Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Com agravamento da pandemia, a PGR vai ao home office

Chefe da procuradoria seguiu movimento já adotado pelo STF, que também colocou servidores em teletrabalho

Por Robson Bonin Atualizado em 29 mar 2021, 09h21 - Publicado em 29 mar 2021, 08h30

Na semana passada, Augusto Aras colocou toda a PGR no isolamento social. Todos os servidores que despachavam na sede do órgão estão agora em teletrabalho.

Com o agravamento da pandemia, o chefe da procuradoria seguiu movimento já adotado pelo STF, que também colocou servidores no home office.

Leia também:

  • Tratamento com anticorpos é capaz de proteger contra novas variantes.
  • Vacinação: Brasil é o 15° no ranking em números proporcionais.
  • União Europeia pode bloquear exportação da AstraZeneca.
  • STF se prepara para julgar uma ação decisiva para a quebra de patentes.
  • Anvisa multa empresa que vendeu vacinas para o Ministério da Saúde.
Publicidade