Clique e assine a partir de 9,90/mês

Coronavírus não se propaga facilmente pelo toque na superfície dos objetos

Afirmação é do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos

Por Da Redação - Atualizado em 22 maio 2020, 19h36 - Publicado em 22 maio 2020, 14h21

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) afirmou em uma recomendação que, apesar de ser possível se infectar encostando em algum local contaminado, o vírus não se propaga facilmente dessa maneira.

“A Covid-19 é uma nova doença e ainda estamos aprendendo sobre a forma como ela se espalha. Pode ser possível pegar a Covid-19 de outras formas, mas encostar em superfícies contaminadas não é a principal forma de propagação do vírus”, afirmou o comunicado.

ASSINE VEJA

Coronavírus: ninguém está imune Como a pandemia afeta crianças e adolescentes, a delação que ameaça Witzel e mais. Leia na edição da semana
Clique e Assine

O CDC alertou que as pessoas devem tomar cuidado com o contato com outros, mesmo aqueles que não tenham sintomas, pois essa é a principal forma de contágio do vírus. A entidade fez as mesmas recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) para praticar o isolamento social, respeitando a distância de pelo menos um metro e meio, lavar as mãos com água e sabão e limpar e desinfectar áreas frequentemente tocadas.

LEIA TAMBÉM: Coronavírus: como saber se estou curado da doença?

Continua após a publicidade

O CDC afirma ainda que o contágio por meio de caixas que chegam pelo correio é altamente improvável por causa da baixa capacidade de sobrevivência do vírus nas superfícies. Porém, é preciso ter cautela. Os estudos recentes mostram que o novo coronavírus pode sobreviver em objetos por até três dias, além de poder infectar alguém se ficar por até três horas suspenso no ar.

Publicidade