Blogs e Colunistas

07/01/2012

às 19:31 \ Política & Cia

PEC-300: policiais e bombeiros, responsáveis por nossa segurança, não ganham o suficiente para dar segurança a suas famílias

Policiais militares e bombeiros: o salário baixo é só um dos problemas

Publicado originalmente em 16 de março de 2011

Amigos, venho recebendo centenas de mensagens de policiais militares e bombeiros de todo o país agradecendo o acompanhamento que tenho feito da tramitação, no Congresso, da Proposta de Emenda Constitucional nº 300, de 2008 – a chamada PEC-300 –, que propõe uma considerável melhoria salarial nos salários desses profissionais.

Campeões de Audiência

Campeões de Audiência

Em primeiro lugar, gostaria de dizer a todos os que me enviam comentários elogiosos e aos amigos do blog que não faço favor algum com isso. O assunto é importante, interessa à sociedade e a centenas de milhares de servidores. É, portanto, minha obrigação interessar-se por ele.

Em segundo lugar, preciso esclarecer que defendo, com toda convicção, a necessidade de uma profunda, radical mudança para melhor na situação dos policiais militares e bombeiros, e que não se limita a salários: deve também abranger melhores armas, equipamentos, fardamentos e veículos, melhores instalações, formação e aperfeiçoamento contínuos – e, claro, avaliações periódicas de desempenho, para premiação e, também, eventuais punições.

A PEC-300, portanto, é pouco.

É possível, como alega o governo federal, que arcaria com grande parte dos custos da implantação da medida, que os cofres públicos não resistam à sua implantação.

Ainda assim, a PEC-300 é uma oportunidade de ouro, imperdível, para que o governo federal e os governos estaduais finalmente parem de driblar a realidade dificílima da segurança pública no Brasil, parem de fingir durante as campanhas eleitorais que essa é sua prioridade 1 – para logo depois ser esquecida – e comecem a agir.

Começando pelos pés de barro de todo o sistema: a grande maioria dos responsáveis pela segurança pública de todos nós não ganha o suficiente para dar segurança a suas próprias famílias.

Como exigir que sejam eficientes, corajosos e incorruptíveis?

Uma coisa, porém, precisa ficar clara, claríssima: como oportunamente lembraram leitores da coluna, é inadmissível o exercício de pressões indevidas, como ameaças a parlamentares, em favor da aprovação da PEC. E também é inadmissível o recurso à greve: corporações armadas pelo Estado não podem fazer greve de forma alguma. Greves de policiais são ilegais, inconstitucionais e devem ser combatidas e, se for o caso, reprimidas com o uso das Forças Armadas.

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado

316 Comentários

  • Geraldo luiz do nascimento

    -

    19/9/2014 às 22:55

    Nos paises como o oriente eles nao investe na educaçao eporiço que ta essa desgraça la eles eveste de reforçar a segurança dos peises e esqueçe do mais iportante que e fundamental para o tesenvolvimento do paìs para pra pençar cidadao.

  • Geraldo luiz do nascimento

    -

    19/9/2014 às 22:46

    Vocês ja parou para pençar porque a violencia ten aumentado cadaves mais no brasil? Se o governo nao investir na educaçao nos nao vamos ter vitória. O governo ten que abrir o olho a educaçao e fundamental no nosso brasil se continuar dessa forma vocês vao ver .

  • joao domingos pereira

    -

    14/9/2014 às 20:25

    Sou reformado da PMMA,passei desessete anos ganhando uma miséria em que todo o meu vencimento não dava para comprar uma bicicleta.Nos anos Setenta,aquí no Maranhão nenhuma loja vendia para soldado. Soldado era discriminado. trabalhei vários anos no famigerado P.O, a pé,apenas com um cassetete tirando 1º,2º,3º e quarto giros.Tirei guarda 24/24 hs.Trabalhei em destacamento onde a comida era simplesmente sardinha ou óvos,o famoso Disco Voador,no jargão pm.Comí o pão que o capeta amassou e ainda estou vendo que vou morrer e não vejo essa PEC 300, ser votada é mole?

  • Giovanni Bruno Massagardi

    -

    8/6/2013 às 2:53

    O governo tem dinheiro para melhorar muita coisa, mas desvia, a inflação está subindo por fruto da corrupção, se não houvesse essa maldita corrupção, esses bandidos no poder, tudo seria muito melhor, se investe é pouco e continuará sendo pouco mesmo com aumento salarial, policial precisa de leis favoráveis e condições favoráveis de trabalho para que aí sim tenham condições adequadas de se realizar um bom trabalho.
    seria tão mais fácil para o governo fazer as coisas direito, não teriam tantas reclamações, não precisariam de tantas tramoias e rolos, mas não, a ganância e a imoralidade desses governantes inescrupulosos não permite!

  • JONI

    -

    24/1/2013 às 17:00

    ADVOCACIA ESCORIZZA

    APOSENTADORIA AOS 22 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO PARA POLICIAIS.

    Bem primeiramente quero deichar claro de que nada adiantam as palavras se não houver ação. So para os Senhores terem idéia eu abro mão da PEC – 300 desde que nos seja devolvido os ganhos reais, ou seja em 1985 qdo entri na PMERJ, GANHAVA CERCA DE 10 SALÁRIOS MINIMOS, POR FAVOR QUEIRAM VERIFICAR, SENHORES AONDE FOI PARAR ESSE DINHEIRO FOI DEFASAGEM O QUE FOI NAS REALIDADE. eSQUEÇAM pec -300 BRIGAM PELA REPOSIÇÃO E PRONTO. o SUCESSO DOS SENHORES CERTAMENTE É O MEU O MEU, E QUE SE CUMPRA, MAS O OQUE QUE ESTA ESCRITO NO ESTATUTO, POIS HOJE SOU SURDO DOS DOIS OUVIDOS E MAS ALGUNS ACIDENTE MESMO TENDO ACIDENTEW DE SERVIDO PUBLICADO E SAI COM UMA MÃO NA FRENTE E ATRÁZ, ESTOU BRIGANDO A 04 ANOS SERÁ QUE GANHO. qUEREMOS SERIEDADE E RESPEITO POIS QUEM CHOCA E TROCA MESMO SOMOS NÒS AS pRAÇAS E ALGUNS (OFICIAIS)RARIDADES.

  • ANDRADE

    -

    22/1/2013 às 18:24

    O Gilson opinou por uma escala de 5X1. Seria 8 horas por dia? Então teríamos 25 dias trabalhados e 5 dias de descanso durante o mês. Mal sabe ele que na escala de 12×36 estamos trabalhando todos os dias. Veja o exemplo do Pel que inicia o serviço às 18:00hs e encerra às 06:00hs. Das 18:00hs do dia X até a meia noite trabalha 06 horas e as horas restantes, já no dia Y, trabalha mais 06 horas. Ou seja, trabalha de segunda a segunda 06 horas por dia. Deve sim, ter um aumento de mais de 100%.

  • Jairo Morais da Silva

    -

    16/1/2013 às 11:47

    Como se falar em investimento em todos os seguimentos da economia, social, educação e saúde, se não há segurança, se os investidores estão fugindo de determinadas regiões do Brasil, e até mesmo do Brasil por insugurança. Se há um notório esvaziamento do quadro de pessoal da segurança pública que buscam outras formas de sobrevivência por valta de incentivo salarial, condições de trabalho e plano de carreira. O problema social do sil já está no fundo do poço, e vamos esperar mais o que para se tomar medidas corajosas e menos eleitoreiras? Tenham coragem e responsabilidade, pois o futuro da nação está nas mãos das pessoas que representam o povo, pois todos, seja branco, preto, rico e pobre, sairão perdendo se não forem tomadas medidas emergenciais. Infelizmente, o que deveria ter começado pela educação do povo, agora tem que ser feito pela sua segurança.

  • JORGE DA SILVA PALINHA

    -

    7/1/2013 às 19:17

    Bem primeiramente quero deichar claro de que nada adiantam as palavras se não houver ação. So para os Senhores terem idéia eu abro mão da PEC – 300 desde que nos seja devolvido os ganhos reais, ou seja em 1985 qdo entri na PMERJ, GANHAVA CERCA DE 10 SALÁRIOS MINIMOS, POR FAVOR QUEIRAM VERIFICAR, SENHORES AONDE FOI PARAR ESSE DINHEIRO FOI DEFASAGEM O QUE FOI NAS REALIDADE. eSQUEÇAM pec -300 BRIGAM PELA REPOSIÇÃO E PRONTO. o SUCESSO DOS SENHORES CERTAMENTE É O MEU O MEU, E QUE SE CUMPRA, MAS O OQUE QUE ESTA ESCRITO NO ESTATUTO, POIS HOJE SOU SURDO DOS DOIS OUVIDOS E MAS ALGUNS ACIDENTE MESMO TENDO ACIDENTEW DE SERVIDO PUBLICADO E SAI COM UMA MÃO NA FRENTE E ATRÁZ, ESTOU BRIGANDO A 04 ANOS SERÁ QUE GANHO. qUEREMOS SERIEDADE E RESPEITO POIS QUEM CHOCA E TROCA MESMO SOMOS NÒS AS pRAÇAS E ALGUNS (OFICIAIS)RARIDADES.

  • Gibson

    -

    9/10/2012 às 21:11

    Boa noite Laudemir, tanto faz sentido que esta cheio de gente querendo entrar na polícia, eu te pergunto por heroísmo, por amor a profissão ou para trampolim?
    Toda categoria quer puxar a sardinha para seu braseiro e vou dizer-lhe outra não se da aumento para se trabalhar bem e sim trabalha-se bem para ter aumento.
    O mais curioso é que ninguém pede baixa ou demissão como queira, muito pelo contrário todos ficam quietinhos mamando nas tetas estatais; O absurdo e que tantos companheiros morrendo e outros
    com apetite de leão para embolsar alguns trocados, se Deus quiser não virá.
    Vc pode dizer que eu não sei o que estou fando, porém, quantos colegas estão na atividade fim? sabe me responder? Tem um bando de vagabundo trabalhando no centro odontológico, centro de finanças, HPM, P1,P3,P4, P5, motorista de comando,sargentiação, pálacio dos bandeirantes, câmara dos vereadores, que é função da GCM, oficiais subalternos e superiores que não tiram a BUNDA GORDA DA CADEIRA e
    outros que até me fogem da memória.
    Bem colega a luta e muito complexa, quantos oficiais ou delegados lutam pela pec 300? Se ganharmos eles ganham se perdermos vem arroxo.
    Bom colega fique com Deus e que Ele possa abençoar vc e sua família.

  • LAUDEMIL P BUENO

    -

    9/10/2012 às 15:16

    Comenários do Gilson não tem sentido. Não é quando entra na carreira que se tem problemas. É com o passar do tempo que sem reposição de perdas vai corroendo e vira salário fome. Quanto a deixar a carreira (as vezes com mais de 20 anos) não é tão simplista assim. O correto mesmo e pagar um salário bom para incentivar a permanencia dos bons policiais pois senão só ficam os menos preparados para reiniciar uma carreira no mercado.

  • Gibson

    -

    4/10/2012 às 19:44

    Eu acredito que quando alguém ingressa na policia não é divulgado o salário, porque é uma choradeira absurda; Também não consigo entender porque não deixam a profissão, aliais, sei sim ! Trabalha-se um dia sim outro não ou seja ganha-se em São Paulo o inicial de R$ 2500,00 aproximadamente por 15 dias de serviço, direito a dispensa do serviço, 08 por ano, dispensa recompensa por trabalhar bem, eu sempre acreditei que era obrigação trabalhar bem. a cada 05 anos licença premio de 03 meses em casa, fora férias.
    Dos trinta anos para aposentar-se trabalha-se quinze, quer dizer fora as dispensas, férias e licenças, e ainda querem baixar o tempo para 25 anos de serviço o que faria o policial trabalhar 12,5 anos para aposentar; E ai trabalho duro né? Vai ter alguém que vai dizer eles trocam tiros com bandidos e eu digo entraram sem saber também, coitados.
    A verdade é a seguinte todos queremos trabalhar pouco e ganhar muito, no entanto, prestem atenção, a criminalidade aumenta dia a dia, merecem aumento? Querem comparação com os salários de Brasilia e la no Distrito Federal e cidades satélites esta cheio de bandidos fora os políticos é claro, vc não tem aumento para trabalhar bem e sim
    trabalha bem para ter aumento.
    Agora largar a teta ninguém quer, tomar vergonha na cara e pedir baixa em massa nem pensar e se eu for embora e meu colega continuar na mamata?
    Acredito sim que deveria ser dado um aumento de no minimo 100%, mais para isso deveriam trabalhar todos os dias com uma folga semanal, tipo de escala 5X1 é assim que trabalha um vigilante e não ganha o mesmo que a policia.
    Este tio de escala faria aumentar o efetivo, enxugando a máquina estatal e evitando mais vagabundos a procura de tetas do estado.

  • Gilson

    -

    21/9/2012 às 18:53

    Gilson – 20/09/2012 às 19:55
    Por que será que a pessoa só percebe que ganha pouco quando ingressa na Polícia militar ou civil? O estado não divulga o salário inicial? Todos policiais querem a PEC 300, porém, esquecem que se for igualmente com-
    parados os salários com os de Brasilia os Estados de menor arrecadação não tem como arcar com as despesas e o Governo Federal teria que assumir esse ônus, bom agente quase não paga imposto mesmo.
    Ofereçam aumento de 70% às tropas e coloque-as para trabalhar em escala 5X1 ou seja uma folga semanal e ai sim dobra-se o efetivo não precisando
    abrir concurso público enxugando a máquina estatal.
    Com toda certeza haverá uma choradeira,pois, querem ganhar muito e trabalhar pouco, querem continuar mamando nas tetas estatais, acreditem que
    os policiais operacionais trabalham um dia sim outro não, então, quinze dias por mês, tem direito
    a dispensa do serviço, isso mesmo direito, tem dispensa recompensa por trabalhar bem, o que deveria ser obrigação, a cada cinco anos tem direito a dispensa recompensa de três meses mais ferias se fizermos uma conta rápida dos trinta anos
    que um policial deve trabalhar para poder aposentar-se, isto com um posto imediato que lhe garante um soldo maior e que só aumenta diferentemente do trabalhador comum que só defasa,
    se fizermos essa conta, eles trabalham 15 anos, subtraiam as dispensas e licenças premias e vejam se eles estão certos de tantas reclamações.
    Tenho certeza que vai aparecer alguém dizendo tomara que vc nunca precise da polícia, se eu precisar eu chamo e quero ser atendido bem, poque pago caro pelo mau serviço prestado.
    Alguém já se perguntou porque a ROTA é diferenciada? Porque toda polícia não e assim? Eu te respondo porque tem um monte de policial que entra no estado para ir para banda, para centro médico,centro odontológico, centro de finança se é que não sabem o estado tem um centro de finança e a policia que é do estado tem outro, mas, nas ruas
    patrulhando e vendo interesses do público são poucos e desses poucos muitos usam a PM como alavanca para saírem candidato a politico e outras
    coisas mais; Agora prestem atenção qualquer trabalhador que não esta contente com seu emprego
    arruma outro, por que será que no estado é diferente. Responda Governador.

  • CB. PM RIBEIRO

    -

    1/7/2012 às 22:29

    O que é ser policial?
    Triste realidade. Quanto vale a vida de um policial?  Nos responde ai autoridades políticas

  • oacil gomes da silva

    -

    15/6/2012 às 21:26

    AMIGOS, SOU POLICIAL CIVIL DE MATO GROSSPO DO SUL, ESTAMOS COM NOSSO SALARIO LA EM BAIXO. PRECISAMOS FAZER ALGO PRA MELHORAR. SEI QUE E DIFICIL MAS A NOSSA CATEGORIA e unida a policia militar que nao sao unidas, tem medo do governo do estado, sem o apoio dele nao vai melhorar o nosso salario nunca, o governo ja pegou o ponto fraco deles. mas nem que for pra perder a democracia neste pais, precisamos fazewr algo pra mwelhorar o nosso salario. tome conta o exercito seria melhor do que esses salafrarios.

  • oacil gomes da silva

    -

    15/6/2012 às 21:09

    eu acho isso uma verdadeira vergonha, voce ja pensou nisso. um policial ganhando uma miseria que nao da pra suetentar a sua propria familia. pelo amor de deus. a segiurança do pais nao esta no exercito mas sim na policia civil e policia militar eles e que esta a disposiçao do povo brasileiro. pensa nisso seus governantes. pelo amor de deus se voces querem a democracia em nosso pais aprovem, a pec 446/300. isso pode segurar o povo brasileiro de uma grve geraL. PENSA NISSOOOOOOOOOOOOO.

  • JUNIOR

    -

    12/6/2012 às 8:52

    VEJA ISSO,SETTI: http://acsce.com.br/pdf/campanha_salarial_2012x2014.pdf

    Será que vai andar? Espero que sim.

    Um abraço

  • Fernando

    -

    4/5/2012 às 14:40

    Caro Ricardo Setti, eu gostaria de saber quanto tempo nós policiais militares devemos esperar até receber algo que é direito nosso, não estou falando da pec 300, e sim do adicional de periculosidade que os seguranças armados recebem e os policiais militares do DF também recebem. Será que os policiais militares de brasília ou os seguranças armados trabalham em um serviço perigoso, e os outros policiais militares de SP, RJ, BA, MG entre outros não estão 24 horas expostos ao perigo. A constituição federal diz que todos são iguais perante a lei, então nós deveríamos receber essa gratificação, pois somos policiais militares iguais a brasília, em relação aos seguranças armados que trabalham pela Clt, pode ser aplicado o princípio da analogia e neste caso também receberíamos esse adicional.

    obrigado.

  • Carla

    -

    9/4/2012 às 14:16

    Espero e confio muito na Ficha Limpa, se ela realmente filtrar estes políticos corruptos forem barrados não só a PC300 será levada a serio como tb teremos mudanças no código tributário, código penal uma lei mais rígida de transito e ai sim teremos Segurança, Saúde e Educação.

  • Anselmo

    -

    2/4/2012 às 20:45

    Acho impressionante a maneira como os parlamentares federais se comportam em plenário com relação a questão da PEC300, é como se nada tivesse acontecido e votada em primeiro turno e ainda, nos dois dias da semana para votação em plenário os líderes se fecham com o presidente da Câmara que fica dependendo de acordos, ora para que existem 513 deputados, isso tem que mudar senão a PEC300 não vai sair da gaveta.

  • alice

    -

    30/3/2012 às 10:36

    muito bem: os militares não podem fazer greves. Mas as suas familha podem revendicar por falta de uma vida digna pois afeta indiretamente, o direito de ter uma vida melhor. vamos para rua protestar um salario digno para os militares tou nessa

  • janine machado

    -

    26/3/2012 às 18:45

    Eles mais que ninguem, merecem um salário digno, e para o risco que correm por todos, R$ 5.000,00, ainda seria pouco.

  • Solange

    -

    22/3/2012 às 21:08

    Moto boy não é funcionário público, ô Sr. Ricardo Alves. Só concordo que o pessoal da saúde e educação tb deveriam ter um salário digno. O policial está servindo a Pátria pq a ama, entende? Então não faça certas comparações. Aplausos p o Sr. Ricardo Setti.

  • Solange

    -

    22/3/2012 às 20:58

    PEC 300, acredito que será aprovada. Continuaremos a luta. Por favor a Polícia merece não?

  • Denilson

    -

    21/3/2012 às 18:15

    PEC 300? AAAAAHHHH!HA1HA!HA!!!KKKKKK

  • Francenildo P. Chaves

    -

    12/3/2012 às 23:45

    Srs. Políticos Trambiqueiros e/ou Corruptos ou ainda Partido Trapaceiros/Petralhas/Sou BBMM, mas crio meu filho com dignidade e ensino a amar o meu País, “…filho são alguns Políticos PeTralhas,que não teem dignidade nenhuma…” Srs. Lembrem-se de A. Lincoln (Pode-se enganar o povo por algum tempo,pode enganar-se algum povo todo o tempo.Mas não se pode enganar todo o o povo por todo tempo.”,

  • solange

    -

    13/2/2012 às 17:06

    Só tenho a dizer aos Governantes deste pais que: Trabalhamos honestamente para levar pra nossa casa o pão de cada dia, é inadmissível com o salario que temos dar o melhor, quero disser um plano de saúde, uma casa melhor conforto, melhor comida.Srs É só o que queremos.

  • ricardo alves

    -

    13/2/2012 às 12:01

    bem formulada, caro chara, a tua mensagem, a qual sou a favor mas com pequenos detalhes: primeiro, o policial so
    ta la porque quiz. segundo, somos filhos da mesma patria entao deve- se criar pecs para a educaçao, saude, lazer, etc…terceiro…bem, considerando que os policiais tem os mesmos direitos da capital federal , entao como ficaram as outras categorias ah, deve- se levar em conta os riscos que o agente leva. no rio de janeiro, por exemplo, essa proposta e muito pouca. aqui no ms, o salario atual ja e suficiente pois um moto- boy corre mais risco de vida do que um pm.

  • Rinara

    -

    8/2/2012 às 16:21

    A Polícia presta um serviço essencial mas o fazem com péssima qualidade. Acho que R$ 1.300,00+ gratificação está de ótimo tamanho.

  • Flavio Nonato Sales

    -

    6/2/2012 às 17:00

    Caro Ricardo, a covardia com que os nossos políticos nos trata é gritante, não é pelo fato de ser poilicial militar, que devemos morrer de fome, pois, não temos fundo de garantia, trabalhamos com risco constante nossas e de nossos protegidos, e, recebemos um salário fora da realidade que vem se estendendo por muitos anos. Agora, não se pode comparar uma outra profissão com a nossa, pois vou lhe dar um exemplo; quando vc escreve e erra alguma palavra, -vc apaga o erro; quando o padeiro esquece o pão no forno e queima, ele joga o pão fora; o policial quando erra pode crer que tem vidas em jogo, dá pra comparar? Por várias vezes, foi tentado uma negociação pacifica, e o que recebemos???? Só migalha!!! Agora acorda, sei que é triste a nossa situação, pois novamente o povo está sofrendo com tudo isso….mas nós e nossas familias também vem sofrendo a muito tempo….

  • Robert

    -

    3/2/2012 às 13:08

    Meu caro, pela Constituição Federal, aos militares é vedado o direito de greve

    Entretanto, durma com um barulho desses:
    a mesma constituição diz em seu artigo Primeiro: “TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI”

    Ou seja existe um claro conflito aí

  • mara

    -

    1/2/2012 às 19:58

    Infelizmente se os policiais não tomarem uma medida severa denada adiantará. Ninguém reconhece que eles tem família para sustentar, enquantoa corrupção corre nesse país.

  • alex de oliveira

    -

    31/1/2012 às 3:02

    ricardo acompanhe a atual luta pelos direitos de nós policiais aqui no Rio de janeiro, escreva sobre o descaso de nossos governantes pois a estados que ja ouviram seus funcionarios.

  • José de Abreu

    -

    9/1/2012 às 21:01

    Caro Ricardo e demais leitores.
    Temo que a discussão entorno da melhoria salarial e dos equipamentos per si oculte outra reforma necessária, que é de caráter institucional. O nosso modelo de polícia militar está alicerçada em uma cultura comportamental (gestão de recursos humanos), ainda, no século XIX, na nossa genealogia sociológica da “Casa Grande-Senzala”. É completamente inadmissível na pós-modernidade termos uma instituição com o mister de garantir os direitos constitucionais ser regida por um código de guerra, bem como a a distinção de praças e oficiais como corpos distintos, onde as praças (soldados, cabos e sargentos) por melhor qualificação que venham a ter não ascendam na carreira. Por outro lado, o corpo de oficiais se mantém intocável.
    Precisamos estimular o mérito, estruturar uma carreira unificada, tornar a força policial independente da política, instituir um código de ética sob a égide da democracia e dos direitos humanos, …só pra começar.
    O problema do salário quanha força por falta de uma carreira bem estruturada, pois difícil não eh guanhar R$ 1600,00 como Polícia Militar, em início de carreira, mas aturar isto por mais de 10 anos…

  • aparecido

    -

    8/1/2012 às 10:05

    É muito estranho um bloguista da Veja, que representa a ultima fresta de luz da racionalidade no Brasil, defenda um tamanho absurdo. É sempre assim no funcionalismo… Primeiro pega-se uma categoria pequena e por uma serie de diversos argumentos, aumenta-se em tres vezes o salário dessa categoria. A desculpa é que a categoria é pequena e não prejudica o orçamento…Depois de algum tempo, todas as categorias corrrelatas, com milhões de funcionários reivindicam as equiparações….Lembram do Judiciário : aumentaram 200% no STF e no STJ há alguns anos atrás…Agora todos os juizinhos recém chegados recebem 90% do salário do STF a título de equiparação…mais diversas centenas de milhares de reais a titulo de auxilio residencia atrasado. Agora os Delegados de Policia civil querem equiparação com o judiciário… Cinco mil delegados do estado de São Paulo querem ganhar um salário que só quinze policiais ganham isso nos USA. Porque os operários industriais ganham SÓ MIL E POUCOS REAIS POR MES ????, o mesmo salário equivalente da década de secenta, há cinco décadas sem aumento real, embora a produtividade aumentou 500% neste periodo, produtividade esta capturada pelo estado, na forma de impostos, para beneficio dos funcionários publicos.. Se a racionalidade não voltar a imperar, teremos logo uma guerra civil entre os trabalhadores de verdade, e os funcionarios publicos, das molezas e feriadões… vamos trabalhar gente….

  • G. Carvalho

    -

    8/1/2012 às 0:23

    Sobra dinheiro no Brasil para políticos, seus afiliados e, sobretudo, afilhados. Falta dinheiro para quem trabalha. Sei que esgoto a sua paciência e a de seus leitores, caro Ricardo, mas continuo sem saber a razão de mantermos 513 deputados federais quando os 313 milhões de americanos, cujas instituições políticas tentamos copiar, se viram bem com apenas 435. Por que necessitamos 3 senadores por Estado, quando eles mantêm somente 2 por unidade da federação? Por que tem o STF 11 ministros e mais de 2.800 servidores, enquanto a Suprema Corte dos Estados Unidos parece funcionar com 9 juízes e menos de 400 servidores técnicos e administrativos? Por que mantemos mais de 24.000 cargos comissionados no Executivo Federal brasileiro, quando os americanos remuneram menos de 8.000, a serviço tanto do executivo quanto do legislativo do seu país? A resposta talvez seja simples: quando o governo é obesamente rico, o povo é raquítico, economica e educacionalmente. O povo que é rico não se deixa explorar por seu governo, pois rejeita a hipótese de conviver coletivamente com a Síndrome de Estocolmo.

  • girotto

    -

    4/10/2011 às 7:33

    éééé´, vem ai mais politicos, mais vereadores como se os que já tem não fossem o suficiente, lá vai dinheiro do povão para os bolsos da mafia, como já dizia o apresentador, ISTO É UMA VERGONHA !!!!!!!

  • Aparecida

    -

    17/9/2011 às 16:05

    DE FATO ,NÃO HÁ DE SE NEGAR A VALIA E A IMPORTÂNCIA DA VALORIZAÇÃO DESSES PROFISSIONAIS,MAS VAMOS LÁ A ALGUNS PONTOS IMPORTANTES DA FAMIGERADA EMENDA QUE É ALMEJADA NÃO SÓ PELOS QUE SERÃO BENEFICIADOS PELO SEUS CONTEXTO MAS AINDA PELOS QUE A ENCABEÇAM,OS LIDERES DE CADA ESTADO.

    VAMOS CITAR MEU ESTADO SP,DESSE EU POSSO FALAR,MEU PAI SE APOSENTOU HÁ EM 1992 E DESDE ENTÃO ELE ME CONTAVA QUE O ULTIMO AUMENTO FORA DADO GOVERNO FRANCO MONTORO E FLEURY,DEPOIS NUNCA MAIS SE DEU UM AUMENTO DIGNO E MAIS ERAM DADOS APENAS OS FAMOSOS GATILHOS.

    E fora daí que eu comecei a me questionar aonde estavam todos os lideres que encabeçam o movimento da pec300 por sp nos dia de hoje ,até mesmo o seu mentor sub Clóvis,pois todos REPRESENTAM UMA ASSOCIAÇÃO BEM COMO ASSESSORAM DEPUTADOS.

    BEM TODOS DIZEM QUE SE FAZ NECESSÁRIO ACORDOS,BARGANHAS ,TROCAS DE FAVORES POR ISO ESSES LIDERES APOIARAM O PT DURANTE CAMPANHA ELEITORAL EM SP,USARAM A PC300 MESMO SEM ELA SE QUEM TER SIDO COLOCADA EM VOTAÇÃO EM 2º TURNO,AINDA MAIS PROTELADA PELO ATÉ ENTÃO NA ÉPOCA DEP. E PRESIDENTE DA CÂMARA MICHEL TEMER,ESSE QUE TODOS OS LIDERES DA PEC300 POR SP APOIARAM E PEDIRAM VOTOS A POLICIAIS.

    AGORA NOBRE JORNALISTA,LHE PERGUNTO ,UM POLICIAL FAZ ACORDOS,FAZ AMEÇAS,PRESSÃO,CHANTAGENS,BARGANHAS, COM INIMIGO PARA SE BENEFICIAR?

    AH ,MAS IRÃO DIZER QUE ISSO É POLITICA ,QUE É NORMAL E SE FAZ NECESSÁRIO,É POR ESSES TIPOS DE ACORDOS ONDE APENAS UMA MINORIA SE DA BEM NAS CUSTAS DOS SOFRIMENTOS DE UMA MAIORIA,O POVO SEMPRE FORA USADO COMO MASA DE MANOBRAS,O LULA FORA ELEITO NAS BASE DAS MESMAS MANOBRAS,E DE TODOS OS MOVIMENTOS E GREVES QUE ELE LIDEROU NENHUMA DAS CLASSES SE DERAM BEM ,SÓ O LULA.

    POR QUE ELE, O MICHEL TEMER, O MERCADANTE QUE USARAM A PEC300 MAIS AINDA EM SP PARA TENTAR CONSEGUIR PEGAR O GOVERNO NÃO DÃO UMA SATISFAÇÃO AOS POLICIAS ,SE ELES TIVESSEM GANHÃO SERÁ QUE CUMPRIRIAM COM SUAS PALAVRAS,E MELHOR,SÓ PORQUE NÃO GANHARAM EM SP VIRARAM AS COSTAS,UÊ,OS POLICIAIS NÃO MERECEM MAIS? CADÊ A ADMIRAÇÃO QUE SENTEM PELA CLASSE?

    AONDE ESTAVAM TODOS OS LIDERES DA PEC300 NESSE 17 ANOS QUE OS POLICIAIS DE SP ESTÃO SEM AUMENTO?

    VENDENDO SEUS PLANOS DE ASSOCIAÇÕES ,MANTENDO A POLITICA DA BOA VIZINHANÇA PARA PODEREM TER ACESSO A TROPA,OU ASSESSORANDO POLÍTICOS EM CAMPANHAS E USANDO DAS ASSOCIAÇÕES COMO TRAMPOLIM DE CARGOS E BENÉFICOS PESSOAIS?

    É MEU CAROS,QUANDO A NAÇÃO BRASILIA IRÁ ENTENDER E ACEITAR QUE TODOS SÃO USADOS COMO MASA DE MANOBRAS,QUE NA VERDADE APENAS LOBOS LAPIDAM PEDRAS BRUTAS,COMO LOBY DE CAMPANHAS ELEITORA,TODOS NOSSOS REPRESENTANTES UM DIA DEFENDERAM ALGUMA LUTA,ALGUMA CLASSE,POBRES, ÍNDIOS,NEGROS,ISSO ATÉ ENTRAREM LÁ.

    ACORDOS ,BARGANHAS SÓ SERVEM PARA OS LARÁPIOS DO PODER OU PARA OS QUE AINDA VISAM ENTRAR LÁ!

    O MAIO MAL DAS GREVES ,DOS QUE PLEITEIAM ALGO É QUE SE DEIXAM LEVAR POR PARTIDOS E PROMESSAS , GANANCIA,FACILITAÇÃO, DEPOIS NÃO SABEM PORQUE POLÍTICOS SÃO CORRUPTOS,PORQUE EXISTEM OS CORRUPTORES ,OS QUE BARGANHAM TUDO,UM DIREITO SE CONQUISTA NÃO SE IMPÕE!

  • leticia

    -

    23/8/2011 às 22:00

    eu nao entendi nada!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • mana

    -

    19/8/2011 às 11:40

    A VERDADE SOBRE A PEC 300.

    UMA RESPOSTA AO SENHOR MARCO MAIA.

    Pelo que eu sei curto prazo é questão de meses a um ano, no máximo dois anos. A PEC 300 é desde 2008. Já entrou no médio prazo e, segue para o longo prazo que é a partir de 05 anos.
    A questão aqui não é falta de orçamento, deputado Marco Maia. Dinheiro existe. A questão é remanejamento das rubricas. Solução existe. Corte os gastos com vocês mesmos – Há! é difícil, não é? – Vocês não admitem o corte das regalias, da “mamata”.
    Uma das soluções, o deputado Mendonça Prado já deu: Que é taxar o IR e ISS em 5%. O próprio Paulo Pimenta PT/RS, em seu relatório, chegou a conclusão que taxar as bebidas em 1% ; que já cobriria o investimento em salário dos policiais. Estou falando em investimento em salário dos policiais, pois é realmente investimento. Gasto é o que vocês fazem com os seus auxílios absurdos (paletó, moradia, viagens, verbas de gabinete…).
    Outra coisa: dizer que a PEC 300 é problema dos Estados, dos governadores, é conversa infrutífera. É por isso que as policias nos estados estão um caos, e as revoltas estão acontecendo, foi em Minas, Piauí, Pernambuco, Pará, Rio de Janeiro, Espírito Santo… . Há uma insatisfação generalizada dos policiais. Querer repassar as responsabilidades de aumento só para os estados é
    impossível, pois nenhum governador vai dar aumento espontâneo a servidores.
    A questão é simplesmente política e mais nada. É um radicalismo petista. Basta mudar o cargo na presidência da Câmara para outro partido que esta PEC 300 anda. Só não andou com o Michel Temmer, pois ele estava de olho na vice-presidência da república, onde o mesmo ficou caladinho e omisso, mentindo e enganando os policiais até a última hora. Agora para aumentar os salários deles no natal de 2010, não teve curto, médio e longo prazo; foi em curtíssimo prazo (“minutíssimo” prazo); enquanto outros parlamentos pelo mundo, caso do Reino Unido, USA e outros, reuniam-se e deliberavam congelamento e redução em seus salários; na república tupiniquim, vocês “ludibriaram” a sociedade brasileira com um maldoso presente de papai Noel. Passaram seus salários de R$ 10.000,00 para R$ 20.600,00; não foi Marco Maia? Não foi presidenta Dilma, não foi senhor Michel Temmer? Ora! Cadê a preocupação dos senhores com os gastos neste episódio? Redução de gastos só vale quando é para os trabalhadores e investimento para a sociedade. Arrecadamos mais de um trilhão e duzentos bilhões de reais em impostos no ano passado. Tem alguma coisa errada, que não precisa ser economista para entender. O erro está na distribuição da riqueza minha gente. A corrupção e o mau direcionamento, versação do dinheiro público é que maltrata o povo brasileiro. Quaisquer argumentos que divirjam dessas linhas, são de pessoas atreladas ao PT ou de pessoas que se locupletam da máquina estatal, ou que ganham muitíssimo bem. Outras categorias podem está se questionando e se queixando por também não receberem bem. Lutem por seus direitos também. Todos temos o direito de vivermos bem. Leiam a Constituição. E que Constituição é essa que garante os direitos básicos e os parlamentares e juízes vetam esses direitos? Resposta: – Por que eles são homens como nós. Por orgulhos e vaidades, os homens mudam de atitudes dependendo dos cargos e do “status” do momento.
    O PT vai de encontro a toda a ideologia do partido representante das classes trabalhistas que é suporte para o desenvolvimento de uma nação.
    Toda e qualquer reivindicação trabalhista o PT é contra, agora. – Que metamorfose!
    É como um pobre que ganha uma fortuna e não sabe o que fazer. O PT. O partido pobre que chegou ao poder. Acha que o Brasil é um sindicato restrito aos seus. Pulverizou os seus sindicalistas por toda a máquina pública: ministérios, câmara, senado, autarquias e empresas públicas, como estratégia de concentrar a renda nacional em suas mãos. O Brasil virou um “mega-sindicato-petista”. Todavia, eles se esquecem que o povo que os colocou lá, esse mesmo povo pode derrubá-lo do pedestal. Eles vão sentir na pele no próximo pleito, vamos desmascarar o PT e entregar o país nas mãos de verdadeiros políticos e dos brasileiros. Na realidade, o PT não é mais o mesmo.
    Como pode um país aspirar a entrar no naipe dos de primeiro mundo, sem se preocupar com o Desenvolvimento Organizacional (a união também é uma organização). Sem se preocupar com a educação com tecnologia, saúde, segurança. Remunerando bem os seus servidores, dando-lhes qualidade de vida e que, consequentemente, prestem um serviço melhor à sociedade. Só um tolo, um demagogo não tem essa visão.
    Mais uma vez repito: quando é para aumentar salários de parlamentares, juízes não se estipulam prazos, é de imediato; todavia, para conceder aumentos para os servidores e trabalhadores é uma dificuldade astronômica.
    A luta continua. Os policiais ordeiramente da COBRAPOL, ANASPRA e demais representantes policiais, estão planejando ações de informações e conscientização à classe e sociedade, que a PEC 300 é um direito indispensável, urgente e imediato para os policiais que, na maioria, passam por situações de penúria motivacional e financeira.
    A PEC 300, que ainda não é a ideal, em parte vai amenizar a situação.
    - PEC 300, UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

  • Hummm??!!!

    -

    15/7/2011 às 14:03

    Mendonça Prado conquista a adesão do líder do PSDB em prol da PEC 300 -http://www.capitaoassumcao.com/ Renovada a esperança! “Engraçado dizer ou triste” – Sou filiada ao PT há 15 anos sempre defendi sua causa e ideologia, e hoje vejo que só basta ser governo para tudo ser jogado no lixo. E de onde eu menos esperava o reconhecimento chegou. Policiais e Bombeiros Militares tenham fé a mudança esta acontecendo.

  • mana

    -

    15/7/2011 às 13:10

    PEC 300 – AGORA VAI!

    QUME ESTAVA CÉTICOS QUANTO A PEC 300. PODE CRER. ELA VAI SER APROVADA SIM!
    SÓ FALTA O PT COVARDE ASSINAR O REQUERIMENTO PARA A SUA PAUTA.
    O MARCO MAIA E A DILMA NÃO IRÃO AGUENTAR A PRESSÃO. O JOGO ESTÁ 12 (PARTIDOS) X 1 (PT)
    - PEC 300, UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

    15.7.11
    Mendonça Prado conquista a adesão do líder do PSDB em prol da PEC 300

    O deputado federal Mendonça Prado (DEM-SE) acaba de anunciar a conquista da assinatura do líder do PSDB, deputado Duarte Nogueira, que após uma reunião com o presidente da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado (CSPCCO) da Câmara dos Deputados, se convenceu da importância de votar imediatamente a PEC 300/08 e a criação de um fundo constitucional que obriga a União a compartilhar com os Estados investimentos na segurança pública e na valorização profissional.

    Ontem à noite, Mendonça Prado já havia conquistado a adesão do PMDB, através da assinatura do líder do partido, deputado Henrique Eduardo Alves. Assim, depois das assinaturas do PSDB e do PMDB resta apenas o PT, da presidente Dilma Rousseff, que até o presente momento mantém a decisão de não apoiar a proposta.

    O presidente da CSPCCO também anunciou a apresentação de uma Proposta de Emenda à Constituição que indicará a partilha de recursos dos tributos financiadores para o fundo de segurança pública do país.

    “Estou feliz e honrado com a postura dos líderes partidários na Câmara dos Deputados. Eles estão demonstrando compromisso com a sociedade brasileira e entusiasmo na defesa de uma segurança pública mais eficiente, com trabalhadores melhor valorizados. As assinaturas do PSDB e do PMDB são imprescindíveis para a conclusão do processo legislativo na Casa”, afirmou Mendonça Prado.

    Fonte: Site do Deputado Mendonça Prado

  • simone paixao vidal

    -

    12/7/2011 às 19:08

    e3u sou esposa de militar tambem não aprovo a greve pois o povo se mostra a favor da causa , mas porque sergio cabral virou as costas para nos / MEU MARIDO ESTA FICANDO DONTE DE TANTO TER QUE FAZER BICO EM SEGURANÇA DE MERCADOS , EM RUAS , EM FESTA DE CARNAVAIS , O BOMBEIRO E HEROI PARA A POPULAÇÃO/ E NOS MULHERES, FILHOS TEM DIAS QUE VEJO MEU MARIDO SOMENTE UMA VEZ POR SEMANA ,OS FILHS PEDEM A PRESENÇA DOS PAIS EU COMO ESPOSA DE UM BOMBEIRO MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO HONRO EM DIZER QUE O AMO ELE E UM HEROI QUASE MORREU NA TRAGEDIA QUE TEVE EM MINHA CIDADE ANGRA DOS REIS ,FIQUEI CINCO DIAS SEM VE-LO. E DIFICIL AS VEZES ME PEGO CHORANDO DE PENA POIS NÃO TEMOS VIDA SOCIAL ,POR FALTAM DE TEMPO E DINHEIRO SOCOORROO SOCIEDADE ABRASSEM A CAUSA USEM ADESIVOS COLOQUEM O VERMELHO EM SEU CARRO SERGIO CABRAL A VOCE EU DESEJO PARA TI A PUNIÇÃO DIVINA QUE AS VEZES TARDA MAS NAÕ FALHA ESPERO NUNCA MAIS VE-LO NO PODER MEU MARIDO GANHA POUCO MAIS AINDA TEM DIGINIDADE ,HONRA E AMOR AO QUE FAZ QUE DEUS ABENÇOE A TODOS QUE FAZEM PARTE DESSA LUTA QUE SE DEUS QUISER ELE HA DE NOS FAZER GANHAR POIS E JUSTS E DIGNA

  • mana

    -

    7/7/2011 às 11:38

    Seu comentário contém conclamação a greve de corporação armada e foi suprimido tendo em vista as regras de civilidade do blog. Além do mais, não publicamos comentários repetidos 3 vezes, como é o caso. Veja o link
    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/tema-livre/amigos-depois-de-mais-de-8-meses-de-blog-e-40-mil-comentarios-nao-havera-mais-asteriscos-comentarios-com-linguagem-inconveniente-serao-deletados-vejam-minhas-razoes-e-as-regras-para-comentarios/!

  • Carla - Viana/ES

    -

    5/7/2011 às 10:11

    Prezado Ricardo Setti, bom dia! aproveito seu Blog para Divulgar o estado de Calamidade que se encontra meu lindo Espírito Santo. Quando é que estes Políticos vão parar de pensar em seus próprios umbigos, e fazer a diferença?

    http://www.folhavitoria.com.br/policia/noticia/2011/07/mais-de-630-pessoas-morreram-apos-crimes-no-primeiro-quadrimestre-no-espirito-santo.html
    Mais de 630 pessoas morreram em crimes nos quatro primeiros meses do ano no ES

    Victor Melo
    Redação Folha Vitória

  • D.Black

    -

    4/7/2011 às 19:25

    Assim, como enfatizado por varios companheiros d farda e o nobre jornalista, vivemos uma situação humilhante. Salarios q envergonham qquer cidadão q sai, muitas vezes, na calada daa noite e mesmo sem saber se ira voltar aos braços de seus entes e amigos cumpre com amor e prazer a sua função, mesmo q lhe custe a vida. O Governo,… este pouco se importa, somos apenas numeros e um vale refeição de R$ 4,00 por dia (q ha 10 anos não aumenta) q mal da para um cafe c leite e UM simples pão ma chapa.

  • SD RANGEL

    -

    2/7/2011 às 23:41

    A miséria é uma realidade na vida de todo policia!!!

  • mana

    -

    29/6/2011 às 11:59

    Falei a alguns dias, inclusive no site da câmara, que gravassem a entrevista do senhor Marco Maia sobre a Instalação da comissão da PEC 300, na próxima semana – ESTA QUE ESTAMOS PRESENCIANDO, HOJE É 29.06.2011, E NADA – Comissão esta que é um ABSURDO, um artifício do Maia para ofuscar a PEC 300 (que não precisa mais de Comissão alguma, pois o próximo passo é a sua PAUTA em segundo turno), a fim de procrastiná-la até o esmorecimento e esquecimento dos policiais, todavia é ledo engano, se ele não pautar a PEC 300 por estes dias, ele vai se arrepender amargamente, sem contar que ele e os seus correligionários do PT já estão carimbados nos próximos pleitos em suas respectivas derrotas nas urnas, e todos aqueles que estão contra a PEC 300, caso do inócuo/ditador, Sergio Maia, que se queimou perante à sociedade brasileira pelas suas aberrações no episódio dos Bombeiros do Rio de Janeiro, e de outros políticos e governadores que estão maquinando maquiavelicamente o ocaso da PEC 300 (QUE NÃO IRÃO CONSEGUIR – ESCREVAM: – NÃO IRÃO CONSEGUIR!). A PEC 300 é um Projeto sem volta, ou esse país vai passar por uma turbulência ainda maior que o episódio do Rio, pois deixará de ser um fato pontual estadual para uma dimensão de proporção federal.

    Passou-se mais uma semana, qual vai ser a semana agora, senhor Marco Maia?
    Dia 05.07.2011 foi o dia determinado para uma solução e pauta da PEC 300.
    Após este dia os POLICIAIS farão o ato igual ao que fizeram em 1° turno, e esta casa votou por unanimidade. A mesma coisa irá ocorrer – AGUARDEM.
    Isto prova que o Senhor Marco Maia está enganando a sociedade e os policiais, está faltando com a palavra, como é praxe de alguns políticos, sobretudo por este PT enganador dos trabalhadores brasileiros. (grifo nosso).

    OUTROS ARTIGOS:

    Crise dos bombeiros pode se espalhar pelo país

    A demora na votação da PEC 300, que estabelece piso salarial para policiais e bombeiros, pode fazer com que manifestações como a que aconteceu no Rio há alguns dias se espalhem pelo país. É o que alertam deputados envolvidos com o tema.
    No início do mês, cerca de 2 mil bombeiros invadiram um quartel no Rio, numa das mais graves manifestações de protesto envolvendo corporações militares nos últimos tempos. A crise dos bombeiros do Rio poderá não ser um caso isolado. A demora na votação da PEC 300, que cria o piso salarial nacional para policiais e bombeiros militares, pode fazer com que o rastilho aceso no Rio de Janeiro se espalhe pelo país. É o que alertam dois deputados envolvidos com o tema no Congresso Nacional, ouvidos pelo Congresso em Foco. “Infelizmente, a demora vai acabar ocasionando novas situações como a do Rio de Janeiro”, afirmou o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP).
    No início de junho, cerca de 2 mil integrantes da corporação, acompanhados de mulheres e crianças, ocuparam o Quartel Central do Corpo de Bombeiros, no centro da capital fluminense. O protesto era para chamar a atenção para reivindicações da categoria, em especial aumento salarial. Em razão do protesto, 439 bombeiros foram presos.

    Senado aprova anistia a bombeiros do Rio de Janeiro

    A opinião de Faria de Sá é a mesma do presidente da Comissão de Segurança da Câmara, deputado Mendonça Prado (DEM-SE), que se reuniu com o presidente da Casa, Marco Maia (PT-RS), na quarta-feira (22) pela manhã. Ele ressaltou ao petista que, se não houver um cronograma de votação da PEC 300 até 5 de julho, conflitos podem ocorrer. A data foi estabelecida pelas próprias categorias durante audiência pública realizada pela comissão no início do mês.
    “É preciso votar a matéria em segundo turno na Câmara para evitar manifestações e atos de revolta por parte dos policiais. Não é possível que um profissional de segurança em Estados ricos ganhe apenas R$ 900,00. Esse é um salário indigno para quem arrisca a vida diariamente”, afirmou. De acordo com integrantes do movimento dos policiais e bombeiros militares, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e São Paulo possuem os piores salários do país.
    O presidente da Frente Parlamentar em Defesa da PEC 300, deputado Otoniel Lima (PRB-SP), disse na audiência pública no início do mês que pretendia evitar o clima de enfrentamento que ocorreu na Câmara no ano passado. Após muitas negociações, a PEC 300 foi aprovada em primeiro turno p…. Na época, confusões não faltaram. Manifestantes fecharam o trânsito de Brasília e até entraram em confronto com seguranças da Casa. (VAI ACONTECER O MESMO ATO PARA O SEGUNDO TURNO –AGUARDEM – grifo nosso).
    No entanto, caso a PEC não seja votada logo, as manifestações devem voltar à capital do país. Integrantes do movimento passaram a ter restrições para circular na Câmara. Na audiência pública, ficaram praticamente confinados ao auditório onde aconteceu a discussão. O receio da Polícia Legislativa é que novos momentos de tensão voltem a ocorrer quando a PEC 300 estiver em discussão.
    “Se até o dia 05 de julho não ficar estabelecido um calendário para a PEC 300, eu vou informar aos líderes que a Câmara não quer votar absolutamente nada e que o desejo é de procrastinar a discussão. Esse processo chegou a um limite que nós não aguentamos mais. Os policiais estão se sentindo traídos pelo Parlamento e eu não vou contribuir para esse sentimento negativo. Acho que o parlamento deve votar para aprovar ou rejeitar, o que não pode é ficar nessa situação ridícula de ilusão. Isso é um absurdo”, afirmou Mendonça Prado.

    Volta a pressão dos policiais pela PEC 300

    Dúvidas
    Para justificar a criação do fundo, deputados defensores da PEC 300 usam o exemplo do Distrito Federal. A capital do país recebe do governo federal uma verba para custear despesas de educação, saúde e segurança pública. Em 2010, o valor foi de aproximadamente R$ 7,6 bilhões. Brasília tem os policiais mais bem pagos da Federação. Um soldado da PM recebe cerca de R$ 4,2 mil de salário bruto mensal.
    Apesar da movimentação de parlamentares para que a votação da PEC 300 seja concluída, a probabilidade é que isso não aconteça tão cedo. O governo federal não quer votar o piso salarial nacional para policiais e bombeiros militares com receio do tamanho da conta. Os valores estimados chegam a R$ 40 bilhões anuais (mentira – grifo nosso) para financiar a diferença nos vencimentos. Além disso, os governadores não querem arcar com mais um piso nacional, no mesmo modelo dos professores.
    “Existe uma pressão muito grande dos estados para que a PEC não seja votada”, afirmou o vice-líder do governo na Câmara, deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR). Segundo o peemedebista, a legalidade do piso constitucional, mesmo que por meio de PEC, está sendo estudada. Recentemente, o Supremo Tribunal Federal (STF) considerou o piso para professores constitucional. O receio do governo é que, depois do magistério e dos policiais, outras categorias reivindiquem o mesmo tratamento. E que a conta tenha como endereço o Tesouro Nacional.
    Os temas serão tratados pela comissão especial criada por Marco Maia para tratar da PEC 300 e de outras propostas relacionadas com segurança pública. O presidente da comissão especial será Arnaldo Faria de Sá, que terá prazo de três meses para elaborar um relatório sobre as propostas. “Ele terá a responsabilidade de ouvir governadores, ouvir as entidades e buscar acordos e entendimentos que viabilizem a votação da PEC 300. A PEC prevê que o governo mandará um projeto regulamentando os seus artigos, então nós queremos adiantar o debate”, explicou Maia.
    Segundo o petebista, os governadores e secretários estaduais serão chamados para poder subsidiar um levantamento completo da situação financeira das categorias. “Vamos chamar os governadores para saber quanto cada um paga, quanto pode pagar. Aí, teremos o tamanho da conta”, disse o deputado. Até agora, a comissão não foi instalada. Falta ainda o PT indicar seus integrantes. Caso isso não aconteça até sexta-feira (24), os nomes serão apontados pelo presidente da Câmara.

    Fonte:http://policialbr.com/profiles/blogs/crise-dos-bombeiros-pode-se?xg_source=msg_mes_network#ixzz1QEekQFFd

    SE A PEC 300 NÃO FOR VOTADA EM SEGUNDO IMEDIATAMENTE OS POLICIAIS VÃO PARAR.

    PEC 300 – UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

  • ETEVALDO DF

    -

    28/6/2011 às 22:03

    MEU AMIGO EU ACHO QUE ANO QUE VEM O BRASIL DO LULA E DA DILMA VAI PARÁ PELO FUNCIONÁRIO PUBLICO.EU ESPERO QUE ESTES CIDADÃO BRASILEIRO QUE CRÉDITARAM NESTE POLITICO QUE VOTARAM NUNCA MAIS RIPITA, ESTA MESMA HISTORIA.

  • Ir Alberto Silva

    -

    24/6/2011 às 22:18

    O DEPUTADO WALDIR DISSE EM RECENTE PROGRAMA TRANSMITIDO PELA TV CAMARA QUE JUIZ, PROMOTOR E POLITICO GANHAM BEM NO BRASIL. SÓ POLICIAL GANHA MAL. POR QUÊ ?

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados