Clique e assine a partir de 9,90/mês

Coronavírus pode ser transmitido pelo ar-condicionado, revela estudo

Análise realizada na China mostra que o fluxo do ar em um restaurante fechado pode ajudar a espalhar o vírus

Por Da redação - Atualizado em 29 abr 2020, 20h26 - Publicado em 29 abr 2020, 16h24

Um novo estudo sugere que o coronavírus pode ser transmitido pelo ar em ambientes fechados, com ar-condicionado. A pesquisa começou após nove pessoas que haviam frequentado um restaurante na cidade de Guangzhou, na China, desenvolverem sintomas de Covid-19. Dessas, quatro pessoas eram da mesma família, mas as demais não.

Pesquisadores do Centro de Controle e Prevenção de Doenças de Guangzhou decidiram investigar o caso. Os indivíduos foram ao restaurante no dia 24 de janeiro. Inicialmente, todos pareciam saudáveis. Entretanto, neste mesmo dia, uma senhora de 63 anos, que havia estado no local com outros quatro membros da família teve febre e tosse. Ao ir para  o hospital, ela foi diagnosticada com Covid-19.

LEIA TAMBÉM:
Coronavírus: testes rápidos em farmácias confundem mais do que informam

Duas semanas depois, outras nove pessoas que estiveram no restaurante no mesmo dia e mesmo período que essa senhora, também tiveram resultado positivo para a infecção. Desses, quatro eram parentes da primeira mulher infectada e, portanto, poderiam ter sido contaminados fora do restaurante. Mas para os outros cinco, o restaurante parece ter sido a fonte do vírus. O mais intrigante é que outras 73 pessoas também estavam no local e não se contaminaram.

ASSINE VEJA

Coronavírus: uma nova esperança A aposta no antiviral que já traz ótimos resultados contra a Covid-19, a pandemia eleitoral em Brasília e os fiéis de Bolsonaro. Leia nesta edição.
Clique e Assine

Ao analisar o restaurante, os pesquisadores acreditam que a direção do fluxo de ar seja peça chave na contaminação. O ambiente é fechado e a ventilação é feita por ar-condicionado. Após identificar a disposição das mesas dos indivíduos contaminados, os pesquisadores desenharam o possível caminho feito pelo vírus e concluíram que os infectados estavam no mesmo caminho percorrido pelo fluxo de ar formado pelo ar-condicionado.

Continua após a publicidade

“Concluímos que, nesse surto, a transmissão de gotículas foi motivada pela ventilação com ar condicionado. O fator chave para a infecção foi a direção do fluxo de ar”, escrevem os pesquisadores.

Estudos anteriores já mostraram que a circulação de ar em ambientes fechados espalha patógenos no ar. Apesar dessas evidências e dos resultados, os pesquisadores ressaltam que a disseminação do vírus pelo ar-condicionado é apenas uma das possibilidades. É preciso coletar mais evidências científicas e levar em conta outros cenários, como a possibilidade de infecção ter sido gradual, infectando um membro de cada família por vez, considerando que os pacientes estavam sentados em mesas vizinhas.

Como outros trabalhos, a pesquisa ainda precisa ser revisada por outros especialistas da comunidade científica. Mas, foi divulgada com antecedência devido ao seu caráter informativo no contexto da pandemia.

 

Publicidade