

O governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), disse “que há suspeita sobre um dos filhos adotados”. “Não sei se formalmente ou informalmente teria praticado o crime. Agora está nessa linha de investigação. Entendemos que é um fato lamentável, e espero que tudo seja rapidamente esclarecido. Vamos acompanhar a investigação.”

Anderson do Carmo, 42 anos, marido da deputada, foi morto na madrugada de domingo 16, atingido por 15 tiros na garagem de casa, em Pendotiba, Niterói. Os cachorros que guardavam a casa estavam dopados no momento do crime, disse a polícia. Os homens que invadiram a casa não levaram nada.

Carmo e a mulher voltavam de um evento de confraternização e teriam sido seguidos até em casa. Segundo a deputada contou à polícia, depois que chegaram à residência deles, o marido voltou à garagem porque teria esquecido algo dentro do carro. A família ouviu o som dos disparos e desceu correndo. O pastor chegou a ser levado para o Hospital Niterói D’Or, mas não resistiu aos ferimentos. 

As primeiras informações indicam que três homens encapuzados teriam feito os disparos. A polícia investiga a hipótese de execução por causa de uma briga familiar em razão de uma dívida, mas nenhuma hipótese foi descartada. 

Imagens de câmeras de segurança da rua já foram requisitadas e estão sendo analisadas para a obtenção de pistas.

O casal tinha 55 filhos, a maioria adotivos, e, com eles, fundou a Comunidade Evangélica Ministério Flordelis, no bairro do Rocha, na Zona Norte do Rio. A deputada também é cantora gospel e o marido assassinado era secretário-geral do PSD do Rio.

A Polícia Civil do Rio informou que a delegacia de Niterói e São Gonçalo instaurou um inquérito para apurar as circunstâncias da morte do pastor. Agentes fizeram uma perícia no local da execução e no carro da vítima. Policiais conduziram diligências para descobrir a identidade dos assassinos.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Bethe Moreira

    AI DAQUELES QUE ESCANDALIZAM A IGREJA DO SENHOR JESUS, ABSURDO ISSO! FALTA TEMOR DE DEUS NESSA GENTE, PERDERAM A UNÇÃO QUANDP DEIXARAM O PODER HUMANO E FINANCEIRO TOMAR CONTA!

    Curtir