Clique e assine a partir de 9,90/mês

Coronavírus: laboratório chinês anuncia 90% de eficácia em teste de vacina

Um dos mais avançados na pesquisa contra a doença, Sinovac Biotech tem parceria com o governo de São Paulo para implementar fase de testes contra a Covid-19

Por Da Redação - Atualizado em 15 jun 2020, 19h23 - Publicado em 15 jun 2020, 19h21

A busca por uma vacina efetiva para tratar a Covid-19 pode estar chegando ao fim. O laboratório chinês Sinovac Biotech anunciou no domingo 14 duas boas notícias no combate contra o novo coronavírus. Os testes realizados indicaram que 90% das pessoas produziram anticorpos contra a doença após duas semanas da aplicação e não foram identificados efeitos colaterais. As informações são da agência Bloomberg.

Os testes são referentes às fases 1 e 2 da pesquisa, realizadas na China. Ao todo, 743 pessoas saudáveis, que não haviam sido infectadas pelo novo coronavírus, foram separadas em dois grupos e receberam ou doses da vacina ou de placebo, para poder haver a comparação. Cerca de 90% do grupo testado com a vacina produziu anticorpos.

A Sinovac Biotech produziu a vacina a partir de uma versão enfraquecida do vírus. O laboratório é apenas um dos cinco do mundo que já iniciaram o período de testes em humanos. Agora, os pesquisadores vão iniciar a terceira fase das testagens e isso é uma boa notícia para os brasileiros.

Na última quinta-feira 11, o governador de São Paulo João Doria anunciou uma parceria entre a Sinovac Biotech e o Instituto Butantã, na capital paulista, para implementar a fase 3, que a última exigida por agências regulatórias antes da aprovação de um medicamento ou terapia. O estudo contará com 9.000 voluntários e está previsto para começar já neste mês.

Continua após a publicidade

O governo do Estado de São Paulo investiu 85 milhões de reais para a realização do estudo. João Doria acredita que a vacina poderá estar disponível no SUS até junho do ano que vem.

Publicidade