Blogs e Colunistas

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Testes para Aécio

Aécio: em busca do vice

Aécio: à espera das pesquisas

Se Eduardo Campos riu à toa com a pesquisa do Datafolha seguinte à veiculação do seu programa na TV (leia aqui), agora é a vez de Aécio Neves. O tucano vai poder medir o poder de fogo de suas inserções de 30 segundos, na TV e no rádio há uma semana, com duas pesquisas nos próximos dias.

O Vox Populi ouviu 2 200 eleitores entre os dias 6 e 8 de abril e o Ibope começou a entrevistar 2 002 pessoas no sábado.

O impacto dos dez minutos em que Aécio vai falar no horário nobre, na próxima quinta-feira, contudo, só poderá ser medido em uma próxima pesquisa. O Ibope vai divulgar os resultados exatamente no mesmo dia e o Vox Populi sai um dia antes.

Por Lauro Jardim

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Na Esplanada e na pesquisa

Desta vez, vai de carro

Chance zero

A pesquisa do Ibope sobre as intenções de voto em Santa Catarina só sai no domingo, mas já dá para tirar uma conclusão sobre a corrida ao Senado: os eleitores de Ideli Salvatti, incluída na pesquisa antes da última terça-feira, quando tomou posse na Secretaria de Direitos Humanos, deverão escolher outro candidato.

Ideli só poderia se candidatar caso operasse até hoje uma saída relâmpago da Esplanada, que, se sabe, tem chance zero de acontecer.

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Os números do Ibope

eunicio

Impasse no Ceará

O PMDB encomendou e o Ibope deu a medida do humor do eleitorado em três estados. Alagoanos, amazonenses e cearenses responderam em quem votariam para presidente, governador e senador. A pesquisa ouviu 812 pessoas em cada estado entre 22 e 25 de março.

Em Alagoas, a família Calheiros é hoje a preferida para assumir o governo. Renan Filho tem 29%, seguido por Benedito da Lira (PP), que tem 26%, e Alexandre Toledo (PSB), com 5%. Em outro cenário, seu pai, Renan Calheiros, teria 41% contra 21% de Lira e 4% de Toledo. Mas Renan pai não é candidato, como se sabe (é apenas candidato a continuar mandando no Senado).

No Ceará, palco de uma sinuca para Dilma Rousseff, a indefinição sobre o candidato do governador Cid Gomes beneficiou Eunício Oliveira, que venceria no primeiro turno em todos os seis cenários pesquisados. A petista Luiziane Lins foi a única adversária que ultrapassou 10% dentro da margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Ficou com 11%, contra 39% do peemedebista.

Já no Amazonas o líder do PMDB no Senado Eduardo Braga lidera com folga: 61%, contra 13% de Hissa Abrahão (PPS) e os 11% de Rebecca Garcia (PP).

Enquanto os partidos costuram alianças e ainda há muitas indefinições, o Ibope mostra um eleitorado ainda desinteressado pelas eleições. Aqueles que não têm interesse nenhum são maioria em Alagoas (30%) e Ceará (28%). No Amazonas, 38% disseram ter interesse médio.

Por Lauro Jardim

Dilma na frente

dilma

Em primeiro

Os números do Ibope para a eleição presidencial nos três estados dão larga vantagem a Dilma Rousseff sobre Aécio Neves e Eduardo Campos.

Entre os alagoanos, 60% responderam que votariam em Dilma, 9% escolheriam Campos e 5% Aécio.

No Ceará, 66% votariam na petista. Eduardo Campos, Aécio Neves e o Pastor Everaldo ficariam empatados dentro da margem de erro com, respectivamente, 6%, 5% e 4%.

Chamado de “Amazônia” por Dilma em uma de suas gafes mais recentes, o Amazonas foi o estado em que a presidente teve o maior número de intenções de voto: 70%, contra 10% de Aécio e 7% de Campos.

Por Lauro Jardim

quarta-feira, 2 de abril de 2014

11:43 \ Televisão

O pior de todos

Bial:  ibope baixo

Bial: ibope baixo

A final do BBB, exibida ontem, pela Globo, registrou a pior audiência da história do reality show: 23 pontos na Grande São Paulo,  de acordo com números prévios do Ibope. No ano passado, a Globo alcançou 28 pontos no último dia do BBB.

Embora o resultado de ontem seja mais do que o dobro do que SBT e Record  somadas marcaram no horário, fica a léguas de distância do patamar de 50 pontos que os primeiros seis BBBs registraram ( O BBB1 continua o recordista, com 59 pontos)

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 31 de março de 2014

9:34 \ Televisão

Pode piorar

Em Família: não pegou

Em Família: não pegou

O que parecia difícil para a Globo está acontecendo: Em Família ainda tem fôlego para perder espectadores. Na semana passada, a novela das nove registrou 28 pontos em São Paulo, de acordo com o Ibope. Um resultado ainda pior do que o da semana anterior (leia mais aqui).

A dor de cabeça só não é  maior para a Globo porque suas concorrentes não ganharam no horário nas últimas semanas. O que o telespectador tem feito é desligar a TV ou procurar opções em TV paga ou internet.

Por Lauro Jardim

sábado, 29 de março de 2014

7:19 \ Governo

Por que caiu?

petrobras

Menos aprovação

O Palácio do Planalto resolveu incluir nas pesquisas que faz periodicamente perguntas que o ajudem a entender melhor a queda de aprovação do governo Dilma Rousseff, registrada pelo Ibope na semana passada.

Por enquanto, a aposta é que o vilão do emagrecimento da aprovação é a inflação.

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 24 de março de 2014

Um dígito

Marina: sem motivos para sorrir

Marina: sem motivos para sorrir

A pesquisa que o Ibope divulgou na semana passada não trouxe novidades quando comparado ao levantamento de dezembro, mas quem for compulsar os números com atenção notará que algo parece acontecer com o prestígio de Marina Silva. Aos números:

Em junho, no auge das manifestações, o Ibope lhe dava 22% dos votos se ela fosse candidata a presidente.

Em outubro, quando anunciou sua união com Eduardo Campos, manteve o ótimo desempenho: 21%.

Dois meses depois, no entanto, caía para 12%. E, agora, desce para um dígito apenas: 9%.

A propósito, Campos também caiu. Entre o levantamento de outubro e o de quinta-feira passada, caiu de 10% para 6%, o que o deixa em estado de empate técnico com o pastor Everaldo, que aparece com 3% (a margem de erro é de dois pontos percentuais)

Por Lauro Jardim
7:21 \ Economia

“C” de consumo

cama mesa e banho

Faturamento bilionário em 2014

O mercado de cama, mesa e banho vai faturar 10 bilhões de reais no Brasil neste ano. A estimativa inédita, 6% maior que o resultado do setor em 2013, é da Pyxis Consumo, do Ibope.

A classe C, que em 2013 liderou o consumo de vestuário (40%), calçados (42%) e cuidados pessoais (45%), entre outros, é a que mais vai gastar com cama, mesa e banho em 2014: 4,2 bilhões de reais.

Cada um dos 28,9 milhões de domicílios da classe C vai desembolsar, em média, 145 reais com produtos desse gênero, 86 reais a mais que a média nacional.

O estado que mais vai engordar o bolso do setor é São Paulo, com 27% do potencial estimado para o país.

Por Lauro Jardim
6:32 \ Televisão

Abacaxi para a Globo

Em Família: não pegou

Em Família: não pegou

Sete semanas depois de estrear, Em Família mantém-se como um gigantesco abacaxi para a Globo. Seus personagens não pegaram, não são comentados nas ruas ou redes sociais e sua audiência é sofrível.

Na semana passada, a média da novela foi de esquálidos 29 pontos na Grande São Paulo, de acordo com o Ibope.  Muito abaixo dos 40 pontos sonhados pela Globo para o horário.

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 20 de março de 2014

A pesquisa Ibope de hoje

aécio, dilma, campos

Novos números do Ibope

A tensão pré-eleitoral dos mercados e dos políticos com a nova pesquisa presidencial do Ibope acaba em menos de duas horas: às 18h, a Globonews e o site de O Estado de S. Paulo divulgarão o levantamento feito entre o dia 13 e hoje em todo o Brasil.

Por Lauro Jardim

quarta-feira, 19 de março de 2014

A nova pesquisa Ibope

Dilma: expectativa

Dilma: expectativa

O mercado financeiro foi tomado de uma excitação típica dos períodos eleitorais por causa de uma suposta pesquisa presidencial feita pelo Ibope, que seria divulgada hoje mostrando uma queda  expressiva  de Dilma Rousseff nas intenções de votos.

Especulou-se à vontade a partir dessa premissa – dentro e fora do mercado financeiro.

O Ibope, de fato, vai divulgar uma pesquisa (leia mais aqui). Mas será amanhã à noite, através de O Estado de S. Paulo.

Dilma caiu?  Pouco? Muito?  Impossível saber agora. Simplesmente por que a coleta de informações termina somente amanhã.

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 17 de março de 2014

Nova pesquisa

Dilma: na frente

Dilma: na frente

A primeira das pesquisas Ibope para medir a temperatura da corrida presidencial será divulgada entre sexta-feira à noite e sábado. A apuração dos dados irá até quinta-feira.

Dificilmente, o resultado será muito diferente do verificado pelo Datafolha de 22 de fevereiro (Dilma Rousseff, 47%; Aécio Neves, 17% e Eduardo Campos, 12%). Mas como Aécio e Campos estão, na prática, muito próximos, qualquer  pequena alteração ali pode fazer barulho.

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 10 de março de 2014

11:58 \ Futebol

Faturando no treino

Uniforme lucrativo

Uniforme lucrativo

O uniforme de treinamento da seleção brasileira é o mais valorizado do futebol mundial.  Com ele, a CBF auferiu uma receita de 126 milhões de reais (39,5 milhões de euros) em 2013.

O dado consta de um estudo inédito feito pelo Ibope Repucom, uma sociedade entre a empresa brasileira e a líder mundial em análise e pesquisa de marca para patrocínio esportivo.

A pesquisa compulsou dados dos uniformes de treinos das principais seleções do mundo.

Muito abaixo do Brasil, a Alemanha aparece em segundo lugar. O uniforme de treinamento da seleção alemã faturou 13 milhões de euros em 2013.

A receita da Argentina neste item é menos de 10% da alcançada pela seleção brasileira: 3,5 milhões de euros.

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

12:06 \ Diversos

Descanso ou folia?

Carnaval: não é todo mundo que curte o tumulto

Carnaval: não é todo mundo que curte o tumulto

Brasil, país do Carnaval? Uma pesquisa inédita feita pelo Ibope/Conectaí com 1 518 internautas revela que a grande maioria aproveita a data para descansar.

Apenas 25% usam o período de feriado para cair na folia; 67% querem relaxar.

A pesquisa ainda expõe uma divisão da população sobre os ganhos que o Brasil tem com a festa popular. Enquanto 54% dos entrevistados consideram que o Carnaval cria uma imagem positiva externa do Brasil, outros 40% taxam a festa de desperdício de tempo e dinheiro.

Por Lauro Jardim

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

18:18 \ Televisão

O novo Ibope e a Record

Record: em festa

Novo medidor a partir de 2015 

A cúpula da GfK, a empresa alemã que está entrando no mercado para competir com o Ibope, esteve ontem na Record apresentando o sistema para todos os afiliados. As medições de audiência da GfK começam em abril de 2015 no Rio de Janeiro e em São Paulo e em julho no restante do Brasil

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

6:45 \ Televisão

Pior resultado

Em Família: não pegou

Em Família: não pegou

Na semana passada, Em Família voltou aos trinta pontos de audiência média na Grande São Paulo, de acordo com o Ibope – o mesmo resultado ruim da semana de estreia (na segunda semana, conseguiu um respiro, subiu para 33 pontos).

Como a semana que começa hoje será impactada pelo Carnaval, assim como a próxima, quando as audiências naturalmente caem bastante, Em Família fechará seu primeiro mês com o pior resultado de uma novela das nove desde que a Globo é a Globo.

Por Lauro Jardim

domingo, 23 de fevereiro de 2014

Sem mudanças

aécio, dilma, campos

Rumo às urnas

No final de janeiro o Ibope foi às ruas para uma extensa pesquisa. Entre outras coisas, quis saber como andava o humor da população para a corrida presidencial.

Como não registrou a pesquisa, ela não poderá ser divulgada, por força da lei eleitoral. Quem teve acesso ao resultado notou que entre novembro (data da última pesquisa do Ibope tornada pública) e fins de janeiro nada se moveu no tabuleiro.

