Clique e assine a partir de 8,90/mês

Estupradores da van tentaram ‘negociar’ americana em favela

Menor que atuava como cobrador na noite do crime afirmou, à Polícia Civil, que os acusados ofereceram a vítima a um homem em São Gonçalo. Segundo ele, objetivo do grupo na noite do crime era "caçar gringos"

Por Da Redação - 8 abr 2013, 18h46

O depoimento de um menor de 13 anos, que admitiu à polícia ter participado do assalto à turista americana estuprada dentro de uma van, no Rio de Janeiro, na semana passada, revelou novos detalhes da noite do crime. Segundo o adolescente, que trabalhava como cobrador no veículo, os estupradores tentaram “negociar” a jovem com traficantes de uma favela, possivelmente na cidade de São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio. O menor foi localizado e identificado na sexta-feira, escondido em um abrigo no centro do Rio.

De acordo com o jornal O Globo, os acusados de estupro, no período de seis horas em que mantiveram como reféns a jovem e seu namorado, um francês, passaram em uma favela onde deixaram um pacote. Eles ofereceram a americana como parte da ‘negociação’, mas o interlocutor rejeitou a proposta. O delegado Gilbert Stivanello, da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), que ouviu o menor, afirmou ainda que o homem teria rido da oferta.

LEIA TAMBÉM:

LEIA TAMBÉM: Por dentro da mente de um estuprador

Leia também:

Polícia prende terceiro acusado de estuprar estudante da van, no Rio de Janeiro Universitária relata estupro e acusa quarto integrante da quadrilha da van Estupro na van: para mãe de Jonathan, crime foi “uma monstruosidade”

Continua após a publicidade
Publicidade