Clique e assine a partir de 9,90/mês

Suspeita de gás sarin esvazia prédios do Facebook na Califórnia

Sede da empresa, no Vale do Silício, determinou o esvaziamento de quatro edifícios. Bombeiros dizem que não houve contaminação. FBI assumiu o caso

Por Da Redação - 1 jul 2019, 20h27

Prédios do Facebook na cidade de Menlo Park, na Califórnia, foram evacuados após a suspeita de gás sarin, um produto químico cuja ação sobre o sistema nervoso pode ser fatal. O sarin não tem cor, cheiro nem gosto.

O produto teria sido detectado por máquinas de escaneamento de correio da empresa, que fica na região do Vale do Silício, no entorno da baía de San Francisco.

Segundo informações da agência Reuters, dois funcionários podem ter sido expostos. Mas, de acordo com a CNN americana, o corpo de bombeiros local informou que ambos não apresentam sinais ou sintomas.

O pacote foi descoberto por volta das 11h (15h no horário de Brasília), e quatro prédios foram esvaziados imediatamente. Apenas o de serviço de triagem de correspondência permanece fechado.

Continua após a publicidade

De acordo com o Los Angeles Times, funcionários do FBI chegaram ao local e vão abrir uma investigação.

“As autoridades ainda não identificaram a substância encontrada. A partir de agora, três dos edifícios evacuados foram liberados. A segurança de nossos funcionários é nossa principal prioridade e compartilharemos informações adicionais quando estiverem disponíveis”, informou a empresa em comunicado.

Publicidade