Em novembro, Dilma Rousseff tinha 43%, Aécio Neves, 14% e Eduardo Campos, 7%. Na pesquisa de agora ninguém se mexeu além da margem de erro de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Por Lauro Jardim

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

6:33 \ Televisão

Saindo da UTI

Em Família: alívio

Em Família: alívio

A audiência do capítulo que abriu ontem a segunda semana (e a nova fase) de Em Família levou algum alívio à Globo (leia mais em A pior primeira semana )

De acordo com números prévios do Ibope para a Grande São Paulo, a audiência foi de 34 pontos – nada espetacular, mas o melhor resultado da novela até agora  (Em Família estreou com 33 pontos).

Salve Jorge, por exemplo, começou sua segunda semana com 32 pontos e registrou audiência descendente por toda a segunda semana de exibição. Ainda é, evidentemente, cedo para a Globo comemorar.

(Atualização, às 11,14: os números consolidados do Ibope indicam um alívio ainda maior para a Globo. Em São Paulo, a novela cravou 36 pontos e no Rio de Janeiro, 37 pontos)

Por Lauro Jardim

sábado, 8 de fevereiro de 2014

Dilma sorri 1

dilma

Mudanças com Dilma

Em novembro do ano passado, 62% dos entrevistados em pesquisa do Ibope disseram querer “mudanças” no Brasil.

No final de janeiro o Ibope voltou a campo para tentar entender que tipo de mudança os pesquisados tinham em mente.

Resultado: uma parte substancial dos ouvidos quer “mudanças” sim, mas com Dilma Rousseff.

Este é o quadro de janeiro. Será dura a vida da oposição para mudar isso até outubro.

Por Lauro Jardim
6:36 \ Brasil

Dilma sorri 2

Mercado em alta

Sem medo do desemprego

A despeito de torrente de indicadores econômicos negativos, o Ibope constatou também, em outra pesquisa, que o temor do desemprego atingiu o nível mais baixo desde abril passado – antes, portanto, das manifestações.

E a expectativa de melhora na renda pessoal voltou aos níveis de março do ano passado.

Por Lauro Jardim

domingo, 26 de janeiro de 2014

Pesquisas na mira

Dos males, o menor

Limites aos institutos de pesquisa

Os tucanos resolveram comprar briga com os institutos de pesquisa. O senador Cássio Cunha Lima apresenta em fevereiro um projeto para proibir que institutos que trabalhem para governos ou partidos possam ter contratos com meios de comunicação para a divulgação de pesquisas eleitorais.

Os principais alvos do projeto são o Ibope e o Vox Populi. O Ibope tem contrato com o governo federal e tradicionalmente fecha acordos com a Globo em temporada eleitoral. O Vox trabalha para o PT e nas últimas eleições mostrava seus números de pesquisas na tela da Band.

Por Lauro Jardim

sábado, 25 de janeiro de 2014

As mudanças que o brasileiro quer

dilma

Com ou sem Dilma?

O Ibope começou no sábado, dia 25, uma nova pesquisa de intenção de voto para a Presidência da República, mas a pergunta mais relevante dos seus entrevistadores não é a tradicional “em quem você vai votar para presidente nestas eleições?”.

Esta será feita, é claro, mas o Ibope irá também aprofundar uma questão que ficou no ar  depois da pesquisa que divulgou em novembro passado. Nela, 62% dos brasileiros diziam que queriam mudanças.

O percentual elevado naturalmente excitou as oposições. Eduardo Campos e Aécio Neves viram ali um caminho para nortear suas campanhas. Desde então, ambos exibem esses números em conversas e articulações como prova que derrotar o PT é possível.

Numa palavra, o índice lhes deu um sopro de esperança. Agora, com a pesquisa que está em curso o Ibope quer descobrir com mais exatidão que tipo de mudança o brasileiro quer.

Com Dilma Rousseff ou sem ela? Mudança de que tipo?

Por Lauro Jardim

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

11:51 \ Televisão

Recorde de audiência

Fagundes: sucesso na reta final

Antonio Fagundes: sucesso na reta final

A pouco mais de uma semana do capítulo final, Amor à Vida bateu ontem o seu recorde de audiência em São Paulo.

De acordo com o Ibope, a novela registrou 44 pontos de audiência e 69% de participação (ou seja, de cada cem aparelhos ligados, 69 estavam sintonizados na trama de Walcyr Carrasco). O recorde anterior, 43 pontos, foi alcançado em 18 de novembro.

A média de audiência da novela em São Paulo, desde a estreia até ontem, é de 35 pontos.

No Rio de Janeiro, o capítulo de ontem cravou 46 pontos (o recorde é de 49 pontos, também no capítulo que foi ao ar em 18 de novembro).

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

13:31 \ Televisão

Repartindo o bolo

emissoras

Contribuições diferentes

Os 100 milhões de dólares que a Record, SBT, RedeTV e Band investirão em cinco anos para que o instituto alemão GfK abra as portas e passe a mediar a audiência das TVs, concorrendo com o Ibope, não serão divididos de modo equânime.

Pelo acordo entre as emissoras e o GfK, a Record contribuirá com 60% do total, ou seja, 60 milhões de dólares e o SBT com 28% (28 milhões de dólares). Band e RedeTV! racham os 12 milhões de dólares restantes.

Por Lauro Jardim

sábado, 18 de janeiro de 2014

11:21 \ Televisão

Ibope alto

Isis e Patrícia Pillar: sucesso

Isis e Patrícia Pillar: sucesso

Minissérie de maior repercussão/audiência nos últimos anos, Amores Roubados terminou ontem com uma audiência de 25 pontos, de acordo com números prévios do Ibope para a Grande São Paulo.

Em suas duas semanas de exibição, a média foi de 27 pontos. Canto da Sereia, a minissérie da Globo de 2013, alcançou média de 22 pontos.

Por Lauro Jardim

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

12:12 \ Televisão

Queda no Ibope

Cauâ e Dira: sucesso

Cauâ e Dira: sucesso

Em sua nova faixa horária, ou seja mais tarde, após o Big Brother Brasil, Amores Roubados, teve uma audiência menor que os números médios da primeira semana, na faixa dos 30 pontos.

De acordo com o Ibope para a Grande São Paulo, o episódio de ontem registrou 25 pontos. Ainda assim, é sete pontos superior ao alcançado pela Globo no mesmo horário nas quatro terças-feiras anteriores.

Por Lauro Jardim
6:23 \ Televisão

Boa estreia

Bial: em alta

Bial: em alta

A estreia ontem à noite do BBB14 rendeu trinta pontos de audiência à Globo, segundo números prévios do Ibope para a Grande São Paulo.

Um resultado 20% melhor do que o alcançado na edição anterior do reality (em 2013, o BBB teve o pior desempenho da história do programa). Mas nada comparado às médias superiores a quarenta pontos que o BBB registrava em suas estreias até 2007.

Eis as audiências de estreias do BBB desde a primeira edição do programa:

BBB 1 – 49 pontos

BBB 2 – 28 pontos

BBB 3 – 37 pontos

BBB 4 – 42 pontos

BBB 5 – 46 pontos

BBB 6 – 45 pontos

BBB 7 – 43 pontos

BBB 8 – 37 pontos

BBB 9 – 37 pontos

BBB 10 – 30 pontos

BBB 11 – 34 pontos

BBB 12 – 34 pontos

BBB 13 – 25 pontos

(Atualização, às 12h01: De acordo com o Ibope, o resultado consolidado de audiência foi de 31 pontos)

Por Lauro Jardim

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Boca fechada

Globo: fim de premiação evangélica

Horários limitados para exibir pesquisas de boca de urna

Uma novidade do TSE para essas eleições: as tradicionais pesquisas de boca de urna que o Ibope faz para a Globo só poderão ser exibidas a partir das 19h no primeiro turno e a partir das 20h no segundo turno.

Se o TSE não voltar atrás, a pesquisa de boca de urna está praticamente inviabilizada: não interessará à Globo contratar uma pesquisa que só poderá ser divulgada quando os resultados oficiais já poderão ter definido a eleição.

Por Lauro Jardim

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Depois do Carnaval

Efeito Marina SIlva

Números só em março

Dilma Rousseff, Aécio Neves e Eduardo Campos terão um refresco do Ibope neste início de ano. A primeira pesquisa presidencial do Ibope neste ano só será feita em março, após o Carnaval. Depois disso, nova pesquisa somente em julho. E, a partir de agosto, elas se tornam quinzenais.

Por Lauro Jardim
 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados