Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Novo tipo de gripe aviária é um dos ‘mais letais’, diz OMS

De acordo com especialistas do órgão, a cepa H7N9, que já provocou 22 mortes na China, é transmitida mais facilmente a seres humanos do que o vírus H5N1

Por Da Redação 24 abr 2013, 10h18

O H7N9, nova cepa do vírus da gripe aviária que já causou 22 mortes na China, é dos tipos “mais letais” da doença, afirmaram nesta quarta-feira especialistas da Organização Mundial da Saúde (OMS). De acordo com o órgão, a nova cepa é transmitida mais facilmente aos seres humanos do que o H5N1, outra variação do vírus da gripe aviária que matou centenas de pessoas desde 2003.

Desde março, a China já confirmou 108 casos de infecção pelo vírus H7N9 – até então, essa cepa nunca havia contaminado seres humanos. Ainda não está claro de que forma as pessoas estão sendo infectadas. Uma equipe internacional de cientistas liderada pela OMS e pelo governo chinês realizou uma investigação de cinco dias na China, mas não conseguiu determinar se o vírus pode ser transmitido de uma pessoa para a outra, o que tornaria o cenário ainda mais preocupante. “A situação continua complexa e difícil, e está evoluindo”, disse Keiji Fukuda, o diretor-geral assistente para segurança em saúde da OMS.

Leia também:

Gripe aviária chega a outra província chinesa e país soma 13 mortes

Novo surto de gripe aviária na China chega a Pequim

Propagação – O Departamento de Saúde de Taiwan confirmou, nesta quarta-feira, que um empresário de 53 anos morador da ilha contraiu o H7N9 enquanto viajava pela China. Esse é o primeiro caso relatado fora da China continental. O homem foi hospitalizado após ficar doente três dias ao voltar de Suzhou, no dia 9 de abril, disse o ministro da Saúde de Taiwan, Wen-Ta Chiu, em entrevista coletiva. O paciente foi diagnosticado com o vírus H7N9 e apresentava estado grave. Segundo o ministro, Taiwan vai tomar as medidas adequadas, incluindo a abertura de uma clínica ambulatorial especializada em casos de H7N9.

(Com agência Reuters)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês