Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Família real britânica vibra com os Jogos Olímpicos

Por Da Redação
3 ago 2012, 11h22

A família real britânica, que goza de uma popularidade sem precedentes desde o casamento de William e Kate, em 2011, e do Jubileu de Diamante da rainha Elizabeth, neste ano, tornou-se uma grande fã dos Jogos Olímpicos, para os quais voltou suas atenções.

Não há um dia em que as redes de televisão não mostrem o chapéu de Sua Majestade ou o príncipe Philip, sem falar da nova geração, William, Kate e Harry, que parecem se multiplicar para assistir às provas de tênis, natação, judô, equitação e visitar os atletas do “Team GB”, a equipe britânica.

Aos 86 anos, a Rainha surpreendeu em sua estreia “como atriz” em uma pequena sequência projetada durante a cerimônia de abertura.

Elizabeth II precisou dizer apenas uma frase: “Good evening, Mr. Bond”. Mas isso bastou para se tornar um tema comentado em todos os meios de comunicação do mundo e entre o público. O que pode ser mais “british” do que levar de helicóptero a Rainha – ou melhor, sua dublê – em companhia de James Bond ao Estádio Olímpico para a abertura dos Jogos?

O apoio dos “Royals” aos Jogos é excepcional, confirma a historiadora da realeza Kate Williams: “São ‘nossos’ Jogos, sua contribuição vai muito além de seu papel habitual”, ressalta.

Mas a historiadora também lembra que o esporte é um assunto de família para os Windsor: a princesa Anne, que participou da prova de equitação nos Jogos Olímpicos de Montreal-76, preside o Comitê Olímpico Britânico e é membro do Comitê Olímpico Internacional. A rainha não perde uma grande corrida de cavalos e os jovens príncipes são embaixadores dos Jogos Olímpicos.

Continua após a publicidade

Além disso, Anne foi vista, muito emocionada, entregando a medalha de prata em sua filha Zara Phillip e dando-lhe dois beijos, após o concurso completo de equitação por equipes, diante dos olhos de centenas de fãs.

A falha de Zara na terça-feira no salto sobre um obstáculo, que contribuiu para que sua equipe perdesse o ouro, não minou a confiança da jovem.

“São coisas que acontecem, sobretudo com os animais, fez um percurso magnífico e é um resultado de equipe”, disse Kate Williams.

Uma grande parte da família foi torcer por Zara. Além de Anne, William, Kate e Harry foram vê-la.

Generoso, o comentarista da BBC afirmava que, com 31 anos, Zara “ainda é jovem para a modalidade” e previa um grande futuro para ela.

Continua após a publicidade

Os meios de comunicação britânicos informam com assiduidade sobre as visitas dos membros da família real à Vila Olímpica. Sua presença suscita tweets entusiasmados de atletas, como o da nadadora Rebecca Adlington, medalha de bronze nos 400m livres: “Ahh, acabo de ver o príncipe William + Kate aqui na vila. O príncipe Harry também estava! São tão lindos. Incrível”.

Harry, o rebelde da família, é particularmente popular desde seu giro triunfal pelo Caribe na primavera (do hemisfério norte), onde sua facilidade para a dança causou furor. O anúncio de sua presença na final feminina de vôlei de praia no dia 8 de agosto desencadeou muito entusiasmo na equipe americana, uma das favoritas.

Este envolvimento em todos os âmbitos da família real contribui para promover uma imagem “próxima ao povo”, que rompe com os anos 90, quando a realeza pareceu se mostrar indiferente ao luto popular após a morte de Diana.

“Depois do sucesso do Jubileu, não quer ficar fechada na torre de marfim do palácio de Buckingham, quer estar com o povo, é o que a tornou tão popular e o que se espera dela”, explicou Kate Williams.

As pessoas não podem se cansar desta onipresença? “Não acredito”, considera, antes de concluir que “estão no topo de sua popularidade após o Jubileu de Diamante, e, mais cedo ou mais tarde, Kate terá um bebê, o que servirá para relançar sua popularidade”.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.