Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Um veleiro para a fuga de Cerveró

Na conversa com o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) e o advogado Edson Ribeiro em que discutiam os termos da delação premiada do ex-diretor internacional da Petrobras Nestor Cerveró, o filho dele, Bernardo, chegou a sugerir que Cerveró fugisse do Brasil em um veleiro. “A gente tava pensando em ir pela Venezuela, mas acho que deve, se sair, sai com tornozeleira. Tem que tirar a tornozeleira e entrar. Acho que o melhor jeito seria um barco. É, mais porque aí chega na Espanha, pelo menos você não passa por imigração na Espanha. De barco, de barco você deve ter como chegar”, afirma Bernardo em um trecho da gravação entregue por ele mesmo aos investigadores. “Eu tenho um amigo que trouxe um veleiro agora … um veleiro bom”, prossegue. O senador Delcídio afirma, então, que a melhor opção de fuga é pelo Paraguai. O advogado Ribeiro se vangloria na sequência de já ter tirado ‘muita gente’ de forma ilegal do país e reforça que o Paraguai é o melhor roteiro. “Eu já levei muita gente por ali”, afirma. (Laryssa Borges, de Brasília)

Leia mais:

Filho de Cerveró procurou irmão de Baiano para ‘delação coletiva’

Prisão de Delcídio é duro golpe para Dilma, que se cala

André Esteves pagou propina a Collor, diz Cerveró, novo delator da Lava Jato