Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Muita televisão aumenta gordura corporal e prejudica desempenho de crianças nos esportes

Pesquisa mostrou que o hábito entre crianças de dois a quatro anos de idade surte efeitos negativos à saúde ao longo de toda a infãncia

Pesquisadores canadenses mostraram que cada hora a mais que uma criança passa sentada em frente à televisão contribui para o aumento de sua circunferência abdominal ao longo de toda a infância. Além disso, o hábito prejudica a musculatura e diminui o desempenho nas atividades físicas entre esses jovens. Essas conclusões foram divulgadas nesta segunda-feira no periódico International Journal of Behavioral Nutrition and Physical Activity.

CONHEÇA A PESQUISA

Título original: Early childhood television viewing predicts explosive leg strength and waist circumference by middle childhood

Onde foi divulgada: periódico International Journal of Behavioral Nutrition and Physical Activity

Quem fez: Caroline Fitzpatrick, Linda Pagani e Tracie Barnett

Instituição: Universidade de Montreal, Canadá

Dados de amostragem: 1.314 crianças de dois a quatro anos de idade

Resultado: O aumento de horas que uma criança passa em frente à televisão dos dois aos quatro anos de idade aumenta a circunferência abdominal delas até os dez anos, além de prejudicar a musculatura e o desempenho nos esportes

“Nós já conhecíamos a relação entre o hábito de assistir muita televisão entre estudantes da pré-escola (entre dois e quatro anos de idade) e o aumento da gordura corporal dos alunos até os dez anos de idade, mas esse é o primeiro estudo que descreve com maior precisão de que maneira essa associação é estabelecida”, diz Linda Pagani, pesquisadora da Universidade de Montreal, no Canadá, e uma das autoras do trabalho.

Leia também:

Leia também: Passar menos horas sentado ou assistindo televisão prolonga a vida

Cintura maior – De acordo com os pesquisadores, cada hora a mais de televisão vista na semana foi responsável por aumentar em meio milímetro a circunferência abdominal das crianças dos dois aos quatro anos de idade. Calculados de outra maneira, esses números também significam que uma criança de quatro anos que assiste 18 horas de televisão semanalmente chegará aos dez anos de idade com 7,6 milímetros a mais de cintura apenas devido ao hábito.

Condicionamento muscular – Os autores também realizaram testes com as crianças para medir a capacidade de elas saltarem. Eles concluíram que cada hora de televisão semanal aumentada dos dois aos quatro anos de idade diminui a distância que um jovem é capaz de saltar. De acordo com os pesquisadores, esses resultados mostram que a criança terá maiores dificuldades em praticar outras atividades que exijam força na perna, como jogar futebol e basquete ou andar de skate.

Para a equipe, resultados como esses devem encorajar as autoridades de saúde dos países a desenvolver políticas públicas que considerem os fatores ambientais, como a televisão, no combate à obesidade infantil. “Devemos partir do pressuposto de que assistir muita televisão não é bom para a saúde. Segundo a Academia Americana de Pediatria, crianças de dois anos não devem assistir mais do que duas horas de televisão ao dia”, diz Pagani, que explica que o hábito não só substitui atividades educativas e físicas, mas também coloca em risco a alimentação das crianças.

Saúde e televisão

Vários estudos já apontaram para os prejuízos que o hábito de assistir muita TV pode causar. Conheça alguns:

  1. Piora na alimentação – Um estudo feito na Universidade de Loughborough, do Reino Unido, concluiu que quanto mais tempo uma pessoa passa em frente à televisão, pior é a qualidade daquilo que come. Assistir TV está associado com o consumo de lanches, bebidas e fast foods com maior quantidade de calorias e baixa ingestão de frutas e legumes.
  2. Menor aprendizagem Segundo recomendações lançadas neste ano pela Academia Americana de Pediatria (APP), as crianças aprendem e desenvolvem mais o cérebro brincando do que assistindo TV. Um estudo feito pela Universidade de Montreal, no Canadá, indicou que, a cada hora que uma criança passa em frente à televisão, há um declínio de 6% em seu desempenho matemático e 7% de sua participação em sala de aula.
  3. Hipertensão Uma pesquisa publicada no periódico Archives of Pediatrics & Adolescent relacionou tempo demais em frente à televisão e ao computador com o aumento da pressão sanguínea das crianças.
  4. Problemas psicológicos – Hiperatividade, dificuldades nos relacionamentos sociais e problemas emocionais foram alguns dos problemas observados por estudo publicado no periódico Pediatrics em crianças que passavam duas ou mais horas em frente à TV ou ao computador ao dia.