Blogs e Colunistas

07/01/2012

às 19:31 \ Política & Cia

PEC-300: policiais e bombeiros, responsáveis por nossa segurança, não ganham o suficiente para dar segurança a suas famílias

Policiais militares e bombeiros: o salário baixo é só um dos problemas

Publicado originalmente em 16 de março de 2011

Amigos, venho recebendo centenas de mensagens de policiais militares e bombeiros de todo o país agradecendo o acompanhamento que tenho feito da tramitação, no Congresso, da Proposta de Emenda Constitucional nº 300, de 2008 – a chamada PEC-300 –, que propõe uma considerável melhoria salarial nos salários desses profissionais.

Campeões de Audiência

Campeões de Audiência

Em primeiro lugar, gostaria de dizer a todos os que me enviam comentários elogiosos e aos amigos do blog que não faço favor algum com isso. O assunto é importante, interessa à sociedade e a centenas de milhares de servidores. É, portanto, minha obrigação interessar-se por ele.

Em segundo lugar, preciso esclarecer que defendo, com toda convicção, a necessidade de uma profunda, radical mudança para melhor na situação dos policiais militares e bombeiros, e que não se limita a salários: deve também abranger melhores armas, equipamentos, fardamentos e veículos, melhores instalações, formação e aperfeiçoamento contínuos – e, claro, avaliações periódicas de desempenho, para premiação e, também, eventuais punições.

A PEC-300, portanto, é pouco.

É possível, como alega o governo federal, que arcaria com grande parte dos custos da implantação da medida, que os cofres públicos não resistam à sua implantação.

Ainda assim, a PEC-300 é uma oportunidade de ouro, imperdível, para que o governo federal e os governos estaduais finalmente parem de driblar a realidade dificílima da segurança pública no Brasil, parem de fingir durante as campanhas eleitorais que essa é sua prioridade 1 – para logo depois ser esquecida – e comecem a agir.

Começando pelos pés de barro de todo o sistema: a grande maioria dos responsáveis pela segurança pública de todos nós não ganha o suficiente para dar segurança a suas próprias famílias.

Como exigir que sejam eficientes, corajosos e incorruptíveis?

Uma coisa, porém, precisa ficar clara, claríssima: como oportunamente lembraram leitores da coluna, é inadmissível o exercício de pressões indevidas, como ameaças a parlamentares, em favor da aprovação da PEC. E também é inadmissível o recurso à greve: corporações armadas pelo Estado não podem fazer greve de forma alguma. Greves de policiais são ilegais, inconstitucionais e devem ser combatidas e, se for o caso, reprimidas com o uso das Forças Armadas.

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

313 Comentários

  1. Giovanni Bruno Massagardi

    -

    08/06/2013 às 2:53

    O governo tem dinheiro para melhorar muita coisa, mas desvia, a inflação está subindo por fruto da corrupção, se não houvesse essa maldita corrupção, esses bandidos no poder, tudo seria muito melhor, se investe é pouco e continuará sendo pouco mesmo com aumento salarial, policial precisa de leis favoráveis e condições favoráveis de trabalho para que aí sim tenham condições adequadas de se realizar um bom trabalho.
    seria tão mais fácil para o governo fazer as coisas direito, não teriam tantas reclamações, não precisariam de tantas tramoias e rolos, mas não, a ganância e a imoralidade desses governantes inescrupulosos não permite!

  2. JONI

    -

    24/01/2013 às 17:00

    ADVOCACIA ESCORIZZA

    APOSENTADORIA AOS 22 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO PARA POLICIAIS.

    Bem primeiramente quero deichar claro de que nada adiantam as palavras se não houver ação. So para os Senhores terem idéia eu abro mão da PEC – 300 desde que nos seja devolvido os ganhos reais, ou seja em 1985 qdo entri na PMERJ, GANHAVA CERCA DE 10 SALÁRIOS MINIMOS, POR FAVOR QUEIRAM VERIFICAR, SENHORES AONDE FOI PARAR ESSE DINHEIRO FOI DEFASAGEM O QUE FOI NAS REALIDADE. eSQUEÇAM pec -300 BRIGAM PELA REPOSIÇÃO E PRONTO. o SUCESSO DOS SENHORES CERTAMENTE É O MEU O MEU, E QUE SE CUMPRA, MAS O OQUE QUE ESTA ESCRITO NO ESTATUTO, POIS HOJE SOU SURDO DOS DOIS OUVIDOS E MAS ALGUNS ACIDENTE MESMO TENDO ACIDENTEW DE SERVIDO PUBLICADO E SAI COM UMA MÃO NA FRENTE E ATRÁZ, ESTOU BRIGANDO A 04 ANOS SERÁ QUE GANHO. qUEREMOS SERIEDADE E RESPEITO POIS QUEM CHOCA E TROCA MESMO SOMOS NÒS AS pRAÇAS E ALGUNS (OFICIAIS)RARIDADES.

  3. ANDRADE

    -

    22/01/2013 às 18:24

    O Gilson opinou por uma escala de 5X1. Seria 8 horas por dia? Então teríamos 25 dias trabalhados e 5 dias de descanso durante o mês. Mal sabe ele que na escala de 12×36 estamos trabalhando todos os dias. Veja o exemplo do Pel que inicia o serviço às 18:00hs e encerra às 06:00hs. Das 18:00hs do dia X até a meia noite trabalha 06 horas e as horas restantes, já no dia Y, trabalha mais 06 horas. Ou seja, trabalha de segunda a segunda 06 horas por dia. Deve sim, ter um aumento de mais de 100%.

  4. Jairo Morais da Silva

    -

    16/01/2013 às 11:47

    Como se falar em investimento em todos os seguimentos da economia, social, educação e saúde, se não há segurança, se os investidores estão fugindo de determinadas regiões do Brasil, e até mesmo do Brasil por insugurança. Se há um notório esvaziamento do quadro de pessoal da segurança pública que buscam outras formas de sobrevivência por valta de incentivo salarial, condições de trabalho e plano de carreira. O problema social do sil já está no fundo do poço, e vamos esperar mais o que para se tomar medidas corajosas e menos eleitoreiras? Tenham coragem e responsabilidade, pois o futuro da nação está nas mãos das pessoas que representam o povo, pois todos, seja branco, preto, rico e pobre, sairão perdendo se não forem tomadas medidas emergenciais. Infelizmente, o que deveria ter começado pela educação do povo, agora tem que ser feito pela sua segurança.

  5. JORGE DA SILVA PALINHA

    -

    07/01/2013 às 19:17

    Bem primeiramente quero deichar claro de que nada adiantam as palavras se não houver ação. So para os Senhores terem idéia eu abro mão da PEC – 300 desde que nos seja devolvido os ganhos reais, ou seja em 1985 qdo entri na PMERJ, GANHAVA CERCA DE 10 SALÁRIOS MINIMOS, POR FAVOR QUEIRAM VERIFICAR, SENHORES AONDE FOI PARAR ESSE DINHEIRO FOI DEFASAGEM O QUE FOI NAS REALIDADE. eSQUEÇAM pec -300 BRIGAM PELA REPOSIÇÃO E PRONTO. o SUCESSO DOS SENHORES CERTAMENTE É O MEU O MEU, E QUE SE CUMPRA, MAS O OQUE QUE ESTA ESCRITO NO ESTATUTO, POIS HOJE SOU SURDO DOS DOIS OUVIDOS E MAS ALGUNS ACIDENTE MESMO TENDO ACIDENTEW DE SERVIDO PUBLICADO E SAI COM UMA MÃO NA FRENTE E ATRÁZ, ESTOU BRIGANDO A 04 ANOS SERÁ QUE GANHO. qUEREMOS SERIEDADE E RESPEITO POIS QUEM CHOCA E TROCA MESMO SOMOS NÒS AS pRAÇAS E ALGUNS (OFICIAIS)RARIDADES.

  6. Gibson

    -

    09/10/2012 às 21:11

    Boa noite Laudemir, tanto faz sentido que esta cheio de gente querendo entrar na polícia, eu te pergunto por heroísmo, por amor a profissão ou para trampolim?
    Toda categoria quer puxar a sardinha para seu braseiro e vou dizer-lhe outra não se da aumento para se trabalhar bem e sim trabalha-se bem para ter aumento.
    O mais curioso é que ninguém pede baixa ou demissão como queira, muito pelo contrário todos ficam quietinhos mamando nas tetas estatais; O absurdo e que tantos companheiros morrendo e outros
    com apetite de leão para embolsar alguns trocados, se Deus quiser não virá.
    Vc pode dizer que eu não sei o que estou fando, porém, quantos colegas estão na atividade fim? sabe me responder? Tem um bando de vagabundo trabalhando no centro odontológico, centro de finanças, HPM, P1,P3,P4, P5, motorista de comando,sargentiação, pálacio dos bandeirantes, câmara dos vereadores, que é função da GCM, oficiais subalternos e superiores que não tiram a BUNDA GORDA DA CADEIRA e
    outros que até me fogem da memória.
    Bem colega a luta e muito complexa, quantos oficiais ou delegados lutam pela pec 300? Se ganharmos eles ganham se perdermos vem arroxo.
    Bom colega fique com Deus e que Ele possa abençoar vc e sua família.

  7. LAUDEMIL P BUENO

    -

    09/10/2012 às 15:16

    Comenários do Gilson não tem sentido. Não é quando entra na carreira que se tem problemas. É com o passar do tempo que sem reposição de perdas vai corroendo e vira salário fome. Quanto a deixar a carreira (as vezes com mais de 20 anos) não é tão simplista assim. O correto mesmo e pagar um salário bom para incentivar a permanencia dos bons policiais pois senão só ficam os menos preparados para reiniciar uma carreira no mercado.

  8. Gibson

    -

    04/10/2012 às 19:44

    Eu acredito que quando alguém ingressa na policia não é divulgado o salário, porque é uma choradeira absurda; Também não consigo entender porque não deixam a profissão, aliais, sei sim ! Trabalha-se um dia sim outro não ou seja ganha-se em São Paulo o inicial de R$ 2500,00 aproximadamente por 15 dias de serviço, direito a dispensa do serviço, 08 por ano, dispensa recompensa por trabalhar bem, eu sempre acreditei que era obrigação trabalhar bem. a cada 05 anos licença premio de 03 meses em casa, fora férias.
    Dos trinta anos para aposentar-se trabalha-se quinze, quer dizer fora as dispensas, férias e licenças, e ainda querem baixar o tempo para 25 anos de serviço o que faria o policial trabalhar 12,5 anos para aposentar; E ai trabalho duro né? Vai ter alguém que vai dizer eles trocam tiros com bandidos e eu digo entraram sem saber também, coitados.
    A verdade é a seguinte todos queremos trabalhar pouco e ganhar muito, no entanto, prestem atenção, a criminalidade aumenta dia a dia, merecem aumento? Querem comparação com os salários de Brasilia e la no Distrito Federal e cidades satélites esta cheio de bandidos fora os políticos é claro, vc não tem aumento para trabalhar bem e sim
    trabalha bem para ter aumento.
    Agora largar a teta ninguém quer, tomar vergonha na cara e pedir baixa em massa nem pensar e se eu for embora e meu colega continuar na mamata?
    Acredito sim que deveria ser dado um aumento de no minimo 100%, mais para isso deveriam trabalhar todos os dias com uma folga semanal, tipo de escala 5X1 é assim que trabalha um vigilante e não ganha o mesmo que a policia.
    Este tio de escala faria aumentar o efetivo, enxugando a máquina estatal e evitando mais vagabundos a procura de tetas do estado.

  9. Gilson

    -

    21/09/2012 às 18:53

    Gilson – 20/09/2012 às 19:55
    Por que será que a pessoa só percebe que ganha pouco quando ingressa na Polícia militar ou civil? O estado não divulga o salário inicial? Todos policiais querem a PEC 300, porém, esquecem que se for igualmente com-
    parados os salários com os de Brasilia os Estados de menor arrecadação não tem como arcar com as despesas e o Governo Federal teria que assumir esse ônus, bom agente quase não paga imposto mesmo.
    Ofereçam aumento de 70% às tropas e coloque-as para trabalhar em escala 5X1 ou seja uma folga semanal e ai sim dobra-se o efetivo não precisando
    abrir concurso público enxugando a máquina estatal.
    Com toda certeza haverá uma choradeira,pois, querem ganhar muito e trabalhar pouco, querem continuar mamando nas tetas estatais, acreditem que
    os policiais operacionais trabalham um dia sim outro não, então, quinze dias por mês, tem direito
    a dispensa do serviço, isso mesmo direito, tem dispensa recompensa por trabalhar bem, o que deveria ser obrigação, a cada cinco anos tem direito a dispensa recompensa de três meses mais ferias se fizermos uma conta rápida dos trinta anos
    que um policial deve trabalhar para poder aposentar-se, isto com um posto imediato que lhe garante um soldo maior e que só aumenta diferentemente do trabalhador comum que só defasa,
    se fizermos essa conta, eles trabalham 15 anos, subtraiam as dispensas e licenças premias e vejam se eles estão certos de tantas reclamações.
    Tenho certeza que vai aparecer alguém dizendo tomara que vc nunca precise da polícia, se eu precisar eu chamo e quero ser atendido bem, poque pago caro pelo mau serviço prestado.
    Alguém já se perguntou porque a ROTA é diferenciada? Porque toda polícia não e assim? Eu te respondo porque tem um monte de policial que entra no estado para ir para banda, para centro médico,centro odontológico, centro de finança se é que não sabem o estado tem um centro de finança e a policia que é do estado tem outro, mas, nas ruas
    patrulhando e vendo interesses do público são poucos e desses poucos muitos usam a PM como alavanca para saírem candidato a politico e outras
    coisas mais; Agora prestem atenção qualquer trabalhador que não esta contente com seu emprego
    arruma outro, por que será que no estado é diferente. Responda Governador.

  10. CB. PM RIBEIRO

    -

    01/07/2012 às 22:29

    O que é ser policial?
    Triste realidade. Quanto vale a vida de um policial?  Nos responde ai autoridades políticas

  11. oacil gomes da silva

    -

    15/06/2012 às 21:26

    AMIGOS, SOU POLICIAL CIVIL DE MATO GROSSPO DO SUL, ESTAMOS COM NOSSO SALARIO LA EM BAIXO. PRECISAMOS FAZER ALGO PRA MELHORAR. SEI QUE E DIFICIL MAS A NOSSA CATEGORIA e unida a policia militar que nao sao unidas, tem medo do governo do estado, sem o apoio dele nao vai melhorar o nosso salario nunca, o governo ja pegou o ponto fraco deles. mas nem que for pra perder a democracia neste pais, precisamos fazewr algo pra mwelhorar o nosso salario. tome conta o exercito seria melhor do que esses salafrarios.

  12. oacil gomes da silva

    -

    15/06/2012 às 21:09

    eu acho isso uma verdadeira vergonha, voce ja pensou nisso. um policial ganhando uma miseria que nao da pra suetentar a sua propria familia. pelo amor de deus. a segiurança do pais nao esta no exercito mas sim na policia civil e policia militar eles e que esta a disposiçao do povo brasileiro. pensa nisso seus governantes. pelo amor de deus se voces querem a democracia em nosso pais aprovem, a pec 446/300. isso pode segurar o povo brasileiro de uma grve geraL. PENSA NISSOOOOOOOOOOOOO.

  13. JUNIOR

    -

    12/06/2012 às 8:52

    VEJA ISSO,SETTI: http://acsce.com.br/pdf/campanha_salarial_2012x2014.pdf

    Será que vai andar? Espero que sim.

    Um abraço

  14. Fernando

    -

    04/05/2012 às 14:40

    Caro Ricardo Setti, eu gostaria de saber quanto tempo nós policiais militares devemos esperar até receber algo que é direito nosso, não estou falando da pec 300, e sim do adicional de periculosidade que os seguranças armados recebem e os policiais militares do DF também recebem. Será que os policiais militares de brasília ou os seguranças armados trabalham em um serviço perigoso, e os outros policiais militares de SP, RJ, BA, MG entre outros não estão 24 horas expostos ao perigo. A constituição federal diz que todos são iguais perante a lei, então nós deveríamos receber essa gratificação, pois somos policiais militares iguais a brasília, em relação aos seguranças armados que trabalham pela Clt, pode ser aplicado o princípio da analogia e neste caso também receberíamos esse adicional.

    obrigado.

  15. Carla

    -

    09/04/2012 às 14:16

    Espero e confio muito na Ficha Limpa, se ela realmente filtrar estes políticos corruptos forem barrados não só a PC300 será levada a serio como tb teremos mudanças no código tributário, código penal uma lei mais rígida de transito e ai sim teremos Segurança, Saúde e Educação.

  16. Anselmo

    -

    02/04/2012 às 20:45

    Acho impressionante a maneira como os parlamentares federais se comportam em plenário com relação a questão da PEC300, é como se nada tivesse acontecido e votada em primeiro turno e ainda, nos dois dias da semana para votação em plenário os líderes se fecham com o presidente da Câmara que fica dependendo de acordos, ora para que existem 513 deputados, isso tem que mudar senão a PEC300 não vai sair da gaveta.

  17. alice

    -

    30/03/2012 às 10:36

    muito bem: os militares não podem fazer greves. Mas as suas familha podem revendicar por falta de uma vida digna pois afeta indiretamente, o direito de ter uma vida melhor. vamos para rua protestar um salario digno para os militares tou nessa

  18. janine machado

    -

    26/03/2012 às 18:45

    Eles mais que ninguem, merecem um salário digno, e para o risco que correm por todos, R$ 5.000,00, ainda seria pouco.

  19. Solange

    -

    22/03/2012 às 21:08

    Moto boy não é funcionário público, ô Sr. Ricardo Alves. Só concordo que o pessoal da saúde e educação tb deveriam ter um salário digno. O policial está servindo a Pátria pq a ama, entende? Então não faça certas comparações. Aplausos p o Sr. Ricardo Setti.

  20. Solange

    -

    22/03/2012 às 20:58

    PEC 300, acredito que será aprovada. Continuaremos a luta. Por favor a Polícia merece não?

  21. Denilson

    -

    21/03/2012 às 18:15

    PEC 300? AAAAAHHHH!HA1HA!HA!!!KKKKKK

  22. Francenildo P. Chaves

    -

    12/03/2012 às 23:45

    Srs. Políticos Trambiqueiros e/ou Corruptos ou ainda Partido Trapaceiros/Petralhas/Sou BBMM, mas crio meu filho com dignidade e ensino a amar o meu País, “…filho são alguns Políticos PeTralhas,que não teem dignidade nenhuma…” Srs. Lembrem-se de A. Lincoln (Pode-se enganar o povo por algum tempo,pode enganar-se algum povo todo o tempo.Mas não se pode enganar todo o o povo por todo tempo.”,

  23. solange

    -

    13/02/2012 às 17:06

    Só tenho a dizer aos Governantes deste pais que: Trabalhamos honestamente para levar pra nossa casa o pão de cada dia, é inadmissível com o salario que temos dar o melhor, quero disser um plano de saúde, uma casa melhor conforto, melhor comida.Srs É só o que queremos.

  24. ricardo alves

    -

    13/02/2012 às 12:01

    bem formulada, caro chara, a tua mensagem, a qual sou a favor mas com pequenos detalhes: primeiro, o policial so
    ta la porque quiz. segundo, somos filhos da mesma patria entao deve- se criar pecs para a educaçao, saude, lazer, etc…terceiro…bem, considerando que os policiais tem os mesmos direitos da capital federal , entao como ficaram as outras categorias ah, deve- se levar em conta os riscos que o agente leva. no rio de janeiro, por exemplo, essa proposta e muito pouca. aqui no ms, o salario atual ja e suficiente pois um moto- boy corre mais risco de vida do que um pm.

  25. Rinara

    -

    08/02/2012 às 16:21

    A Polícia presta um serviço essencial mas o fazem com péssima qualidade. Acho que R$ 1.300,00+ gratificação está de ótimo tamanho.

  26. Flavio Nonato Sales

    -

    06/02/2012 às 17:00

    Caro Ricardo, a covardia com que os nossos políticos nos trata é gritante, não é pelo fato de ser poilicial militar, que devemos morrer de fome, pois, não temos fundo de garantia, trabalhamos com risco constante nossas e de nossos protegidos, e, recebemos um salário fora da realidade que vem se estendendo por muitos anos. Agora, não se pode comparar uma outra profissão com a nossa, pois vou lhe dar um exemplo; quando vc escreve e erra alguma palavra, -vc apaga o erro; quando o padeiro esquece o pão no forno e queima, ele joga o pão fora; o policial quando erra pode crer que tem vidas em jogo, dá pra comparar? Por várias vezes, foi tentado uma negociação pacifica, e o que recebemos???? Só migalha!!! Agora acorda, sei que é triste a nossa situação, pois novamente o povo está sofrendo com tudo isso….mas nós e nossas familias também vem sofrendo a muito tempo….

  27. Robert

    -

    03/02/2012 às 13:08

    Meu caro, pela Constituição Federal, aos militares é vedado o direito de greve

    Entretanto, durma com um barulho desses:
    a mesma constituição diz em seu artigo Primeiro: “TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI”

    Ou seja existe um claro conflito aí

  28. mara

    -

    01/02/2012 às 19:58

    Infelizmente se os policiais não tomarem uma medida severa denada adiantará. Ninguém reconhece que eles tem família para sustentar, enquantoa corrupção corre nesse país.

  29. alex de oliveira

    -

    31/01/2012 às 3:02

    ricardo acompanhe a atual luta pelos direitos de nós policiais aqui no Rio de janeiro, escreva sobre o descaso de nossos governantes pois a estados que ja ouviram seus funcionarios.

  30. José de Abreu

    -

    09/01/2012 às 21:01

    Caro Ricardo e demais leitores.
    Temo que a discussão entorno da melhoria salarial e dos equipamentos per si oculte outra reforma necessária, que é de caráter institucional. O nosso modelo de polícia militar está alicerçada em uma cultura comportamental (gestão de recursos humanos), ainda, no século XIX, na nossa genealogia sociológica da “Casa Grande-Senzala”. É completamente inadmissível na pós-modernidade termos uma instituição com o mister de garantir os direitos constitucionais ser regida por um código de guerra, bem como a a distinção de praças e oficiais como corpos distintos, onde as praças (soldados, cabos e sargentos) por melhor qualificação que venham a ter não ascendam na carreira. Por outro lado, o corpo de oficiais se mantém intocável.
    Precisamos estimular o mérito, estruturar uma carreira unificada, tornar a força policial independente da política, instituir um código de ética sob a égide da democracia e dos direitos humanos, …só pra começar.
    O problema do salário quanha força por falta de uma carreira bem estruturada, pois difícil não eh guanhar R$ 1600,00 como Polícia Militar, em início de carreira, mas aturar isto por mais de 10 anos…

  31. aparecido

    -

    08/01/2012 às 10:05

    É muito estranho um bloguista da Veja, que representa a ultima fresta de luz da racionalidade no Brasil, defenda um tamanho absurdo. É sempre assim no funcionalismo… Primeiro pega-se uma categoria pequena e por uma serie de diversos argumentos, aumenta-se em tres vezes o salário dessa categoria. A desculpa é que a categoria é pequena e não prejudica o orçamento…Depois de algum tempo, todas as categorias corrrelatas, com milhões de funcionários reivindicam as equiparações….Lembram do Judiciário : aumentaram 200% no STF e no STJ há alguns anos atrás…Agora todos os juizinhos recém chegados recebem 90% do salário do STF a título de equiparação…mais diversas centenas de milhares de reais a titulo de auxilio residencia atrasado. Agora os Delegados de Policia civil querem equiparação com o judiciário… Cinco mil delegados do estado de São Paulo querem ganhar um salário que só quinze policiais ganham isso nos USA. Porque os operários industriais ganham SÓ MIL E POUCOS REAIS POR MES ????, o mesmo salário equivalente da década de secenta, há cinco décadas sem aumento real, embora a produtividade aumentou 500% neste periodo, produtividade esta capturada pelo estado, na forma de impostos, para beneficio dos funcionários publicos.. Se a racionalidade não voltar a imperar, teremos logo uma guerra civil entre os trabalhadores de verdade, e os funcionarios publicos, das molezas e feriadões… vamos trabalhar gente….

  32. G. Carvalho

    -

    08/01/2012 às 0:23

    Sobra dinheiro no Brasil para políticos, seus afiliados e, sobretudo, afilhados. Falta dinheiro para quem trabalha. Sei que esgoto a sua paciência e a de seus leitores, caro Ricardo, mas continuo sem saber a razão de mantermos 513 deputados federais quando os 313 milhões de americanos, cujas instituições políticas tentamos copiar, se viram bem com apenas 435. Por que necessitamos 3 senadores por Estado, quando eles mantêm somente 2 por unidade da federação? Por que tem o STF 11 ministros e mais de 2.800 servidores, enquanto a Suprema Corte dos Estados Unidos parece funcionar com 9 juízes e menos de 400 servidores técnicos e administrativos? Por que mantemos mais de 24.000 cargos comissionados no Executivo Federal brasileiro, quando os americanos remuneram menos de 8.000, a serviço tanto do executivo quanto do legislativo do seu país? A resposta talvez seja simples: quando o governo é obesamente rico, o povo é raquítico, economica e educacionalmente. O povo que é rico não se deixa explorar por seu governo, pois rejeita a hipótese de conviver coletivamente com a Síndrome de Estocolmo.

  33. girotto

    -

    04/10/2011 às 7:33

    éééé´, vem ai mais politicos, mais vereadores como se os que já tem não fossem o suficiente, lá vai dinheiro do povão para os bolsos da mafia, como já dizia o apresentador, ISTO É UMA VERGONHA !!!!!!!

  34. Aparecida

    -

    17/09/2011 às 16:05

    DE FATO ,NÃO HÁ DE SE NEGAR A VALIA E A IMPORTÂNCIA DA VALORIZAÇÃO DESSES PROFISSIONAIS,MAS VAMOS LÁ A ALGUNS PONTOS IMPORTANTES DA FAMIGERADA EMENDA QUE É ALMEJADA NÃO SÓ PELOS QUE SERÃO BENEFICIADOS PELO SEUS CONTEXTO MAS AINDA PELOS QUE A ENCABEÇAM,OS LIDERES DE CADA ESTADO.

    VAMOS CITAR MEU ESTADO SP,DESSE EU POSSO FALAR,MEU PAI SE APOSENTOU HÁ EM 1992 E DESDE ENTÃO ELE ME CONTAVA QUE O ULTIMO AUMENTO FORA DADO GOVERNO FRANCO MONTORO E FLEURY,DEPOIS NUNCA MAIS SE DEU UM AUMENTO DIGNO E MAIS ERAM DADOS APENAS OS FAMOSOS GATILHOS.

    E fora daí que eu comecei a me questionar aonde estavam todos os lideres que encabeçam o movimento da pec300 por sp nos dia de hoje ,até mesmo o seu mentor sub Clóvis,pois todos REPRESENTAM UMA ASSOCIAÇÃO BEM COMO ASSESSORAM DEPUTADOS.

    BEM TODOS DIZEM QUE SE FAZ NECESSÁRIO ACORDOS,BARGANHAS ,TROCAS DE FAVORES POR ISO ESSES LIDERES APOIARAM O PT DURANTE CAMPANHA ELEITORAL EM SP,USARAM A PC300 MESMO SEM ELA SE QUEM TER SIDO COLOCADA EM VOTAÇÃO EM 2º TURNO,AINDA MAIS PROTELADA PELO ATÉ ENTÃO NA ÉPOCA DEP. E PRESIDENTE DA CÂMARA MICHEL TEMER,ESSE QUE TODOS OS LIDERES DA PEC300 POR SP APOIARAM E PEDIRAM VOTOS A POLICIAIS.

    AGORA NOBRE JORNALISTA,LHE PERGUNTO ,UM POLICIAL FAZ ACORDOS,FAZ AMEÇAS,PRESSÃO,CHANTAGENS,BARGANHAS, COM INIMIGO PARA SE BENEFICIAR?

    AH ,MAS IRÃO DIZER QUE ISSO É POLITICA ,QUE É NORMAL E SE FAZ NECESSÁRIO,É POR ESSES TIPOS DE ACORDOS ONDE APENAS UMA MINORIA SE DA BEM NAS CUSTAS DOS SOFRIMENTOS DE UMA MAIORIA,O POVO SEMPRE FORA USADO COMO MASA DE MANOBRAS,O LULA FORA ELEITO NAS BASE DAS MESMAS MANOBRAS,E DE TODOS OS MOVIMENTOS E GREVES QUE ELE LIDEROU NENHUMA DAS CLASSES SE DERAM BEM ,SÓ O LULA.

    POR QUE ELE, O MICHEL TEMER, O MERCADANTE QUE USARAM A PEC300 MAIS AINDA EM SP PARA TENTAR CONSEGUIR PEGAR O GOVERNO NÃO DÃO UMA SATISFAÇÃO AOS POLICIAS ,SE ELES TIVESSEM GANHÃO SERÁ QUE CUMPRIRIAM COM SUAS PALAVRAS,E MELHOR,SÓ PORQUE NÃO GANHARAM EM SP VIRARAM AS COSTAS,UÊ,OS POLICIAIS NÃO MERECEM MAIS? CADÊ A ADMIRAÇÃO QUE SENTEM PELA CLASSE?

    AONDE ESTAVAM TODOS OS LIDERES DA PEC300 NESSE 17 ANOS QUE OS POLICIAIS DE SP ESTÃO SEM AUMENTO?

    VENDENDO SEUS PLANOS DE ASSOCIAÇÕES ,MANTENDO A POLITICA DA BOA VIZINHANÇA PARA PODEREM TER ACESSO A TROPA,OU ASSESSORANDO POLÍTICOS EM CAMPANHAS E USANDO DAS ASSOCIAÇÕES COMO TRAMPOLIM DE CARGOS E BENÉFICOS PESSOAIS?

    É MEU CAROS,QUANDO A NAÇÃO BRASILIA IRÁ ENTENDER E ACEITAR QUE TODOS SÃO USADOS COMO MASA DE MANOBRAS,QUE NA VERDADE APENAS LOBOS LAPIDAM PEDRAS BRUTAS,COMO LOBY DE CAMPANHAS ELEITORA,TODOS NOSSOS REPRESENTANTES UM DIA DEFENDERAM ALGUMA LUTA,ALGUMA CLASSE,POBRES, ÍNDIOS,NEGROS,ISSO ATÉ ENTRAREM LÁ.

    ACORDOS ,BARGANHAS SÓ SERVEM PARA OS LARÁPIOS DO PODER OU PARA OS QUE AINDA VISAM ENTRAR LÁ!

    O MAIO MAL DAS GREVES ,DOS QUE PLEITEIAM ALGO É QUE SE DEIXAM LEVAR POR PARTIDOS E PROMESSAS , GANANCIA,FACILITAÇÃO, DEPOIS NÃO SABEM PORQUE POLÍTICOS SÃO CORRUPTOS,PORQUE EXISTEM OS CORRUPTORES ,OS QUE BARGANHAM TUDO,UM DIREITO SE CONQUISTA NÃO SE IMPÕE!

  35. leticia

    -

    23/08/2011 às 22:00

    eu nao entendi nada!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  36. mana

    -

    19/08/2011 às 11:40

    A VERDADE SOBRE A PEC 300.

    UMA RESPOSTA AO SENHOR MARCO MAIA.

    Pelo que eu sei curto prazo é questão de meses a um ano, no máximo dois anos. A PEC 300 é desde 2008. Já entrou no médio prazo e, segue para o longo prazo que é a partir de 05 anos.
    A questão aqui não é falta de orçamento, deputado Marco Maia. Dinheiro existe. A questão é remanejamento das rubricas. Solução existe. Corte os gastos com vocês mesmos – Há! é difícil, não é? – Vocês não admitem o corte das regalias, da “mamata”.
    Uma das soluções, o deputado Mendonça Prado já deu: Que é taxar o IR e ISS em 5%. O próprio Paulo Pimenta PT/RS, em seu relatório, chegou a conclusão que taxar as bebidas em 1% ; que já cobriria o investimento em salário dos policiais. Estou falando em investimento em salário dos policiais, pois é realmente investimento. Gasto é o que vocês fazem com os seus auxílios absurdos (paletó, moradia, viagens, verbas de gabinete…).
    Outra coisa: dizer que a PEC 300 é problema dos Estados, dos governadores, é conversa infrutífera. É por isso que as policias nos estados estão um caos, e as revoltas estão acontecendo, foi em Minas, Piauí, Pernambuco, Pará, Rio de Janeiro, Espírito Santo… . Há uma insatisfação generalizada dos policiais. Querer repassar as responsabilidades de aumento só para os estados é
    impossível, pois nenhum governador vai dar aumento espontâneo a servidores.
    A questão é simplesmente política e mais nada. É um radicalismo petista. Basta mudar o cargo na presidência da Câmara para outro partido que esta PEC 300 anda. Só não andou com o Michel Temmer, pois ele estava de olho na vice-presidência da república, onde o mesmo ficou caladinho e omisso, mentindo e enganando os policiais até a última hora. Agora para aumentar os salários deles no natal de 2010, não teve curto, médio e longo prazo; foi em curtíssimo prazo (“minutíssimo” prazo); enquanto outros parlamentos pelo mundo, caso do Reino Unido, USA e outros, reuniam-se e deliberavam congelamento e redução em seus salários; na república tupiniquim, vocês “ludibriaram” a sociedade brasileira com um maldoso presente de papai Noel. Passaram seus salários de R$ 10.000,00 para R$ 20.600,00; não foi Marco Maia? Não foi presidenta Dilma, não foi senhor Michel Temmer? Ora! Cadê a preocupação dos senhores com os gastos neste episódio? Redução de gastos só vale quando é para os trabalhadores e investimento para a sociedade. Arrecadamos mais de um trilhão e duzentos bilhões de reais em impostos no ano passado. Tem alguma coisa errada, que não precisa ser economista para entender. O erro está na distribuição da riqueza minha gente. A corrupção e o mau direcionamento, versação do dinheiro público é que maltrata o povo brasileiro. Quaisquer argumentos que divirjam dessas linhas, são de pessoas atreladas ao PT ou de pessoas que se locupletam da máquina estatal, ou que ganham muitíssimo bem. Outras categorias podem está se questionando e se queixando por também não receberem bem. Lutem por seus direitos também. Todos temos o direito de vivermos bem. Leiam a Constituição. E que Constituição é essa que garante os direitos básicos e os parlamentares e juízes vetam esses direitos? Resposta: – Por que eles são homens como nós. Por orgulhos e vaidades, os homens mudam de atitudes dependendo dos cargos e do “status” do momento.
    O PT vai de encontro a toda a ideologia do partido representante das classes trabalhistas que é suporte para o desenvolvimento de uma nação.
    Toda e qualquer reivindicação trabalhista o PT é contra, agora. – Que metamorfose!
    É como um pobre que ganha uma fortuna e não sabe o que fazer. O PT. O partido pobre que chegou ao poder. Acha que o Brasil é um sindicato restrito aos seus. Pulverizou os seus sindicalistas por toda a máquina pública: ministérios, câmara, senado, autarquias e empresas públicas, como estratégia de concentrar a renda nacional em suas mãos. O Brasil virou um “mega-sindicato-petista”. Todavia, eles se esquecem que o povo que os colocou lá, esse mesmo povo pode derrubá-lo do pedestal. Eles vão sentir na pele no próximo pleito, vamos desmascarar o PT e entregar o país nas mãos de verdadeiros políticos e dos brasileiros. Na realidade, o PT não é mais o mesmo.
    Como pode um país aspirar a entrar no naipe dos de primeiro mundo, sem se preocupar com o Desenvolvimento Organizacional (a união também é uma organização). Sem se preocupar com a educação com tecnologia, saúde, segurança. Remunerando bem os seus servidores, dando-lhes qualidade de vida e que, consequentemente, prestem um serviço melhor à sociedade. Só um tolo, um demagogo não tem essa visão.
    Mais uma vez repito: quando é para aumentar salários de parlamentares, juízes não se estipulam prazos, é de imediato; todavia, para conceder aumentos para os servidores e trabalhadores é uma dificuldade astronômica.
    A luta continua. Os policiais ordeiramente da COBRAPOL, ANASPRA e demais representantes policiais, estão planejando ações de informações e conscientização à classe e sociedade, que a PEC 300 é um direito indispensável, urgente e imediato para os policiais que, na maioria, passam por situações de penúria motivacional e financeira.
    A PEC 300, que ainda não é a ideal, em parte vai amenizar a situação.
    - PEC 300, UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

  37. Hummm??!!!

    -

    15/07/2011 às 14:03

    Mendonça Prado conquista a adesão do líder do PSDB em prol da PEC 300 -http://www.capitaoassumcao.com/ Renovada a esperança! “Engraçado dizer ou triste” – Sou filiada ao PT há 15 anos sempre defendi sua causa e ideologia, e hoje vejo que só basta ser governo para tudo ser jogado no lixo. E de onde eu menos esperava o reconhecimento chegou. Policiais e Bombeiros Militares tenham fé a mudança esta acontecendo.

  38. mana

    -

    15/07/2011 às 13:10

    PEC 300 – AGORA VAI!

    QUME ESTAVA CÉTICOS QUANTO A PEC 300. PODE CRER. ELA VAI SER APROVADA SIM!
    SÓ FALTA O PT COVARDE ASSINAR O REQUERIMENTO PARA A SUA PAUTA.
    O MARCO MAIA E A DILMA NÃO IRÃO AGUENTAR A PRESSÃO. O JOGO ESTÁ 12 (PARTIDOS) X 1 (PT)
    - PEC 300, UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

    15.7.11
    Mendonça Prado conquista a adesão do líder do PSDB em prol da PEC 300

    O deputado federal Mendonça Prado (DEM-SE) acaba de anunciar a conquista da assinatura do líder do PSDB, deputado Duarte Nogueira, que após uma reunião com o presidente da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado (CSPCCO) da Câmara dos Deputados, se convenceu da importância de votar imediatamente a PEC 300/08 e a criação de um fundo constitucional que obriga a União a compartilhar com os Estados investimentos na segurança pública e na valorização profissional.

    Ontem à noite, Mendonça Prado já havia conquistado a adesão do PMDB, através da assinatura do líder do partido, deputado Henrique Eduardo Alves. Assim, depois das assinaturas do PSDB e do PMDB resta apenas o PT, da presidente Dilma Rousseff, que até o presente momento mantém a decisão de não apoiar a proposta.

    O presidente da CSPCCO também anunciou a apresentação de uma Proposta de Emenda à Constituição que indicará a partilha de recursos dos tributos financiadores para o fundo de segurança pública do país.

    “Estou feliz e honrado com a postura dos líderes partidários na Câmara dos Deputados. Eles estão demonstrando compromisso com a sociedade brasileira e entusiasmo na defesa de uma segurança pública mais eficiente, com trabalhadores melhor valorizados. As assinaturas do PSDB e do PMDB são imprescindíveis para a conclusão do processo legislativo na Casa”, afirmou Mendonça Prado.

    Fonte: Site do Deputado Mendonça Prado

  39. simone paixao vidal

    -

    12/07/2011 às 19:08

    e3u sou esposa de militar tambem não aprovo a greve pois o povo se mostra a favor da causa , mas porque sergio cabral virou as costas para nos / MEU MARIDO ESTA FICANDO DONTE DE TANTO TER QUE FAZER BICO EM SEGURANÇA DE MERCADOS , EM RUAS , EM FESTA DE CARNAVAIS , O BOMBEIRO E HEROI PARA A POPULAÇÃO/ E NOS MULHERES, FILHOS TEM DIAS QUE VEJO MEU MARIDO SOMENTE UMA VEZ POR SEMANA ,OS FILHS PEDEM A PRESENÇA DOS PAIS EU COMO ESPOSA DE UM BOMBEIRO MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO HONRO EM DIZER QUE O AMO ELE E UM HEROI QUASE MORREU NA TRAGEDIA QUE TEVE EM MINHA CIDADE ANGRA DOS REIS ,FIQUEI CINCO DIAS SEM VE-LO. E DIFICIL AS VEZES ME PEGO CHORANDO DE PENA POIS NÃO TEMOS VIDA SOCIAL ,POR FALTAM DE TEMPO E DINHEIRO SOCOORROO SOCIEDADE ABRASSEM A CAUSA USEM ADESIVOS COLOQUEM O VERMELHO EM SEU CARRO SERGIO CABRAL A VOCE EU DESEJO PARA TI A PUNIÇÃO DIVINA QUE AS VEZES TARDA MAS NAÕ FALHA ESPERO NUNCA MAIS VE-LO NO PODER MEU MARIDO GANHA POUCO MAIS AINDA TEM DIGINIDADE ,HONRA E AMOR AO QUE FAZ QUE DEUS ABENÇOE A TODOS QUE FAZEM PARTE DESSA LUTA QUE SE DEUS QUISER ELE HA DE NOS FAZER GANHAR POIS E JUSTS E DIGNA

  40. mana

    -

    07/07/2011 às 11:38

    Seu comentário contém conclamação a greve de corporação armada e foi suprimido tendo em vista as regras de civilidade do blog. Além do mais, não publicamos comentários repetidos 3 vezes, como é o caso. Veja o link
    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/tema-livre/amigos-depois-de-mais-de-8-meses-de-blog-e-40-mil-comentarios-nao-havera-mais-asteriscos-comentarios-com-linguagem-inconveniente-serao-deletados-vejam-minhas-razoes-e-as-regras-para-comentarios/!

  41. Carla - Viana/ES

    -

    05/07/2011 às 10:11

    Prezado Ricardo Setti, bom dia! aproveito seu Blog para Divulgar o estado de Calamidade que se encontra meu lindo Espírito Santo. Quando é que estes Políticos vão parar de pensar em seus próprios umbigos, e fazer a diferença?

    http://www.folhavitoria.com.br/policia/noticia/2011/07/mais-de-630-pessoas-morreram-apos-crimes-no-primeiro-quadrimestre-no-espirito-santo.html
    Mais de 630 pessoas morreram em crimes nos quatro primeiros meses do ano no ES

    Victor Melo
    Redação Folha Vitória

  42. D.Black

    -

    04/07/2011 às 19:25

    Assim, como enfatizado por varios companheiros d farda e o nobre jornalista, vivemos uma situação humilhante. Salarios q envergonham qquer cidadão q sai, muitas vezes, na calada daa noite e mesmo sem saber se ira voltar aos braços de seus entes e amigos cumpre com amor e prazer a sua função, mesmo q lhe custe a vida. O Governo,… este pouco se importa, somos apenas numeros e um vale refeição de R$ 4,00 por dia (q ha 10 anos não aumenta) q mal da para um cafe c leite e UM simples pão ma chapa.

  43. SD RANGEL

    -

    02/07/2011 às 23:41

    A miséria é uma realidade na vida de todo policia!!!

  44. mana

    -

    29/06/2011 às 11:59

    Falei a alguns dias, inclusive no site da câmara, que gravassem a entrevista do senhor Marco Maia sobre a Instalação da comissão da PEC 300, na próxima semana – ESTA QUE ESTAMOS PRESENCIANDO, HOJE É 29.06.2011, E NADA – Comissão esta que é um ABSURDO, um artifício do Maia para ofuscar a PEC 300 (que não precisa mais de Comissão alguma, pois o próximo passo é a sua PAUTA em segundo turno), a fim de procrastiná-la até o esmorecimento e esquecimento dos policiais, todavia é ledo engano, se ele não pautar a PEC 300 por estes dias, ele vai se arrepender amargamente, sem contar que ele e os seus correligionários do PT já estão carimbados nos próximos pleitos em suas respectivas derrotas nas urnas, e todos aqueles que estão contra a PEC 300, caso do inócuo/ditador, Sergio Maia, que se queimou perante à sociedade brasileira pelas suas aberrações no episódio dos Bombeiros do Rio de Janeiro, e de outros políticos e governadores que estão maquinando maquiavelicamente o ocaso da PEC 300 (QUE NÃO IRÃO CONSEGUIR – ESCREVAM: – NÃO IRÃO CONSEGUIR!). A PEC 300 é um Projeto sem volta, ou esse país vai passar por uma turbulência ainda maior que o episódio do Rio, pois deixará de ser um fato pontual estadual para uma dimensão de proporção federal.

    Passou-se mais uma semana, qual vai ser a semana agora, senhor Marco Maia?
    Dia 05.07.2011 foi o dia determinado para uma solução e pauta da PEC 300.
    Após este dia os POLICIAIS farão o ato igual ao que fizeram em 1° turno, e esta casa votou por unanimidade. A mesma coisa irá ocorrer – AGUARDEM.
    Isto prova que o Senhor Marco Maia está enganando a sociedade e os policiais, está faltando com a palavra, como é praxe de alguns políticos, sobretudo por este PT enganador dos trabalhadores brasileiros. (grifo nosso).

    OUTROS ARTIGOS:

    Crise dos bombeiros pode se espalhar pelo país

    A demora na votação da PEC 300, que estabelece piso salarial para policiais e bombeiros, pode fazer com que manifestações como a que aconteceu no Rio há alguns dias se espalhem pelo país. É o que alertam deputados envolvidos com o tema.
    No início do mês, cerca de 2 mil bombeiros invadiram um quartel no Rio, numa das mais graves manifestações de protesto envolvendo corporações militares nos últimos tempos. A crise dos bombeiros do Rio poderá não ser um caso isolado. A demora na votação da PEC 300, que cria o piso salarial nacional para policiais e bombeiros militares, pode fazer com que o rastilho aceso no Rio de Janeiro se espalhe pelo país. É o que alertam dois deputados envolvidos com o tema no Congresso Nacional, ouvidos pelo Congresso em Foco. “Infelizmente, a demora vai acabar ocasionando novas situações como a do Rio de Janeiro”, afirmou o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP).
    No início de junho, cerca de 2 mil integrantes da corporação, acompanhados de mulheres e crianças, ocuparam o Quartel Central do Corpo de Bombeiros, no centro da capital fluminense. O protesto era para chamar a atenção para reivindicações da categoria, em especial aumento salarial. Em razão do protesto, 439 bombeiros foram presos.

    Senado aprova anistia a bombeiros do Rio de Janeiro

    A opinião de Faria de Sá é a mesma do presidente da Comissão de Segurança da Câmara, deputado Mendonça Prado (DEM-SE), que se reuniu com o presidente da Casa, Marco Maia (PT-RS), na quarta-feira (22) pela manhã. Ele ressaltou ao petista que, se não houver um cronograma de votação da PEC 300 até 5 de julho, conflitos podem ocorrer. A data foi estabelecida pelas próprias categorias durante audiência pública realizada pela comissão no início do mês.
    “É preciso votar a matéria em segundo turno na Câmara para evitar manifestações e atos de revolta por parte dos policiais. Não é possível que um profissional de segurança em Estados ricos ganhe apenas R$ 900,00. Esse é um salário indigno para quem arrisca a vida diariamente”, afirmou. De acordo com integrantes do movimento dos policiais e bombeiros militares, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e São Paulo possuem os piores salários do país.
    O presidente da Frente Parlamentar em Defesa da PEC 300, deputado Otoniel Lima (PRB-SP), disse na audiência pública no início do mês que pretendia evitar o clima de enfrentamento que ocorreu na Câmara no ano passado. Após muitas negociações, a PEC 300 foi aprovada em primeiro turno p…. Na época, confusões não faltaram. Manifestantes fecharam o trânsito de Brasília e até entraram em confronto com seguranças da Casa. (VAI ACONTECER O MESMO ATO PARA O SEGUNDO TURNO –AGUARDEM – grifo nosso).
    No entanto, caso a PEC não seja votada logo, as manifestações devem voltar à capital do país. Integrantes do movimento passaram a ter restrições para circular na Câmara. Na audiência pública, ficaram praticamente confinados ao auditório onde aconteceu a discussão. O receio da Polícia Legislativa é que novos momentos de tensão voltem a ocorrer quando a PEC 300 estiver em discussão.
    “Se até o dia 05 de julho não ficar estabelecido um calendário para a PEC 300, eu vou informar aos líderes que a Câmara não quer votar absolutamente nada e que o desejo é de procrastinar a discussão. Esse processo chegou a um limite que nós não aguentamos mais. Os policiais estão se sentindo traídos pelo Parlamento e eu não vou contribuir para esse sentimento negativo. Acho que o parlamento deve votar para aprovar ou rejeitar, o que não pode é ficar nessa situação ridícula de ilusão. Isso é um absurdo”, afirmou Mendonça Prado.

    Volta a pressão dos policiais pela PEC 300

    Dúvidas
    Para justificar a criação do fundo, deputados defensores da PEC 300 usam o exemplo do Distrito Federal. A capital do país recebe do governo federal uma verba para custear despesas de educação, saúde e segurança pública. Em 2010, o valor foi de aproximadamente R$ 7,6 bilhões. Brasília tem os policiais mais bem pagos da Federação. Um soldado da PM recebe cerca de R$ 4,2 mil de salário bruto mensal.
    Apesar da movimentação de parlamentares para que a votação da PEC 300 seja concluída, a probabilidade é que isso não aconteça tão cedo. O governo federal não quer votar o piso salarial nacional para policiais e bombeiros militares com receio do tamanho da conta. Os valores estimados chegam a R$ 40 bilhões anuais (mentira – grifo nosso) para financiar a diferença nos vencimentos. Além disso, os governadores não querem arcar com mais um piso nacional, no mesmo modelo dos professores.
    “Existe uma pressão muito grande dos estados para que a PEC não seja votada”, afirmou o vice-líder do governo na Câmara, deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR). Segundo o peemedebista, a legalidade do piso constitucional, mesmo que por meio de PEC, está sendo estudada. Recentemente, o Supremo Tribunal Federal (STF) considerou o piso para professores constitucional. O receio do governo é que, depois do magistério e dos policiais, outras categorias reivindiquem o mesmo tratamento. E que a conta tenha como endereço o Tesouro Nacional.
    Os temas serão tratados pela comissão especial criada por Marco Maia para tratar da PEC 300 e de outras propostas relacionadas com segurança pública. O presidente da comissão especial será Arnaldo Faria de Sá, que terá prazo de três meses para elaborar um relatório sobre as propostas. “Ele terá a responsabilidade de ouvir governadores, ouvir as entidades e buscar acordos e entendimentos que viabilizem a votação da PEC 300. A PEC prevê que o governo mandará um projeto regulamentando os seus artigos, então nós queremos adiantar o debate”, explicou Maia.
    Segundo o petebista, os governadores e secretários estaduais serão chamados para poder subsidiar um levantamento completo da situação financeira das categorias. “Vamos chamar os governadores para saber quanto cada um paga, quanto pode pagar. Aí, teremos o tamanho da conta”, disse o deputado. Até agora, a comissão não foi instalada. Falta ainda o PT indicar seus integrantes. Caso isso não aconteça até sexta-feira (24), os nomes serão apontados pelo presidente da Câmara.

    Fonte:http://policialbr.com/profiles/blogs/crise-dos-bombeiros-pode-se?xg_source=msg_mes_network#ixzz1QEekQFFd

    SE A PEC 300 NÃO FOR VOTADA EM SEGUNDO IMEDIATAMENTE OS POLICIAIS VÃO PARAR.

    PEC 300 – UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

  45. ETEVALDO DF

    -

    28/06/2011 às 22:03

    MEU AMIGO EU ACHO QUE ANO QUE VEM O BRASIL DO LULA E DA DILMA VAI PARÁ PELO FUNCIONÁRIO PUBLICO.EU ESPERO QUE ESTES CIDADÃO BRASILEIRO QUE CRÉDITARAM NESTE POLITICO QUE VOTARAM NUNCA MAIS RIPITA, ESTA MESMA HISTORIA.

  46. Ir Alberto Silva

    -

    24/06/2011 às 22:18

    O DEPUTADO WALDIR DISSE EM RECENTE PROGRAMA TRANSMITIDO PELA TV CAMARA QUE JUIZ, PROMOTOR E POLITICO GANHAM BEM NO BRASIL. SÓ POLICIAL GANHA MAL. POR QUÊ ?

  47. carla

    -

    20/06/2011 às 11:24

    19.6.11
    Debate sobre a PEC 300 na TV Câmara com a participação do SD Almança
    PEC 300 é o tema do debate no Expressão Nacional

    21 de junho, às 21h30

    Programa Expressão Nacional

    Nesta terça feira, dia 21 de junho,

    Às 21:00 na TV Câmara

    As manifestações de bombeiros do Rio de Janeiro trouxeram novamente à tona o debate sobre a PEC 300.

    Com a participação de 2 parlamentares, um especialista em Segurança Pública e o Policial Militar Fernando Almança, representando os policiais e bombeiros de todo o Brasil.

    O programa também poderá ser visto pela internet no site: http://www.camara.gov.br/internet/tvcamara/?lnk=ASSISTA-A-TV-CAMARA-PELA-INTERNET&selecao=VIVO

    ou no nosso site da PEC 300, que disponibilizará uma janela com a transmissão da TV Câmara.

    O programa será ao vivo e os espectadores podem participar enviando opiniões e perguntas através da internet ou pelo telefone:

    - Email: expressaonacional@camara.gov.br
    - Telefone: 0800 61 96 19
    - Twitter: @xnacional

    Assistam, participem e ajudem a divulgar essa notícia.

    Fernando Almança disse…
    Pessoal, vamos participar do programa através:

    - Email: expressaonacional@camara.gov.br
    - Telefone: 0800 61 96 19
    - Twitter: @xnacional

    Precisamos fazer deste programa a MAIOR AUDIENCIA DA TV CAMARA E COM O MAIOR NUMERO DE PARTICIPAÇÕES.

    ASSIM AS DEMAIS REDES DE TV SE INTERESSARÃO PELO TEMA DA PEC 300.

    AGRADEÇO IMENSAMENTE AS CENTENAS DE MENSAGENS QUE TEM CHEGADO PELO SITE, PELO EMAIL, TELEFONE DE APOIO A MINHA IDA AO PROGRAMA.

    QUE DEUS POSSA ESTAR CONOSCO E EM CADA FALA PARA DEFENDER A FAMILIA POLICIAL E BOMBEIRO DE TODO O BRASIL.

  48. CARLA

    -

    16/06/2011 às 11:41

    MAIS UMA DO MARCO MAIA E DO PT.

    * GUARDEM ESTA MATÉRIA PARA DESMENTIR O MARCO MAIA NA SEMANA QUE VEM, COMO DE COSTUME – ACREDITEM SE QUISER – ESTÁ NO SITE DA CÂMARA DOS DEPUTADOS DO DIA 16.06.2011.

    * 15/06/2011 13:06 – Comissão sobre PEC 300 será instalada na semana que vem, diz Marco Maia
    O presidente da Câmara, Marco Maia, disse nesta quarta-feira que será instalada na semana que vem uma comissão especial para analisar propostas relacionadas a profissionais das áreas de segurança pública. Entre elas, as PECs 300/08 e 446/09, que criam um piso salarial nacional para os policiais dos estados; e 308/04, que cria as polícias penitenciárias federal e estaduais. O dia previsto para a instalação ainda será definido.
    O presidente da comissão especial será o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), que terá prazo de três meses para elaborar um relatório sobre as propostas. “Ele terá a responsabilidade de ouvir governadores, ouvir as entidades e buscar acordos e entendimentos que viabilizem a votação da PEC 300. A PEC prevê que o governo mandará um projeto regulamentando os seus artigos, então nós queremos adiantar o debate”, explicou Maia.
    (*) Matéria atualizada às 16h20.
    Íntegra da proposta:
    • PEC-308/2004
    • PEC-300/2008
    • PEC-446/2009
    Reportagem – Sílvia Mugnatto/Rádio Câmara
    Edição – Pierre Triboli

    Fonte: http://www2.camara.gov.br/agencia/noticias/SEGURANCA/198714-COMISSAO-SOBRE-PEC-300-SERA-INSTALADA-NA-SEMANA-QUE-VEM,-DIZ-MARCO-MAIA.html

    É MENTIRA! É MAIS UMA ARMAÇÃO DELE E DA DILMA. ESCREVAM ISSO: CHEGARÁ A SEMANA QUE VEM E NADA. É PRECISO UMA NOVA MOBILIZAÇÃO AO ESTILO DA ONDA VERMELHA DOS HERÓIS DO RIO, PARA EXIGIR DELE A PAUTA IMEDIATA DA PEC 300 OU AS POLÍCIAS VÃO PARAR.
    OUVIR OS GOVERNADORES PARA QUÊ? VIRAM O CASO DO ARROGANTE SERGIO CABRAL. ELES NÃO QUEREM DAR AUMENTOS ALGUM AO FUNCIONALISMO. SÃO CHORÕES. É SÓ ADEQUAR OS ORÇAMENTOS E ACABAR COM AS CORRUPÇÕES QUE JÁ SE SABE. O DESVIO DE DINHEIRO PÚBLICO ESTÁ NA ORDEM DE MAIS DE R$ 65 BILHÕES DE REAIS, SEGUNDO PESQUISA REALIZADA PELA FIESP, DINHEIRO ESTE QUE JÁ COBRE A PEC 300 E AINDA SOBRA DINHEIRO PARA EDUCAÇÃO E SAÚDE. É POR ISSO QUE ELES CHORAM, VAI ACABAR A TETINHA DELES.
    (grifo nosso)

    Prezados Senhores!

    Essa do Marco Maia, é mais uma artimanha do PT (Dilma), para empurrar até o esquecimento e esmorecimento pelos policiais da PEC 300. Insisto em dizer que a PEC 300 não precisa mais de nada, é só pautar e aprová-la em segundo turno. Quanto ao Relatório, o Dep. Paulo Pimenta (PT/RS), já fez isso, e cita no mesmo que um dos itens para a melhoria da Segurança no país, é a questão da melhoria e criação de um PISO NACIONAL JUSTO para a categoria.
    Também insisto em dizer que, enquanto os POLICIAIS de todo o país – CADA UM – não se conscientizarem a engajar nesta luta, realizando uma MOBILIZAÇÃO FORTE, MAS ORDEIRA NA CÂMARA DOS DEPUTADOS, esta PEC 300 vai ser objeto de manipulação mórbida até depois da COPA E OLIMPÍADAS), como promessas à palanquiais de campanhas pré-eleitoreiras. (JUSTOS ESTES EVENTOS QUE DEVEMOS USAR COMO TRUNFOS DESTA REIVINDICAÇÃO E ALARDAR AO MUNDO O QUE ESSES GOVERNOS ESTÃO FAZENDO COM A SEGURANÇA DESTE PAÍS).
    Não se esqueçam do TEMMER/LULA; Agora, MARCO MAIA/DILMA.
    Não devemos confiar e degustar essas promessas bisonhas.
    Escrevam o que está sendo dito aqui: daqui a três meses, se sair este relatório, se sair. Vão criar/inventar uma nova artimanha para procrastinar sem final definido a PEEC 300.
    É o que eu creio. Repito: É o que eu CREIO e não acho.
    Ou jogamos duros com eles ou a PEC 300 ficará apenas no campo da esperança.
    PEC 300 – UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!
    (grifo nosso).

    POLICIAIS DO BRASIL.

    SENHOR MARCO MAIA, DESAFIO O SENHOR E OS LEITORES DESTE SITE, PARA PERGUNTAR: QUEM É BURRO AQUI, EU OU O SENHOR. A PEC 300 NÃO PRECISA MAIS DE DEBATE ALGUM, OU SENHOR NÃO LEU O REGIME INTERNO DA CÂMARA. ADMIRO O SENHOR, COMO PRESIDENTE DA CÂMARA NÃO SABER DESTE DETALHE, ELA SÓ PRECISA SER PAUTADA E SER VOTADA EM SEGUNDO TURNO. COM RESPOSTA, O SENHOR.

    * E MAIS UMA TRAIDORA DO PT CONTRA A PEC 300 – AGORA É A MINISTRA IDELI SALVATTI – DA SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS – (TINHA QUE SER DO PT – GUARDEM TAMBÉM ESTE NOME)

    Em jantar com governadores do Nordeste, Ideli salvatti (Partido dos Trabalhadores) pediu o engajamento de todos para evitar a aprovação da PEC 300, que estabelece piso salarial para policiais (e bombeiros).
    Eduardo Campos (PSB) reagiu: “Eu não vou para a porta do Congresso pedir voto contra um projeto que o Tarso Genro rodou o Brasil defendendo” – o então ministro da Justiça era a favor da emenda, com a ressalva de que não se deveria fixar valores.
    Quando a nova ministra mencionou que, desde segunda-feira, pedia a Dilma Rousseff que os recebesse, Campos atalhou: “Nós somos governadores eleitos. Não precisamos de ajuda para falar com a presidente”. E Completou: “Nós somos aliados! Não estamos aqui para chantagear o governo!”
    Trincheira
    Embora seja grande a pressão para votar tanto a PEC 300 quanto a emenda 29 (que fixa percentuais mínimos do gasto público com saúde), há quem veja o engajamento de Marco Maia (PT-RS) nessas matérias como resposta à bronca de Dilma diante da tentativa do presidente da Câmara de influir na escolha do articulador político do governo – cargo no final dado a Ideli.

    Tenho dito

    Maia nega: “Meu relacionamento com a Dilma é o melhor possível. Agora, não vejo necessidade de combinar a pauta…”

    Fonte: Coluna Painel de A Tribuna pg 39
    Postado por Capitão Assumção às 11:04

  49. CARLA

    -

    16/06/2011 às 11:40

    MAIS UMA DO MARCO MAIA E DO PT.

    * GUARDEM ESTA MATÉRIA PARA DESMENTIR O MARCO MAIA NA SEMANA QUE VEM, COMO DE COSTUME – ACREDITEM SE QUISER – ESTÁ NO SITE DA CÂMARA DOS DEPUTADOS DO DIA 16.06.2011.

    * 15/06/2011 13:06 – Comissão sobre PEC 300 será instalada na semana que vem, diz Marco Maia
    O presidente da Câmara, Marco Maia, disse nesta quarta-feira que será instalada na semana que vem uma comissão especial para analisar propostas relacionadas a profissionais das áreas de segurança pública. Entre elas, as PECs 300/08 e 446/09, que criam um piso salarial nacional para os policiais dos estados; e 308/04, que cria as polícias penitenciárias federal e estaduais. O dia previsto para a instalação ainda será definido.
    O presidente da comissão especial será o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), que terá prazo de três meses para elaborar um relatório sobre as propostas. “Ele terá a responsabilidade de ouvir governadores, ouvir as entidades e buscar acordos e entendimentos que viabilizem a votação da PEC 300. A PEC prevê que o governo mandará um projeto regulamentando os seus artigos, então nós queremos adiantar o debate”, explicou Maia.
    (*) Matéria atualizada às 16h20.
    Íntegra da proposta:
    • PEC-308/2004
    • PEC-300/2008
    • PEC-446/2009
    Reportagem – Sílvia Mugnatto/Rádio Câmara
    Edição – Pierre Triboli

    Fonte: http://www2.camara.gov.br/agencia/noticias/SEGURANCA/198714-COMISSAO-SOBRE-PEC-300-SERA-INSTALADA-NA-SEMANA-QUE-VEM,-DIZ-MARCO-MAIA.html

    É MENTIRA! É MAIS UMA ARMAÇÃO DELE E DA DILMA. ESCREVAM ISSO: CHEGARÁ A SEMANA QUE VEM E NADA. É PRECISO UMA NOVA MOBILIZAÇÃO AO ESTILO DA ONDA VERMELHA DOS HERÓIS DO RIO, PARA EXIGIR DELE A PAUTA IMEDIATA DA PEC 300 OU AS POLÍCIAS VÃO PARAR.
    OUVIR OS GOVERNADORES PARA QUÊ? VIRAM O CASO DO ARROGANTE SERGIO CABRAL. ELES NÃO QUEREM DAR AUMENTOS ALGUM AO FUNCIONALISMO. SÃO CHORÕES. É SÓ ADEQUAR OS ORÇAMENTOS E ACABAR COM AS CORRUPÇÕES QUE JÁ SE SABE. O DESVIO DE DINHEIRO PÚBLICO ESTÁ NA ORDEM DE MAIS DE R$ 65 BILHÕES DE REAIS, SEGUNDO PESQUISA REALIZADA PELA FIESP, DINHEIRO ESTE QUE JÁ COBRE A PEC 300 E AINDA SOBRA DINHEIRO PARA EDUCAÇÃO E SAÚDE. É POR ISSO QUE ELES CHORAM, VAI ACABAR A TETINHA DELES.
    (grifo nosso)

    Prezados Senhores!

    Essa do Marco Maia, é mais uma artimanha do PT (Dilma), para empurrar até o esquecimento e esmorecimento pelos policiais da PEC 300. Insisto em dizer que a PEC 300 não precisa mais de nada, é só pautar e aprová-la em segundo turno. Quanto ao Relatório, o Dep. Paulo Pimenta (PT/RS), já fez isso, e cita no mesmo que um dos itens para a melhoria da Segurança no país, é a questão da melhoria e criação de um PISO NACIONAL JUSTO para a categoria.
    Também insisto em dizer que, enquanto os POLICIAIS de todo o país – CADA UM – não se conscientizarem a engajar nesta luta, realizando uma MOBILIZAÇÃO FORTE, MAS ORDEIRA NA CÂMARA DOS DEPUTADOS, esta PEC 300 vai ser objeto de manipulação mórbida até depois da COPA E OLIMPÍADAS), como promessas à palanquiais de campanhas pré-eleitoreiras. (JUSTOS ESTES EVENTOS QUE DEVEMOS USAR COMO TRUNFOS DESTA REIVINDICAÇÃO E ALARDAR AO MUNDO O QUE ESSES GOVERNOS ESTÃO FAZENDO COM A SEGURANÇA DESTE PAÍS).
    Não se esqueçam do TEMMER/LULA; Agora, MARCO MAIA/DILMA.
    Não devemos confiar e degustar essas promessas bisonhas.
    Escrevam o que está sendo dito aqui: daqui a três meses, se sair este relatório, se sair. Vão criar/inventar uma nova artimanha para procrastinar sem final definido a PEEC 300.
    É o que eu creio. Repito: É o que eu CREIO e não acho.
    Ou jogamos duros com eles ou a PEC 300 ficará apenas no campo da esperança.
    PEC 300 – UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!
    (grifo nosso).

    POLICIAIS DO BRASIL.

    SENHOR MARCO MAIA, DESAFIO O SENHOR E OS LEITORES DESTE SITE, PARA PERGUNTAR: QUEM É BURRO AQUI, EU OU O SENHOR. A PEC 300 NÃO PRECISA MAIS DE DEBATE ALGUM, OU SENHOR NÃO LEU O REGIME INTERNO DA CÂMARA. ADMIRO O SENHOR, COMO PRESIDENTE DA CÂMARA NÃO SABER DESTE DETALHE, ELA SÓ PRECISA SER PAUTADA E SER VOTADA EM SEGUNDO TURNO. COM RESPOSTA, O SENHOR.

    * E MAIS UMA TRAIDORA DO PT CONTRA A PEC 300 – AGORA É A MINISTRA IDELI SALVATTI – DA SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS – (TINHA QUE SER DO PT – GUARDEM TAMBÉM ESTE NOME)

    Em jantar com governadores do Nordeste, Ideli salvatti (Partido dos Trabalhadores) pediu o engajamento de todos para evitar a aprovação da PEC 300, que estabelece piso salarial para policiais (e bombeiros).
    Eduardo Campos (PSB) reagiu: “Eu não vou para a porta do Congresso pedir voto contra um projeto que o Tarso Genro rodou o Brasil defendendo” – o então ministro da Justiça era a favor da emenda, com a ressalva de que não se deveria fixar valores.
    Quando a nova ministra mencionou que, desde segunda-feira, pedia a Dilma Rousseff que os recebesse, Campos atalhou: “Nós somos governadores eleitos. Não precisamos de ajuda para falar com a presidente”. E Completou: “Nós somos aliados! Não estamos aqui para chantagear o governo!”
    Trincheira
    Embora seja grande a pressão para votar tanto a PEC 300 quanto a emenda 29 (que fixa percentuais mínimos do gasto público com saúde), há quem veja o engajamento de Marco Maia (PT-RS) nessas matérias como resposta à bronca de Dilma diante da tentativa do presidente da Câmara de influir na escolha do articulador político do governo – cargo no final dado a Ideli.

    Tenho dito

    Maia nega: “Meu relacionamento com a Dilma é o melhor possível. Agora, não vejo necessidade de combinar a pauta…”

    Fonte: Coluna Painel de A Tribuna pg 39
    Postado por Capitão Assumção às 11:04

  50. mana

    -

    15/06/2011 às 11:55

    Prezado (S): GANDRA/SOLDADO ALMANÇA, CAPITÃO ASSUMÇÃO/MAJOR FÁBIO/ CEL. PAES/MENDONÇA PRADO/ARNALDO FARIAS/DEL.PROTÓGENES/DEL. VALDIR/DEP. PERPÉTUA ALMEIDA/DEP. OTONIEL LIMA/DEP. FRANCISCO PRACIANO/FRENTE PARLAMENTAR DA SEGURANÇA PÚBLICA/E DEMAIS DEPUTADOS PRÓ-PEC 300/E TODOS OS POLICIAIS BRASILEIROS:

    CARTA ABERTA A TODOS OS QUE ESTÃO ENGAJADOS NA MOBILIZAÇÃO PRÓ-PEC 300 – LIDERANÇAS OU NÃO – URGENTE -

    Esse Marco Maia é um descarado igual ao Temmer. Já está abafando novamente a PEC 300. Ele está pautando tudo que MP’s do executivo, e Projetos de Lei, menos a PEC 300.Tenho acompanhado diariamente o Site da Câmara dos Deputados e não há nenhuma mobilização quanto a ela. Estas comissões só inventam assuntos/temas. Deveriam se concentrar na única causa primordial no momento qeu a PAUTA E APROVAÇÃO DA PEC 300. Deveremos provocar uma MOBILIZAÇÃO NACIONAL COMO FEZ OS BOMBEIROS DO RIO – A ONDA VERMELHA.
    Já conhecemos esses caras. Vão enrolar mais uma vez e esfriar os ânimos dos policiais.
    Temos que provocar os SINDICATOS DOS POLICIAIS CIVIS e exigir deles empenho de convencimento aos seus servidores, ÀS REPRESENTAÇÕES DOS MILITARES, À IMPRENSA CONVENCIONAL E BLOGS DA INTERNET (COMO POR EXEMPLO: SO JORNALISTA RICARDO SETTI; CONGRESSO EM FOCO; ABORDAGEM POLICIAL; COTURNO CARIOCA; ATENÇÃO POLICIAL/PE; COBRAPOL; G1; R7; JORNAL DO BRASIL e TODOS OS BLOGS POLICIAIS, ASSIM COMO E-MAIL’S PARA A CNN, BBC, FIFA, ONU, OAB E OUTROS ORGÃO INTENACIONAIS). CONSCIENTIZAR A TODOS A ENVIAR E-MAIL’S PARA OS DEPUTADOS E SITES DA CÂMARA DOS DEPUTADOS (http://www2.camara.gov.br/).
    Se não for na PRESSÃO esta PEC NÃO VAI SAIR. Já venho avisando a tempo.

    OBS.: VAMOS FAZER, DE AGORA EM DIANTE UM TRABALHO DE FORMIGUINHAS, A CONVENCER CADA COMPANHEIRO POLICIAL, FAMILIARES E AMIGOS A APOIAR E MOBILIZAR-SE PARA EXIGIR A PAUTA E APROVAÇÃO DA PEC 300. FAÇA A SUA PARTE. USANDO A INTERNET QUE É UMA FERRAMENTA UTILÍSSIMA NO MUNDO ATUAL, NO QUE TANGE À INFORMAÇÃO/COMUNICAÇÃO. NÃO ESPEREM A MÍDIA CONVENCIONAL. UTILIZEM A WEB COMO INSTRUMENTO DE DIVULGAÇÃO.

    VAMOS LUTAR PARA CONSEGUIR VENCER ESTA GUERRA SOBRE O LEMA:

    PEC 300 – UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

  51. mana

    -

    14/06/2011 às 12:10

    O QUE FALTA MAIS PARA PAUTAR E APROVAR A PEC 300, SENHOR(A) MARCO MAIA/DILMA?
    O POVO ESTÁ COM OS POLICIAIS.
    VOCÊS NÃO TEM MAIS PARA ONDE CORRER.
    O SERGIO CABRAL FOI O PRIMEIRO A CAIR DO CAVALO. NUNCA MAIS SE ELEGE.
    OS PRÓXIMOS SERÃO OS QUE ESTÃO CONTRA A PEC 300: JACQUES WAGNER, VACAREZZA, FERNANDO FERRO, CHINAGLIA, MICHEL TEMMER, TARSO GENRO, EDUARDO CAMPOS… QUERO VER SE NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES VOCÊS VÃO VOTAR NESSES ******, QUE ESTÃO CONTRA O POVO E CONTRA A PEC 300. GRAVEM ESTES NOMES, E TODA A CÚPULA DO PT QUE ESTÁ COMANDANDO ESTA COVARDIA NACIONAL.
    NAO INSISTA MARCO MAIA/DILMA. O POVO ESTÁ DO LADO DOS POLICIAIS!
    APROVEM EM CARÁTER EXTRAORDINÁRIO A PEC 300.
    O MUNDO INTEIRO ESTÁ SABENDO. JÁ ESTAMOS DIVULGANDO NA CNN, BBC, ONU, FIFA…
    PEC 300 JÁAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    MARCO MAIA! OU VOCÊ PAUTA LOGO A PEC 300, OU O CONGRESSO VAI VIRAR ******

    O QUE SE PASSA NA WEB:
    O governo Sérgio Cabral está ***** ******, pois caiu em sua própria armadilha, na sua vaidade como ditadorzinho de meia tigela, não esperava o apoio de toda a população aos heróis bombeiros; submeteu a PM ao vexame de combater mulheres, crianças e heróis desarmados, além de colocar o bope em uma saia justa, fazendo-o perder o respeito das demais corporações do resto do país!
    Agora ao invés de pagar somente os bombeiros, vai pagar a toda a segurança pública, pra deixar de ser ***** a ponto de querer enganar o povo que o elegeu!
    Bem feito, que sirva de lição para todos os outros governos que se acham donos das forças de segurança e dos demais funcionários públicos…
    As forças de segurança são um patrimônio da nação brasileira, pois é a que mais precisa delas, e sabe o valor que é ter um policial por perto, ou pedir ajuda em momentos difíceis e achar socorro nos braços dos bombeiros,
    Deixo aqui o meu agradecimento a toda a população brasileira e principalmente à carioca que demonstrou maturidade suficiente para saber de que lado estava a verdade!
    Um coisa nisso tudo é certa e também é o consolo de toda a tropa da PM, PC e BM:

    VC, SÉRGIO CABRAL (**** ***** *****) NUNCA MAIS SE ELEGE NEM PRA LÍDER DE TORCIDA!

    Mais uma vez, quero deixar registrado neste espaço democrático:

    OS MEUS PARABÉNS A TODOS OS HERÓIS BOMBEIROS,
    QUE MESMO COM O RISCO DA PRÓPRIA VIDA, DAS SUAS FAMÍLIAS E DE PERDEREM O EMPREGO, OUSARAM ACREDITAR QUE O SONHO DE PAÍS MELHOR É POSSÍVEL!

    Mesmo tendo que enfrentar coronéis **** **** *****, da PM e do próprio CBM, fizeram valer a vontade da população, pois o país inteiro vos ama e jamais deixará de apoiá-los quando se tratar de uma causa justa como é a questão salarial!

    ESTA BATALHA ESTÁ GANHA,
    MAS A GUERRA AINDA NÃO ACABOU!

    Deus nos abençõe,

    POLICIAIS CIVIS E MILITARES ESTÃO SE MOBILIZANDO POR TODO O PAÍS PARA EXIGIR A APROVAÇÃO DA PEC 300:

    13/06/11 – Atividade em São Paulo pró PECs 446/300

    O presidente da Cobrapol, Jânio Bosco Gandra, está em São Paulo hoje para participar de atividade pela votação das Propostas de Emenda à Constituição (PECs) 446/300, que criam o Piso Salarial Nacional para os policiais civis, militares e bombeiros.

    As PECs foram aprovadas na Câmara dos Deputados em primeiro turno, na forma da Emenda Constitucional nº 2/10, em março de 2010, mas tiveram sua tramitação interrompida graças a um acordo entre os líderes dos partidos e o governo Lula.
    Agora a Confederação busca recolocar a matéria na pauta de votação do plenário. Por isso, no dia 31 de maio, Gandra participou de solenidade na Câmara dos Deputados (foto), em Brasília, para a instalação da Frente Parlamentar em defesa das PECs, que contou com a adesão de 308 deputados.
    Na ocasião, a Cobrapol coletou assinatura de diversos deputados para entrar com requerimento junto à Mesa Diretora da Casa solicitando a inclusão da matéria na Ordem do Dia do plenário. As atividades de coleta de assinatura continuam nos estados.

    Saiba mais em breve.

    Fonte: Imprensa Cobrapol

    A ONDA VERMELHA CONTAMINA OS POLICIAIS DE TODO O PAÍS:
    PEC 300 JÁ!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    As forças de Segurança Pública deste país merecem o respeito dos governantes. Quero dizer da minha alegria de reencontrá-los. Vocês representam acima de tudo o bem maior de todos os seres humanos, que é a Vida. Parabéns aos homens que lideraram a luta por melhorias salariais e condições de trabalho. É um momento de muita emoção está sob o céu azul do Rio de Janeiro, envolto da onda vermelha formada por honrosos bombeiros, disse Mendonça Prado.
    Foi assim que o presidente da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado (CSPCCO), da Câmara dos Deputados, falou para cerca de 30 mil pessoas, neste domingo (12), na Orla de Copacabana, zona Sul do Rio. O parlamentar sergipano aproveitou para ressaltar a importância da aprovação da PEC 300.
    Precisamos deflagrar outra luta para que o Congresso Nacional aprove o fundo constitucional para instituir no Brasil o piso nacional das polícias e bombeiros. PEC 300 Já! ”, acrescentou Prado.
    O protesto foi realizado um dia depois da liberação dos 439 bombeiros presos por ocuparem o quartel central da corporação. A Justiça do Rio concedeu habeas corpus para os militares após um pedido feito pelos deputados federais: Mendonça Prado (DEM-SE), Alessandro Molon (PT-RJ), Dr. Aluízio (PV-RJ) e Protógenes Queiroz (PCdoB-SP).
    Durante a mobilização mulheres, filhos e parentes dos bombeiros também se juntaram ao ato. Da janela dos apartamentos, com pedaços de panos vermelhos, moradores de Copacabana também se solidarizaram à causa.
    A categoria reivindica reajuste salarial e pede a anistia administrativa e criminal aos militares presos no último dia 4.
    “O deputado Mendonça Prado chegou no momento em que estávamos precisando e confortou todos os 439 bombeiros. A presença dele hoje aqui é de grande importância para o nosso movimento e nossa liberdade”, ressaltou o sargento Alves.

    Vanessa Franco – Assessoria de Imprensa

    Fonte: Blog Cerco e Bloqueio
    Postado por Capitão Assumção às 00:11

    Cerca de 10 mil pessoas acompanharam a passeata realizada pelos bombeiros na Praia de Copacabana, na Zona Sul. Os manifestantes se reuniram em frente ao Hotel Copacabana Palace e seguiram em direção ao Posto 6. Vestindo vermelho, eles lutam por melhores salários para a corporação e pela anistia dos 439 militares que ficaram presos durante uma semana no Quartel Central de Charitas, em Niterói, região metropolitana do Rio.

    “O que a gente procura agora é dignidade para o nosso trabalho e a liberação de todos os presos. Depois iremos atrás do aumento de salário”, disse o bombeiro Geneci Barreiro Neto, 36 anos, se referindo aos profissionais que ainda não foram libertados. Ele participou do ato ao lado da mulher e se disse satisfeito com o apoio demonstrado pela população. “Tenho que agradecer o governador Sérgio Cabral, porque se ele fez uma coisa boa foi botar todo o povo ao nosso lado”, ironizou.
    A aposentada Maria Helena Freitas era uma das pessoas que decidiu apoiar os bombeiros. Ela acordou às 5h e foi sozinha, de Duque de Caxias, região metropolitana do Rio, para a passeata. Segundo ela, a manifestação demonstra o poder que o povo pode exercer para conseguir justiça. “Não poderia perder essa passeata, pois há muito tempo não acontece algo parecido. O Brasil precisa lutar mais vezes”.
    Estiveram presentes no evento parlamentares estaduais, como Marcelo Freixo (Psol) e Flávio Bolsonaro (PP), e federais: Alessandro Molon (PT-RJ) e Jandira Feghali (PCdoB-RJ). Artistas também apoiaram a causa da categoria. A cantora Alcione compareceu de camisa vermelha e capacete da corporação.

    Policiais militares se juntam aos bombeiros

    Até policiais militares do 13º BPM (Praça Tiradentes) vieram à passeata dos bombeiros na Praia de Copacabana. Estavam vestidos com uma camisa azul em que havia escrito “PM no local”. Por outro lado, bombeiros e simpatizantes vestem vermelho.
    A cantora Alcione, madrinha do Corpo dos Bombeiros, se juntou aos manifestantes, vestida com uma camisa da corporação. Ela disse que a invasão do quartel na semana passada foi um momento onde todos estavam com a cabeça quente.E acrescentou que apoia a causa dos bombeiros por melhores salários e que está lutando pela anistia penal dos 439 detidos por participar da invasão.
    Alcione disse ainda que o governador Sergio Cabral é um homem sensível e vai rever a situação dos militares, dando um aumento salarial justo.
    Caso consigam a anistia, é como se eles nunca tivessem cometido crimes. No último sábado, os bombeiros informaram que pretendem recolher 600 mil assinaturas. Com o documento em mãos, os deputados estaduais vão criar um projeto de lei pelo perdão aos militares.
    A população, que tem dado apoio à corporação, foi às ruas. Entre os bombeiros, estão também professores e policiais militares. No meio de tanta gente, uma presença ilustre. A cantora Alcione deixou sua casa no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste, para dar apoio à classe.
    - O Rio hoje é vermelho. Desde o Recreio, só vejo pessoas com camisas vermelhas. Eles merecem a anistia e um salário melhor. Eles merecem porque, justo no Rio, acontece tanta tragédia. É só a gente lembrar do Bumba, de Teresópolis e outras tantas tragédias. É por isso que eu fiz questão de vir aqui hoje, de vermelho, apoiar quem pode salvar a minha vida.
    A Marrom falou também da união das pessoas pelos bombeiros.
    É um fato inédito, nunca se viu uma mobilização popular tão grande. Ninguém vai conseguir reverter isso. Está parecendo final de campeonato, a praia está lotada.
    Pelos cartazes na orla, é possível notar que diversas pessoas vieram de longe apoiar os bombeiros do Rio. Há faixas de Mato Groso do Sul, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e da região Nordeste.

    Representante da ONU se junta à causa dos bombeiros e chama o Bope de covarde

    “Essa é a categoria mais respeitada do Rio, o que o Bope fez foi uma covardia”. A frase é de Maria Margarida Pressburger, presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e membro da Comissão de Combate à Tortura da ONU (Organização das Nações Unidas), que também se juntou aos milhares de manifestantes que dão apoio aos bombeiros na praia de Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro.
    Apesar de lamentar a forma como os militares foram tratados, Maria diz que é hora de lutar pela anistia.

    - Eles não mereciam ser tratados daquela forma, mas agora vamos tentar conseguir a anistia deles. Já estamos lutando no congresso e na Alerj [Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro]. Com a manifestação de hoje, dá para perceber do lado de quem a população está.
    Maria falou ainda sobre a solidariedade do povo brasileiro e lembrou que os oito bombeiros presos no Gepe estavam de folga na tragédia na região Serrana, mas se apresentaram como voluntários.
    - É maravilhoso ver essa solidariedade. Dos oito bombeiros que estavam presos no Gepe, todos trabalharam na região serrana. Eles estavam de folga no dia 12, quando ocorreu a tragédia, pegaram seus uniformes e foram como voluntários para Teresópolis. Dois bombeiros que foram com eles, acabaram morrendo. Isso mostra como é a corporação. Agora é a vez de eles mostrarem o seu valor. O brasileiro é solidário, ajuda a quem merece e tudo isso é justo.

    O grupo protesta por melhores salários e por anistia aos bombeiros que foram presos. Os bombeiros participantes também aproveitaram o evento para agradecer o apoio da população.

    Postado por SOBREVIVENTE NA PMERJ

    PEC 300 – UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

  52. carla

    -

    13/06/2011 às 12:38

    PASSOU-SE A SEMANA E A PEC 300 NADA! NÃO É SENHOR MARCO MAIA? QUE A OPOSIÇÃO OBSTRUA AS VOTAÇÕES ENQUANTO NÃO COLOCAREM EM PAUTA A PEC 300. ESTE MARCO MAIA COM A DILMA ESTÃO DE BRINCADEIRA. NÃO VER QUE AS POLICIAS DO BRASIL ESTÃO SE ARTICULANDO PARA PARAR. ELES ESTÃO FAZENDO O MESMO JOGO SUJO DA DOBRADINHA PASSADA TEMMER/LULA.
    OS POLICIAIS JÁ NÃO SUPORTAM MAIS TANTA MENTIRA E ENGANAÇÃO.
    PEC 300 – UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

    NÃO MUDEM O FOCO. CADÊ A PEC 300? ISSO FOI SÓ O COMEÇO COM OS BOMBEIROS DO RIO. QUANDO OS POLICIAIS EM GERAL PARAREM, ENTÃO A DILMA/MARCO MAIA VAI APROVAR A PEC 300. JÁ ESTAMOS MANDANDO E-MAIL’S PARA A CNN, BBC, FIFA E OUTROS ÓRGÃOS INTERNACIONAIS DENUNCIANDO A INCOMPETÊNCIA DESSES PARLAMENTARES IRRESPONSÁVEIS.

  53. Patrick

    -

    13/06/2011 às 11:15

    Desculpe-me pelo equivoco, foi falta de atenção, sou seu leitor assiduo, gostei do seu posicionamento também no caso do Cesare Battisti. Não sou militar, mas simpatizo com a causa. Também não concordo com vandalismo e motim, acho que os cariocas ganhariam apoio nacional se lutarem pela bandeira do PEC 300, e não apenas com o estado do RJ como estão fazendo. Acabou trazendo toda a atenção para o RJ e os parlamentares de Brasília agradeceram a mudança de foco.

  54. Patrick

    -

    08/06/2011 às 13:01

    Caro Rodrigo Setti, gostaria de saber se na sua opinião, o movimento de reajuste no RJ, que ocasionou toda aquela confusão que já conhecemos, trouxe benefícios ou malefícios para os militares de outros estados que lutam pelo PEC 300?

    Caro Patrick, acho que trouxe prejuízos. O movimento, dentro da lei, estava conseguindo realizar as pressões legítimas que se propunha. A luta fora da lei não pode contar com o apoio de pessoas simpáticas às reivindicações de PMs e bombeiros, justíssimas, como eu mesmo.
    A propósito, caro Patrick, meu nome é Ricardo Setti, e não Rodrigo.
    Um abração e volte mais vezes.

  55. maria ana silva

    -

    30/05/2011 às 12:10

    30.5.11 CARAVANAS DE TODO O BRASIL COMEÇAM A DIRIGIR-SE PARA BRASÍLIA

    Hoje, segunda feira, dia 30 de maio, caravanas de vários estados começam a dirigir-se para Brasília a fim de realizar protesto pela aprovação da PEC 300, além de acompanhar a instalação da comissão em defesa da PEC 300 e audiência pública sobre o tema. Este é o primeiro encontro de 2011 na capital federal.
    Após inúmeras manifestações durante o primeiro semestre de 2010, a PEC 300 foi aprovada por unanimidade. Entretanto o governo procrastinou a matéria até a eleição com diversas desculpas esfarrapadas, indo desde cálculos fantasiosos e diga-se, mentirosos, de impacto financeiro, até a desculpa da eleição.
    O fato é que a PEC foi aprovada em primeiro turno e a Câmara dos Deputados. Pelas mãos do então presidente Michel Temer, hoje vice-presidente, e agora pelas mãos do atual presidente Marco Maia, rasgou-se o regimento interno que determina que uma matéria votada e aprovada deve imediatamente ser conduzia a segundo turno. Temer e Maia provaram para o Brasil inteiro que a tese dos poderes independentes só existe numa constituição utópica como a brasileira. A Câmara dos Deputados, infelizmente, faz a vontade do Planalto, descaradamente e sem pudor.
    Sabemos que o impacto pela aprovação da PEC 300 não será tão grande como o governo sempre alardeou. Se não há uma definição de piso, como haverá cálculos confiáveis de valores? Mais estranha é a posição da maioria dos governadores. Que infelizmente não deram a importância devida as suas forças policiais. Será que estes senhores não se deram conta de que sem polícia não há estado? E por que ir contra a PEC 300, já que será criado um fundo nacional para ajudar no custeio da mesma?

    Hoje quase 3 anos após o início de nossa luta, muitos procuram inúmeras desculpas pela não aprovação da PEC 300. Mas tenho a nítida impressão é que nós mesmos fomos os culpados. Se tivéssemos endurecido o discurso com esse governo que não nos respeita, e decretado uma ampla paralisação em nível nacional já estaríamos recebendo a PEC 300. A greve de um, dois ou três dá cadeia. A greve de todos, o governo não tem como punir. (quando vamos entender isso?). Muitos ainda caem no discurso do governo, alegando que seria uma irresponsabilidade uma paralisação, a sociedade iria sofrer, a Constituição seria desrespeitada. Amigos, irresponsabilidade é o salário de um policial hoje no Brasil. O que se espera da segurança pública, tendo seus agentes recebem 950 reais por mês? A sociedade sempre foi e está se lixando para os nossos problemas. A sociedade foi doutrinada a odiar a polícia. Não esperemos dela nenhuma retribuição. O governo sistematicamente rasga a Constituição Federal todos os dias na cara do povo brasileiro para atender seus interesses, na maioria nefastos. E ainda vem cobrar de nós responsabilidade, respeito a Constituição? Isso é hipocrisia.
    Novamente policiais, bombeiros, aposentados e pensionistas se deslocam de vários estados rumo a Brasília em mais uma esperança de fazer o Congresso Nacional que já foi palco de tantas decisões importantes para este país, fazer jus a sua história e convencer-se de que a PEC 300 será o início da implantação de uma nova segurança pública.

    O Brasil está sofrendo com uma justiça lenta, uma lei que beneficia criminosos, uma polícia desmotivada e o governo simplesmente fecha os olhos pra isso. E isso tudo prestes o país realizar eventos mundiais que exigirão da força policial (segurança) talvez a maior responsabilidade de que qualquer outro órgão do governo nestes eventos. E mesmo assim somos tratados desta forma.

    O Brasil está correndo sério risco de uma convulsão nas forças policiais, um apagão como bem disse o jornalista da Revista Veja, Ricardo Setti. Este início de ano tivemos mais de 4 estados com paralisações e greves policiais. Isso tende a espalhar por todos os estados, já que o governo federal está barrando a aprovação da PEC 300. Os militares estão mudando o foco para reivindicações regionais. Os governadores vão segurar esse abacaxi.

    Amigos, não há outro caminho. A aprovação da PEC 300 só depende de mim e você. De nosso trabalho no convencimento e na cobrança de cada deputado e sobretudo na nossa mobilização. Se soubermos pressionar dentro do jogo democrático, sairemos vitoriosos, e nossa vitória representará a vitória de um pais com uma polícia mais motivada, preparada, consequentemente um país com mais segurança.

    O Dia 31 de maio será bem movimentado na capital federal.

    A Audiência Pública da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado (CSPCCO) da Câmara dos Deputados que pretende discutir as PECs 300/08, 534/02, 308/04 e 549/06, projetos que tratam de melhorias para as carreiras policiais, está prevista para o dia 31 de maio de 2011, terça-feira, às 13h.

    No mesmo dia, será lançada a Frente Parlamentar em Defesa da PEC 300, sob a coordenação do Deputado Otoniel Lima (PRB/SP). Em razão disso, os parlamentares da Comissão sugeriram homenagear esta data como o “Dia da Valorização dos Profissionais da Segurança Pública”.

    Para o debate na audiência pública, serão convidados, entre outros, o Capitão Assumção, ex-deputado federal, líder do movimento pela aprovação PEC 300/08; Major Fábio, ex-deputado Federal e relator da proposta na Comissão Especial sobre o tema; e Paes de Lira, ex-deputado federal e 1ª vice-presidente da Comissão Especial da PEC 300/08, entre outros convidados, além da participação de policiais e bombeiros que devem encher o auditório.

    Grande Manifestação

    Policiais e bombeiros de todo o Brasil aproveitarão a data para a realização de uma grande mobilização em Brasília nos dias 31 de maio e 1 de junho.

    A concentração da manifestação está prevista para 10 h. do dia 31 de maio em frente a Catedral de Brasília.

    Sairá de lá rumo ao Congresso Nacional, interditando por tempo indetermindado, a principal avenida de Brasília, a explanada dos Ministérios.

    Convidamos os policiais e bombeiros a levarem suas camisetas da PEC 300 ou irem fardados, levando consigo bandeiras, faixas, apitos, cornetas, vuvuzelas, caixão, pneus, gasolina em garrafa pet e todos materiais necessários para a manifestação.

    Aprendemos com os estudantes e os sem-terra como protestar.

    Levem cópias de contra-cheques, fardas velhas, gorros, fotos dos deputados e governadores contra a PEC 300 para serem queimadas em uma grande fogueira no evento.

    Convidamos os irmãos da PMDF que estarão de folga para participarem de movimento junto conosco.

    Dia Seguinte

    A organização do movimento estipulará no local qual a agenda para o dia seguinte, dia 1 de junho.

    Almança
    30-05-2011

  56. MANA

    -

    27/05/2011 às 10:38

    ESTÁ CHEGANDO A HORA!

    31 de maio, marco na retomada da luta pela PEC 300. Contamos com você!

    27.5.11 TUDO PRONTO PARA BRASÍLIA DIA 31

    Tópico Fixo até dia 31 – Post novos abaixo:

    O Dia 31 de maio será bem movimentado na capital federal.

    A Audiência Pública da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado (CSPCCO) da Câmara dos Deputados que pretende discutir as PECs 300/08, 534/02, 308/04 e 549/06, projetos que tratam de melhorias para as carreiras policiais, está prevista para o dia 31 de maio de 2011, terça-feira, às 13h.

    No mesmo dia, será lançada a Frente Parlamentar em Defesa da PEC 300, sob a coordenação do Deputado Otoniel Lima (PRB/SP). Em razão disso, os parlamentares da Comissão sugeriram homenagear esta data como o “Dia da Valorização dos Profissionais da Segurança Pública”.

    Para o debate na audiência pública, serão convidados, entre outros, o Capitão Assumção, ex-deputado federal, líder do movimento pela aprovação PEC 300/08; Major Fábio, ex-deputado Federal e relator da proposta na Comissão Especial sobre o tema; e Paes de Lira, ex-deputado federal e 1ª vice-presidente da Comissão Especial da PEC 300/08, entre outros convidados, além da participação de policiais e bombeiros que devem encher o auditório.

    Grande Manifestação

    Policiais e bombeiros de todo o Brasil aproveitarão a data para a realização de uma grande mobilização em Brasília nos dias 31 de maio e 1 de junho.

    A concentração da manifestação está prevista para 10 h. do dia 31 de maio em frente a Catedral de Brasília.

    Sairá de lá rumo ao Congresso Nacional, interditando por tempo indetermindado, a principal avenida de Brasília, a explanada dos Ministérios.

    Convidamos os policiais e bombeiros a levarem suas camisetas da PEC 300 ou irem fardados, levando consigo bandeiras, faixas, apitos, cornetas, vuvuzelas, caixão, pneus, gasolina em garrafa pet e todos materiais necessários para a manifestação.

    Aprendemos com os estudantes e os sem-terra como protestar.

    Levem cópias de contra-cheques, fardas velhas, gorros, fotos dos deputados e governadores contra a PEC 300 para serem queimadas em uma grande fogueira no evento.

    Convidamos os irmãos da PMDF que estarão de folga para participarem de movimento junto conosco.

    Dia Seguinte

    A organização do movimento estipulará no local qual a agenda para o dia seguinte, dia 1 de junho.

    PEC 300 – Nós acreditamos!
    Sua Participação é importante!

  57. CRISTINA

    -

    23/05/2011 às 16:15

    A PEC 300/446 NÃO PRECISA MAIS DE NADA, SÓ SER PAUTADA EM 2° TURNO.

  58. maria ana

    -

    06/05/2011 às 11:04

    Capitão Assumção

    05/05/2011 às 19:22
    A PEC 300 movimentará Brasília no dia 31 de maio
    Dia 31 de maio haverá a mais cogitada das audiências públicas da Câmara dos Deputados.
    Através de um requerimento encaminhado à Presidência da Comissão de Segurança e Combate ao Crime Organizado pela deputada Perpétua Almeida (PCdoB/AC) e também do deputado autor da PEC 300, Arnaldo Faria de Sá (PP/SP), a audiência promete estabelecer um marco nessa atual legislatura.
    Diante de uma nova tentativa do governo intromissor nos trabalhos legislativos através da criação de uma comissão especial que quer analisar todas as proposições relativas à segurança pública tramitando na Câmara colocando no “bolo” a mais preciosa proposição, a PEC 300, essa iniciativa da audiência pública reacende o debate acerca de um tema de tão grande magnitude.
    Elevando a temperatura do dia 31, junto a esse debate, que movimentará todo o parlamento, haverá também a inauguração da Frente Parlamentar em Defesa da PEC 300, presidida pelo ex-cabo do exército, deputado Otoniel Lima (PRB/SP). Essa frente será outra importantíssima ferramenta que terá como grande missão sensibilizar o parlamento no intuito de provocar a inclusão da PEC 300 na ordem do dia, votá-la em segundo turno e aprová-la definitivamente.
    Além da grande mobilização que os internautas da globosfera policial estarão promovendo em Brasília nos dia 10 e 11, será de fundamental importância que os policiais e bombeiros brasileiros também se façam presentes nesse dia 31. Juntos até a vitória

  59. maria ana silva

    -

    02/05/2011 às 13:02

    URGENTE – URGENTÍSSIMO -
    CONTAGEM REGRESSIVA PARA O DIA 31.05.2011 EM BRASÍLIA
    31 de maio, marco na retomada da luta pela PEC 300

    Companheiros de armas,

    O dia 31 de maio pode entrar para a história de nossa luta por dignidade salarial. Precisamos somar esforços para tornar essa data como a retomada de nossa luta pela PEC 300.

    Em nome de 700 mil profissionais de segurança pública que são massacrados diariamente por baixos salários e por regulamentos arcaicos e incondizente com os tempos atuais de democracia, onde um simples protesto pacífico tem sido objeto de punições por comandantes covardes e governadores iguais, insensíveis e irresponsáveis.

    Convocamos você a participar desta grande mobilização em defesa da aprovação da PEC 300. Não podemos aceitar o estado de penúria que os profissionais de segurança sempre foram relegados. Chega de passar fome.

    Esta mobilização precisa ser um recado ao Governo Federal e ao Congresso Nacional que não iremos desistir da PEC 300. Ela já foi aprovada em primeiro turno, e segundo o regulamento da Câmara, ela precisa ser pautada para votação em segundo turno.

    Se o governo é contra, quer oriente sua bancada a votar contra. Mas o governo não pode desmoralizar a Câmara dos Deputados ao simplesmente engavetar uma proposta de emenda constitucional.

    Qual segurança pública queremos, pagando cerca de 950 reais a um soldado de polícia? Esta pergunta que precisamos fazer aos deputados, aos governadores e a presidenta Dilma.

    A data também vai marcar a instalação da Frente Parlamentar em Defesa da PEC 300/08 e audiência pública na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado. Por esse motivo a mobilização que seria nos dias 10 e 11 de maio foi mudada para o dia 31 de maio e 1o. de junho de 2011.

    Ligue ou vá pessoalmente na sua associação de classe e cobre do presidente uma posição clara em relação a PEC 300. Não é admissivel que as nossas associações não estejam ao nosso lado nesse importante momento. Solicite o fretamento de um ônibus ou até mesmo a composição de várias associações para dividir os custos.

    Arregace as mangas: faça correr uma lista em seu batalhão, sua cidade ou região, das pessoas que querem e poder ir a Brasília e converse com o presidente da sua associação. Se preciso, vá ao empresariado local, empresas de ônibus, vereadores, deputados estaduais, federais e consiga o ônibus.

    O importante é a presença de todos os estados da federação. Chame seus parente e amigos e venham participar desta luta por nossa dignidade.

    Não podemos aceitar que a PEC 300 seja sepultada. Você está convocado!

    Sd. Almança.

    Fonte: http://www.pec300.com/2011/05/31-de-maio-marco-na-retomada-da-luta.html

  60. RDPM

    -

    01/05/2011 às 21:14

    O Brasil é o pais com o maior numero de homicidios no mundo, maior mesmo que em paises em guerra como Iraque e Afeganistão. Milhares de maes choram seus fihos assassinados. Será que estes deputados não tem um pingo de patriotismo para votar a PEC 300 e dar um basta neste morticínio sem razão ?

  61. JOSÉ ROBERTO

    -

    30/04/2011 às 23:32

    Confesso a todos,que a PEC 300/446 só entrará em pauta quando à câmara dos Deputados federais for formada por uma bancada forte direcionada para resolver definitivamente esse problema que a cada tempo que passa frustam os guardiães da sociedade que somos todos nós, Policiais Militares do nosso glorioso Brasil.Espero que a nossa chefe de Estado nos respeite e volte a favor dessa tão demorada proposta de emenda constitucional na qual não vejo mais nenhum empecilho para colocar em pauta para votação. PRESIDENTA DILMA ACREDITAMOS NA SENHORA AGORA OS DEPUTADOS PRECISAM ACREDITAR EM NÓS.

  62. neto

    -

    29/04/2011 às 16:19

    Sugiro aos Policiais e sociedade enviar e-mail’s à Câmara dos Deputados, solicitando a PAUTA DA PEC: 300/446.
    Esta é uma forma de pressionar os deputados a exigir do MARCO MAIA, pô-la em pauta.
    Mandem diariamente, insistam até o dia 31.05.2011.
    O Endereço é este abaixo:

    http://www2.camara.gov.br/participe/fale-conosco/fale-com-o-deputado/fale_conosco_form_deputado

  63. maria ana

    -

    29/04/2011 às 15:40

    Prezado Jornalista!

    Veja alguns desabafos no SITE da Câmara dos Deputados abaixo: e o Marco Maia continua fazendo ouvido de mercador:

    “O MARCO MAIA NÃO TEM NADA DE MALUCO! ELE ESTÁ VIRANDO AS COSTAS PARA A SOCIEDADE E POLICIAIS BRASILEIROS. A PEC 300/446 NÃO PRECISA MAIS DE NADA, SÓ SER PAUTADA EM 2° TURNO. ELE É QUEM DEVE PAUTÁ-LA. O MESMO ESTÁ ENGANANDO A TODOS. OUTROS PROJETOS E MP’s ESTÃO SENDO PAUTADAS, TODAVIA A PEC 300/446 VOLTA PAR O RABO DA FILA.”

    Prezados Senhores desta comissão!

    “Não façam o jogo do Sr. Marco Maia. A PEC 300/446 não precisa mais de nada, só ser pautada em segundo turno, exijam dele. Nós policiais e a sociedade não somos bobos de engolir tudo isso que ele está armando com o executivo e alguns líderes de partido.
    PEC 300/446 JÁ.”

    “SENHORES DA COMISSÃO DE SEGURANÇA. SEGUNDO LEVANTAMENTO FEITO POR MIM, SÓ ESTE ANO, DE FEVEREIRO À 27 DE ABRIL DE 2011 SÃO 39 REQUERIMENTOS DOS DEPUTADOS QUE SOLICITARAM À PAUTA DA PEC 300/446, SEM TABULAR AS SOLICITAÇÕES DO ANO PASSADO, AO SENHOR MARCO MAIA – ISTO É UM ABSURDO – O MARCO MAIA ESTÁ INVENTANDO TUDO PARA NÃO PAUTÁ-LA. INCLUSIVE, O PAULO PIMENTA JÁ FEZ UM RELATÓRIO SOBRE ESSA QUESTÃO. ATÉ O CÓDIGO FLORESTAL ELE JÁ MARCOU A DATA. E A PEC 300/446, SENHOR MARCO MAIA, SERÁ PARA O ANO 3.011?”

    paulo r b ascoli | 28/04/2011 18:52
    “QUE MALUQUICE É ESTA DO PRES. DA CASA CRIAR COMISSÃO PRA PEC 446/300 ?? A PEC JÁ FOI EXAUSTIVAMENTE DISCUTIDA E ACEITA PELA SOCIEDADE E NÃO MERECE CONTINUAR ENGAVETADA. TEM É QUE SER PAUTADA. A PEC 446/09 (EX-41/08)INCLUSIVE JÁ FOI APROVADA EM DOIS TURNOS PELO SENADO!! O QUE O DEP. MARCO MAIA QUER É PROCRASTINAR AINDA MAIS A VOTAÇÃO. UMA VERGONHA !!!!!!”

    “valdir estevam ferreira | 28/04/2011 15:02
    INFELIZMENTE,NÓS DA SEGURANÇA PÚBLICA DESSE PAÍS QUE DAMOS A VIDA, QUE MUITAS VEZES FAZEMOS ATÉ PAPEL DE PARTEIROS ETC…TEMOS QUE CONVIVER COM POLÍTICOS SEM PALAVRAS SEM MORAL SEM ÉTICA E SEM VERGONHA NA CARA…FICAMOS PRIVADOS DE SAIR DE CASA,COM MEDO DE NÃO VOLTAR NAS ESCOLAS NOSSOS FILHOS NÃO PODEM NEM SONHAR EM DIZER QUE SÃO FILHOS DE POLICIAIS,NÃO ESTAMOS PEDINDO ESMOLAS,BOLSA ISSO OU AQUILO,ESTAMOS PEDINDO SIM DIGNIDADE,UM PAÍS QUE QUER SER RECONHECIDO COMO UMA POTENCIA TEM QUE NO MINIMO OLHAR PARA SEUS FILHOS…”

    “LEIAM ESTA MATÉRIA QUE ESTÁ NO SITE DA CÂMARA DATADA DE: 02.02.2011. ONDE O PRÓPRIO MARCO MAIA, FALA SOBRE A PAUTA DA PEC: 300/446: 02/02/2011 12:23 “Marco Maia anuncia comissão para discutir piso de policiais O presidente da Câmara, Marco Maia, anunciou a instalação imediata de uma comissão para discutir a PEC 300/08 (piso salarial dos policiais dos estados). “Após o encerramento dos trabalhos da comissão, a proposta será colocada em votação”, afirmou.” Cadê a celeridade desta comissão? Não tem mais o que se discutir da PEC 300/446. É votá-la em segundo turno.”

    PERGUNTO: CADÊ A PALAVRA DO MARCO MAIA?

  64. mana

    -

    28/04/2011 às 12:10

    LEIAM ESTA MATÉRIA QUE ESTÁ NO SITE DA CÂMARA DATADA DE: 02.02.2011. ONDE O PRÓPRIO MARCO MAIA, FALA SOBRE A PAUTA DA PEC: 300/446:
    02/02/2011 12:23
    “Marco Maia anuncia comissão para discutir piso de policiais
    O presidente da Câmara, Marco Maia, anunciou a instalação imediata de uma comissão para discutir a PEC 300/08 (piso salarial dos policiais dos estados). “Após o encerramento dos trabalhos da comissão, a proposta será colocada em votação”, afirmou.”
    Cadê a celeridade desta comissão?
    Não tem mais o que se discutir da PEC 300/446. É votá-la em segundo turno.
    O MARCO MAIA ESTÁ EMPURRANDO COM A BARRIGA A PAUTA DA PEC 300/446. NÃO FAÇAM O JOGO DELE, ORIENTADO PELA CÚPULA DO PT E DO EXECUTIVO.

    NÃO HÁ MAIS O QUE SE DISCUTIR QUANTO A PEC 3000/446. É PAUTAR E VOTÁ-LA EM SEGUNDO TURNO. O QUE OS R. MARCO MAIA ESTÁ FAZENDO É MESMA ESTRATÉGIA FEITA PELO MICHEL TEMER, ORIENTADO PELA CÚPULA DO PT E EXECUTIVO, E ARTICULADA PELO CÂNDIDO VACAREZZA.
    SERÁ QUE VOCÊS NÃO ESTÃO VENDO?
    ESTÃO PROCRASTINANDO PARA ADIAR A SUA REGULAMENTAÇÃO.

    PREZADO SENHORES DESTA COMISSÃO!
    ESTÃO CRIANDO MUITOS SUBTERFUGIOS PARA A NÃO PAUTA DA PEC 300/446. É MUITA COMISSÃO, AUDIÊNCIA PÚBLICA. O ESTUDO SOBRE A PEC 300/446. JÁ FOI REALIZADO PELO DEPUTADO DO PT PAULO PIMENTA, E UM DOS ASPECTOS DETECTADO EM SEU RELATÓRIO FOI O BAIXO SALÁRIO DOS POLICIAIS – GRANDE DESCOBERTA –
    NÃO REIVENTE A RODA SENHOR MARCO MAIA. NÃO ENROLE OS POLICIAIS E A SOCIEDADE QUE VIVE NESTE CAOS CHAMADO INSEGURANÇA.

    Foi o que escrevi em meu último post sobre o assunto. O deputado Marco Maia faz tudo para empurrar a questão com a barriga. No comecinho de fevereiro ele anunciou a criação “imediata” da comissão, que só veio realmente à tona há pouco mais de uma semana.
    Como a comissão vai examinar um bolo de temas complexos de uma vez só — salário de delegados, criação da polícia penitenciária, mudanças no perfil das guardas municipais, além da originalmente denominada PEC-300 –, a tendência é a coisa se espichar por tempo indeterminado.
    Abraço

  65. ana silva

    -

    27/04/2011 às 10:48

    A Marcha Pacífica do POLICIAIS BRASILEIROS está se dirigindo à BRASÍLIA NO DIA 31.05.2011
    A PEC 300/446 – ATUAL EMENDA CONSTITUCIONAL 002/2010 – ESTÁ
    RENASCENDO, ELA ESTÁ VIVA – ACREDITEM.
    É HORA DE UNIÃO ENTRE OS POLICIAIS CIVIS E MILITARES E FOCAR O DIA 31.05.2011.
    REPASSEM COM URGÊNCIA
    VAMOS NOS MOBILIZAR COM OS SINDICATOS DOS POLICIAIS CIVIS EM CONJUNTO COM OS MILITARES PARA O DIA 31.05.2011 ESTÁ EM BRASÍLIA.
    LEIA ABAIXO:
    Frente Parlamentar da PEC 300 será lançada em 31 de maio. Data de mobilização pode ser alterada.
    A Frente Parlamentar em Defesa da PEC 300/08 será lançada em 31 de maio. No mesmo dia, será realizada audiência na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado para discutir a proposta, que estabelece piso salarial nacional para policiais e bombeiros dos estados.
    A audiência foi sugerida pela deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AC); pelo autor da PEC 300, deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP); e pelo deputado Delegado Protógenes (PCdoB-SP). Os parlamentares também propõem que 31 de maio se torne o Dia da Valorização dos Profissionais da Segurança Pública.
    Arnaldo Faria de Sá disse que a aprovação da proposta é justa porque os policiais se expõem diariamente a risco de morte para defender a população de bandidos, colocando em risco inclusive a vida de seus familiares.
    Por sua vez, o Delegado Protógenes afirmou que a criação da frente parlamentar é importante para priorizar a segurança pública, ao lado da saúde e da educação. “Essa discussão prioritária se passa na uniformização de um piso mínimo nacional de salário para os policiais militares, trazendo a realidade também de mais verbas orçamentárias para o segmento da segurança pública.”

    Votação em plenário
    A PEC 300/08 tramita em conjunto com a PEC 446/09, cujo texto principal foi aprovado em primeiro turno em março de 2010. Esse texto estabelece que o piso nacional será definido em lei federal posterior. Além disso, prevê um piso provisório (entre R$ 3,5 mil e R$ 7 mil) até que a lei entre em vigor. O Plenário ainda precisa votar quatro destaques que modificam a proposta aprovada.
    Ainda no ano passado, o governo anunciou que era contra o piso provisório e que iria propor um novo texto para a PEC.

    Debate amplo

    Durante a audiência de 31 de maio, também haverá debate sobre outras três PECs: 534/02, que amplia as competências das guardas municipais; 308/04, que cria as polícias penitenciárias federal e estaduais; e 549/06, que determina que o salário inicial de delegado de polícia não seja inferior ao de integrante do Ministério Público com atribuição de participar das diligências na fase de investigação criminal.

    Entre os convidados para a audiência estão o ex-deputado federal Capitão Assumção, líder do movimento pela aprovação PEC 300/08; o ex-deputado federal Major Fábio, que foi relator na comissão especial que analisou a PEC; e o ex-deputado federal Paes de Lira, que foi 1º vice-presidente dessa comissão.
    Mobilização pode ter dada alterada. Ajude a decidir

    Enfim uma boa notícia em meio ao marasmo que se tornou a Câmara Federal nas mãos do Deputado Marco Maia. Esperamos que essa Audiência Pública surta efeito e coloque em foco o debate da PEC 300 naquela casa de leis.

    Venho recebendo vários e-mails sugerindo que a mobilização marcada para os dias 10 e 11 de maio concentre esforços no dia 31 e 01, aproveitando a data da Audiência Pública e ao lançamento da Frente Parlamentar da PEC 300.

    Sinceramente acho uma boa idéia. A nova data também será melhor para convencer as associações a participarem já que haverá audiência pública. Além do destaque na imprensa nacional que este evento pode trazer.

    Divido com vocês a responsabilidade de remarcar a data. Ao Lado temos uma enquete que terá duração de 7 dias e regulará nossa decisão. Vamos votar, pessoal!

    FONTE: http://www.pec300.com/2011/04/frente-parlamentar-da-pec-300-sera.html
    Postado por Fernando Almança

  66. FREITAS

    -

    24/04/2011 às 12:42

    TODO MILITAR SABE QUE O QUARTEL E SUA SEGUNDA CASA,ASSIM SENDO,JA QUE EM NOSSAS RESIDENCIAS(CASAS ALUGADAS) NAO TEMOS NEM CONDIÇOES DE PAGAR ALUGUEL,COMER DIGNAMENTE,DAR SEGURANÇA NOSSAS FAMILIAS QUANDO ESTAMOS DE SERVIÇO,VAMOS LEVAR NASSA FAMILIA PARA SEGUNDA CASA,OU SEJA,VAMOS AQUARTELAR NOSSAS ESPOSAS E FILHOS,PODE SER QUE ASSIM SEJAMOS VISTOS PELA IMPRENSA.

  67. Denis Borborema Cruz

    -

    19/04/2011 às 16:52

    Qualquer assunto de segurança pública logicamente deve começar por falar das policiais brasileiras, neste exato momento várias corporações policiais estão em greve ou na iminência de deflagrar, ou seja, a maiorias dos poolicais do Brasil estão desmotivados e orpimidos pelos governos estaduais que não querem sentar para dialogar a questão das condições de trabalho dos principais agentes da área.

  68. mana

    -

    12/04/2011 às 10:29

    LEIAM ESTA MATÉRIA ESTAMPADA NO UOL E EM OUTROS JORNAIS:

    È MUITA CARA-DE-PAU E DEMAGOGIA.

    “A Polícia Militar do Rio de Janeiro informou que o sargento Márcio Alexandre Alves, 33, que baleou Wellington Menezes de Oliveira e evitou que o atirador matasse mais crianças na escola Tasso da Silveira, em Realengo, será promovido nesta terça-feira (12) a segundo-sargento por “ato de bravura”. Após ser atingido, o criminoso se suicidou com um tiro na cabeça.
    A solenidade acontecerá pela manhã no salão nobre do Quartel-General da PM, e vai contar com a presença do vice-presidente da República, Michel Temer. O governador do Estado, Sérgio Cabral, e o secretário estadual de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, também já confirmaram presença no evento”.

    É nobre que o Sargento Alves seja promovido e reconhecido pela sua bravura e coragem. Agora, quantos policiais brasileiros estão neste momento nos morros levando tiros, arriscando as suas vidas; e quantos já morreram e ninguém sabe quando e quem foram eles.
    Como foi um evento de repercussão, e que toda a mídia e população souberam do fato, esses políticos oportunistas querem dar uma de “bonzinhos e preocupados com segurança”.
    A SOCIEDADE TEM QUE SABER QUE FOI ESTE ATUAL VICE-PRESIDENTE MICHEL TEMER, no governo passado, quando presidente da Câmara dos Deputados e o governador Sérgio Cabral, outro oportunista; vetaram a pauta da PEC 300/446, esta PEC que irá valorizar a classe dos policiais brasileiros. Atualmente, o Marco Maia (Presidente da Câmara), a presidente Dilma e demais governadores são contra a PEC e insistem em não pautá-la.
    Que controvérsia: O Temer vai a um evento condecorar um policial que ganha uma miséria, onde ele mesmo e alguns deputados em conjunto com governadores e o poder executivo massacram e humilham estes trabalhadores (inclusive o Sargento Alves) que arriscam as suas vidas com um salário miserável, insuficiente para pagar os seus compromissos.
    DEIXEM DE DEMAGOGIA E PAUTEM A PEC 300/446.
    A SOCIEDADE PEDE E OS POLICIAIS DO BRASIL TAMBÉM.
    ENTREM NO SITE DA CÂMARA E VEJAM QUAL É A PEC MAIS ACESSADA.
    DOU A RESPOSTA ANTECIPADA: É A PEC 300/446, ATUAL EMENDA CONSTITUCIONAL N° 002/10.

  69. Sd Batista

    -

    11/04/2011 às 13:13

    Meu caro Ricardo Setti, é com muita alegria que vem dizer, que o trabalho que esta desenvolvendo em prol da seguranaça púplica é de uma enorme importancia.Que Deus abençoe toda a sua vida, e todo os trabalhos que vem fazendo.

    Obrigado, Batista, mas não faço mais do que minha obrigação.
    Abração

  70. Denis Borborema Cruz

    -

    10/04/2011 às 23:02

    Isso é Brasil, só fecha a porta depois de roubado!!!! è sempre assim policial herói aparece todo dia, mas não tocam no assunto que -os afligem, salários dos profissionais de segurança pública…

  71. Deivid Alves

    -

    07/04/2011 às 18:42

    Carissímo Jornalista Ricardo Setti,
    Venho aqui te prestigiar pelo belissímo trabalho que desempenha, e não pense que falo isso pelo apoio que esta dando aos policiais do Brasil, mas sim pela sua carreira, desde do “Estadão do jornal da tarde” até hoje.

    Já como o senhor comentou, vamos falar de melhorias. Com este markinting de prestar um serviço de excelência, somos (forças polícias) criticados por vários profissionais, principalmente, por “estudiosos em segurança pública”, que nunca incurcionaram um aglomerado urbano e muito menos trocou tiro com marginais da mais alta periculosidade, falando que não somos profissionais, comparando com as policias de 1º mundo, engraçado que cobram policiais de 1º mundo, para um país que sequer valoriza seus profissionais. Como seremos profissionais de 1º mundo sem uma qualificação de 1º mundo, sem logística de 1º mundo.

    Será que eles esperam que nos qualifiquemos por conta própria, ou seja, tirar o que mal dá para sustentar nossas famílias para melhor prestarmos um serviço de exclência a uma sociedade ingrata.

    Temos que rever esta inversão de valores que esta acontecendo. Exigimos valorização. Exigimos respeito. Como prestaremos um serviço adequado se a cada serviço corremos o sério risco de parar debaixo de sete palmos e deixar nossas famílias desamparada ou, então, parar no tribunal, pois, só se criar leis severas para punir ações policiais. E os marginais irão ficar a solta.

  72. Sd MG

    -

    06/04/2011 às 18:39

    O nosso salário, que já é baixo, está continuadamente desvalorizando, pois aumenta-se o salário mínimo (outra mixaria), aumenta-se o preço dos alimentos (inflação), dos imóveis (moramos de aluguel em local perigoso) e o salário do militar mineiro continua estagnado.

  73. Sandor Szabo

    -

    06/04/2011 às 1:09

    É incrível o descaso com que se tratam as pessoas que deveriam zelar por nossa segurança. Ganhar mal é só um dos problemas dos policiais, como bem assinala o colunista.

  74. Henrique Froes

    -

    06/04/2011 às 1:08

    Aprovar a PEC é um passo importantíssimo. Dinheiro sempre se arranja. A segurança pública é o problema número 1 de grande parte dos brasileiros.

  75. Frank mauro de sousa

    -

    05/04/2011 às 17:44

    No Rj,é vergonhoso,o salário dos militares,depois eles se corrompem passam a ser taxados,mas e a família desses militares como fica ???morrem de fome ?viram mendigos ?? ACORDA CABRAL……

  76. Ricardo

    -

    04/04/2011 às 21:51

    Gostaria que algum dia fosse feita uma matéria sobre os salaris dos policias do Rio de janeiro, pois para onde vai a segunda maior arrecadação do Brasil.
    Como estados com menor expressão sócio-politica e economica já deram dignidade aos PM e BM.
    Querem os deputados estaduais traferir responsabilidades.

  77. Daniel

    -

    04/04/2011 às 15:46

    PEC 300, JUSTIÇA E DIGNIDADE AOS POLICIAIS…

  78. Leandro

    -

    04/04/2011 às 15:45

    Ricardo Setti toda família policial militar agradece seu apoio a PEC 300. Obrigado!!

  79. ariovaldo antunes de oliveira

    -

    03/04/2011 às 20:06

    Creio que foi DEUS,que colocou este Sr. ( RICARDE SETTI ), para acompanhar a PEC 300, em nome da família POLICIAL MILITAR, agraço o Sr.

  80. SD Ryan

    -

    30/03/2011 às 15:58

    Senhor Ricardo Setti,
    Para haver um grande polemica, gostaria de propor que o tema pec 300 fosse capa da revista veja, enfatizando os nossos salarios defazados, a falta de estrutura nos BPM, para que tenhamos exito nesse projeto
    abraço

  81. SD ES

    -

    30/03/2011 às 9:48

    Senhor Ricardo Setti, depois de tantos relatos, acredito eu que se fizer uma matéria na revista veja “capa” sobre a segurança pública neste pais / PC300, vai faltar exemplares nas bancas de jornais.

  82. vilmar jose macheli

    -

    29/03/2011 às 15:33

    SOU PM A TRINTA E UM ANOS E MEIO E AINDA ESTOU NA ATIVA, SOBRE A PEC 300, O GOVERNO FEDERAL VAI FAZER TUDO PARA O CONGRESSO FEDERAL NÃO APROVAR, MAS SE NÃO APROVAR OS PMS VÃO DAR A RESPOSTA NA OLIMPIADAS 2012 E NA COPA DO MUNDO 2014, PENSEM NISSO, COM A VIOLENCIA NO BRASIL CRESCENDO ASSUSTADORAMENTE QUE ESTARÁ SEGURO NESTES DOIS EVENTOS, VOCES VERÃO, AS PMS DO BRASIL SÃO IGUAL A UM ELEFANTE SEGUROS POR UM FIO

  83. WAGNER

    -

    29/03/2011 às 12:43

    NOBRE REPÓTER RICARDO SETTI,SOU O COORDENADOR DE COMUNICAÇÃO DA PEC 300 DO ESTADO DE SÃO PAULO JÁ TENHO VÁRIAS VIAGENS AÁ BRASÍLIA, E CAMINHADAS NO CEARÁ E BAHIA, O QUE ESTÁ FALTANDO PARA SER VOTADA A PEC 300 É CORAGEM DOS DEPUTADOS ELEITOS PELO POVO EM SEUS ESTADOS COBRAREM DO PRESIDENTE DA CASA MARCO MAIA A 2ª VOTAÇÃO DA PEC 300, SEI QUE ESTAMOS PERTO DA VITÓRIA E SEI QUE SUA COLABORAÇÃO DIVULGANDO A TODO BRASIL A VERDADE DOS TRABALAHDORES DA SEGURANÇA PÚBLICA É DE SUMA IMPORNTÂNCIA,AGARDEÇO AO SEU APOIO A NOSSA CAUSA E LUTA PELO RESGATE DA ÉTICA,COMPROMISSO, DEDICAÇÃO,DIGNIDADE EM SER POLICIAL NO BRASIL É INADMISSÍVEL COPA DO MUNDO E OLIMPÍADAS SEM SEGURANÇA CONTE COM NOSSO APOIO SEMPRE SGT WAGNER DE SÃO PAULO

  84. junio tavares

    -

    26/03/2011 às 20:50

    o interressante é que pra eles o aumento não interfere em nada mais para os policiais ta essa maior confusão será que é injusto querer dar um minimo de dignidade para suas familias já que cuidam diretamente da familias dos outros e a deles quem cuida? quando morrerem pois duas coisas eles tem certeza uma é que vão para o serviço e a outra é que não sabem se voltam e ai porque não aprovar logo essa pec não venha dizer que é por falta de dinheiro não que essa não cola mais ou sera que não devemos pagar bem, para que cuida de nossa segurança

  85. Junior-PM-Soldado

    -

    26/03/2011 às 0:33

    É muito fácil fazer comentários a favor ou contra, geralmente fazemos esses comentários principalmente quem não é policial. Estão em suas casas no seu conforto no seu computador ou notebook. O difícil amigo é você sair de casa para Trabalhar deixar sua família onde você ganha salário de 1.700,00 Bruto, horário: 19:00hs até as 7:00h como motorista de uma viatura – Rádio Patrulha, responsável por uma área da cidade, passar por diversas vezes durante a madrugada por ruas, vielas, favelas, becos etc. patrulhando, tentando encontrar infratores reais e irreais ao atender ocorrências policiais, algumas até são trotes, outras bem reais, inclusive com trocas de tiros para ficar mais emocionante, e ao sair dessas ocorrências Graças a Deus até agora vivo, paro um pouco e reflito:
    Porque estou me sujeitando a isso? Será que realmente gosto, será incompetência, ou estou defendendo uma sociedade justa, incluindo nossos governantes…
    Posso te responder: naquele momento da ocorrência te falo de coração eu gosto do que faço, e isso causa um prazer enorme como profissional, mas é só isso o lado emocional.
    Em seguida vem o lado racional, eu não deveria agir assim, eu não deveria está aqui, preciso estudar um pouco mais e sair da PM, daí te faço a pergunta: será essa a saída dos policiais mal remunerados? E quem fazia a segurança pública?
    Ainda escuto algumas classes trabalhistas que não tenho nada contra a nenhuma, falando: “Eu estudei 4, 5 ou 6 anos em uma faculdade e esses “poliças”querendo ganhar mais do que eu, como pode um negócio desse? Quem fala do que não conhece é passivo de erro.
    Devemos sim ganhar bem e muito bem. Minha insatisfação é tão grande que parei.

  86. EDISON ANDRADE

    -

    25/03/2011 às 23:41

    Perguntam-se ao nossos gOVERNANTES:

    “Quanto vale uma vida?”
    “O preço de um cartucho?”
    “As suas suas Vidas têm Valor?, quanto valem?”
    “e as nossas Vidas têm o mesmo valor que as suas?”
    “Nós Juramos cuidar da vida de cidadãos com o risco da nossa própria vida!”
    É isso que fazemos todos os dias, será que os senhores governantes teriam a mesma Coragem?, ou é mais fácil ficar em seus gabinetes com sua segurança garantida por nós mesmos, pois cabe a nós também proteger Vossas Senhorias…
    Peço que Esta Mensagem seja envidada a cada Deputado e a cada Governador Deste País.

  87. ANTONIO

    -

    25/03/2011 às 20:04

    BOA NOITE,SOU BOMBEIRO NA BAHIA,AQUI NÃO É DIFERENTE DE NENHUM OUTRO ESTADO,GOSTARIA DE AGRADESCER A SUA SENSIBILIDADE PELA NOSSA SINTUAÇÃO,ONDE NÃO TEMOS DIREITO A GREVE COMO OUTRAS CATEGORIAS,E CONTAMOS APENAS COM A BOA VONTADE DE ALGUNS SETORES DE COMUNICAÇÃO COMO VOCÊ,MUITO OBRIGADO QUE DEUS TE PROTEJA.

  88. Glaucia

    -

    25/03/2011 às 11:13

    Gostaria de elogiar o documentário do colunista Ricardo Setti, pois retrata a dura realidade da segurança nacional.

  89. AGRIPA

    -

    25/03/2011 às 11:10

    Quero agradecer pelo novo comentário de Ricardo Setti, por que mostra a realidade da segurança Pública no Brasil.

  90. henrique

    -

    23/03/2011 às 18:50

    esse salário da pm do rio é uma piada, 1200,00 reais , para arriscar suas vidas … pec 300 já.

  91. kell PM

    -

    23/03/2011 às 18:48

    OBRIGADO PELO ESPAÇO,,, COM ESTES 220 COMENTÁRIOS E MAIS OS 1413 DO OUTRO POST, ACHO QUE O NOBRE COLUNISTA NUNCA TEVE UMA IDÉIA TÃO DA REAL DA SITUAÇÃO EM QUE VIVE UM POLICIAL, ACHO QUE QUANDO ELE AVISTA UMA VIATURA DE SEU VEÍCULO, COMEÇA A LEMBRAR DE CADA UM DOS COMENTÁRIOS, DE CADA UM DOS RELATOS, DE CADA ABSURDO QUE ACONTECE DAS PRESSÕES QUE SOFREMOS, CARO RICARDO ESPERO QUE DEPOIS DE TANTOS DESABAFOS O SENHOR TENHA UMA NOVA OPINIÃO SOBRE O SERVIÇO PRESTADO POR POLICIAIS QUE JÁ ESTÃO CANSADOS DE SOFRER,,,,, GOSTARIA DE SABER QUAL A VISÃO QUE O SENHOR TINHA E HOJE TEM DOS POLICIAIS PRINCIPALMENTE DOS QUE TRABALHÃO EM PROL DE SUA SEGURANÇA?

  92. kell PM

    -

    23/03/2011 às 18:39

    TENHO ACOMPANHADO OS COMENTÁRIOS E VEJO QUE OS ESTADOS DO OIAPOQUE AO CHUI, ESTÃO DESCONTENTES COM O SALARIO,,,, NOS MILITARES QUEREMOS PRESTAR UM SERVIÇO DE QUALIDADE PARA A POPULAÇÃO MAS PARA SAIR EM DEFESA DOS OUTROS PRECISAMOS TER A CERTEZA QUE NOSSA FAMÍLIA ESTA PROTEGIDA E TER UM SALARIO PARA OFERECER O BÁSICO, SENDO QUE HOJE O MILITAR NÃO PODE FICAR COM SUA FAMÍLIA, POIS QUANDO ENCERRA SEU TRABALHO, TEM QUE SAIR DIRETO PARA O BICO, PORQUE SE NÃO FOR ASSIM A FAMÍLIA NÃO TEM O MÍNIMO NECESSÁRIO PARA SOBREVIVÊNCIA,,,, SOBREVIVÊNCIA SIM,,, POIS QUEM CONSEGUE CHEGAR NA METADE DO MÊS E AINDA TER O DINHEIRO NO BOLSO? QUE SITUAÇÃO VERGONHOSA É ESTA/// SERÁ QUE ALGUEM CONSEGUE TRABALHAR PENSANDO EM DÍVIDAS?

  93. SD PM ERMANIO

    -

    23/03/2011 às 17:24

    Incrivel como ja se arrasta a quase 3 anos nossa PEC 300. Somente a midia pode nos ajudar.

    abraços a todos os militares, lutaremos por um salario mais digno

  94. URUTU

    -

    23/03/2011 às 15:33

    olha o resultado ai!!! o sd do paraná tirando a roupa e dizendo “essa merda de salario” isto é o fim…….vamos a luta seus politicos!!!!!!!! pec 300 já…

  95. Toscano

    -

    23/03/2011 às 12:28

    Porque so voce nos ajuda ? As televisoes que usam nosso diadia para fazer manchetes so sabe cobrar, nao olha o outro lado. (QUANTO O GOVERNO GASTOU COM COMERCIAIS ?) nos nao temos nada som esperança em pessoas como voce. OBRIGADO e o que tenho para lhe oferecer. N podemos fazer greve e o governo pode tudo.DA O QUE QUER E QUNDO QUER, ISTO E O BRASIL.

  96. Bebcio A. P. Neto

    -

    23/03/2011 às 0:40

    Ricardo, vc é o único jornalista q teve a coragem em publicar matéria sobre a PEC 300. É uma vergonha a MÍDIA DO BRASIL omitir tal assunto. OBRIGADO.

  97. Sargento Corrêa - PMESP

    -

    22/03/2011 às 20:48

    Prezado Ricardo,

    Sou PM Reformado/Veterano de SP. Trabalhei 26 anos no ‘front’. Muito obrigado por suas matérias em prol da PEC 300 e da Família Policial e Bombeiros do Brasil! É difícil o nosso dia-a-dia, mas amamos o que fazemos com orgulho e satisfação. Pode acreditar!
    Precisamos com URGÊNCIA dessa equiparação salarial para ‘ontem’!!! Greve não é o melhor caminho para ninguém – a população brasileira seria muito prejudicada – mas esta INJUSTIÇA salarial que nos assola, já passou dos limites há muito tempo! PEC 300 já!!! Nós merecemos!!! Nós precisamos!!! Será melhor para todos; polícia e bombeiros com dignidade, população mais segura!
    Ninguém nasceu fardado ou com um distintivo… somos oriundos da mesma sociedade; temos pai, mãe, conjuge, filhos, parentes, amigos, enfim, nos interessa e muito uma sociedade mais justa e mais segura confiando e gostando de sua polícia!

    Muito obrigado, Deus te abençõe Ricardo!

    Forte abraço,

    Cláudio Fernandes Corrêa

  98. Fernando

    -

    22/03/2011 às 17:28

    PMDF tem aumento salarial e é a primeira a implantar carreira única no Brasil

    O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o artigo 62 da Constituição da República Federativa do Brasil, adota a seguinte medida.

    Art. 1º Fica instituída a carreira única da Polícia Militar do Distrito Federal a qual incia-se como soldado de 2ª classe e encerra-se como Coronel de Polícia.
    Art. 2º – A polícia Militar do Distrito federal criará normas e mecanismos para a ascensão profissional.
    Art. 3º – Unificam-se todos os quadros da Polícia Militar ao Quadro de Policiais Militares Combatentes, exceto o Quadro dos médicos que permanecesse conforme se encontra na lei.
    Art. 4º – Deixa de existir o número de vagas para promoção, havendo progressão funcional conforme tabela em anexo.
    Art. 5º – Todos os benefícios contidos nesta lei estendem-se aos policiais militares inativos, da reserva remunerada e as pensionistas.
    Art. 6º – Deixa de existir o interstício e passa a ter progressão funcional conforme tabela do anexo I.
    Art. 7º – Estabelece o Mês Março como sendo a data base do reajuste dos Policiais Militares do Distrito Federal.
    Art. 8º – Institui o reajuste anual para os Policiais Militares no mesmo percentual concedido ao Fundo Constitucional.
    Art. 9º – A promoção para 2º Ten. será exclusiva dos subtenentes ou, quando não houver subtenente habilitado, deverá ser primeiro Sargento obedecendo ao critério da antiguidade.
    Art. 10º – Cria-se a gratificação para os policiais militares que estejam exercendo função de monitor, instrutor e ou comandante de pelotões dos cursos de formação e profissionalização.
    Art. 11º – Cria-se a gratificação de escolaridade para curso acima de 120horas/aulas no mesmo valor pago referente a um serviço voluntário.
    Art. 12º – Para efeitos do disposto no Inciso I do Art. 86, ficam estabelecidas as equivalências de cursos conforme aplicado nesta lei no Art. 105 aos Bombeiros Militares do Distrito Federal.
    I – a Curso de Formação de Praças, o Curso de Formação de Soldado;
    II – a Curso de Aperfeiçoamento de Praças, o Curso de Formação de Sargentos;
    III – a Curso de Altos Estudos de Praça, o Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos;
    IV – a Curso de Formação, os cursos superiores exigidos para o ingresso dos militares dos Quadros de Oficiais Militares QOPMA e ESPECIALISTAS.
    Art. 13º – O Policial Militar, quando completar trinta anos de efetivo serviço à Corporação, será promovido automaticamente ao posto ou graduação seguinte na escala hierárquica.
    Art. 14º – Cria-se a gratificação de escolaridade para os cursos de pós-graduação, mestrado, doutorado, bacharelado no valor pago referente a dois serviços voluntários por cada certificado apresentado.
    Art. 15º – Para a progressão funcional ao posto de coronel será exigido os cursos de bacharel em direito, Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais, Curso de Altos Estudos de Oficiais, curso superior de oficial, que serão ministrados a partir do posto de capitão pela PMDF e CBMDF.
    Art. 16 – autoriza a venda das licenças especiais e férias não gozadas totall ou parcial para aquisição da casa própria, aquisição de veículos, custear despesas médicas para tratamento de saúde própria ou dependentes, pagamento de dívida com entidade e ou órgãos do governo, aquisição de imóveis. Agora veja a tabela dos vencimentos equiparados aos da polícia civil. Vejam se ficou ruim.

    TABELA DOS QUADROS DE POSTOS E GRADUAÇÕES DA PMDF E SEUS RESPECTIVOS
    VENCIMENTOS APÓS A PUBLICAÇÃO DA REESTRUTURAÇÃO em 22 de fevereiro de 2011 10:55.

    Coronel PM
    NÍVEL ÚNICO R$ 23.275,00
    Tenente-Coronel PM

    * 03 ANOS /NÍVEL 03 R$ 21.413,00
    * 02 ANOS/ NÍVEL 02 R$ 20.947,50
    * 01 ANO / NÍVEL 01 R$ 20.482,00

    Major PM

    * 03 ANOS/NÍVEL 03 R$ 20.016,50
    * 02 ANOS/NÍVEL 02 R$ 19.561,00
    * 01 ANO / NÍVEL 01 R$ 18.852,75

    Capitães PM

    * 03 ANOS/NÍVEL 03 R$ 18.387,25
    * 02 ANOS/NÍVEL 02 R$ 17.921,75
    * 01 ANO/NÍVEL 01 R$ 17.456,25

    Primeiro-Tenente PM

    * 03 ANO/NÍVEL 01 R$ 17.400,00
    * 02 ANOS/NÍVEL 02 R$ 17.300,00
    * 01 ANO/NÍVEL 03 R$ 17.223,50

    Segundo-Tenente PM

    * 03 ANOS/NÍVEL 03 R$ 17.117,00
    * 02 ANOS/NÍVEL 02 R$ 16.687,00
    * 01 ANO/NÍVEL 01 R$ 16.257,00

    SubtenentePM

    * 03 ANOS/NÍVEL 03 R$ 15.827,00
    * 02 ANOS/NÍVEL 02 R$ 15.361,50
    * 01 ANO/NÍVEL 01 R$14.430.50

    1º Sargentos PM

    * 03 ANOS/NÍVEL 03 R$ 13.965,00
    * 02 ANOS/NÍVEL 02 R$ 13.499,50
    * 01 ANO/NÍVEL 01 R$ 13.034,00

    2º Sargentos PM

    * 03 ANOS/NÍVEL 03 R$ 12.568,50
    * 02 ANOS/NÍVEL 02 R$ 11.870,25
    * 01 ANO/NÍVEL 01 R$ 11.404,75

    3º Sargentos PM

    * 03 ANOS/NÍVEL 03 R$ 10.939,25
    * 02 ANOS/NÍVEL 02 R$ 10.473,75
    * 01 ANO/NÍVEL 01 R$ 10.008,25

    Cabos PM

    * 03 ANOS/NÍVEL 03 R$ 9.692,70
    * 02 ANOS/NÍVEL 02 R$ 9.310,00
    * 01 ANO/NÍVEL 01 R$ 9.298,00

    Soldado PM

    * 03 ANOS/NÍVEL 03 R$ 8.238,20
    * 02 ANOS/NÍVEL 02 R$ 7.000,00
    * 1 ANO/NÍVEL 01 R$ 5.952,20

    Soldado de 2ª classe Receberá o valor de 60% dos vencimentos do Soldado NÍVEL 03 COM TRÊS ANOS DE SERVIÇO. R$ 4.942,28.
    Esta medida entra em vigor na data de sua publicação e revogam-se todas as disposições em contrário.
    22 de fevereiro de 2011

    fonte: http://anjosguardioes.com/noticias/pmdf-tem-aumento-salarial-e-e-a-


    “Abraham Lincoln tornou todos os homens livres, mas Samuel Colt os tornou iguais

    Presidencia da Republica poderá criar A Carreira Única na PMDF, e dar aumento aos Policiais, Pelo projeto de Medida Provisória o PM entra Soldado e vai pra reserva como Coronel, Um Coronel passaria a ganhar R$ 23.000,00 e um Soldado R$ 8.000,00 Veja o projeto de medida provisória.
    OBSERVAÇÃO: Isso é um Projeto, não virou lei ainda, caso venha a ser aprovado aí sim passará a ser lei, no momento é só um projeto.

    FONTE: http://www.pec300.com/2011/03/pmdf-tem-aumento-salarial-e-e-primeira.html

  99. SD BM PA

    -

    22/03/2011 às 16:17

    pec300 na ordem do dia ja!! é o desejo de todos da segurança pública.agradeço ao jornalista por dar visão a muitas pessoas sobre esse assunto.

  100. joana

    -

    22/03/2011 às 14:28

    Materia excelente , pois a causa das policias do Brasil é nobre, requer uma atenção especial por parte do GOVERNO , imaginem a quantidade de pessoas que morrem por ano vitima de violência, aqui na Pb só neste final de semana foram quase 20 pessoas mortas (HOMICIDIO), quantos terão de morrer para se tomar uma providência, vale salientar que o maior estimulo do policial e no bolso, porque se nao fosse assim não existiria a corrupção policial, que tanto envergonha a todos.

  101. fernando

    -

    22/03/2011 às 14:05

    Ricardo, agradecemos seu interesse em se manifestar por nós. Vida de policial não é fácil. Temos que conviver com bandidos diariamente. Precisamos de moradias dignas. Precisamos também de segurança. Merecemos salário digno e justo.

  102. SD DESANIMADO DE ALAGOAS

    -

    22/03/2011 às 13:35

    Obrigado Ricardo! PEC 300 JÁ!

  103. aloprado

    -

    22/03/2011 às 11:47

    PEC 300 JÁ EU ACREDITO

  104. PC SÃO PAULO

    -

    22/03/2011 às 10:05

    Meu caro Setti,
    São tantos governos e (des)governos contra as POLICIAS que quando surge alguma voz a favor, novamente nos enchemos de esperança. A Imprensa de uma maneira geral é contra a POLICIA, bem como 90 % da população. Voce acha que temos alguma chance???
    Gostaria que voce comentasse sobre um artigo intitulado “O Apagão na Segurança Publica” e remetesse este tema para o estado de São Paulo, onde temos a maior arrecadação da UNIÃO e o Pior Salario do Brasil.
    Grato e Abraços

    Caro amigo, não acho que 90% da população sejam, de modo algum, contra a polícia. As pessoas comuns temem os maus policiais, os que abusam de suas prerrogativas, são violentos em situações em que não ses justifica o emprego da força, abusam do poder ou são corruptos. Quanto a comentar o artigo, fique tranquilo que com frequência tratarei do tema segurança pública no blog em meus próprios termos.
    Um abraço e obrigado.

  105. Daniel

    -

    22/03/2011 às 9:47

    isso demonstra o descaso que o governo tem com a nossa sociedade, pois a segurança é essencial… assim como a saúde, educação e até eles (os politicos) mas o q fazer se para eles o país está pronto para receber o mundo? (na copa e olimpiadas) como é que a população mundial se hospedará em um país com eses índices de violência?

  106. gilson pmac

    -

    21/03/2011 às 22:53

    ainda bem que temos quem se preocupe com o futuro da segurança publica no Brasil. vai ser bonito ver 10 dias antes das olimpiadas, uma greve geral das policias. ai eu vou ver a presidenta balançar o rabo..

    Caro gilson pmac, sou frontalmente contrário a greves de policiais. Há outras formas de defender reivindicações.
    Abraços

  107. samuel

    -

    21/03/2011 às 22:38

    Olá Ricardo, as vezes fico pensando se alguns jornalistas deste país fizesse como o Senhor está fazendo mostrando a verdade na segurança pública brasileira talvez ela estivesse um pouco melhor, a segurança pública tem que haver uma reviravolta de 360 graus, em todos os sentidos, pois só assim a população terá realmente segurança. Obrigado pelo apoio!!!

  108. sandro

    -

    21/03/2011 às 21:11

    Muito obrigado por se lembrar que nós existimos!
    Todos dizem…graças a Deus a policia/bombeiro chegou! Todos se lembram de nós, mas somente quando precisam de nós.
    Infelizes somos…pois não podemos contar com ninguem para nos ajudar!

  109. Cris

    -

    21/03/2011 às 20:01

    O voto é a maneira pela qual poderemos resolver a situação, porém toda as eleições são tantos candidatos PM que os votos são divididos e são eleitos somente os mesmos de sempre que nada fazem por terem se acomodado. Não há um consenso e é por isso que a culpa disso tudo estar acontecendo é nossa mesmo, pela ganância dos vários PM que são candidatos e pela falta de consciência política dos vários PM candidatos. Em Minas quem poderia fazer alguma coisa seria o deputado estadual sargento rodrigues, que não quer ser Deputado Federal para ajudar a resolver a questão. Diante da situação não mem resta outra solução a não ser rezar para que o tempo passe rápido e eu possa pedir minha contagem de tempo para ir embora. Que Deus nos abençõe.

  110. Andre Silva

    -

    21/03/2011 às 18:39

    PEC 300 JÁ.

  111. aloprado

    -

    21/03/2011 às 11:54

    Bom dia , estava pensando um pouco sobre o Pm de SC quando ele tirou a roupa e entregou sua sofisticada arma,imagina o que passou na cabeça deste ser humano quer dizer homen de ferro pq todos acham que policial é feito de aço, pq veja bem recebe um salario pessimo,tem que tomar decisões rapidas sem erro pois o erro não é permitido,não tem horario pra comer,se der vc come senão fica de estomago vazio pois o cidadão em primeiro lugar como se ele tb não fosse cidadão,trabalha em escalas extras mais não recebe extras,trabalha a noite e não recebe adicional noturno etc…. nem vou citar tudo pq com certeza o espaço não caberia, mais voltando ao policial de sc, ele até que deu uma boa ideia,já pensou se todos os politicos resolvessem tirar a roupa e ficar so de cueca imaginem a cena quanto dinheiro estaria na cuecas dos mesmos rsrsrsrr valeu RICARDO fui……….

  112. SD Renato PMAL

    -

    21/03/2011 às 10:49

    Setti, obrigado pela atenção dada aos policiais do Brasil. Aqui em Alagoas estamos passando por uma grande crise. PM desestruturada, 5 anos sem reajuste salarial, efetivo insuficiente, excecivas escalas extras. Se não mudar não sei o que será de nosso estado. Essa semana um Capitão morreu em um assalto. O governo do PSDB está tratando-nos com descaso!

  113. Terence

    -

    21/03/2011 às 10:09

    Resumo de 2010:
    “O Faustão está magro, Silvio Santos quebrado,
    Tiririca alfabetizado, o Edson Celulari divorciado e o financiamento do novo estádio do Corinthians aprovado!
    O poder econômico da Europa foi rebaixado, o PIB de Minas tem aumentado, e o salário dos Militares Mineiros defasados, o Promorar foi censurado, e os Militares reformados por Incapacidade Física? Estes sim foram enganados!O uso da camisinha pelo Papa foi liberado!
    O imposto está elevado, Complexo do Alemão pacificado, o salário dos deputados? Não dá nem para ser comentado! A Dilma promove um político encalhado (Michel temer) e o Lula finge ser cidadão de São Bernardo! O trânsito está complicado e o ENEM desmoralizado!”

    Campanha por Melhores Salários aos Militares de Minas Gerais.
    “Do Jeito que Está, Não dá para Ficar, Reajuste Salarial Já!!!”

  114. Ramirez Pr

    -

    21/03/2011 às 0:32

    um salario igual entre todos os estados nada mais justo, pois um policial corre o mesmo risco em qualquer cidade ou estado,e a sociedade nao pode viver ou aceitar que os politicos nao abracem esta causa.

  115. Sd Bueno

    -

    21/03/2011 às 0:05

    Vejo que o clamor publico está aumentando para apoiar nossa clase da segurança, isso é muito bom só assim seremos atendidos na nossa luta que pra mim já dura 18 anos e pra tantos colegas dura muito mais, vejo com bons olhos quando uma pessoa brilhante da impremssa de nosso pais está do nosso lado dando suporte na midia, espero que mais pessoas assim sigam isso como e exemplo e tbm comecem a publicar materias sobre o assunto (PEC 300), afinal nossa classe precisa de dignidade pra prestar um serviço de qualidade que nossa população Brasileira faz jus, os meios de comunicação não pode fechar os olhos pra isso, segurança publica de qualidade começa com profissionais bem remunerados.

  116. Sérgio

    -

    21/03/2011 às 0:04

    Em primeiro lugar parabéns ao colunista!
    Em segundo lugar tenho vergonha dizer que o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), é do meu estado, pois não põe a pec para votaçao…
    A pec é necessária para elevar a qualidade da segurança no nosso país… Eu ainda acredito! vamos que dá…

  117. Thiago Muller

    -

    20/03/2011 às 15:04

    Vale lembrar que a policia civil tem xtrema importancia na segurança publica.
    Nós da policia civil somos responsaveis por investigações dos crimes que ja ocorreram e estamos esquecidos pelos governos estaduais e podemos sim fazer greve (militares teoricamente não podem, mas podem aquartelar, operação padrão, etc..)
    Se a segurança publica, no ambito estadual, não paralisar totalmente, o governo nunca dará importancia para nós da segurança publica. Quero ver essa nossa rpesidente, que gosta de bandido, pegar em armas e defender a população deste pais.
    PEC 446, eu acredito!

  118. Elizeu de Miranda Santos

    -

    20/03/2011 às 9:58

    Venho através deste comentário agradecer a atenção que o nobre colunista está tendo com a PEC 300. Lembrando que o policial militar por exemplo não pode morar em lugar que qualquer outro cidadão pode, gerando assim um custo de moradia maior, não pode usar transporte coletivo por colocar em risco a sua vida e vida dos demais passageiros caso haja um assalto seguido de confronto. Sendo assim é necessário que o policial possua veículo particular, entre outros exemplos.

  119. anisio

    -

    20/03/2011 às 7:27

    Se a imprensa ficasse mostrando a importancia da segurança pública para classe politica, que não tem interesse em investir na valorização do profissional da área, ou seja, salários dignos para que o policial não realize o famoso “bico”, dessa forma os governantes estariam volorizando o homem da segurança. A mídia tem um papel fundamental na divulgação para a sociedade a real sitaução que passam os profissionais da segurança publica, por esse motivo que parabeniza-lo por essas blilhantes materias em revistra de grande circulação nacional.

  120. Jabs Barros

    -

    20/03/2011 às 1:51

    Caramba! Nenhum jornalista nunca foi tão fundo nesse assunto e em sua importância social. Parabéns!

  121. Isaac Sd PMAL

    -

    20/03/2011 às 0:35

    Mais uma vez parabenizo pelas linhas comentadas e direcionada á seguraça publica, no entanto quanto à greve tenho isto: http://policialdopovo.wordpress.com/2010/11/24/juiz-federal-diz-que-a-greve-so-e-proibida-para-as-forcas-armadas/

  122. vinicius campos

    -

    20/03/2011 às 0:01

    quem olha para segurança com menosprezo é porque acredita que nunca vai precisar.
    mas todos deveriam ter segurança de qualidade, e todos deveriam ter o trabalho reconhecido.

  123. Sd Vaghetti

    -

    19/03/2011 às 23:30

    Caro Setti. Mais uma vez, obrigado pela divulgação desse assunto. Mas gostaria de te deixar uma questão. (Em primeira mão gostaria de deixar claro que não sou favorável a paralisação/greve.) Como dar voz ao nosso clamor diante de tanta corrupção, desculpas esfarrapadas, falta de consideração, e tantas “sacanagens”, por parte dos nossos excelentíssimos políticos? Começo a creditar que o povo não tem voz. O voto não é uma arma poderosa para combater o mal-caratismo dos eleitos. Todos dançam conforme a música. É fato. Forte abraço.

  124. Josiane

    -

    19/03/2011 às 23:13

    Não só a imprensa apoia essa PEC, toda a sociedade quer uma polícia estruturada e bem paga.

  125. Macleiton Soares

    -

    19/03/2011 às 22:41

    Muito explicado pelo jornalista que não devemos fazer uso de artifícios ilegais. Mas o desespero é tanto que somos levados a caminhos indesejáveis. Obrigado pelo apoio e vamos à luta, firmes, legais.

  126. Renato Espíndola

    -

    19/03/2011 às 21:48

    Novamente, uma exelente e preciosa matéria! Com uma remuneração digna, a corporação terá competência p/ cobrar de seus militares a apresentação física e conduta nas ruas, que deixam a desejar por diversos motivos. Saiu mais um reajuste no salário e no regulamento na PMDF. Por que não pode ser realizado aqui no Rio. O pais mais tranquilo traria muitos turistas, e com eles o valor necessário p/ PEC. É simples!

  127. antonio

    -

    19/03/2011 às 20:07

    Sou do Rio e é uma vergonha NACIONAL tremos o pior salário do PAIS PM e BOMBEIROS .A PM conta com mais gratificaçoes que os Bombeiros e a ultima que o senhor GOVERNADOR fez foi aprovar o BICO para PM dos BOMBEIROS ele tem raiva (apesar de contar com a taxa de incêndio par custear as UPAS )pois ganho uma bela de uma vai dos mesmo no macanazinho na abertura do progama dengue que os BMs trabalham mas nem todos trabalham !!!!!só alguns sortudos ???? OS BMs é a instituição mais idónea do RJ. mas ta sendo esquecida pelo GOVERNADOR SERGIO CABRAL… SGT BM SOBREVIVENTE>>>>

  128. Ricardo

    -

    19/03/2011 às 19:32

    É com esta reportagem e o numero de acessos o senhor pode ver que muitos estão interessados menos os nossos governantes, vamos ver onde isso vai acabar, parabens pela reportagem

  129. edival anchieta

    -

    19/03/2011 às 18:41

    eo tipico discurso do morde e assopra não sou a favor de vcs mais tbm não sou contra. se com democracia não nós ouve que outro mecanismos nós, restará? um povo inculto e uma mídia vendida aliada a governos corruptos que não tem projetos de politicas públicas, mãs sim de poder. desta forma tratam a segurança pública,como massa de manobra, a principal responsável pela paz e o sossego dos estados.termino com afrase do ilustre jornalista”homens armados, não devem fazer greve de forma alguma,greves são ilegais e inconstitucional”então o que fazer?? com a palavra a midía do rio de janeiro, e dos estados.

  130. marcio

    -

    19/03/2011 às 18:29

    estamos na luta e precisamos da midia no nosso lado,como você está fazendo,o que me impressiona é o descaso dos noticiários de televisão,parece que a pec 300 nunca existiu,novamente agradecemos sua ajuda.

  131. Sd. Daniel PMRN

    -

    19/03/2011 às 18:15

    Em meio a tanto descaso com a nossa categoria, quando uma pessoa fala em nosso favor, nos dá novas esperanças. obrigado sr. Ricardo.

  132. Bombeiro

    -

    19/03/2011 às 17:32

    Obrigado mais uma vez por ser uma voz a nosso favor.Pois os jornalistas em geral ignoram completamente nossa causa.

  133. SGT PM DOS ANJOS MA

    -

    19/03/2011 às 15:22

    me sentir honrado após vinte e quatro anos de serviço quando vir essa matéria, obrigado Sr. Ricardo Setti, nao pela sua divulgação, mais se pela sua preocupação de mostrar a realidade para a nação brasileira, que agora tem a oportunidade de saber tambem das dificuldades policial militar que tem tambem uma familia e precisa de um salario digno para manter sua personalidade e dignidade alem dos riscos que corre todos os dias em prol da sociedade

  134. claudio André Fernandes

    -

    19/03/2011 às 15:20

    Gostaria de externar meus parabéns pela visão da matéria, onde por seu titulo só ja mostra á que veio, logo, parabenizo tambem o Sr Ricardo Setti, onde demonstra preocupação não com a classe policial mas com todo o contexto pois, atrás de um policial tem uma mulher, um ou uns filhos, pai, mãe, irmãos, amigos, companheiros, todos que tem proximos a sí ou convivem com um policial militar sabe como é estressante a vida deste, onde vê-se o límite do ser humano, quais quer que seja este melhor ou menos preparado, bem, quanto á preparo tenho a seguinte teoria, façamos uma pequena conta, temos no Brasil aproximadamente 600 mil Policiais nas ruas, entre PMs, Guardas, Civis, Federais( que ganham muito bem diga-se de passagem e produzem muito pouco), logo falando em produção, é fácil para o Estado esquecer ou virar as costas para aqueles que produzem, digo produzem presos!.
    Ora, porque eu pagaria por uma classe que me arruma custos, ônus, atrapalha meus interesses, é como aqui no MS, a Polícia Civil da Capital deflagrou uma ação que culminou na prisão de dezenas de cambistas do jogo do bicho, ora, logo o Secretário de Segurança pública buscou saber o porquê dessa ação, bem como os idealizadores, oras, quem não sabe que jogo do bicho é contravenção penal, pois bem, errado está o cambista e errado tambem está á quem o alicia, por caso que não apareceu nenhum “bicheiro” aqui do Estado, estranha me tambem a preocupação do secretário em saber se a Policia Civil está executando ação legal e legítima para com o Estado, bem, pra eles o preocupante é não mexer em Deputado fulano, Secretário sicrano e outros, vejo isso como uma fumacinha de tramóia, bem, se for eu escrever tudo o que vejo, penso, ouço, teria de criar tambem um blog, mas mais uma vez, muito obrigado Sr Ricardo Setti!!!

  135. RDPM

    -

    19/03/2011 às 14:53

    OS GOVERNANTES FEDERAL E ESTADUAIS ALEGAM NÃO TER DINHEIRO PARA PAGAR UM PISO DE 3.500,00 PARA UM POLICIAL MILITAR OU CIVIL. MAS TEM DINHEIRO PARA PAGAR SALARIO DE 26.500 PARA MINISTROS DO STF, DEPUADOS FEDERAIS E SENADORES. ENQUANTO UM JUIZ DE DIREITO OU PROMOTOR DE JUSTIÇA COMEÇA A CARREIRA COM R4 18.000,00 UM OFICIAL PM OU DELEGADO DE POLICIA CIVIL, PORTADORES DO MESMO DIPLOMA DE BACHAREL EM DIREITO, COMEÇAM A CARREIRA COM R$ 3.000,00. É UMA INJUSTIÇA QUE CLAMA OS CÉUS.O DISTRITO FEDERAL E O ESTADO DE SERGIPE , ONDE OS POLICIAIS CIVIS E MILITARES RECEBEM JÁ A PEC 300 APRESENTAM O MENOR INDICE DE CRIMINALIDADE, PERTO DO ZERO, IGUAL AO CANADA. JÁ NOS DEMAIS ESTADOS QUE OS GOVEROS INSISTEM EM PAGAR SARARIOS MISERAVEIS AOS PM E EXCELENTES SALARIOS PARA OS MEMBROS DOS PODERES JUDICIÁRIO E LEGISLATIVO, A VIOLENCIA É A MAIS ALTA DO MUNDO, MAIOR DO QUE NO AFEGANISTÃO E IRAQUE , PAISES EM GUERRA CIVIL. ATE QUANDO OS NOSSOS GOVERNANTES CONTINUARÃO A NÃO SE IMPORTAR COM A VIDA DE SEUS CONCIDADÃOS ?

  136. PMMT

    -

    19/03/2011 às 14:02

    Obrigado por lembrar de nos pms do brasil…
    eu pmmt tenho que trabalhar em mais dois bico….
    para poder viver com um minimo de dignidade…
    que Deus toque no coração da Dilma…
    e ela veja a nossa realidadde…
    e fica com Deus Sr.Ricardo setti

  137. Acelino de Brito Dantas

    -

    19/03/2011 às 13:11

    Bom Dia, Reintero os meus sinceros parabens pela a cobertura a esse assunto, Sr: Ricardo. Comcordo com o Sr, em genero e grau a respeito da greve e pressão indevidas a Parlamentares. E, bem como, a danos a patrmonios. É, realmente inadimissível,mas, nós da Segurança, não somos os responsaveis pela a atual situação. Os Políticos com suas irreponsabilidades e pecuinhas, contra essa area da Segurança Pública, apos a abetura Política neste País, provacaram o incendio e, agora não querem ver o Circo pegar fogo?. Indago; os atos praticados pelo o povo durante a Revolução Francesa, eram Legais? ou eram os atos de desesperos desse povo?. Hoje no Mundo Árabe, os Rebeldes estão baseados em Leis ou Desespertados pelo o abuso de Ditadores?. Sr; Ricardo, Guardanodo as devidas proporções, nós da Segurança Pública, estamos tambem desesperados. Os nossos Dirigentes Políticos e Administradres, tem que serem mais responsaveis com setores tão senciveis, como é a Segurança Pública deste País. Sgt PMMT Brito Dantas/Rondonópolis/MT

  138. Pierre

    -

    19/03/2011 às 12:40

    Discordo que os cofres públicos não suportariam a implantação da PEC300, o que os contribuintes não suportam mais é corrupção, a safadeza existente em todo o congresso. Em relação ao seu ultimo parágrafo, podemos nos aquartelar, o Sr. colocou de uma forma que dá a entender que iríamos as ruas aterrorizar a população. MENOS TÁ.

  139. Diego

    -

    19/03/2011 às 10:43

    É preciso urgentemente essa aprovação. Pois milhares de policiais esperam uma resposta do governo.

  140. Edson Giostri - Ba

    -

    19/03/2011 às 10:08

    Todo apoio a segurança publica sempre e bem vinda, espero que nossos governantes entendam a necessidade da melhoria salarial e profissional dos agentes de segurança publica.

  141. silva lima

    -

    19/03/2011 às 10:05

    obsv:fazer uma entrevista com o presidente marcos maia

  142. silva lima

    -

    19/03/2011 às 10:03

    essa materia está sendo divulgada no seio das tropas da pms de todo brasil,parabens,gostaria que o senhor viser-se uma entrevista com o presidente marcos maia sob a pec 300 quando será colocada em pauta.

  143. France

    -

    18/03/2011 às 22:45

    Infelismente o PSDB em Sao Paulo nao gosta dos Policiais Militares, por causa que ja eram muito no pasado e a policia puniu drasticamente…. entaum esquece aumento salarial…. isso porque somos o estado mais rico da uniao…. mas isso um dia a de acabar…. mais uma vez o DF teve reajuste salarial, sera que eles sao melhores que os militares de Sao Paulo ou do Brasil, ou somos trouxas d tudo isso…….. grato pela sua colaboração em brigar pela causa Policial Militar

  144. Marcela Gomes

    -

    18/03/2011 às 22:35

    Até que fim a imprensa está se desvinculando do corporativismo do Governo e cumprindo o seu papel,pois a sociedade não suporta mais com que o Governo e a Imprensa trata nossos policiais,combrando-os implacávelmente e cobrando lhes que sejam “Super Herois” guanhando salários de fome (850R$).Na verdade nossos policiais verdadeiramente são “Super Herois”,por sobreviverem com esses salário e ainda arriscaren suas vida e de suas família pela sociedade.

  145. julio

    -

    18/03/2011 às 22:34

    Eu sempre achei que os policiais deviam ganhar melhor, gostei da materia, tb penso que PMS e BMS não ganham o surficiente para proteger nossa familia….parabens pela materia..

  146. anisio

    -

    18/03/2011 às 22:32

    Realmente e inadimicivel um representante da segurança publica ganhar o valor que ganha um policial militar na maioria dos estados da Federação.

  147. anisio

    -

    18/03/2011 às 22:30

    Parabens por essa materia belissima que o senhor faz em relação a PEC-300, que mais uma vez estar sendo empurrada com a barriga para a gaveta dos senhores deputdos. Olhe, que segurança publica é algo de fundamental importancia para sociedade. Um braço é continuem mostrando o descaso que nossos representantes fazem com a população brasileira.

  148. SD ELIOSVADO

    -

    18/03/2011 às 21:43

    Mais uma vez venho parabenizar o aautor pela seriedade com q trata o tema, que quase sempre é deixado em segundo plano por determidados representantes do povo

  149. eberson leite

    -

    18/03/2011 às 21:41

    agradeço ao sr Ricardo Setti pela materia e dizer que so quem sente na pele a adversidade do trabalho é a guarniçao que esta de serviço.pela falta de equipamentos necessarios, viaturas,alimentação e outras mais.no entanto para a melhoria do salario dos pms e bms é um burocracia desgraçada mas,para votar para aumentar os salarios de politicos e rapido que eles votam.to indiginado mas acredito que vamos melhorar ou só Deus sabe o que ira acontecer daqui pra frente..

  150. francisco josé de lima rodrigues

    -

    18/03/2011 às 21:33

    Até que enfim tem um jornalista que é imparcial e não puxa o saco do governo. obrigado Sr. Ricardo Setti que Deus te ilumine sempre.

  151. pereira

    -

    18/03/2011 às 21:28

    Caro colega, quero te parabenizar por ter abraço esta causa, enguanto que muitas redes de televisão e radio não tomem a misma atitude sua, ser impacial. Queria eu que a pec300 tivesse o mesmo tempo record que teve a aprovação dos salários dos deputados e senadores do nosso país. Hoje os nossos policiais estão morrendo, sabe porque? querem da o conforto para os seus filhos; um estudo melhor etc, e muito das vezes é obrigado a fazer o bico e neste momente o policial se encontra frágil, sozinho e é alvejado pelas costas, sinto uma grande pena desses políticos, colocamos ele ali para nos representar e sabe o que eles fazem, nos traem a confiança em que nos votamos nele. Obrigado por ter abraçado essa ….., vou ser seu seguidor na coluna vejaum abraço e fique com DEUS.

  152. POLICIAL MILITAR

    -

    18/03/2011 às 20:28

    Gostei muito da materia do Sr. Ricardo Setti, me senti representado na minha categoria profisional.

  153. gustavo

    -

    18/03/2011 às 20:23

    Os policiais militares do RJ estão passando pelo pior momento salarial da história da PMERJ, vivemos hoje de uma gratificação de R$350,00, onde se o Policial adoecer perde essa, agora temos que ser naturalmente imunes a doenças, deveríamos ser estuadaos pela NASA, como conseguimos, nos alimentar tão mau em nossos batalhões, trabalhar-mos em regime de semi-escravidão, em uma escala de 24×48 hs, fazermos bico na folga, vivermos sobre stres, e ainda não adoecermos, ou seja, ser policial é muito mais que uma razão de ser…
    Viva a Pec 300!

  154. FRANCISCO FREITAS

    -

    18/03/2011 às 19:57

    Investir em segurança pública é caro, mas compensa. Como se pode reduzir a corrupção com policiais ganhando uma miséria, qual “soldado” do tráfico ganha num dia o que um policial ganha no mês.

  155. PMMT

    -

    18/03/2011 às 19:48

    O grande problema dos praças da PM, em todo o Brasil, não se restringe apenas aos baixos salários, as condições de trabalho são precárias, não temos armamento adequado, não temos equipamentos de segurança adequados, não temos viaturas adequadas ao serviço operacional (aqui no MT o governo adquiriu viaturas gol 1.0), nossa carga horária trabalhada é desumana, não temos nem alimentação, num serviço de 24horas, o máximo que conseguimos é o almoço, e muitas vezes, arroz, feijão e ovo (não é brincadeira, infelizmente), e se não bastasse tudo isso, somos desvalorizados por grande parte da sociedade, muitos membros do poder judiciario tratam os policiais militares com desrespeito, não temos um apoio juridico da instituição que trabalhamos, não temos um plano de carreira como os oficiais, sou CB há 10 anos, sem pespectiva nenhuma de ser promovido a SGT,e o pior de tudo, nem concurso interno existe. Como melhorar a segurança pública se quem está numa das pontas não tem o suporte necessário para desempenhar tão ardua missão. Espero que muitos não compartilhem o mesmo pensamento dos oficiais do MT, quando, numa oportunidade, questionamos tais fatos, nos foi perguntado se a PM foi até a nossa casa e nos obrigou a incorporar na instituição. Não senhores,a PM não foi até a minha casa, perguntando se eu queria entrar na PM, eu prestei um concurso público, entrei na corporação pelos meus proprios meios, e espero um dia poder desempenhar minha função com tranquilidade, com certeza, a sociedade vai ganhar muito com isso.

  156. SierraDelta

    -

    18/03/2011 às 19:47

    Igualdade de salários para quem exerce igual função, que se cumpra o art. 5º da nossa constituição pois a mesma tem sido rasgada todos os dias pelo governo que não cumpre o que está na lei e até onde em sei os nossos policiais são o braço forte do estado e da nação brasileira e merecem receber dignamente pela complexidade de seus serviços que abrage as mais diversificadas situações.

  157. SOLDADO PMPI ELISMÁRIO.

    -

    18/03/2011 às 19:42

    MEU MUITO OBRIGADO AO NOBRE COLUNISTA PELO APOÍO.SOU UM GRANDE ADMIRADOR DA IMPRENSA E ACREDITO,NA IMPORTANCIA DA MESMA PARA O DESNVOLVIMENTO DA DEMOCRACIA BRASILEIRA.POIS O JORNALISMO FAZ UM GRANDE TRABALHO,LEVANDO A IINFORMAÇÃO AOS BRASILEIROS.

  158. FABIANO

    -

    18/03/2011 às 19:12

    CARO SR. RICARDO SETTI;
    POUCAS SÃO AS VEZES EM QUE ALGUÉM TOMA PARTIDO A NOSSO FAVOR E INTERCEDE POR NÓS…NA MAIORIA DAS VEZES O PÚBLICO PREFERE NOS APEDREJAR, ACUSAR E JULGAR SUMARIAMENTE. OS ÚLTIMOS TEMPOS TEM SIDO MUITO DIFÍCEIS PARA A FAMILIA POLICIAL BRASILEIRA, CONDIÇÕES PRECÁRIAS DE SERVIÇO, ESCALAS DESUMANAS, E SALÁRIOS..BOM SALÁRIO JA SE TORNOU ALGO SIMBÓLICO PARA NÓS, JÁ NÃO É A MUITO TEMPO O QUE REALMENTE CONTA PARA NOS MANTER NA PROFISSÃO,MUITOS COMO EU JA CURSARAM FACULDADE, PORÉM NÃO DEIXAM A FARDA POR PURA PAIXÃO PELA PROFISSÃO,..MAS A DESMOTIVAÇÃO E A REVOLTA COM O SISTEMA CRESCE A CADA DIA NO SEIO POLICIAL..A SITUAÇÃO TORNOU-SE INTOLERÁVEL…INSUPORTÁVEL. VOCÊ SR. RICARDO É UMA GRATA SURPRESA A NOSSA TÃO SOFRIDA FAMÍLIA, OBRIGADO, QUE DEUS O ILUMINE O SR. E A SUA FAMÍLIA, QUE NADA NUNCA LHES FALTE SOB AS BENÇÃOS DE DEUS…O NOSSO MUITO OBRIGADO SR. RICARDO!

  159. ana

    -

    18/03/2011 às 18:57

    não valorizar os policiais é premiar o crime,é tramar contra a sociedade.parabens pela brilhante matéria que valoriza esses bravos homens em quem nós confiamos a nossa segurança.

  160. Denis Borborema Cruz

    -

    18/03/2011 às 18:56

    Quem não tem segurança e não tem seus direitos básicos respeitados não está apto a oferecer segurança aos demais, portanto as corporações policiais do Brasil são uma utopia estão defendendo a nação mesmo com a hipocrisia dos governantes.

  161. marcia rogeria

    -

    18/03/2011 às 17:10

    Eu tenho satisfação em ler uma matéria escrita por um colunista conceituado e sensivel a uma situção que todos fecham os olhos, muito obrigado!

  162. Antoniel Amorim

    -

    18/03/2011 às 16:56

    Concordo quando refere-se ao não direito dos militares fazer greve, acho inadequadro militar usar esta ferramenta de pressão coletiva. No entanto os mesmos legisladores que cercearam tal “direito”, considerando-a incontitucional, não ofereceram outro mecanismo que surta efeito.
    Questiono ainda o porquê de outras corporações policias “armadas”, a exemplo da nossa honrosa Polícia Federal e Civil poderem?
    É chegada a hora de descobrir o que significa CLASSE PRA SI.
    Saudações
    Ainda há esperança

  163. yan

    -

    18/03/2011 às 16:44

    Obrigado por ser sensivel a nossa causa.
    Somos a comissão de frente na luta conta a criminalidade e na busca por paz através da segurança publica e mesmo assim não temos condições dar segurança nem a nossa própria familia, pois ganhamos pouco e não somos valorizados!
    Obrigado.

  164. Oseias Martins

    -

    18/03/2011 às 16:26

    Caro Sr. Rcardo Setti.
    SEi que não podemos fazer greve. é incontitucional.
    Amaças então…! Seria imoral.
    O que podemos é somente retribuir ao governo, na pessoa da “inocente” sociedade, os serviços de acordo com nossa remuneração. Claro que ainda não estamos colocando em prática esta teoria, mas cada um tem a Polícia que merece. Todos nós, Policiais Civís, Militares e Bombeiros, estamos cumprindo a honrosa missão que nos foi dada. falta os Governos honrarem as promessas eleitoreiras feitas no pleito 2010.
    Um forte abraço.

    Caro Oseias Martins, sou favorável a uma drástica melhoria nas condições de vida e de trabalho, inclusive salariais, dos policiais e bombeiros, mas inteiramente contra uma greve de corporações armadas, como tenho insistido no blog.
    Um abração

  165. silas

    -

    18/03/2011 às 15:04

    As polícias no Brasil já estão desmotivadas há muitos anos. A maioria dos policiais está perdendo o interesse pela defesa social e prefere se esconder atrás de seções burocráticas, pois a má remuneração e a carência logística não permite que tenham orgulho de ser policiais. Enquanto isso os governos estaduais maqueiam os dados(MG), tentam legalizar “bicos” (RJ) e arrumam todo o tipo de manobra para fazer o contribuinte crêr que há uma preocupação com segurança pública. Durante décadas os policiais foram criticados pelo seu baixo nível de escolaridade, agora que em diversos estados exige-se nível superior para o acesso às instituições policiais a situação salarial permanece tenebrosa. Quer avaliar o valor que um governo dá ao seu povo? Verifique os salários dos professores, médicos e policiais !! Quer avaliar o descaso de um governo com seu povo? Verifique os salários dos políticos !!

  166. marcos de almeida torres

    -

    18/03/2011 às 14:45

    senhor jornalista sou mais do que grato por este apoio que vossa senhoria esta dando a nos todos os trabalhadores da segurança publica,sou CB bombeiro em Mato Grosso do Sul,em Campo Grande,13 anos salvando vidas pela primeira vez podemos realmente dizer que achamos uma pessoa de bem que vestiu a camisa da PEC 300,PORQUE INFELIZMENTE NOS VOTAMOS NO DIA 03 DE OUTUBRO elegemos 8(oito)deputados federais e ate agorar nenhum parlamenta abraçou a causa,e digo mais,que nossa profissao e digina mas nos mal temos condiçoes de dar uma segurança para nossas familias,alem de que quem realmente vai sair ganhando,E TODA A POPULAÇAO QUE VAI TER COM CERTEZA HOMENS MOTIVADOS COM UM SALARIO JUSTO.OBRIGADO POR ESTE ESPAÇO.

  167. Alécio

    -

    18/03/2011 às 14:26

    Caro amigo… quando o assunto é pec 300 os comentários se sucedem. Esperamos que mais alguem, além de nós se interesse pelo assunto, principalmente nossos representantes em Brasília. A policia do DF pode ser paga com recursos da União, entretanto a União não pode contribuir com a segurança na Federação Brasileira. Segurança é responsabilidade de todos, inclusive do Governo Federal.

    Abraços.

  168. Felipe Contar

    -

    18/03/2011 às 14:24

    Parabéns pela excelente matéria, você soube mostrar que os homens e mulheres que defendem nossas famílias com tanto orgulho e brio não tem como colocar alimento nas mesas de suas famílias.

  169. POLICIAL MILITAR

    -

    18/03/2011 às 14:13

    Gostaria de parabenizar a iniciativa do jornalista que abre espaço para esta classe a muito tempo injustiçada. Ah, meu amigo jornalista, como seria bom poder escrever esta mensagem, sem recorrer ao anonimato. Infelizmente, se assim o fizesse, certamente ficaria detido no quartel e deixaria minha família a “mêrce” da bandidagem. Sou policial militar a alguns anos e desde então venho sofrendo. Deixei minhas raízes em busca do sonho de defender a sociedade. Já formado percebi que meu sonho não seria facilmente alcançado. No interior do quartel, somos obrigados a conviver com portarias e normas que em nada engrandecem a função policial militar, ao contrário, trazem transtornos e problemas que poderiam ser evitados, não fosse a disputa de poder, que existe entre os Oficiais, que não tomam decisões voltadas ao bem estar das praças e sim com o propósito único de alcançar prestígio político para suas próximas promoções automáticas. Em Minas Gerais, um policial recém formado não precisa comprar seu cinto N.A, basta pegar o do avô que também era PM na época da Revolução Constitucionalista de 1932. Vejam que, mesmo após estes quase setenta e nove anos, os policiais ainda são obrigados a usar um cinturão de couro, pesado e extremamente desconfortável, pois não houve um Oficial disposto a mudar a situação. Já no Espírito Santo, salvaguardado o direito imaculado que as tropas especializadas, que ficam aquarteladas, diga-se de passagem, tem de usar os melhores equipamentos, o restante da Tropa é obrigada a usar, por exemplo, uma capa de colete totalmente desconfortável e ultrapassada, que traz problemas crônicos de coluna, pois não são anatômicas, somente para satisfazer o “ego” de alguns Oficiais que insistem em criar várias polícias dentro da Polícia Militar. E o que dizer dos “bonés”, chamados de cobertura, que a tropa era obrigada a usar, sob pena de comunicação administrativa. Bastou determinado oficial sair do Comando para que a substituição fosse feita pela bóina. Ao apagar das luzes surgiram “boatos” de que a fábrica dos ditos bonés pertencia a familiares do Oficial. E quanto aos nobres da PM da Paraíba, que foram enganados em suas reivindicações, por políticos que em tempo de eleição, prometeram a tão sonhada equiparação salarial com o Distrito Federal, através da famosa PEC 300 da Paraíba e criaram uma lei incostitucional, ludibriando aqueles trabalhadores.Nas ruas convivemos diuturnamente com os mais variados problemas sociais, precisamos policiar cidades com populações superiores a 200.000, isso mesmo duzentos mil habitantes, tendo apenas quatro viaturas e somos cobrados e responsabilizados quando não conseguimos dar conta de todas as ocorrências. Gostaria de deixar claro que citei casos destes Estados, mas essa situação é comum a todas as Polícias do Brasil. Precisamos, urgentemente, de valorização profissional. Precisamos do apoio irrestrito da imprensa neste pleito chamado VALORIZAÇÃO POLICIAL, pois não queremos reivindicar direitos, através de greve, embora nos parece cada vez mais evidente ser este o único caminho. Agradeço a atenção.

  170. Alagoas

    -

    18/03/2011 às 13:51

    Setti muito obrigado pela atenção que nos foi dada publicando essa matéria.Aqui em Alagoas estamos passando necessidade. 5 anos sem reajuste, polícia sem efetivo, excesso de escalas extras. Não consigo mais trabalhar cara. Começo meu plantão ja pensando na hora de sair. Infelizmente é muito triste trabalhar nessas condições

  171. Manoel Nunes

    -

    18/03/2011 às 12:48

    parabéns pela sensibilidade e clareza com que aborda esse fato tao esquecido pela mídia em geral !!! sucesso!!

  172. Rafael

    -

    18/03/2011 às 12:25

    Finalmente alguém com coragem e desprendido de “favores do governo” comenta sobre a tão necessária PEC 300 assunto geralmente “desprestigiado” pela mídia controlada.

    Parabéns pela excelente cobertura do tema.

    Entretanto, com todo o respeito, gostaria de complementar o tema da seguinte forma; PM que sou, me sinto na obrigação de levantar a seguinte afirmação, somos Policiais Militares, ou seja, ocupamos dois cargos em um, além de policial sou também membro da força auxiliar do Exército Brasileiro, respeito muito nossos irmãos militares Federais (pois também já estive lá) e acredito veementemente que a “incorporação” da tropa do Exército na segurança pública, tanto em cooperação com a PM ou mesmo que só no caso de uma possível falta da PM só traria benefícios a comunidade como um todo.

    Mas creio, opinião própria, que o “combate” citado em seu último parágrafo não seria de grande solução pelo seguinte raciocínio, nós militares (PMs e EB) somos amaldiçoados pelo mesmo regramento arcaico e conservador que nos tolhe dos princípios constitucionais mais básicos tão festejados pela população civil (como o citado direito a greve), e no momento que as tropas militares federais, tiverem que se deparar com essas duas funções (policial e militar), mesmo ganhando um pouco mais que nós PMs, sentirão na pele e saberão de sua importância assim como também saberão de sua desvalorização, o Estado, como ente democrático que é estaria apenas adiando a solução de um problema inevitável que é a valorização daquele profissional que arrisca sua vida todo o dia, em prol de uma sociedade que lhe excluí e lhe rotula, sem entender que no conteúdo de todo uniforme tem um ser racional, com família e necessidades básicas de sobrevivência como alimentação e educação de filhos tão difíceis de serem alcançadas com esse soldo miserável pago por aqueles que deveriam ser os primeiros a nos valorizar.

    Como já havia mencionado é apenas minha opinião, como militar, fico até receoso com essa expressão: “minha opinião”; de qualquer maneira, gostaria mais uma vez de parabenizar pela cobertura da matéria e de auxiliar essa classe tão orpimida que são os Policiais Militares de nossa Nação.

  173. Rodney

    -

    18/03/2011 às 12:09

    Dilma quer estancar a inflação e economizar $50 bi às custas do pobre trabalhador, cortando as poucas beneces que seu governo antecessor (Lula) promoveu ao brasileiro tão sofrido e esculachado pelos vários governantes que´infelizmente tivemos. Fazem muito pouco pra melhorar nossas vidas, afinal de contas esse país não pertence ao povo e sim a classe dominante, principalmente a política. O povo quanto mais burro e ignorante, mais fácil é de ser manipulado; o ópio da nação está por chegar e nos distraír mais uma vez (copa do mundo e olímpíada). Até quando nação brasileira, vamos esperar de braços cruzados?? Somos todos masoquistas?? Gostamos de levar um pau e no final falamos que somos o povo mais feliz do mundo?!Parece até brincadeira, pois o que é sério por aqui nesse país passou muito longe. A canalhice social, econômica e principalmente a política se enraizou em terras tupiniquins e nossas grandes “mentes brilhantes” nada fazem, nada lideram, pois cuidam de seus própios umbigos,até se lamentarem que seus filhos foram sequestrados e mortos no dia a dia da situação alarmante que vivenciamos, na frouxura de nossas capengas instituições públicas e leis retardadas. Vamos tirar as vendas de nossos olhos e fazer o Apocalípse acontecer em Brasília, vamos acordar para a realidade enquanto há tempo,pois nossos filhos e netos, esposas e mães circulam nas ruas e precisam de nossa proteção. Não cobrem da polícia aquilo que nossos governantes não nos deram durante séculos: educação, respeito e dignidade.

  174. Danielle Ramos

    -

    18/03/2011 às 11:59

    Com um salário que os PMs é impossível trabalhar motivado,ainda pra piorar o bolsa formaçao pago a pms que fazem cursos via internet está sendo revisado e praticamente extinto no governo da Dilma,o que piora ainda mais a situaçao dos poiciais. A pec 300 deixa de ser um sonho e vira Utopia! cada dia que passa a segurança pública é deixada a segundo plano…

  175. lucas

    -

    18/03/2011 às 11:49

    e ridiculo essa situação , eles aumentam o salario deles mesmo varias e varias vezes.. e para ajuda essas classes que são os verdadeiros herois da vida real eé essa conversa toda

  176. Edson Bitencourt

    -

    18/03/2011 às 11:49

    Olá!!! Somente pessoas sensatas e com elevado nível intelectual como este competente Ricardo Setti conseguem entender e acompanhar matérias importantes como a necessária aprovação da PEC 300.

  177. LIMA

    -

    18/03/2011 às 11:30

    O NOSSO TRABALHO É MUITO COMPLEXO. AINDA MAIS AGORA COM ESSES PROGRAMAS DE POLICIAMENTO COMUITÁRIO OU PACIFICADOR, PORQUE TEMOS QUE SABER TRABALHAR TANTO COM A “PENA” COMO COM A “ESPADA”!!! JÁ RECONHECIDO COMO UM DOS TRABALHOS MAIS EXTRESSANTE, NÃO PODEMOS FICAR NEM DOENTES, PORQUE SE NÃO, PERDEMOS NOSSA GRATIFICAÇÃO DE RUA QUE FAZ MUUUUUITA DIFERENÇA, NÃO PODEMOS NEM SER BALEADOS E FICARMOS HOSPITALIZADOS TAMBÉM, PORQUE DÁ NO MESMO , PERDEMOS NOSSA GRATIFICAÇÃO DE RUA.
    sEM FALAR QUE VIVEMOS NUM “BIG BROTHER” TAMBÉM, PORQUE PELO MENOS NO CEARÁ A VIATURA TEM CAMERAS!!!
    QUANDO UM POLICIAL COMENTE UM ERRO EM SUA CONDUTA, AS IMAGENS PARAM DIRETO NA MÍDIA!!! ACREDITO QUE ISSO SEJA ERRADO! SOMOS UM SERVIDOR PÚBLICO ESPECIAL, PQ SOMOS MILITARES, ARRISCAMOS NOSSAS VIDAS PARA O CUMPRIMENTO DA MISSÃO TODOS OS DIAS! E VIVEMOS TRABALHANDO MUITO DESCONCENTRADOS, PORQUE PENSAMOS NAS NOSSAS FAMÍLIAS, NOS PROBLEMAS FINACEIROS, CHEIOS DE PROBLEMA! aCREDITO QUE NOSSO SOLDO TAMBÉM DEVERIA SER UM SOLDO ESPECIAL E NÃO UM SOLDO DE UM POUCO MAIS DE 80,00 REAIS! OS DEPUTADOS AUMENTAM O SALÁRIO DELES SEM DEMORA E O NOSSO???? É POR ISSO QUE AS IMPRESAS DE SEGURANÇA PRIVADA SÓ AUMENTAM, PORQUE NÃO VALORIZAM A SEGURANÇA PÚBLICA!! E QUEM GANHA COM ISSO??? OS DONOS DAS EMPRESAS DE SEGURANÇA PARTICULAR E QUEM SÃO OS DONOS???

  178. walacy silva duarte

    -

    18/03/2011 às 11:21

    estou acompanhando seus artigos e estou gostando do seu trabalho,muito obrigado,espero que um dia os policiaes do Brasil tenhan a valorição devida.Que Deus abensoe a todos nós.

  179. givaldo lima da silva

    -

    18/03/2011 às 11:13

    È muito importante iniciativas como a sua para que um assunto tão relevante como esse tome uma proporção maior do que o congresso nacional vem dando a esse problema.Creio que mais cedo ou mais tarde,com a pressão da classe policial e de segmentos da sociedade civil e principalmente por setores da imprensa,a pec 300 será aprovada.tenho muita esperança.givaldo sd pm/feira de santana ba

  180. Flavio

    -

    18/03/2011 às 11:06

    Parabéns pelo texto, muito sensato!

  181. Francivaldo Araújo

    -

    18/03/2011 às 11:06

    Não sou policial, mas admiro sinceramente a profissão desses heróis´, pois arriscam suas vidas por nós e esses políticos corruptos (OS QUE SÃO CONTRA A PEC 300) não tem vergonha na cara de valorizar esses profissionais da segurança pública que se empenham e SE dedicam na erradicação da BANDIDAGEM. Agora pros políticos tem dinheiro para aumentar os salários deles, eles não falam em rombo na previdência, mas quando é pra aumentar o salário daqueles que nos dão segurança e proteção esses ladrões de paletó(OS QUE SÃO CONTRA A PEC 300) dizem que não podem. Isso é uma vergonha para o nosso Brasil. Eu APOIO e APROVO A PEC 300 DESSA CATEGORIA. Parabéns RICARDO SETTI PELO APOIO QUE v. SENHORIA estar dando aos POLICIAIS DO NOSSO BRASIL, até que fim a imprensa acordou os olhos. Que o senhor e sua família sejma bastante ABENÇOADOS POR DEUS. Parabéns por sua brilhante atitude e que os demais repórteres sigam seu exemplo. E poir fim quero que DEUS ILUMINE E PROTEJA TODOS OS DIAS TODOS OS POLICIAIS QUE JURAM SUAS VIDAS POR NÓS. QUE OS SALÁRIOS DELES MELHOREM O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL. PEC 300 JÁ CASO CONTRÁRIO EU TORÇO POR UMA GREVE GERAL DAS POLÍCIAS DO BRASIL, SÓ ASSIM ESSES POLÍTICOS (OS QUE SÃO CONTRA A PEC 300) CRIAM VERGONA NA CARA. HÁ NÃO ESQUECENDO, GOSATARIA DE CITAR AQUI QUE OS POLÍTICOS DEVERIAM SEGUIR OS EXEMPLOS DO EX-DEPUTADOS; O MAJOR FÁBIO E O CAPITÃO ASSUNÇÃO ESSES SIM SÃO PESSOAS CAPACITADAS E SÉRIAS E QUE MERECEM VOLTAR AO CENÁRIO POLÍTICO E NUNCA MAIS SAÍREM. PARABÉNS PRA ESSES DOIS SOU FÃ DELES.

  182. thiago

    -

    18/03/2011 às 10:39

    Obrigado pela consideração de colocar o assunto ” pec 300″ em evidência, mas infelizmente em quanto nossos governantes não querem votar estou indo para mais um dia de ” bico” posso não voltar vivo. pois complemento minha renda como segurança de supermercado. Essa é a realidade. Voltarei cansado para trabalhar na corporação. só vou querer dormir. Deus…olhe por nós.

  183. BM MG

    -

    18/03/2011 às 10:21

    Algumas pessoas acham que o salário que se ganha no corpo de bombeiros e na polícia militar é suficiente. Entretanto, essas pessoas desconhecem o que um bombeiro faz durante um turno de 24h de serviço por 48 de folga a que é submetido. Primeiramente o bombeiro precisa estar sempre preparado fisica e mentalmente para o que virá (e só Deus sabe o que pode acontecer durante o turno. Arriscar a vida para preservar a vida e bens alheios é algo rotineiro. Estar exposto a risco de contágio por moléstias de toda sorte é normal. Virar noites em claro nas beiras de rodovias juntando pedaços de corpos das vítimas de imprudência no trânsito, ou mesmo das vítimas do azar,é comum. O difícil não é passar por essas situações. Isso, ajudar o outro, é prazeiroso para quem tem sangue BM. Duro é ver o salário no final do mês. Duro é não ser valorizado pelo árduo labor. Duro é ser cobrado com rigor por qualquer falha. Duro é ser visto por muitos como herói e pela família como ausente. Obrigado por compreender isso.

  184. Anto. Jefferson vieira

    -

    18/03/2011 às 9:51

    A greve, realmente é uma medida extrema e do ponto de vista legal inviavel. Mas, por outro lado, o senhor ha de entender, que é impossivel controlar milhares de pais de familias em todo o Brasil que vivem sofrendo com o descaso suscetivo de governos com os profissionais de segurança publica e bombeiros militares. No caso do ceara, nao se pode negar que houve consideraveis avanços no aparelho de segurança publica do estado. Hoje, o nosso principal problema esta nos salarios; pois o modelo atual, gratifica o PM por horas trabalhadas, mas se fica doente, de ferias ou se aposenta, perde esta vantagem. Simplificando: Se ele ganha R$ 2.500,00 trabalhando no turno (C) noite, quando se aposenta, passa a ganhar R$ l.600,00; e isso o afeta diretamente em sua qualidade de vida. O salario do policial é decisivo para uma eficiente trabalho nas ruas. Somado a isso, claro! Treinamento, equipamentos, armamentos e avaliaçao continuada.

  185. Cb BM Douglas - MG

    -

    18/03/2011 às 9:05

    Sou favorável a aprovação da PEC300, tendo em vista as pessimas condições de trabalho a que somos submetidos. Não apenas visando a questão salarial, mas, a melhora da condição de vida do militar e seus familiares.

    PEC300 JÁ!!!

  186. JUNIOR MESSEJANA

    -

    18/03/2011 às 8:50

    CARO JORNALISTA RICARDO SETTI,NA SUA OPINIAO O QUE LEVA OS GOVERNANTES PAGAREM TAO MAL OS POLICIAIS BRASILEIROS????A QUEM INTERESSA TANTO DESCASO COM A SEGURANÇA PUBLICA???

    Caro Junior, em primeiro lugar desculpe a demora na resposta. Por alguma razão, seu comentário foi remetido à caixa de spam por nosso sistema.

    Os governantes pagam mal os policiais brasileiros por duas razões: 1) falta de sensibilidade para os grandes problemas do país — e a segurança pública está entre os mais graves e urgentes; 2) falta de vontade política, o que significa temor de enfrentar as dificuldades e pressões que uma mudança significaria.
    Abraços

  187. everardo araujo

    -

    18/03/2011 às 8:16

    DESSA VEZ TEMOS UMA VOZ PARA NOS VALORIZA E DIZER O QUE REALMENTE REPRESENTAMOS PARA A SOCIEDADE. A POLICIA FEDRAL SÓ VEIO MELHORAR DEPOIS DE SER VALORIZADA COMO MERECIA. NÃO HÁ DIFERENÇAS ENTRE OS TRABALHOS DA POLICIA FEDERALN MILITAR E CIVIL, NO FINAL TODOS TRABALHAM DO MESMO MODO, COM A POSSIBILIDADE DE TER MELHORES ÊXITOS A POLICIA FEDRAL, PELO GRANDE APOIO LOGÍSTICO E FACILIDADE DE CONTATO COM O JUDUICIÁRIO.
    TIRAR DROGAS DAS FAVELAS ´WE MUITO MAIS DIFÍCIL QUE DENTRO DE AEROPORTOS, CAIS NÃO É MESMOP. TER ESCUTAS LIBERADAS PELA JUSTIÇA COM GRANDE FACILIDADE NÃO É UMA AJUDA ENORME? POISÉ, A POLICIA CIVIL PARA CONSEGUIR UM MANDADO DE BUSCA DOMICILIAR É A COISA MAIS DIFÍCIL E LENTA QUE POSSA EXISTIR. TEM VEZ QUE QUANDO UM MANDADO É EXPEDIDO O TRAFICANTE JÁ SER MUDOU A MAIS DE CINCO MESES. PODE?
    RESUMINDO: COM SALÁRIOS MELHORES, TENDO O POLICIAL A POSSIBILIDASDE DE MORAR LONGE DAS PESSOS QUE TERÁ DE COMBATER, DAR BOA EDUCAÇÃO PARA SEUS FILHOS, BOA ALINMENTAÇÃO. PESSOAl; NÃO ESTAMOS PEDINDO MELHORES COND~ÇÕES PARA QUEM NÃO MEREÇA NÃO E SIM PARA UMA CLASSE QUE SÓ É CHAMADA E TRABALHA COM A PODRICE DA SOCIEDADE. NINGUÉM É CHAMADO PARA RECEBER O OSCAR, COMENDAS, TITULOS HONOR´FICOS NMÃO E SIM PARA RESGATAR REF´NS, PRENDER TRAFICANTES, REASGATAR SUICIDAS, ACABAR COM BRIGAS, PARA ACABAR COM CONFU~SOES EM UM CASAMENTO, ENFIM TUDO DE RUIM DA SOCIEDADE.
    TEM GENTE QUE DIZ:” QUANDO FIZERAM O CONCURSO SABIAM QUE GANHARIAM POUCO E AGORA FICAM A CHORAR!”, MAS NO MUNDO TODO A CLASSE DE POLICIAIS É VALORIZADA E RECONHECIDA COM GRANDE VALOR.

  188. Anderson Cavalcanti

    -

    18/03/2011 às 1:18

    É muito bom saber que os nossos comentários são realmente lidos pelos autores de sites, blogs, e etc, nos traz a sensação de “dever cumprida, voz ouvida”, e principalmente quando se trata de alguém de tão alto gabarito como o senhor Ricardo Setti.

    Quero ressaltar também a preocupação com que o senhor lida em relação às greves de policiais militares. Pois todos nós sabemos da coragem desses homens e mulheres, e com certeza não seria surpresa se alguns pegassem em armas e tragédias viessem à surgir!
    Mas, será que não é isso que o governo quer?

  189. pmpr

    -

    18/03/2011 às 0:02

    Ser policial é abraçar uma das mais difíceis profissões do mundo, tendo em vista os procedimentos de alto risco e as inesperadas situações emergenciais, que exigem do policial um desempenho rápido, correto, preciso, fundamentado na lei e em absoluto bom senso.
    Errar, ainda que possível, não se é admissível. A sociedade exige que este ser policial, vindo da mesma sociedade falível, mantenha-se perfeito em suas ações como se viesse de outro mundo.E porque não se pode errar? Porque representa para o ser policial a fuga do juramento feito e de pilares que norteiam um bom policial: a defesa da lei, dos direitos humanos e da devoção à profissão mesmo com o risco da própria vida!
    Ser policial, portanto, é estar diante de situações antagônicas e ao mesmo tempo complementares: é o enfrentamento da violência em defesa do cidadão. É a abordagem ao indivíduo suspeito com o fim de prevenir novos delitos. É a satisfação de prender quem acabou de cometer um crime.
    O maior orgulho e a melhor recompensa para o ser policial, é aliar as atividades do dia-a-dia com o servir ao próximo. Afinal, exerce esta árdua profissão em defesa do outrem e não para sua própria defesa. E aí reside o ponto alto de ser policial: a possibilidade experimentada por poucos de assumir o papel de guardião da sociedade!
    Vivem-se dias difíceis com os problemas enfrentados no mundo moderno na área de segurança pública. Naquilo que compete a este ser ele está buscando, dia-a-dia, a melhoria dos seus serviços em prol de uma sociedade mais segura. Mas querem mais deste ser. Responsabilizam-no por todos os problemas de insegurança pública, desconsideram os outros atores sociais presentes na sociedade. Exige-se que ele resolva as complexas questões desta área como um super herói, um super ser policial.obrigado SETTI,,,,,,vc é o cara;;;;;;

  190. Bruno

    -

    17/03/2011 às 23:56

    Ricardo sempre gostei de ler suas publicações. Agora então, irei acompanhar mais ainda. Sabemos que a PEC 300 irá causar um impacto nos cofres, mas Setti a quantos anos nossos salários não estão defasados? A quantos anos nosso regulamento disciplinar não é reformulado? A quantos anos presenciamos nossos companheiros tombarem durante os serviços e ver que nem a garantia de um minimo de conforto foi proporciondo a suas familias? É triste Setti saber que somos merecedores de melhores condições de trabalho e saber que não podemos ao menos lutar por nossos direitos pois nosso regulamento não permite. Desculpe pelo desabafo, mas ha anos que estamos nessas condições. Ja começo meu serviço estressado. É triste, é muito triste!

  191. Leo

    -

    17/03/2011 às 21:56

    Caro Ricardo Setti,não sei quanto tempo você está acompanhando a tramitação da PEC 300,mas como você bem citou nossos parlamentares NÃO lembram dos seus compromissos de campanha!Há mais de 2 anos estamos dentro do processo legal,buscando sensibilizar os governantes para triste realidade dos profissionais de segurança pública,mas como vc já deve saber,sem solução!O político brasileiro,quase na sua totalidade,NÃO tem palavra,haja vista o vice presidente,Michel Temer,que muitas vezes PROMETEU(e obviamente NÃO cumpriu)pautar a aclamada PEC 300!
    Na verdade há um conluio entre governo e parlamento,onde só é votado o que interessa ao governo e aos deputados,individualmente.Cito,por exemplo,o aumento exorbitante dos deputados que foi votado e aprovado em tempo recorde!!Enquanto isso,policiais e bombeiros clamam,fazem passeatas,escrevem emails e,simplesmente,são ignorados pelo poder público e pela mídia em geral.Talvez,por isso tanta GRATIDÃO pela sua iniciativa de acompanhar e publicar matéria a respeito da nossa luta,a PEC 300!
    Sinceramente,sempre fui contra greve,mas diante do quadro atual não vejo outra solução!!Talvez seja necessário uma tragédia para que eles olhem e percebam o desespero dos pais de família,que diariamente arriscam suas vidas para salvar e proteger a população brasileira.NÃO DÁ MAIS!!Chegamos ao limite!!No Rj,R$950,00 para trocar tiro com bandido e resgatar vidas é,no mínimo,um deboche!!
    De qualquer maneira, muitíssimo obrigado!

  192. Cel Trem Bala

    -

    17/03/2011 às 21:48

    Eminente Setti, V. Sª sabe, tanto quanto eu, que “para o triunfo do mal, basta que os bons façam nada”
    Nossa classe não sabe mais o que fazer, está muito difícil, mas estamos aí. A pedra está dura, nossos corpos suados, nossas ferramenta são impróprias!!! Todavia, mudamos de mão, cuspimos nas mãos e continuamos tirando dezenas de escalas Extras, sem receber nada por isso, enquanto precisamos fazer “bico” que nos afasta ainda mais da convivência familiar. E parece que nenhum Desgovernador percebe isto, nomeando pessoas cada vez mais “apertadas”, só para nos humilhar, com suas esmolas. Tá fácil não. Os marginais estão usando até explosivos!!!!!

  193. LUIS CARLOS

    -

    17/03/2011 às 21:28

    QUEM DERA SE TODAS AS VOZES ECOASSEM E RECONHECESSEM A ESSENCIA DE UM TRABALHO ARDUO SACRIFICANTE
    SEMPRE CAIMOS NO SILENCIO DE VANS PROMESSAS ELEITOREIRAS QUE NO FINAL NOS DESAPONTAM E NOS HUMILHAM COMO UMA CATEGORIA QUE NAO MERECE RESPEITO NEM AO MESMOS DIGNIDADE.QUEM SERA SABIO PARA FALAR SEM DEMAGOGIA PARA UMA PLATEIA QUE REALMENTE OS HOMENS QUE SALVAM VIDAS PASSAM A NOITE SEM DORMIR NAO TEM NATAL ANO NOVO PASCOA DIA DAS MAES ANIVERSARIOS E ACIMA DE TD SOA HOMENS PAIS E MAES DE FAMILIA.QUEM E NOSSA SEGURANÇA QUANDO SAIMOS PARA AS RUAS E DEIXAMOS NOSSO LAR QUEM SABE DEUS A MERCE DE UM INDIVDUO INFRATOR QUE VIVE A MARGEM DA LEI.QUEREMOS SIM DIGNIDADE SALARIO JUSTO POIS AFINAL POR SUA VIDA DAMOS A NOSSA.QUE DEUS CONTINUE TE ILUMINANDO E ENALTECENDO VOSSA PESSOA NESTE MEIO DE COMUNICAÇAO ESCRITA.POIS A COMUNICAÇAO VISUAL AINDA SE RENDE AOS PODEROSOS E QUE SO QUEREM AQUILO QUE LHES CONVEM
    ABRAÇOS

  194. Andre Silva

    -

    17/03/2011 às 20:53

    Segurança publica precisa ser melhorada por completo como: LEI PROCESSUAL PENAL E PENAL, DAR MENOS PODER AOS DIREITOS HUMANOS (so protege infratores bandidos, nunca um pai de familia ou ate mesmo um policial), restruturar as policias dando mais autonomia e poder de policia. Porem em primeiro lugar tem que ser bem remunerado este e o primeiro passo. PEC 300 JÁ.

  195. paulo

    -

    17/03/2011 às 20:32

    boa noticia

  196. policia

    -

    17/03/2011 às 19:34

    Caro Nando, entendo a situação dos policiais e bombeiros, mas não vou publicar seu comentário porque ele inclui uma ameaça, o que não é recomendável nunca, sobretudo nessa questão.
    Sei que você vai compreender.

  197. Santiago Sgt PM

    -

    17/03/2011 às 19:11

    Com as polícias bem remuneradas a violência cairá de forma significante, agora se os políticos não querem, ai é outra historia. Não é só mudar a forma de vencimento, e sim, a forma de manter quem presta na função de polícia. Fiquei bastante satisfeito, quando tomei conhecimento que uma revista com o teor da veja, tenha a coragem de acompanhar através do Setti essa luta tão justa. Tenham a certeza de quem ganhará e a sociedade Brasileira. Sem luta, não chegaremos a lugar algum.

  198. Leonardo Lima / Pm do Pará

    -

    17/03/2011 às 18:51

    Sr.Ricardo Setti.Parabens,Parabens mesmo!Atitudes como do sr,podem fazer com que a segurança pública de nosso país tenha um salto significativo,e que colham bons frutos no futuro.Pois a valorização do proficional de segurança pública é essencial.entretanto fica muito dificil trabalhar na area de seguraça pública ,sem poder realmente dar suporte aos nossos familiares que ficam sem o mínimo de segurança.Não queremos esmolas,nen a politica assistencialista que o goveno prega e tenta nos enganar.Queremos sim a valoroizão merecida do policial e bombeiros militar do nosso Brasil.Fique com Deus e muito obrigado!

    Obrigado pelos parabéns, caro Leonardo Lima. A propósito, não deixe de ler outro post meu a respeito, muito mais completo e defendendo vigorosamente uma grande melhoria na situação dos policiais e bombeiros no link
    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/pec-300-os-responsaveis-pela-nossa-seguranca-nao-ganham-o-suficiente-para-dar-seguranca-a-suas-familias/

  199. laercio da rocha

    -

    17/03/2011 às 18:31

    Caro jornalista, sou guarda-vidas há 13 anos, sofro com varias sequelas fisicas adquiridas ao longo destes anos de trabalho e meus companheiros me acompanham nesta mesma dor, 80% dos meus companheiros de trabalho encontran-se lesionados, a alimentação e pessima, os equipamentos insuficientes e alguns inexistentes, em determinados momentos pagamos para trabalhar, alimentação, acessorios, transporte;
    segundo a constituição o soldo do militar não pode ser inferior ao salario minimo, todo trabalhador tem direito a vale transporte, todo trabalhador exposto a ambiente nocivo ou insalubre tem direito a periculosidade ou insalubridade, tudo isto ALEM DE SER INADMISSIVEL E TAMBEM INCONSTITUCIONAL. Sou bombeiro guarda vidas por amor, por devoção, com prazer, porem o sistema nos esmaga.
    gostaria muito de acreditar que os governadores,os secretarios, os comandantes e as secretarias de segurança fossem sentar e debater de forma seria e conclusiva a questão salarial e funcional da segurançao publica do nosso país.
    caro jornalista deixo aqui o meu muito obrigado e se puder acesse SOS GUARDA VIDAS BLOGSPOT.

  200. SdTeresina-PI

    -

    17/03/2011 às 18:14

    Fiquei sabendo hoje da existencia desse blog, devo dizer que ele é algo magnifico. Parabéns para todos aqueles que contribuem de alguma para o trabalho que é exposto neste blog.

    Muito obrigado, meu caro. Volte sempre, estou tratando bastante do tema.
    Abraços

  201. Carlos Vanuthi

    -

    17/03/2011 às 17:57

    A segurança publica no Brasil precisa ser tratada com mais responsabilidade. Há 15 anos trabalho no ramo empresárial no estado de Alagoas. Semana passada tive 17000 reais roubados qnd saia da Caixa Economica Federal. Foi a sétima vez que fui assaltado em dois anos. O país está deixando a desejar no tocante a segurança publica!

  202. Alessandro

    -

    17/03/2011 às 16:24

    Obrigado pela iniciativa e, acima de tudo, parabéns pela sua coragem.

    Alessandro
    Investigador de Polícia de São Paulo

    Obrigado, caro Alessandro. Volte sempre.

  203. Sgt Bm reis

    -

    17/03/2011 às 16:24

    Sr Ricardo Setti obrigado por acreditar no trabalho dos milirares e publicar essa materia que esta sendo muito util para nos sabemos que esta revista e presença marcante em todos os meios de comunicação,comercios,lares, isso faz com que a população fica sabendo o que esta acontecendo com a segurança publica e porque o pais esta neste caos da criminalidade. obrigado

  204. Janio Ferrarezi

    -

    17/03/2011 às 15:55

    Concordo plenamente com as palavras do nobre colunista, onde diz que só a PEC é pouco. Mas também não adianta o Policial trabalhar com um carrão que ele não consegue nem comprar a lanterna com o seu salário se algo acontecer, pois se colidir a vtr e não conseguir se inocentar, tem que tirar dinheiro do bolso. E quem não comete um erro no volante.A Pec 300 é de suma importancia e tambem é de suma importancia profissionais so seu gabarito interressados na cobertura da PEC 300. Fiacmos mais confiantes. Obrigado de toda Familia Policial Militar.

  205. LUIS CARLOS

    -

    17/03/2011 às 15:26

    Os Policiais devem se juntar e cobrar os políticos usaram e abusaram da pec 300 para se elegerem e agora, por pressão do governo, não assumem sua promessa.

  206. carlos alberto

    -

    17/03/2011 às 15:22

    Acho que a populaçâo tambem deveria apoiar mais abertamente essa proposta a pec 300,porque policiais e bombeiros mais bem pagos e preparados dariam mais segurança a populaçâo;que sâo responsaveis pelo salario dos agentes da segurança publica.através de impostos.

  207. julmar

    -

    17/03/2011 às 15:08

    a pec 300 e simplesmente um instrumento para que se inicie uma verdadeira revolução na questão de segurança pública. com a valorização dos profissionais, eles respirariam e viveriam a segurança e o cidadão agradeceria. parabéns revista veja pela iniciativa.

    Obrigado. Não deixe de ler outro post meu a respeito, muito mais completo e defendendo vigorosamente uma grande melhoria na situação dos policias e bombeiros no link

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/pec-300-os-responsaveis-pela-nossa-seguranca-nao-ganham-o-suficiente-para-dar-seguranca-a-suas-familias/

  208. Juliano Silva

    -

    17/03/2011 às 14:49

    A esperança de dias melhores estar por vir. Acreditar nessa proposta vale a pena.
    Prezado Ricardo,parabéns pela dedicação.

  209. Marcio Antonio Santiago

    -

    17/03/2011 às 14:25

    CARO SR. RICARDO.SOU PM APOSENTADO A MAIS DE OITO ANOS E COMO SERIA BOM CURTIR ESTA TÃO ESPERADA APOSENTADORIA JUNTO DOS
    FAMILIARES.MÁS COMO TEMOS CARATER E HONRA NÃO PODEMOS DEIXAR ESPOSA E FILHOS RECLAMANDO QUE QUEREM ISTO OU AQUILO.DÁ DÓ VER UM FILHO COM VONTADE DE TOMAR UM DANONE E DIZER AO MESMO QUE O PAGAMENTO SÓ DÁ PRA COMPRAR O BÁSICO.MÁS GRAÇAS A DEUS MESMO APOSENTADO TENHO DOIS ‘bicos’QUE ME AJUDAM A MANTER OS ESTUDOS DOS MEUS CINCO FILHOS.GRAÇAS A DEUS MINHA FAMILIA É MARAVILHOSA E SOMOS ABENÇOADOS POR DEUS.COM TODA ESTA LUTA JÁ FORMEI UM ENGENHEIRO DE COMPUTAÇÃO E OUTRO CURSANDO MEDICINA VETERINÁRIA E OUTRO PREPARANDO PARA VESTIBULAR FEDERAL DE MEDICINA.OS OUTROS AINDA ESTÃO NO FUNDAMENTAL.MÁS TORÇO PARA QUE SEJAMOS VALORIZADOS ATRAVÉS DA PEC 300 E QUE UM DIA EU POSSA ME APOSENTAR DE VERDADE SE O SR. JESUS NÃO ME LEVAR ANTES. CONTINUE NESTA BATALHA POR NÓS E QUE DEUS ABENÇOE O SR. E SUA FAMILIA.

  210. Getúlio Medeiros

    -

    17/03/2011 às 13:54

    Versão editada – Getúlio Medeiros
    - 17/03/2011 às 13:47

    Seu comentário está aguardando moderação
    Prezado Colunista – Ricardo Setti,

    Os elogios que o senhor vem recebendo são merecidos, não só por ter isoladamente adotado divulgar a luta e as dificuldades que sofrem os profissionais de segurança pública, no que expôs a deficiência, o descaso, e a falta de compromisso público, que os parlamentares federais da base do Governo tem defendido, quando se negam à cumprir com a Constituição Federal,no tocante a colocar ou não em votação no 2º turno a Proposta de Emenda Constitucional de nº 300/08, mas também pela louvável iniciativa de criar uma ferramenta midiática que promove discussões sociofilosóficas em caráter emblemático, acerca daquilo que fere a sociedade brasileira no tocante a sua liberdade, e, os seus direitos.

    Jamais vou criticar de forma grotesca apesar de não concordar com a sua opinião, baseada é claro nos pensamentos ditatoriais pelos quais passamos algum tempo atrás. Confesso que apesar de admirar a voz que o senhor está dando à nossa movimentação, fico preocupado, quando o senhor também abre espaço para o seguinte juízo: “E também é inadmissível o recurso à greve: corporações armadas pelo Estado não podem fazer greve de forma alguma. Greves de policiais são ilegais, inconstitucionais e devem ser combatidas e, se for o caso, reprimidas com o uso das Forças Armadas”.

    Ora, o Estado através de seus gestores incompetentes, não atendem as reinvidicações nem de quem pode e faz a legítima greve, imagina então se permanecesse esse seu pensamento retrógrado e errôneo acerca da seguinte frase: “…Greves de policiais são ilegais, inconstitucionais e devem ser combatidas e, se for o caso, reprimidas com o uso das Forças Armadas”.

    Suas palavras possuem o mesmo peso do chumbo daqueles anos inconoclastas, que passamos com muita dificuldade. Quer dizer então que trabalhadores além de serem vedados à prática de algo legítimo, de não poderem se manifestar, mesmo num Estado Democrático de Direito, com liberdade de expressão e dignidade da pessoa humana garantidos constitucionalmente, segundo vossa senhoria, teriam que ser amordaçados e tremendamente reprimidos por outra força, igual aquela que reprimiam pessoas simples, até jornalistas feito vossa senhoria, até bem pouco tempo atrás????

    Ademais a questão da discussão se policial pode ou não fazer greve já foi bastante explorada e pacificada, comumente esclarecida a diferença entre a vedação de greve aos militares das Forças Armadas e a permissão de greve aos Policiais Militares, ou seja, não há vedação de greve aos policiais.
    No entanto, quando se irrompe o movimento grevista, não há que falar em quebra da hierarquia, que se refere à estrutura organizacional graduada da corporação e que se mantém preservada mesmo nesse instante. A inobservância de ordens provenientes dos que detêm patentes superiores, com a paralisação, caracteriza ato de indisciplina? Recorde-se que a determinação proveniente de superior hierárquico, para ser válida, deve ser legal. Jamais, com base na hierarquia e na obediência, por exemplo, há que exigir de um soldado que mate alguém apenas por ser esse o desejo caprichoso de seu superior.

    Logo, se existem condições que afrontem a dignidade da pessoa humana no exercício da atividade policial, o ato de se colocar contra tal estado de coisas jamais poderia ser tido como de indisciplina. A busca por melhores salários e condições de trabalho não implica ato de insubordinação, mas de recomposição da dignidade que deve haver no exercício de qualquer atividade remunerada. Portanto, se situa dentro dos parâmetros constitucionais.

    Quanto às polícias civis e federais, não há sequer norma semelhante à anterior, até mesmo porque possuem organização diversa. No entanto, para afastar alegações de inconstitucionalidade da greve de policiais, o mais importante é que não se deve confundir polícia com Forças Armadas.

    Conforme previsão constitucional, a primeira tem como dever a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. Já as segundas, constituídas por Exército, Marinha e Aeronáutica, destinam-se à defesa da pátria e à garantia dos Poderes, da lei e da ordem.
    Às Forças Armadas, e somente a elas, é vedada expressamente a greve (artigo 142, parágrafo 3º, inciso IV, da Constituição). Ressalte-se que em nenhum instante foi feita igual referência à polícia, como se percebe dos artigos 42 e 144 do texto constitucional. A razão é simples: somente às Forças Armadas não seria dado realizar a greve, um direito fundamental social, uma vez que se encontram na defesa da soberania nacional. É de entender a limitação em um texto que lida diretamente com a soberania, como a Constituição Federal.
    O uso de armas, por si só, não transforma em semelhantes hipóteses que são distintas quanto aos seus fins. As situações não são análogas. A particularidade de ser um serviço público em que os servidores estão armados sugere que a utilização de armas no movimento implica o abuso do direito de greve, com a imposição de sanções hoje já existentes.

    Portanto meu caro Sr. Ricardo Setti, ficamos lisonjeados com a sua divulgação e o seu espaço, porém procure não abusar da sua necessidade de atrair à atenção do público, explorando algum assunto somente pela sua complexidade, sem ao menos conhecer in loco as verdadeiras necessidades e intensões de uma possível PARALIZAÇÃO NACIONAL, ou não, de uma categoria tão sofrida e usurpada em seus direitos ao longo dos anos.

    Muitísimo Obrigado!

    Caro Getúlio, aceito suas críticas mas, com todo o respeito, sou frontalmente contrário a greves de policiais. Há outras formas de defender reivindicações.
    A propósito, não deixe de ler outro post meu a respeito, muito mais completo e defendendo vigorosamente uma grande melhoria na situação dos policias e bombeiros no link

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/pec-300-os-responsaveis-pela-nossa-seguranca-nao-ganham-o-suficiente-para-dar-seguranca-a-suas-familias/

  211. andre

    -

    17/03/2011 às 13:53

    Em primeiro lugar quero agradecer ao reporter Ricard Setti pela forma que informou a população brasileira das condições que se encontram nossas instituições de segurança pública de nosso país de forma clara e objetiva agradeço tb por informar que irá acompanhar a Nossa Querida Pec 300, todo universo desses 700 mil agentes de segurança pública de todo Brasil lhe agradece!!!!!

  212. Alberth

    -

    17/03/2011 às 13:38

    A esperança é a ultima que morre.Basta que os governos estaduais elaborem planos de carreira eficientes para as policias estaduais. já seria metade dos problemas resolvidos.

  213. PRISCILA CARNEIRO

    -

    17/03/2011 às 13:02

    Sou esposa de militar ,mas antes de ser tinha tido contato com a profissão devido ter um pai e um irmão que também pertenciam a está instituição,mas posso dizer que ao casar com um praça as realidades foram sofridas na pele com o passar dos dias ,pois meu pai hoje está na reserva e meu irmão nem sofe tanto porque é um capitão,mas meu esposo AH ESSE É UM PRAÇA QUE LABUTA DE SOL A SOL,tem que pegar 3 conduções sair 4 hrs antes para chegar no horário,muitas vezes fica sem comer,e pior quando é escalado para trabalhar em um horário não condizente com transporte público,acaba tendo que ficar no alojamento perder parte de sua folga que poderia estar com a familia para assim pegar o primeiro ônibus e chegar em casa 4HRS depois ,tomar um banho ,engolir a comida e dormir um pouco,mas quando se levanta o dia acabou ,e começa tudo de novo.Mas como seus superiores dizem,quando entraram não sabiam?Só não sabiam que passariam 17 anos sem aumento,com um vale refeição de $67,00 reais e pior trabalhando longe da familia tendo que por dinheiro do bolso muitas vezes para pegar ônibus,já que muitas empresas não levam mais que dois PMs ,e quando vão vão em PÉ cerca de 6 a 7 horas pois para não pagarem devem estar fardados,fazer o que não ,aos olhos de seus superiores um bom Policial tem que aceitar humilhações,ah me esqueci da hora do BOI RALADO,quando eles vão comer CANEQUIAR ,COMEDORES DE COXINHA,como ZOMBAM DOS POLICIAIS NAS RUAS,sempre falo para meu esposo ,miséria pouca desgraça é muita,então pague!
    Mas Nobre Jornalista o que eu aprendi sendo esposa de um praça que durante 30 anos que fui apenas filha de um e não entendia do porque ele chegava em casa nervoso,cansado,estressado,impaciente ,nunca tinha tempo para familia e fazendo de casa um segundo quartel ,daí eu aprendi que ele ,meu esposo e os praças de hoje são TRATADOS COMO NÚMEROS ,NÃO TÁ CONTENTE SAI MEIA DÚZIA ENTRA 500.Sem falar na questão familia,na época de meu pai havia confraternizações entre os familiares dos soldados hoje nem entramos nos quartéis ,sem contar que lugar de esposa de soldado e no cantinho da casa cuidando dos filhos,pois Policial é proibido de levar o serviço para casa,não pode dividir seu cotidiano com sua esposa pois ela não tem direito de saber porque não é um militar,mas se ele levar um tiro em serviço e ficar invalido quem cuidará dele ?E se ele morrer? quem irá socorrer seu superior o governador?CLARO A ESPOSA!QUE LHE PROMETEU AMA-LO E RESPEITA-LO,NA SAÚDE E NA DOENÇA ALEGRIA E NA TRISTEZA !EU HOJE NÃO DIRIA QUE VALE APENA SER UM POLICIAL SEJA ELE CÍVIL OU MILITAR!UM PRAÇA SEMPRE SERÁ TRATADO COMO MAIS 1 !

  214. CBPMBM-MG

    -

    17/03/2011 às 12:33

    Militares, nunca mais !

    Millôr Fernandes

    Ainda bem que hoje tudo é diferente, temos um PT sério, honesto e progressista. Cresce o grupo que não quer mais ver militares no poder, pelas razões abaixo.

    Militar no poder, nunca mais. Só fizeram lambanças.

    Tiraram o cenário bucólico que havia na Via Dutra de uma só pista, que foi duplicada e recebeu melhorias; acabaram aí com as emoções das curvas mal construídas e os solavancos estimulantes provocados pelos buracos na pista.

    Não satisfeitos, fizeram o mesmo com a rodovia Rio-Juiz de Fora.

    Com a construção da ponte Rio-Niterói, acabaram com o sonho de crescimento da pequena Magé, cidade nos fundos da Baía de Guanabara, que era caminho obrigatório dos que iam de um lado ao outro e não queriam sofrer na espera da barcaça que levava meia dúzia de carros.

    Criaram esse maldito do Proálcool, com o medo infundado de que o petróleo vai acabar um dia. Para apressar logo o fim do chamado “ouro negro”, deram um impulso gigantesco à Petrobras, que passou a extrair petróleo 10 vezes mais (de 75 mil barris diários, passou a produzir 750 mil); sem contar o fedor de bêbado que os carros passaram a ter com o uso do álcool.

    Enfiaram o Brasil numa disputa estressante, levando-o da posição de 45ª economia do mundo para a posição de 8ª, trazendo com isso uma nociva onda de inveja mundial.

    Tiraram o sossego da vida ociosa de 13 milhões de brasileiros, que, com a gigantesca oferta de emprego, ficaram sem a desculpa do “estou desempregado” .

    Em 1971, no governo militar, o Brasil alcançou a posição de segundo maior construtor de navios no mundo. Uma desgraça completa.

    Com gigantesca oferta de empregos, baixaram consideravelmente os índices de roubos e assaltos. Sem aquela emoção de estar na iminência de sofrer um assalto, os nossos passeios perderem completamente a graça.

    Alteraram profundamente a topografia do território brasileiro com a construção de hidrelétricas gigantescas (Tucuruí, Ilha Solteira, Jupiá e Itaipu), o que obrigou as nossas crianças a aprenderem sobre essas bobagens de nomes esquisitos. O Brasil, que antes vivia o romantismo do jantar à luz de velas ou de lamparinas, teve que tolerar a instalação de milhares de torres de alta tensão espalhadas pelo seu território, para levar energia elétrica a quem nunca precisou disso.

    Implementaram os metrôs de São Paulo, Rio, Belo Horizonte, Recife e Fortaleza, deixando tudo pronto para atazanar a vida dos cidadãos e o trânsito nestas cidades.

    Baniram do Brasil pessoas bem intencionadas, que queriam implantar aqui um regime político que fazia a felicidade dos russos, cubanos e chineses, em cujos países as pessoas se reuniam em fila nas ruas apenas para bater-papo, e ninguém pensava em sair a passeio para nenhum outro país. Foram demasiadamente rigorosos com os
    simpatizantes daqueles regimes, só porque soltaram uma “bombinha de São João” no aeroporto de Guararapes, onde alguns inocentes morreram de susto apenas.

    Os militares são muito estressados. Fazem tempestade em copo d’água só por causa de alguns assaltos a bancos, sequestros de diplomatas.. . ninharias que qualquer delegado de polícia resolve.

    Tiraram-nos o interesse pela Política, vez que os deputados e senadores daquela época não nos brindavam com esses deliciosos escândalos que fazem a alegria da gente hoje.

    Inventaram um tal de FGTS, PIS e PASEP, só para criar atritos entre empregados e patrões.
    Para piorar a coisa, ainda criaram o MOBRAL, que ensinou milhões a ler e escrever, aumentando mais ainda o poder desses empregados contra os seus patrões.
    Nem o homem do campo escapou, porque criaram para ele o FUNRURAL, tirando do pobre coitado a doce preocupação que ele tinha com o seu futuro. Era tão bom imaginar-se velhinho, pedindo esmolas para sobreviver.

    Outras desgraças criadas pelos militares:
    Trouxeram a TV a cores para as nossas casas, pelas mãos e burrice de um
    Oficial do Exército, formado pelo Instituto Militar de Engenharia, que
    inventou o sistema PAL-M.

    Criaram a EMBRATEL; TELEBRÁS; ANGRA I e II; INPS, IAPAS, DATAPREV, LBA, FUNABEM. Tudo isso e muito mais os militares fizeram em 22 anos de governo.

    Depois que entregaram o governo aos civis, estes, nos vinte anos seguintes, não fizeram nem 10% dos estragos que os militares fizeram.

    Graças a Deus!

    Tem muito mais coisas horrorosas que eles, os militares, criaram, mas o que está escrito acima é o bastante para dizermos: “Militar no poder, nunca mais!!!”, exceto os domesticados.

    ALÉM DISSO, NENHUM DESSES MILITARES CONSEGUIU FICAR RICO.

    ETA INCOMPETÊNCIA!!!

  215. CBPMBM-MG

    -

    17/03/2011 às 12:30

    APAGÃO!!!APAGÃO!!!APAGÃO!!!APAGÃO!!!APAGÃO!!!APAGÃO!!!APAGÃO!!!APAGÃO!!!APAGÃO!!!APAGÃO!!!APAGÃO!!!APAGÃO!!!APAGÃO!!!APAGÃO!!!APAGÃO!!!APAGÃO!!!APAGÃO!!!APAGÃO!!!APAGÃO!!!APAGÃO!!!APAGÃO!!!APAGÃO!!!APAGÃO!!!APAGÃO!!!SERÁ PRECISO!!!

    Caro Gladstone, sou favorável a uma drástica melhoria nas condições de vida e de trabalho, inclusive salariais, dos policiais e bombeiros, mas inteiramente contra uma greve de corporações armadas, como tenho insistido no blog.
    Abraços

  216. CABO TEOFILO OTONI

    -

    17/03/2011 às 12:17

    CARO JORNALISTA É DE SUMA IMPORTÂNCIA ESTA SUA REPORTAGEM, NA QUAL SE REFERE A SEGURANÇA PUBLICA DE NOSSO PAIS A QUAL ESTA SUCATEADA, ANDA ENGATIANDO, SEM RECURSOS, SEM SALARIOS DIGNOS, SEM EQUIPAMENTOS, OS NOSSOS GOVERNANTES NÃO NOS DÃO O VALOR MERECIDOS , COMO QUE OS PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA NÃO SÃO SERES HUMANOS, PAIS DE FAMÍLIA, ISTO É UM ASSUNTO QUE MERECE ANTENÇÃO DOS ATUAIS GOVERNOS E DE TODA A SOCIEDADE,POIS SE CONTINUAR DESTA FORMA ESTÃO VEDADEIRAMENTE BRINCANDO COM FOGO E A QUALQUER MOMENTO PODERÁ SE QUIMAR, COMO ISTO TRAZENDO GRANDES SEQUELAS E MARCAS PROFUNDAS QUE PODERÃO MANCHAR A IMAGEM DO PAIS QUE QUEREM CEDIAR UMA COPA DO MUNDO, SERÁ QUE COM OS MISEROS SALARIOS PAGOS AOS PROFISSIONAIS SERIA POSSIVEL
    COBRAR DIGNIDADE, UM BOM DESEMPENHO, PARA QUE TENHA UMA EXCELENCIA NO TRABALHO O SERVIDOR TEM QUE SER MOTIVADO, ESSE ÉUM METODO QUE JA É EMPREGADO NAS EMPRESAS PRIVADS E COM TODA CETEZA TEM DADO MUITO CERTO. MUITO OBRIGADO PELO ESPAÇO.

  217. Silvio

    -

    17/03/2011 às 12:15

    Setti, ninguém é contra que os policiais sejam melhor remunerados e tenham as melhores condições possíveis de trabalho.Idem para os médicos do serviço público, professores e mais uma extensa gama de profissionais que trabalham para o estado.Como você coloca bem, a lei em tramitação-PEC 300 – impõe um custo a ser absorvido, em última instância ,pelo contribuinte, o qual já tem sobre si uma das maiores cargas tributárias do mundo. Só que para atender tais justas demandas teremos que mudar drasticamente as regras do jogo atual,modernizando as estruturas funcionais públicas, acabando com a estabilidade de emprego, com aposentadoria integral; com o INSS, onde menos de 1 milhão de funcionários federais deixam um rombo anual de mais de 50 BILHÕES DE REAIS; teremos que rever a injustiça que se comete com os aposentados da iniciativa privada, que se aposentam no MÁXIMO com pouco mais de 3.800 reais; teremos que acabar com o gigantesco número de funcionários comissionados,etc..Caso contrário, faltará contribuinte para suportar tal demanda orçamentária. Desculpe o desabafo.

  218. Escrivão de Polícia

    -

    17/03/2011 às 12:12

    Pela primeira vez vejo que um jornalista de renome acompanha a luta dos policiais civis e militares de todo País em prol de melhores e dignos salários que se encontram defasados há muitos anos, diga-se de passagem no Estado de São Paulo, nosso salário é cheio de penduricalhos que somados geram um holerith, que foi apelidado de miserith. Os policiais são o braço armado da segurança do País e deveriam ter mais valor, tendo em vista que são eles que prestam o primeiro contato com as vítimas de todo tipo e representam o Estado mas são esquecidos por quem o dirige.

  219. Marcelo Henrique de Souza

    -

    17/03/2011 às 12:03

    Caro Sr. Ricardo Setti, se quer mesmo saber a verdade, estamos mesmo é lascados, se quer temos apoio de deputados e qualquer outor politicos, na maioria das opnioes o senhor esta fazendo mais por nóis, do que esses que se dizem ” politicos’ amigos. ainda relembro, que estamos desprovidos de qulquer vantagem, tipo periculosidade, salubridade, e muitas das veses não temos nem mesmo previsão de aumento, ate em um determinado estado da federação querem tirar armamento das mãos de policiais, que graças a Deus, nao foi aprovado. Mais gostaria que soubesse que em nome de todos os militares deste pais, e em principal os do interior dos estados, que menos são informados sobre tudo que acontecem, venho agradecer seu apoio na nossa luta, e pedir humildemente que não se canse e nem pare de publicar materias sobre a PEC, que é o desejo e militares que saem de casa para dar segurança a população e muitas das veses deixam suas proprias familias a mercê do perigo. Obrigado leal amigo, que mesmo sem lhe conhecer pessoalmente sinto que dentro deste homem, um valor. Obrigado, obrigado, obrigado…. Conte com a familia policial.

  220. Ronaldo

    -

    17/03/2011 às 11:01

    Caro jornalista, não soo Policial, mas sou empresário e como tal, estou alarmado com a crescente onda de violência que assola este País, onde as pessoas de bem são trancadas e os bandidos ficam soltos. Assim sendo, sou a favor e acho justo e necessário que a segurança Públiva deste País seja valorizada, não se admite um Policial não ter um salário dgno e condizente com a sua profissão. Sou a favor e estou admirado em ver um jornalista a favor da classe dos policiais, pois neste País a escala de valores morais está invertida, onde se dá mais atenção para um bandido do que para um Policial. Parabéns Jornalista, vc está no caminho certo…

  221. cb mineiro

    -

    17/03/2011 às 11:00

    ao sr ricardo setti. o brasil passa por por uma crise do almento da criminalide e drogas,os politicos empurra com a barriga ,como se os pobremas nao fosse com eles.os policiais mal remunerados,estrutura toda sucatiada e escalas desumano,forçando o homem mais do que o seu limite.a minha familia agradece por voce mostrar que nao se faz seguraça so com palavras,mas com valorizaçao do homem.

  222. Gabriel

    -

    17/03/2011 às 10:26

    Nao é necessário fazer greve: Basta fazer operação padrão. Com isso oficialmente não se poderá incriminar ninguém, oficialmente falando. É o que a PF faz e sempre dá certo.

  223. 1ºSGT PM - PMAL

    -

    17/03/2011 às 10:24

    Parabéns por manter o tema PEC300 na mídia. SENHOR RICARDO SETTI,OBRIGADO POR LEMBRAR DOS ESQUECIDOS!

  224. wesley

    -

    17/03/2011 às 10:06

    NÃO SE PODE TRATAR IGUALMENTE OS DESIGUAIS!
    Excelente a matéria, no entanto no final há uma posição contrária com relação ao ato grevista. Entendo sim que o assunto é complexo devido ser uma instituição armada. Mas pergunto qual ou quais medidas traria uma resposta por parte do Estado.
    Temos visto a quase dois anos centenas de manifestações Brasil a fora apoiando a PEC 300, e qual a importância dada a este assunto quevem sendo empurrado com a “barriga” durante todo esse. E se não me engano a proposta foi aprovada em primeiro turno quando policiais de todo o Brasil lotaram e fecharam ruas de brasília. Açoes mais ousadas devem ser planejadas como forma de cobrança.
    Agradecemos a matéria e que venham muitas outras,a midia é fundamental nesse processo.

    Att.

    Continuarei acompanhando o assunto e apoio a melhoria de vida dos policiais e bombeiros, uma melhoria drástica, mas sou absolutamente contra a atos de força, inclusive ao fechamento de ruas, medida ilegal e arbitrária, meu caro Wesley, que acabam tirando a razão de quem os pratica.
    Abração

  225. PM

    -

    17/03/2011 às 9:17

    Caro Sr. Ricardo, nos agentes de segurança pública agradecemos pelo apoio.

  226. Rogério Francisco de Azevedo

    -

    17/03/2011 às 9:13

    Em alguns comentarios, criticas ao post. Mas criticas sao bem vindas. O assunto incomoda a muitos.

  227. Sd BM MG

    -

    17/03/2011 às 9:01

    Olá,

    realmente o salario nosso não é dos melhores, seria muito bom uma melhora, não precisa ser tanto como os 10 salarios minimos que se ganha no DF, mas, seria bem vindo algo entre 6 e 8 salarios pelo menos.

    Assim poderiamos dar qualidade de vida a nossa familia e ter mais animo com o trabalho.

    Tambem acho necessario mudar algumas coisas. Nosso salario ainda serve para nos alimentarmos, veja só, um Sd em Minas, ganha hoje R$ 2.041,74.
    Desconta-se desse montante:
    IPSM R$ 179,67
    FUNDO APOSENTADORIA R$ 78,60
    IMPOSTO DE RENDA R$ 36,64
    Sobraram: 1746,83

    Ai voce almoça todo dia para os Administrativos e almoça e janta e toma café para os operacionais (24h) 10 dias por mes.

    O que gera aproximadamente o mesmo custo de 20 refeições, a R$ 15,00 cada, são mais R$ 300,00 e fora o custo do transporte.

    Sobra para o militar 1443,86 para sustentar sua familia, pagar as contas basicas, alimentação, escola, medicamentos, etc.

    E olha que nosso salário não é dos piores, imagina o restante do país. Como que você se concentra no trabalho 100%, não tem a menor condição.

    90% ou mais dos colegas de farda tem ainda emprestimos consignados usando quase toda a margem livre de seus contra-cheques, o que piora mais ainda a situação.

    Enfim, a PEC300 é uma necessidade urgente, ainda que a greve não seja justa, é a maneira que temos de mostrar e comover a sociedade, e principalmente, os politicos, que dão aumento minimo para o salario minimo, mas, dão generosos aumentos para si.

    Sempre alegando rombo da previdencia, mas, ninguem fala que a previdencia deu LUCROS enormes durante dezenas de anos e o governo roubou esse dinheiro dos aposentados, agora vem falar que o sistema é precario.

    Vamos votar melhor nas proximas eleições, e torcer para os atuais deputados e governantes olharem para nossos lares, que estão jogados as traças.

  228. Policial SP

    -

    17/03/2011 às 8:19

    O Estado para manter seu controle sobre individuos e comunidades, para confrontar e inibir qualquer força que significa ameaça, usa o militarismo como um recurso básico. Obviamente ser um policial, um militar,ou carcereiro etc. É colaborar com o Estado e com as suas agressões, é colaborar para que o Estado e o capital continuem com seus projetos de domínio sobre nós.

  229. Policial SP

    -

    17/03/2011 às 8:17

    Militarismo é o flagelo comum de todas as opiniões, de todos os interesses, de todos os direitos nacionais: a extorsão da liberdade, a obliteração da inteligência, a proibição do civismo.
    Agradeço pelo espaço.

  230. Valdir

    -

    17/03/2011 às 8:13

    Caro Sr Ricardo mais uma vez o sr. foi direto ao ponto a segurança publica não necessita unica e exclusivamente de salarios melhores e sim de um conjunto de obras que passam por condições de trabalho, armamento, aperfeiçoamento dentre outros, pois se os governantes passarem a ver os gastos com segurança publica como investimernto e não despesas nosso pais e os estados em geral poderão oferecer uma seguramça publica de respeito .

  231. francisco carlos viana sousa

    -

    17/03/2011 às 8:02

    sou policial militar, com muito orgulho, mas outrora, passei por um problema de saúde, denominada Hérnia de disco, na L5 S1, onde fiquei doze dias internado e um ano afastado da policia militar. pois bem meu caro amigo, veja só o problema que eu arranjei. tenho uma esposa; um filho; moro de aluguel, e para complicar ainda mais, o meu médico traumatologista disse que o meu caso tinha indicação cirurgica, e que o meu problema era aposentadoria. o meu dilema já era extenso, e agora, vou me aposentar, sem saúde para trabalhar, vou perder as gratificações, meu salário, não vai dar nem pra comprar o SAL, na concepção da palavra. então eu cheguei na junta médica e disse o seguinte: Dr. me coloque apto para o trabalho. ele olhou pra mim e disse, tem certeza? a minha resposta foi clara e concisa, eu não posso deixar a minha familia passar fome, eu não ganho nada, e alem de doente vou perder as gratificações. então ele disse, peça ao seu médico que mande um atestado dizendo que você tem condições de trabalhar. então eu retormei para minha cidade, e pedí quase chorando ao meu médico, que me desse um atestado dizendo que eu tinha condições de trabalho. a resposta dele foi uma lagrima descendo do seu rosto, e lançando uma critica ao governo do meu estado. porém se convalesceu, e me deu o atestado. hoje trabalho com dores nas costas, mas agradeço a deus por me dar uma familia linda, que me apoia em todos os sentidos, e voltei a ter esperança em dias melhores, com essa PEC-300, e fiquei bastante alegre em saber que existe pessoas como senhor, que usa de sua inteligencia e sabedoria, para colocar artigos nesse meio de comunicação que tem uma credibilidade enorme no nosso país, sobre uma causa justa, que vem a melhorar o nosso convívio social,e porque não dizer dará estimulos para toda a tropa do nosso país. ao senhor meu deus rogo desde já saúde; sabedoria, e inteligencia, e que seja extensivo ao senhor e toda sua familia, pela brilhante matéria, por nos proporcionar esse sentimento que ainda vai dar certo, pois agora temos voz em um meio de comunicação que tem credibilidade em nosso país. ah! desculpe o meu desabafo. fica com deus.

  232. Sd Macedo

    -

    17/03/2011 às 2:15

    Sr. Ricardo Setti, necessitamos da divulgação deste anseio dos mais de 70 mil servidores de segurança pública, concordo com sua posição, é necessário não só os investimentos citados por você, mas uma reestruturação do sistema de segurança pública(o excesso de burocracia e falta de comunicação entre a PM, PC, ministério Público, Judiciário é absurdo!!! Dependendo de onde trabalha um policial este sofre uma carga emocional muito grande, alguns(não seria hipócrita a ponto de negar) se corrompem, outros se desequilibram emocionalmente(até o ponto de cometer suicídio). Não acho que a aprovação da PEC300 é a solução de todos os problemas, mas traz um conforto a esta classe sofrida e tão maltratada! Um abraço e parabéns pela matéria!!!

  233. Ricardo

    -

    17/03/2011 às 1:57

    Parabéns pelo artigo, o povo tem que abrir os olhos, não é só a sociedade que é vitima da violência, nos policias também sofremos e precisamos de um mínimo de dignidade para combater a criminalidade que só vem crescendo em nosso querido pais.

  234. paulo baker

    -

    17/03/2011 às 1:03

    PROPOSTA DE RESTRUTURAÇÃO DO DF.

    A PROPOSTA DA REESTRUTURAÇÃO DA PMDF E CBMDF É ESSA.

    O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o artigo 62 da constituição da República Federativa do Brasil, adota a seguinte medida.

    Art. 1º Fica instituída a carreira única da Polícia Militar do Distrito Federal a qual incia-se como soldado de 2ª classe e encerra-se como Coronel de Polícia.

    Art. 2º – A polícia Militar do Distrito federal criará normas e mecanismos para a ascensão profissional.

    Art. 3º – Unifica-se todos os quadros da Polícia Militar ao Quadro de Políciais Militares Combatentes, exceto o Quadro dos médicos que permanecesse conforme encontra-se na lei.

    Art. 4º – Deixa de existir o número de vagas para promoção, havendo progressão funcional conforme tabela em anexo.

    Art. 5º – Todos os benefícios contuidos nesta lei estende-se aos policiais militares inativos, da reserva remunerada e as pensionistas.

    Art. 6º – Deixa de existir o interstício e passa a ter progressão funcional conforme tabela do anexo I.

    Art. 7º – Estabelece o Mês Março como sendo a data base do reajuste dos Policiais Militares do Distrito Federal.

    Art. 8º – Institui o reajuste anual para os Policiais Militares no mesmo percentual concedido ao Fundo Constitucional.

    Art. 9º – A promoção para 2º Ten será exclusiva dos subtenentes ou, quando não houver subtenente habilitado, deverá ser primeiro Sargento obedecendo o critério da antiguidade.

    Art. 10º – Cria-se a gratificação para os policiais militares que estejam exercendo função de monitor, instrutor e ou comandante de pelotões dos cursos de formação e profissionalização.

    Art. 11º – Cria-se a gratificação de escolaridade para curso acima de 120horas/aulas no mesmo valor pago referente a um serviço voluntário.

    Art. 12º – Para efeitos do disposto no Inciso I do Art. 86, fica estabelecida as equivalências de cursos conforme aplicado nesta lei no Art. 105 aos Bombeiros Militares do Distrito Federal.

    I – a Curso de Formação de Praças, o Curso de Formação de Soldado;

    II – a Curso de Aperfeiçoamento de Praças, o Curso de Formação de Sargentos;

    III – a Curso de Altos Estudos de Praça, o Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos;

    IV – a Curso de Formação, os cursos superiores exigidos para o ingresso dos militares dos Quadros de Oficiais Militares QOPMA e ESPECIALISTAS.

    Art. 13º – O Policial Militar, quando completar trinta anos de efetivo serviço à Corporção, será promovido automaticamente ao posto ou graduação seguinte na escala hierárquica.

    Art. 14º – Cria-se a gratificação de escolariadade para os cursos de pós-graduação, mestrado, doutorado, bacharelado no valor pago referente a dois serviços voluntários por cada certificado apresentado.

    Art. 15º – Para a progressão funcional ao posto de coronel será exigido os cursos de bacharel em direito, Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais, Curso de Altos Estudos de Oficiais, curso superior de oficial, que serão ministrados a partir do posto de capitão pela PMDF e CBMDF.

    Art. 16 – autoriza a venda das licenças especiais e férias não gozadas totall ou parcial para aquisição da casa própria, aquisição de veículos, custear despesas médicas para tratamento de saúde própria ou dependentes, pagamento de dívida com entidade e ou órgãos do governo, aquisição de imóveis.

    Ler mais: http://policialbr.com/profiles/blogs/pec300-emenda-que-aumenta?commentId=4558549%3AComment%3A328998&xg_source=msg_com_blogpost#ixzz1GpHsfVTQ

  235. paulo baker

    -

    17/03/2011 às 0:59

    Eu comcordo plenamente em tudo que vc relata meu nobra amigo Ricador, e veja como o rio core para Brasilia, não so para os deputados mas para todos os que trabalham lá embora o serviço seja o mesmo e até mais calmo que o do Rio de janeiro.
    A pec e a dignidade das policia do Brasil.

  236. Roberto

    -

    17/03/2011 às 0:56

    Dr. Ricardo Setti,
    Imagine, por um minuto, o senhor sendo um pm ou policial civil, vivendo dessa profissão espinhosa e sem dignidade. Estou certo de que vai mudar rápido de pensamento.Nós, policias civis e militares, somos tão fracassados na vida que até perdemos as forças para estudarmos e sairmos da polícia. Padecemos tanto nessas polícias que nos tornamos violentos imbecis. Agradecemos muito a sua voz que nos abre uma porta de esperança. O senhor é um homem de bom coração. Forte abraço

  237. paulo baker

    -

    17/03/2011 às 0:54

    QUADROS EXISTENTE HOJE NA PMDF E SUAS RESPECTIVAS VAGAS.

    TEMPO NA FUNÇÃO/NÍVEIS

    VENCIMENTOS

    Coronel PM

    NÍVEL ÚNICO

    R$ 23.275,00

    Tenente-Coronel PM

    03 ANOS /NÍVEL 03

    R$ 21.413,00

    02 ANOS/ NÍVEL 02

    R$ 20.947,50

    O1 ANO / NÍVEL 01

    R$ 20.482,00

    Major PM

    03 ANOS/NÍVEL 03

    R$ 20.016,50

    02 ANOS/NÍVEL 02

    R$ 19.561,00

    01 ANO / NÍVEL 01

    R$ 18.852,75

    Capitães

    03 ANOS/NÍVEL 03

    R$ 18.387,25

    02 ANOS/NÍVEL 02

    R$ 17.921,75

    01 ANO/NÍVEL 01

    R$ 17.456,25

    Primeiro-Tenente PM

    03 ANO/NÍVEL 01

    R$ 17.400,00

    02 ANOS/NÍVEL 02

    R$ 17.300,00

    01 ANO/NÍVEL 03

    R$ 17.223,50

    Segundo-Tenente PM

    03 ANOS/NÍVEL 03

    R$ 17.117,00

    02 ANOS/NÍVEL 02

    R$ 16.687,00

    01 ANO/NÍVEL 01

    R$ 16.257,00

    SubTenetente

    03 ANOS/NÍVEL 03

    R$ 15.827,00

    02 ANOS/NÍVEL 02

    R$ 15.361,50

    01 ANO/NÍVEL 01

    R$14.430.50

    1º Sargentos

    03 ANOS/NÍVEL 03

    R$ 13.965,00

    02 ANOS/NÍVEL 02

    R$ 13.499,50

    01 ANO/NÍVEL 01

    R$ 13.034,00

    2º Sargentos

    03 ANOS/NÍVEL 03

    R$ 12.568,50

    02 ANOS/NÍVEL 02

    R$ 11.870,25

    01 ANO/NÍVEL 01

    R$ 11.404,75

    3º Sargentos

    03 ANOS/NÍVEL 03

    R$ 10.939,25

    02 ANOS/NÍVEL 02

    R$ 10.473,75

    01 ANO/NÍVEL 01

    R$ 10.008,25

    Cabos

    03 ANOS/NÍVEL 03

    R$ 9.692,70

    02 ANOS/NÍVEL 02

    R$ 9.310,00

    01 ANO/NÍVEL 01

    R$ 9.298,00

    Soldado

    03 ANOS/NÍVEL 03

    R$ 8.238,20

    02 ANOS/NÍVEL 02

    R$ 7.000,00

    1 ANO/NÍVEL 01

    R$ 5.952,20

    Sodado de 2ª classe

    Receberá o valor de 60% dos vencimentos do Sodado NÍVEL 03 COM TRÊS ANOS DE SERVIÇO.

    R$ 4.942,28,00

    Esta medida entra em vigor na data de sua publicação e revoga-se todas as disposições em contrário.
    22 de fevereiro de 2011 10:57
    isso é uma vergonha para a policia brasileira ionde policial ganha 900,00
    Ler mais: http://policialbr.com/profiles/blogs/pec300-emenda-que-aumenta?commentId=4558549%3AComment%3A328998&xg_source=msg_com_blogpost#ixzz1GpEWKbOL

  238. paulo baker

    -

    17/03/2011 às 0:53

    O que acham dessa situação….?????

    Antes de aprovarem a PEC 300, vão melhorar o salário do DF.

    PROPOSTA DE RESTRUTURAÇÃO DO DF.

    A PROPOSTA DA REESTRUTURAÇÃO DA PMDF E CBMDF É ESSA.

    O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o artigo 62 da constituição da República Federativa do Brasil, adota a seguinte medida.

    Art. 1º Fica instituída a carreira única da Polícia Militar do Distrito Federal a qual incia-se como soldado de 2ª classe e encerra-se como Coronel de Polícia.

    Art. 2º – A polícia Militar do Distrito federal criará normas e mecanismos para a ascensão profissional.

    Art. 3º – Unifica-se todos os quadros da Polícia Militar ao Quadro de Políciais Militares Combatentes, exceto o Quadro dos médicos que permanecesse conforme encontra-se na lei.

    Art. 4º – Deixa de existir o número de vagas para promoção, havendo progressão funcional conforme tabela em anexo.

    Art. 5º – Todos os benefícios contuidos nesta lei estende-se aos policiais militares inativos, da reserva remunerada e as pensionistas.

    Art. 6º – Deixa de existir o interstício e passa a ter progressão funcional conforme tabela do anexo I.

    Art. 7º – Estabelece o Mês Março como sendo a data base do reajuste dos Policiais Militares do Distrito Federal.

    Art. 8º – Institui o reajuste anual para os Policiais Militares no mesmo percentual concedido ao Fundo Constitucional.

    Art. 9º – A promoção para 2º Ten será exclusiva dos subtenentes ou, quando não houver subtenente habilitado, deverá ser primeiro Sargento obedecendo o critério da antiguidade.

    Art. 10º – Cria-se a gratificação para os policiais militares que estejam exercendo função de monitor, instrutor e ou comandante de pelotões dos cursos de formação e profissionalização.

    Art. 11º – Cria-se a gratificação de escolaridade para curso acima de 120horas/aulas no mesmo valor pago referente a um serviço voluntário.

    Art. 12º – Para efeitos do disposto no Inciso I do Art. 86, fica estabelecida as equivalências de cursos conforme aplicado nesta lei no Art. 105 aos Bombeiros Militares do Distrito Federal.

    I – a Curso de Formação de Praças, o Curso de Formação de Soldado;

    II – a Curso de Aperfeiçoamento de Praças, o Curso de Formação de Sargentos;

    III – a Curso de Altos Estudos de Praça, o Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos;

    IV – a Curso de Formação, os cursos superiores exigidos para o ingresso dos militares dos Quadros de Oficiais Militares QOPMA e ESPECIALISTAS.

    Art. 13º – O Policial Militar, quando completar trinta anos de efetivo serviço à Corporção, será promovido automaticamente ao posto ou graduação seguinte na escala hierárquica.

    Art. 14º – Cria-se a gratificação de escolariadade para os cursos de pós-graduação, mestrado, doutorado, bacharelado no valor pago referente a dois serviços voluntários por cada certificado apresentado.

    Art. 15º – Para a progressão funcional ao posto de coronel será exigido os cursos de bacharel em direito, Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais, Curso de Altos Estudos de Oficiais, curso superior de oficial, que serão ministrados a partir do posto de capitão pela PMDF e CBMDF.

    Art. 16 – autoriza a venda das licenças especiais e férias não gozadas totall ou parcial para aquisição da casa própria, aquisição de veículos, custear despesas médicas para tratamento de saúde própria ou dependentes, pagamento de dívida com entidade e ou órgãos do governo, aquisição de imóveis.

    Ler mais: http://policialbr.com/profiles/blogs/pec300-emenda-que-aumenta?commentId=4558549%3AComment%3A328998&xg_source=msg_com_blogpost#ixzz1GpEWKbOL

  239. thiago

    -

    17/03/2011 às 0:38

    Nobre jornalista Ricardo Setti, é com muita alegria que leio sua coluna e vejo que o senhor se preocupa com a situação dos homens e mulheres que nos defendem contra o crime e suas perversidades, e digo desde de já que esses homens e mulheres em sua grande maioria são pessoas honradas e honestas que estão dispostos a arriscarem suas vidas pelo serviço policial. Não entendo como os governantes e políticos em geral não atentam para a situação caótica da segurança pública em nosso país. Talvez pelo fato de ganharem fortunas dos cofres públicos, e poderem pagar segurança particular e também evitar os lugares mais violentos, que hoje praticamente é todo e qualquer lugar, eles por isso não atentem para essa questão com a necessidade de urgência a que nós esperamos! Agora algo me deixa muito intrigado quando falamos de poder ou não as forças de segurança fazer greve, pois sabemos que a classe política, principalmente os governadores e a presidência do país não se preocupam em melhorar substâncialmente os salários dos operados da segurança pública, analisando o fato de que a greve é vedada a essa classe trabalhadora, como então eles poderão fazer com que os donos do poder possam rever a situação que estão nossos defensores, policiais, bombeiros, agentes penitenciários entre outros? Aí é onde mora a questão! Acredito que a sociedade tem um papel importante nesta questão, pois enquanto for vedado o direito de greve a esses funcionários, os governantes não terão o mínimo interesse em melhorar suas condições, a não ser que a pressão popular seja tão grande que os mesmos venham a realmente colocar a segurança como prioridade nos seus governos, assim como também a saúde e a educação.

  240. Eduardo

    -

    16/03/2011 às 23:34

    Caro Sr. Ricardo Setti, as famílias policiais de todo Brasil agradecem suas palavras, pois, apenas quando os nossos formadores de opinião se engajarem no tema “segurança pública” poderemos ver algum avanço em relação à melhoria do serviço prestado pelas Corporações e a dignificação dos valorosos policias de nosso País. O Governo só teme a imprensa, e se nossa mídia não lutar por nós, que somos a malha protetora da sociedade, a “instituição” polícia vai falir, e a população ficará à mercê da violência que avança a níveis avassaladores. Enfraquecer a polícia é fortalecer o crime organizado, e a quem interessa essa equação?

  241. David PERNAMBUCO

    -

    16/03/2011 às 23:25

    NÃO SE PODE TRATAR IGUALMENTE OS DESIGUAIS, ora, todos nós policiais e bombeiros militares somos proibidos de fazer greve, somos também obrigado á prestação exclusica do serviço, somos obrigados a jurar o risco da própria vida no desempenho das funções e somos obrigados a seguir um sacerdócio militar não possuindo carga horária de trabalho… bem… não podemos fazer greve, somos claramente desiguais aos demais funcionários públicos e privados, somos servidores públicos! e porque somos tratados de forma desrespeitosa ha decadas? Já que não podemos fazer greve que outra alternativa temos contra a irresponsabilidade política? No Rio de Janeiro o policial recebe pouco, não pode morar na favela, não pode estender sua roupa molhada na frente de casa e não pode tomar õnibus por motivos óbvios, mas nunca disseram para eles o que fazer como alternativa. O que podemos fazer? Até agora sinto que podemos implorar o apoio da imprensa ( através de reporteres brilhantes como o Ricardo Setti) e dos órgãos de direitos humanos.
    Obrigado sr Ricardo Setti

  242. Thiago Gonzaga Almeida

    -

    16/03/2011 às 23:25

    Parabéns pelo artigo. E como o senhor mesmo disse, esse é um assunto de grande importância para a sociedade e é de se assustar como este mesmo assunto não tem espaço na mídia.

  243. Bombeiros

    -

    16/03/2011 às 23:06

    Ir trabalhar, sem saber se vamos voltar… Tudo isso para proteger e salvar nossa população. E como somos retribuídos? Com o abraço alívio de nossas famílias quando retornamos vivos aos nossos lares, coisa que para muitas famílias de amigos bombeiros e policiais, não aconteceu.

  244. Alécio Carlos Martins

    -

    16/03/2011 às 23:04

    Caro Amigo Ricardo Setti, Parabéns pela sua forma séria, honesta e isenta de observar os fatos. Quase todo mundo ja reparou que quando ocorre qualquer tipo de sinistro, os primeiros que estão lá, para prestar os promeiros socorros são os policiais e bombeiros militares. Nada mais justo que nossos governantes também pudesse enchergar isso. Policiciais que moram em favelas, vão para o serviço de coletivo ou de bicicleta, colocando a propria vida em risco. Todos os dias policiais perdem a vida e deixam suas familias desamparadas. Precisamos que mais vozes como a sua encampe essa luta, pois é de todos os brasileiros. Dificilmente iremos conseguir combater o crime, com nossas familias passando por necessidades básicas. Todos os Policiais Militares devem nos bancos, seus poucos salários ainda pagam as financeiras, os CDCs etc… antes de vencer financiamento um são obrigados a fazer outro. Sinceramente…, não sabemos mais o que fazer para sensibilizar as autoridades politicas. Apenas gostaria que nossas vozes fossem ouvidas.

    Abraços.

  245. soldado brasil

    -

    16/03/2011 às 21:41

    Pec 300 , estamos na luta mas os politicos desse país não querem reconhecer os servidores da segurança pública como cidadãos . ficam protelando acho que estão esperando o apagão da segurança publica acontecer . E não vai demorar muito o pavio já está aceso a qualquer momento vai explodir . Começou a queimar na Paraiba ….

    Caro amigo, sou inteiramente a favor da melhoria das condições de salário, de vida e de trabalho dos policiais e bombeiros, mas absolutamente contra qualquer atitude violenta e contra a greve, que é vedada pela Constituição e pela legislação e não pode ser tolerada pelos democratas. Uma corporação armada pelo Estado não pode fazer greve.

  246. J.P.S

    -

    16/03/2011 às 21:33

    Admiro a coragem de um jornalista, lutar pelos nossos direitos.
    Agradeço em nome de toda a familia Militar, pois se todos tivessem a coragem do Sr:Setti para defender a nossa causa, o nosso Brasil seria digno de viver.
    pois tem hora que sinto vergonha de dizer, sou BRASILEIRA.
    Não sou militar, mas me casei com um grande HERÓI que conseguiu galgar os degraus e chegar a 3º Sargento do Corpo de Bombeiros, mesmo na reforma.
    Ele conseguiu ver a votação do 1º turno da pec 300, ficou muito feliz, em ver que talvez seria honrado com um salário digno que esperou por 37 anos de farda, anos afinco de farda e bicos para aumentar a renda da familia.
    Mas infelizmente, ele partiu de nossas vidas, deixando apenas um grande espaço vazio, indo morar ao lado do nosso PAI ETERNO, mas levou consigo o sonho de ver a pec 300 ser aprovada.
    ** PEC 300 ** SONHO OU PESADELO…

  247. Cabo Esperança

    -

    16/03/2011 às 21:03

    Quando conseguirmos a aprovação da PEC 300, aí sim teremos plena certeza que a Segurança Pública é prioridade em nosso País; PEC 300 JÁ – RESPEITO, DIGNIDADE, CONDIÇÕES DE UMA VIDA MELHOR AOS NOSSOS FAMILIARES. A PEC 300 É NOSSA.

  248. Cabo Esperança

    -

    16/03/2011 às 21:00

    Ao nobre colunista, nosso muito obrigado! Até que enfim uma pessoa de peso para nos apoiar.

  249. Cláudio

    -

    16/03/2011 às 20:43

    Parabenizo a este jornalista por não boicotar a PEC 300, como alguns da imprensa, pois estamos lutando por algo que é um direito, pois somos acima de tudo cidadãos. Aqueles que nos boicotam, fazem isso contra a própria sociedade, a qual protegemos.

  250. Corinthians

    -

    16/03/2011 às 20:32

    Marcio – 16/03/2011 às 18:49
    Esse é o maravilhoso Brasil de Dillma e Lulla.
    Corrupção, gastança desenfreada e poucos repasses ao estado – pra não dizer que a reforma tributária ficou só na promessa.

  251. W.LUIZ

    -

    16/03/2011 às 19:45

    A APROVAÇÃO DA PEC 300 SERÁ A DEMONSTRAÇÃO DE QUE VERDADEIRAMENTE A SEGURANÇA PÚBLICA É PRIORIDADE.

  252. Barba

    -

    16/03/2011 às 19:12

    Enfim, encontrá-se “vida” nesse deserto árido em que transformou-se a imprensa brasileira, que não divulga matéria que não seja de interesse do governo. Parabéns Sr. Ricardo Setti, pela coragem e comprometimento da causa (PEC 300), que dará um pouco mais de dignidade a homens, que direta ou indiretamente fazem a segurança diuturnamente neste grande País, e nunca receberam a justa homenagem!

  253. Ulises Ozan

    -

    16/03/2011 às 19:11

    Caro Ricardo Setti, aqueles que são a última barreira entre a barbarie e a sociedade, agradecem o seu empenho.

  254. Marcio

    -

    16/03/2011 às 18:49

    O (Des)Governo diz que nao ha dinheiro para cobrir os gastos provocados pela PEC300? Mas ha R$1Bi para reformar o Maracana…hummm
    Que pais estranho esse….

  255. idevanilson

    -

    16/03/2011 às 18:10

    Nao há como ao menos cobrar do policial mais comprometimento se ele precisa estar descansado para poder trabalhar em outro local (bico) para poder minimizar a falta que faz ter um salario digno.

  256. Marcio Antonio Santiago

    -

    16/03/2011 às 17:38

    primeiramente gostaria de pabenizá-lo pela matéria publicada”pec 300″.Hoje em dia segurança publica está em 3º lugar.Os politicos não estão nem ai com segurança.primeiro procuram guardar as propinas nas cuecas e meias,sabem que prá eles não dá nada,um apoia o outro e todos saem ganhando.Para o nosso salario e nossa dignidade ninquem olha.precisamos mudar esta historia fazendo uma greve nacional,ai sim voltarão os olhos prá segurança.parabens ao sr pela nobre materia.obrigado por fazer aquilo q nossos cmtse politicos não fazem. abraços a todos pms do Brasil,esses são os verdadeiros guerreiros…..

    Caro Marcio, defendo ferrenhamente uma melhora radical nas condições de vida e trabalho dos policiais, mas repudio a greve de corporações armadas que, acima de qualquer outra consideração, são inconstitucionais e ilegais e, portanto, não podem ser admitidas por democratas.
    Um abraço

  257. neto

    -

    16/03/2011 às 17:33

    Prezado Jornalista!

    Pessoas como o Senhor só nos faz sentir orgulhosos, pois mostra que tem brasileiros (repórteres) que denuncia as mazelas e as mentiras dos governantes.
    A PEC 300/446 é questão de honra para os brasileiros. Os governos (federal e estaduais) não estão repassando a verdade para a socieadade. Como pode um policial ganhar de R$ 800,00 a R$ 1.500,00 realizzar sua função com motivação e qualidade de vida? Perguntem aos políticos? Aliás, esses é que sangram a arrecadação desse país com suas falcatruas e aumentos abusivos para eles – lembram do natal de 2010? – QUE VERGONHA.
    Políticos e juízes deste país podem ganhar bem, os outros trabalhadores não.
    A PEC 446/300 TEM QUE SER PAUTADA E APROVADA, segundo o regime da casa, é obrigação da Câmara votá-la com urgência em segundo turno, haja vista que votada por unanimidade em primeiro turno. Esta casa deixou de ser autônoma e virou marionete do executivo que só vota as MP’s vinda deste poder.
    PEC 300/446 JÁ, POIS A SOCIEDADE URGE POR SEGURANÇA E EXERCER O SEU DIREITO DE IR E VIR EM PAZ.

    PARABÉNS AO NOBRE JORNALISTA E QUE ISSO SEJA PROPAGADA NA MÍDIA CONVENCIONAL.

    POLICIAIS E SOCIEDADE UNIDOS PELA PEC 300/446

    UM ABRAÇO!

  258. Adriano

    -

    16/03/2011 às 17:28

    Caro Sr. Setti, estamos felizes com o reconhecimento de alguns setores da imprensa em ver a dificuldade de se fazer Segurança Publica no Brasil, em especial o senhor. O que queremos, é a analise imparcial sobre a Pec300, o que pode ser feito e o que não pode. Não apenas bombardeá-la sem analise e tao pouco aclamá-la sem conhecimento. O que o senhor tem feito, abrindo espaço para divulgação, deveria servir de base aos teus colegas “governistas” e “oposicionistas”. Parabens pelas matérias no blog.

    Forte abraço.

  259. Claudio

    -

    16/03/2011 às 17:19

    A situação é desanimadora para quem trabalha sério e honestamente. Além da humilhação salarial, somos expostos a diversos fatores que nos fazem perder a autoestima pessoal e profissional. Ainda não consegui digerir a fala de um Juiz de Vara de Família durante uma audiência de alimentos, onde as primeiras palavras que me dirigiu foram as seguintes: “para começo de conversa, todos nós sabemos que policial não vive de salário” … Aquilo me bombardeou e eu, indefeso perante a suprema autoridade, tive que engolir a seco para não responder e ser preso. É duro, passar por tudo que passamos e sermos julgados por atos de uma minoria. Agradeço ao apoio pela nossa causa e espero realizar meu sonho, ou seja, chegar ao final do mês com todas as contas pagas, sem entrar no negativo e poder me dedicar ao trabalho sem a impressão de estar sempre sendo usado como uma simples pecinha de tabuleiro em prol de motivações políticas.
    Abraço a todos …

  260. marcelo combinatto

    -

    16/03/2011 às 16:18

    OS GOVERNOS PODEM NÃO CUMPRIR A CONSTITUIÇÃO, NÃO REAJUSTANDO OS SALARIOR DOS POLICIAIS,CONFORME ART 37, INCISO X, MAS AS POLICIAS NÃO PODEM FAZER GREVE! DOIS PESOS E TRES MEDIDAS. PAREM TODOS PARA VER SE O GOVERNO NÃO IRÁ “SENSIBILIZAR-SE ” NO BRASIL, INFELISMENTE A MAIORIA BAIXA, SÓ É OUVIDA, QUANDO SE FAZ OUVIR, INDEPENDENTE DO MEIO UTILIZADO
    A SEGURANÇA PUBLICA ESTÁ UM CAOS, SÓ QUEM ESTÁ DENTRO TEM A MEDIDA EXATA DO QUE ESTOU DIZENDO. É UMA PENA. POBRE, POPULAÇÃO POBRE!

  261. Fernando

    -

    16/03/2011 às 15:44

    Os policiais do Brasil precisam de um salário digno para trabalharem, além de armamentos sofisticados e treinamento contínuo, a aprovação da pec 300 seria no mínimo uma justiça feita a todos os policiais militares do Brasil, que combatem o crime e arriscam suas vidas em lugares muito mais perigosos que Brasília, então merecem equiparação.

  262. Roger

    -

    16/03/2011 às 15:32

    Porque não se pode gastar com o aumento digno aos policiais, mas se pode repentinamente dar aumento aos deputados? É espantoso que mesmo após aquela demonstração dos militares do Rio de Janeiro frente a ocupação do morro do alemão, “eles” tenham a cara de pau de querer dar esmolas(gratificações que ainda sim são atrasadas e(ou) descumpridas), e fazer campanha contra à PEC 300. Será que seria preciso tantos cortes se ao inves de aumentar o salário dos deputados ele fosse um pouco diminuído, ja que ultrapassa em mais de 30x o salário de um SD da PMERJ? (contando com o amontoado de gratificações(o deles é verdadeiro)). Precisamos de mas jornalistas como Ricardo Setti, que não se deixam ofuscar pela pressão dos governantes, pois além deste jornalista não se viu nem se vê alguem defendendo e abordando enfáticamente pelo menos a regularização do salário que é incostitucional, isso mesmo, o policial recebe menos que um salário mínimo na sua realidade, isso é injustiça feita pela justiça.

  263. josé ivo

    -

    16/03/2011 às 15:28

    O Brasil não é para todos e sim de uns poucos, estamos num pais democratico brasileiros onde o proprio poder executivo e o congresso nacional lesgisla em interesse proprio, as policias dos estados todas elas sucateadas desde de sua estrutura ate a operacionalidade prestando assim um desserviço a sociedade e a policia é o estado e muitas pessoas acham que o problema é da instituição, Ricardo voçê faleu a verdade nas eleições todos tem como prioridde politias publica para a segurança, e quando eleitos fazem politica de governo e não de estado abraço e continue com esta luat não só fda pec 300, mais também de todos os servidores que precisam ganhar um salario ideal como estar escrito na nossa constitruição PMPB

  264. Sgt Newton

    -

    16/03/2011 às 14:49

    Tenho conhecimento que o Sr está na luta em prol dos Policiais de todo Brasil pela aprovação da Pec 300 em busca de um salário digno para a classe.O que tenho, é a agradecer pela iniciativa,porque não
    dizer,preocupação com a segurança pública.Que Deus lhe abençoe ricamente.

  265. Ixe

    -

    16/03/2011 às 14:46

    Comentei antes que seria muito bom mesmo que a PEC 300 fosse aprovada. Pouco, mas bom, um avanço, como no texto postado. Mas que o problema seria o congresso – senado e câmara – amestrado, comandado pelo governo a trabalhar para derrubar a proposta. Vão conseguir, pelo que se sabe, infelizmente.
    Aposto que a proposta de uma nova CPMF será aos poucos introduzida até a aprovação pelo mesmo congresso.

  266. Yende

    -

    16/03/2011 às 14:27

    A familia PM lhe agradece por ter tratado do assunto (PEC 300) com imparcialidade,sem confundir propositadamente como fazem a maior parte dos agentes do governo disfarçados de imprensa.
    Sabemos que durante os chamados anos de chumbo 95% da imprensa subjugava-se gratuitamente aos desmandos do governo militar mas quem ficou na história foram as excessões.
    A imprensa de hoje também faz o jogo do poder por isso o aplaudimos pela coragem e isenção.

  267. Marcos Aurélio

    -

    16/03/2011 às 14:25

    Caro jornalista,
    Mais uma vez estamos muito convictos de que através das suas reportagens, isso irá repercutir na câmara federal.
    Obrigado pelo apoio a que nos tem dado.
    PEC 300 JÁ!!!
    Respeitosamente,
    Marcos Aurelio -Sd PMPI

  268. Fernando Brito

    -

    16/03/2011 às 14:00

    Não só a pec 300 é importante como também a desmilitarização das polícias,porque, não precisamos de soldados que estejam preparados para “matar” ou “morrer” mas sim de pessoas que saibam diferenciar um bandido de um cidadão.

  269. Marlos Sacramenta

    -

    16/03/2011 às 13:49

    Nobre Colunista Ricardo Setti! é uma hora tê-lo como aliado na nossa labuta diária que é melhorias salariais, vc narra toda a nossa realidade só alguns políticos que não enxergam isso, estamos lutando não vamos desistir.

  270. Juliano Enes Luiz

    -

    16/03/2011 às 13:36

    A família policial militar agradece a vc Ricardo por abraçar a nossa causa, e ver as dificuldades que nós passamos, para proteger a sociedade brasileira. Que Deus te abençoe.

  271. Éramos Seis

    -

    16/03/2011 às 13:34

    Ricardo,
    Quando disse que o aumento de salário sem melhoria é só rombo orçamentário não quis criticar seu texto. Na verdade foi um recado aos policiais. Parem de fazer a população de refém, prendam suas maçãs podres, respeitem o cidadão e aí terão todo o apoio da sociedade.

  272. Mario Arone

    -

    16/03/2011 às 13:14

    Faça-se uma justiça. A maior parte dos brasileiros, não ganham o suficiente para dar segurança a suas famílias, ou estou errado?

  273. simone andrade fontoura cunha

    -

    16/03/2011 às 13:12

    A sua visão é o caminho certo para diminuir a criminalidade, é preciso meios, bons salários, leis justas, cadeias estruturadas, pois policiais honestos e com vontade de trabalhar existem.

  274. José Belmiro Neto

    -

    16/03/2011 às 12:51

    De qualquer maneira, por mais que você ache natural acompanhar este assunto, no Brasil, muitos formadores de opinião só se interessam por assuntos que geram polêmica só para angariar audiência e quando o “enxame” passa abandonam logo o assunto.
    Vejo que, para boa parte dessas pessoas, é mais interessante noticiar um policial corrupto ou que tortura pessoas ao invés de falar que o sistema está em colapso e precisa de reformas para ontem.

    Por isso agradeço a preocupação sobre o conjunto (policial, viatura, desempenho), pois SÓ o salário DIGNO não irá resolver nada.

  275. José Marcio

    -

    16/03/2011 às 12:38

    Muito bom saber que finalmente tem um jornalista a favor da pec300. Tomara que agora a pec300 fique cada vez mais conhecida pelo Brasil.

  276. Ixe

    -

    16/03/2011 às 12:34

    Será mesmo um avanço a aprovação da PEC 300. Mas sabemos que o governo com a bancada amestrada não permitirão a aprovação. Como você diz, mesm aprovada a PEC seria pouco. Restam adotar outras iniciativas e continuar a luta pela melhoria da segurança.
    Inadmissível é relegar ao esquecimento iniciativas exitosas na área. E imoral é torcer contra essas iniciativas de êxito em função de alinhamento eleitoreiro.
    Vejam o caso de São Paulo.
    Não é nada, não é nada, mas parece que a coisa pode andar, melhorar, não é mesmo ? MEsmo que longe do desejável, creio que SP mais uma vez está mostrando o caminho. E a imoral reação contrária começou. Não falo somente do caso da espionagem do secretário. É bem mais abrangente o incômodo que o avanço em SP causa. Uma olhada rápida nas manchetes de jornais e noticiários nacionais mostra a reação vil de vários ângulos.

  277. marcelo ferreira

    -

    16/03/2011 às 12:14

    caro reporter quero agradecer o empenho na aprovacao da pec 300 e parabeniza-lo pois dem onstra sua imparcialidade no tema e grande representante da cidadania brasileira

  278. Rafael Vitola Brodbeck

    -

    16/03/2011 às 11:58

    Lembrando que a PEC 300 não se limita a PMs e BMs, mas também a PCs.

  279. Edilson Pereira

    -

    16/03/2011 às 11:44

    Finalmente uma voz sensata sobre um assunto taõ relevante, tratado ,até aqui, com tanta irrelevancia por nossos parlamentares. Parabens Ricardo. Policiais de todo o Brasileiro e os brasileiros carentes de seguraança agradecem.

  280. anisio

    -

    16/03/2011 às 10:39

    Gostaria de parabenizar sua atitude do como membro da impresa brasileira em divulgar materias importante para nosso País ” em especial PEC300″, que até a presente data nada foi resolvido por nosso represenante do parlamento.

  281. gonçalo domingues

    -

    16/03/2011 às 10:16

    meu caro jornalista ricardo vc é corajoso e e representa a verdade prova que vc não está a serviço do PT que manda em tudo em todos,FALAR DA PEC 300 é contra os politicos eles está pouco ligando pela segurança públida do país ele finge que paga e os policiais finge que trabalham, quem leva a pior é o povão que elege eles todos acreditando nas menntiras.
    caro ricardo a coisa é mais feio é pra o policial inativo que perde tudo quando vai pra inatividade .
    caro ricardo quem não deixou a pec ser aprovado foi o vice de dilma em do cargo,tambem os deputados totalmente contra sr.vacareza, fernando ferro e josé genoino,pra ficar mais informado leia o site pec300.com.

  282. Celso Martins

    -

    16/03/2011 às 10:03

    Parabens pela sua reportagem, és um profissional de midia jornalistica brilhante, pelo seu senso que o destaca dos demais profissionais de sua área, obrigado por dar destaque a pec 300, somente assim, com essa divulgação é que os políticos e a população em geral observarão o quão importante é nossa nobre missão, afinal damos a vida em prol da sociedade, e no mínimo temos que ser valorizados. Obrigado Ricardo

  283. Vera Scheidemann

    -

    16/03/2011 às 9:22

    Os três pilares de uma sociedade justa e feliz
    são segurança, saúde e educação. Os profissionais
    que atuam nessas áreas devem ser, portanto, bem
    remunerados. Para isso, todos nós contribuímos
    com impostos (MUITOS !) e esperamos a retribuição
    devida em bons serviços. Infelizmente isso não
    ocorre no Brasil, o que é uma grande vergonha.
    Acho que essa campanha que você está fazendo
    é digna de louvor. Tomara que muitos outros a
    divulguem. Parabéns !
    Vera

  284. Gerciane Cordeiro

    -

    16/03/2011 às 9:07

    Obrigado pelo apoio! Se todos conseguissem ter a visão de futuro que tens, talvez muitas coisas no nosso país mudariam para melhor!

  285. Carlão

    -

    16/03/2011 às 9:00

    Ricardo, meu caro
    Não considero boa ideia unificar os salários das polícias estaduais. Acho sim interessante haver um piso salarial para a categoria.
    Como funcionário público, acredito que o salário é apenas um item de uma grande lista de reformas necessárias. Para atrair e manter os melhores profissionais, salário não basta. Concordo inteiramente contigo: avaliações isentas e com critérios bem definidos eliminariam os maus profissionais e premiariam os bons, inclusive com progressão na carreira. Equipamentos e instalações adequadas são igualmente necessários. Finalmente, é urgente investir nas áreas de perícia, inteligência e investigação. Crime sem culpado é crime impune. Crime com perícia mal feita pode ter culpado, mas este se safa facilmente no julgamento. E impedir o crime é mais fácil e menos custoso (inclusive em vidas humanas) que reprimi-lo.
    Abração do Carlão

  286. Soldado Bahia

    -

    16/03/2011 às 8:55

    È muito importante para os profissionais da segurança pública contar com essa voz de abrangencia nacional para divulgar essa luta em pró da pec300/446, pois tivemos varias movimentaçoes, mas muito pouco foi divulgado, exemplo disso foram as caminhadas de Ceará e Bahia que foi pouco noticiadas.Contaremos agora com esse renomado jornalista e a revista veja para lutarmos juntos por segunça pública melhor.

  287. PM RS

    -

    16/03/2011 às 8:45

    PM RS.obrigado senhor jornalista por se interessar por esse assunto,pois a classe dos PM é a mais esquecida pelo governo e pela imprensa,a pec 300 é tão importante para a sociedade quanto para os policiais.

  288. Felipe

    -

    16/03/2011 às 8:39

    Caro Ricardo Setti,
    gostaria de dar os parabéns ao senhor por ser, acho, que o único jornalista que se interessa por esse assunto, mas gostaria de fazer uma ressalva: a PEC-300 não existe mais, ela foi unida à PEC-446 que trata da mesma matéria mas inclui os Policiais Civis junto, pois todos quando lembram de polícia, lembram apenas da Militar e esquecem que quem prende o homicida, estuprador, corrupto e todos aqueles que, quando não são presos em flagrante, na verdade é a civil, que têm de investigar para embasar a prisão que vem em seguida. Mas é óbvio que isso já era do conhecimento do senhor.

  289. antonio fernando s gomes

    -

    16/03/2011 às 7:35

    sou policial militar do estado do ceara ha 23 anos quando entrei na policia sempre ostentei ganhar um pouco melhor porem ate hoje este fato nao ocorreu agora surge a pec 300 e notavelmente se ver o desinteresse dos governantes autoridades que sabem e podem resolver nao resolvem porem sao poucos que querem que a seguança seja melhor remunerada este o desabafo mas vamos pedir a deus para um dia agente possa mudar psra melhoe esse comentario em especial venho aqui agradecer e parabenizar sr ricardo setti pelo e bravura de impenho de divulgar a nossa tao sonhada pec 300 so tenho a agradecer que deus o abençoe

  290. Luiz Pradines

    -

    16/03/2011 às 7:18

    Setti,

    Ao invés de fazer embaixadinha para os seus leitores policiais, é necessário que algumas coisas fiquem bastante claras.

    Todo mundo reconhece que muitos funcionários públicos do Brasil ganham pouco. Os professores ganham pouco, policiais ganham pouco, enfermeiros ganham pouco. Contudo, é inadmissível que se aceite a ideia que um policial exerça pressão indevida sobre parlamentares ou ameace uma greve. Policial com arma na cintura não faz greve. Aliás, é uma aberração que, no Brasil, funcionário público faça greve e ainda receba salário. Até um irresponsável como o Lula já tinha sacado isso.

    O encerramento lamentável do seu post é o chute ao gol – sem goleiro – após a série de embaixadinhas para a galera. Se os policiais ganham pouco, então se justifica a ausência total de exigências, limites e, principalmente, disciplina.

    Ninguém é forçado a ser policial; é quem quer.

    Sua defesa acrítica da PEC 300 esquece convenientemente a pressão que grupos de policiais exerceram sobre os parlamentares. Segundo relatado no blog do Lauro Jardim em 20 de maio de 2010, um deles chegou a apontar o dedo e simular um disparo contra o Deputado Candido Vacarezza. Defender uma política de segurança competente e o combate implacável à criminalidade, tudo bem. Mas dar a entender que baixos salários justificam motins e greves ou que os policiais não sejam cobrados devido aos seus baixos vencimentos é uma posição totalmente irresponsável.

    Sou absolutamente contra greve de policiais e não faço “embaixadinhas” para ninguém. Exprimo livremente minhas opiniões no blog, como sempre fiz. Não me ofenda.

  291. Sd PM Quixadá/Ce

    -

    16/03/2011 às 6:48

    Como é bom percebermos que ainda tem jornalistas no Brasil, corente e sensível à causa do policial militar. Heróis que ganham uma mizéria por tão grande responsabilidade! Quem dera, aparecessem mais meia dúzias destes que pudessem nos representar nas páginas de jornais escritos ou vistos, para que a população possa abrir os olhos e percebam o quanto é sacrificoso o nosso mister. Enquanto Soldados PMs em Brasília ganham R$8000,00 numa das capitais mais violentas do Brasil, o mesmo Soldado PM ganha em torno de R$1.000,00. ISSO É UM ABSURDO!

  292. Lílian

    -

    16/03/2011 às 6:02

    Setti,
    Dinheiro tem!
    É só por na cadeia o politico, o empresário, corruptos.
    Abrãços!

  293. Cleomar R. Oliveira

    -

    16/03/2011 às 3:51

    SOCORRO BRASIL!!!
    Não podemos mais viver de números, de estatísticas, de muita “conversinha”, de reuniões infundadas, de promessas vazias, de paliativos…
    PEC 300, É HOJE A MAIOR PRIORIDADE DA SEGURANÇA PUBLICA NO BRASIL…
    E aqui em Minas Gerais, o concreto é que depois do governo Itamar , nosso salário foi perdendo seu poder de compra… saímos do 3° melhor salário do País, e hoje estamos entre o 12° pior salário… isso é um absurdo!!!

    A nossa Minas é grandiosa, tem uma economia farta , um povo inconfundível, e uma Policia Militar que nos dá orgulho, assim como nosso Grandioso “Corpo de Bombeiros”…

    Sabemos que dinheiro nunca foi o problema de qualquer governo, pois, a situação do Estado no Governo Itamar, em termos econômicos não era melhor que a de hoje, e nosso salário era o 3° melhor do Brasil…

    Estabilidade Econômica, choque de gestão, etc… Não devemos nos iludir com “penduricalhos”, abonos, produtividade… medidas como essas só causam desconforto, e insegurança a tropa…

    Não queremos atos de revolução, bater de frente com as autoridades que nos comandam, simplesmente não queremos mais aqueles discursos vazios… não adianta ser considerada a melhor Policia e o Melhor Bombeiro da País, se não tivermos a dignidade de um salário justo, condizente com nossas atividades de altos riscos.

    E ESSE NÃO É UM CASO ISOLADO, PECULIAR A MINAS GERAIS, É EXEMPLO DO QUE ESTÂO FAZENDO COM A SEGURANÇA PUBLICA DE FORMA GERAL NO BRASIL… UM TOTAL DESCASO…

  294. flavio vieira

    -

    16/03/2011 às 2:52

    Agradeço ao renomado jornalista Ricardo Setti pelo apoio a PEC300. pois só assim teremos força para vencer esta batalha. Pois agora com este apoio eu acho que vai dar tudo certo,vai dar tudo certo,

  295. frederico fernando

    -

    16/03/2011 às 2:43

    OBRIGADO POR NOS APOIAR NESTA LUTA EM APROVAR A PROPOSTA DE EMENDA CONSTITUCIONAL 300. QUE VERSA SOBRE A EQUIPARAÇÃO DOS SALÁRIOS DOS POLICIAIS DOS ESTADOS COM OS DOS POLICIAIS MILITARES DO DISTRITO FEDERAL. E QUE O PAI MAIOR O TODO PODEROSO DEUS O PROTEJA, DESDE JÁ UM FORTE ABRAÇO A VOÇE UM DOS MAIORES JORNALISTA DO BRASIL.

  296. MAURO RODRIGUES

    -

    16/03/2011 às 2:33

    Em nome dos policiais da baixada santista, agradeço o acompanhamento da PEC 300 pelo Senhor, que vem mostrando tudo que nosso governo tenta esconder, como morte de policiais em serviço ou de folga devido a função e crescimento do crime organizado, péssimas condições de trabalho, sem falar no salário tão prometido em época de campanhas e esquecido após as eleições.
    Gostaría de saber porque outros jornalistas evitam o assunto.
    Obrigado

  297. Soldado Pernambuco

    -

    16/03/2011 às 1:44

    A segurança pública agradece ao seu empenho sobre a relevância de expor na VEJA o tema PEC 300, pois toda sociedade brasileira,nossos familiares e a gente que faz a segurança pública em todo o país ganhará com a aprovação dessa proposta de emenda constitucional. Que DEUS TE ABENÇÕE Ricardo Setti e que vossa senhoria continue brilhando na sua carreira profissional e continue nos ajudando com mais edições sobre a pec 300. Parabéns e fique com DEUS.

  298. Reis

    -

    16/03/2011 às 1:16

    Sr Ricardo setti em primeiro lugar obrigado pela materia a favor dos militares que estão em situaão dificil, neste momento recebi um email sobre o aumento salaril da pm de brasilia, é uma humilhação o que estão fazendo com os militares dos outros estados, esta sendo uma descriminação, veja so um soldado de brasilia ganha apartir de agora oito mil, e um soldado do rio ou sp um mil e quinhentos reais isso é o fim da segurança publica, eu acho que quando os pms e bms do brasil tomar conhecimento do novo aumento em brasilia vai ser um caos, estou com pena da população que ja estão sofrendo as concequencias, por favor Sr Ricardo ja que o sr abriu espaço na veja vai dar uma otima credibilidade porque muitos meios de comunicação trabalha contra os pms e bms e pcs, mas quando se ve em apuros quem eles chamão, se não a pm ou bm, todos nos sabemos que tem que existir tres pilares em sintonia para que o pais ande bem,educação, saude e segurança. qualquer um de nos vemos que o pais esta afundando os tres pilares estão afundando parece que os governantes são cegos, estamos a beira do abismo, os marginais estão matando os cidadãos de bem e os marginais ficando a solta vamos abrir os olhos enquato aida da tempo. obrigado.

  299. soldado brasil

    -

    16/03/2011 às 0:52

    A situação da policia no Brasil é caótica , se quiserem comparem o salário dos policias de Brasilia com os policiais dos outros estados . o soldado do Bope que é uma tropa de elite Recebe em torno de R$2040,00 dois mil e quarenta reais bruto , imaginem o salário dos outros policiais , o RS paga o menor salário do Brasil .E infelizmente as autoridades fingem que está tudo bem . Em muitos estados os policiais ja fizeram greve , como Parana ; Bahia ; Piaui entre outros , porem o movimento é censurado na imprensa . Estamos á beira de um apagão na segurança pública .

  300. jose carlos

    -

    16/03/2011 às 0:04

    Eu sou SD da policia militar e desde já agradeço a cobertura do senhor , sobre a nossa realidade . muitos companheiros nossos saem pra trabalhar com coletes vencidos a mais de dois anos e no interior do Brasil os policiais não têm nem colete vencido , pra trabalhar muito menos viatura , quando tem viatura falta combustivel. o efetivo é sempre reduzido falta até papel para imprimir ocorrencia . o salario da maioria dos policiais é muito pequeno devido a isto a maioria dos policiais têm que morar em área de risco e secar a farda atrás da geladeira , quando saimos para trabalhar ficamos pensando em nossas esposas e filhos que ficam correndo perigo . existêm colegas meus que moram próximos a pontos de tráfico e vivem com medo por causa de seus familiares . Todos os policiais deveriam passar por reciclagem periódicamente mas isso nunca acontece , acompanhamento piscicológico é uma coisa que os policiais tambem nõa têm , ou melhor só no papel . Quando em ocorrencia acontece a morte de algum bandido as custas do precesso legal correm por conta do policial , mesmo com a excludente de ilicitude , ou seja não temos amparo jurídico . A maioria dos policiais estão com depressão e estressados devido a todos esses problemas e devido as escalas de serviço que chegam a ser abusivas . Dessa forma como vamos prestar um bom serviço para a sociedade sem a minima condição , se quiser comprovar meu relato visitem o interior do pais . Pelo amor de Deus nos ajudem ! Estamos a beira de um colopso .

  301. Ana Paula

    -

    15/03/2011 às 23:32

    Se no Brasil tivesse pelo menos um terço de jornalistas assim, que apóia as classes mais esquecidas, com certeza seria melhor.
    Eu só tenho a agradecer mais uma vez pelo apoio, e parabenizar pelas excelentes reportagens que você faz sobre esses nobres guerreiros.

  302. Ana Paula

    -

    15/03/2011 às 23:28

    Ricardo, parabéns pelas reportagens sobre as condições que vivem os nossos policiais. Quero lhe agradecer por todo esse apoio, pois embora seja o seu trabalho, muitos poderiam fazer o mesmo e não o fazem por esses valorosos profissionais.

  303. Assis

    -

    15/03/2011 às 23:23

    Ricardo, obrigadão pelo apoio à nossa classe, que é tão esquecida pela sociedade e pelos políticos.

  304. Policial SP

    -

    15/03/2011 às 23:19

    Realmente o assunto é de suma importância e digo que o Brasil, sofrerá um apagão com referência a segurança pública, que só é lembrada na hora de captar votos.Tal falta de respeito respingará primeiramente na tão sofrida população e posteriormente afetará drasticamente a economia, pois qual instituição haverá ter coragem de desafiar o caos.Como já disse um Presidente, sentirão falta de meu governo.Agora digo como simples policial, Nesse dia clamarão pela polícia militar.
    Pela dignidade dos profissionais de segurança pública.
    Agradeço o espaço…

  305. renato cassimiro da silva

    -

    15/03/2011 às 23:16

    e o que mais estamos querendo que a pec300 possa ser aprovada.nos já estamos em crise a muitos anos,tenho 09 anos de policia só vejo o meu salário ser engolido cada vez mais,quando eu entrei ganhava 05 salários mínimos aqui em minas hoje chega em 03e meio.e uma vergonha isto!abç muito boa a sua matéria .

  306. Bispo Itapetinga-BA

    -

    15/03/2011 às 23:02

    Ainda bem que nós policiais temos uma voz. Agora, não mais estamos sós. Parabéns, Ricardo, pela cobertura jornalística em torno da PEC 300.

  307. Juarez Turrini

    -

    15/03/2011 às 22:30

    Como iremos fazer então? Os nossos políticos ganham absurdamente bem e são totalmente corruptíveis!!!

  308. mariana santiago

    -

    15/03/2011 às 22:24

    Infelizmente é triste saber que a sociedade não têm olhos para a PEC-300, consideram o assunto sem importância.
    Mas os dados e as lágrimas nos dizem mais do que qualquer discussão.

  309. Éramos Seis

    -

    15/03/2011 às 21:31

    Aumento de salário sem comprometimento em melhorar a polícia significa apenas rombo orçamentário.

    Leia, por gentileza, até o fim o post. Termino abordando avaliações permanentes, falo em aperfeiçoamento etc. Agradeço se o amigo ler o texto com calma.
    Abraços

  310. Éramos Seis

    -

    15/03/2011 às 21:29

    E sabe por que essa reivindicação não encontra eco na sociedade? Porque não se fala em treinamento melhor e combate à corrupção, sendo que a imagem da polícia no Brasil é de incompetente e corrupta. Se houver um projeto de qualificação, combate à corrupção E aumento de salário (para atrair pessoas mais preparadas) a coisa muda de figura.

  311. Eraldo

    -

    15/03/2011 às 21:18

    PEC-300:A grande maioria dos responsáveis pela segurança pública de todos nós não ganha o suficiente para dar segurança a suas próprias famílias.Só completando,quando os governantes vão tratar melhor seu povo.Começe então a votar a PEC-300,o Brasil sem futuro.

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados