Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Mais de um terço dos novos governadores estreará na administração pública

Senadores com histórico apenas no Legislativo e novatos impulsionados pela campanha de Jair Bolsonaro protagonizam renovação no comando dos estados

Por Guilherme Venaglia Atualizado em 30 out 2018, 21h53 - Publicado em 30 out 2018, 15h19

Nas eleições de 2014, nenhum dos 27 governadores eleitos no Brasil era um completo estreante na vida pública. Dois nunca haviam passado pelo Poder Executivo, mas já tinham experiência no Legislativo como senadores, caso de Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) e Pedro Taques (PDT-MT).

Quatro anos depois, o comando dos estados passou por uma intensa renovação. Ao todo, são dez os governadores eleitos sem histórico na administração pública, sendo que sete nem sequer têm qualquer vida prévia na política. Esse número total ainda pode chegar a doze, se contabilizados os que já exerceram função de secretários e agora foram eleitos para o comando, a exemplo dos vencedores no Paraná, Ratinho Júnior (PSD), e na Paraíba, João Azevêdo (PSB).

Os mais experientes do grupo são políticos com passagens pelo Congresso e que agora estreiam como governadores, caso dos novos administradores de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), Acre, Gladson Cameli (PP), e Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), todos hoje senadores.

Já os novatos têm origens diversas, mas fato é que entre eles estarão alguns com os mais difíceis desafios a partir de 2019. Eleito governador de Minas Gerais, o empresário Romeu Zema, que disputou sua primeira eleição pelo igualmente novato Partido Novo, terá de enfrentar uma séria crise financeira do estado, com salários de servidores e repasses para prefeituras atrasados.

Além de um caos nas contas, o ex-juiz federal Wilson Witzel (PSC), governador eleito do Rio de Janeiro, vai ainda ter de lidar com o fim da intervenção federal na Segurança Pública e os conflitos com as facções criminosas.

Zema e Witzel venceram a eleição após enfrentar políticos tradicionais dos estados, o ex-governador e senador Antonio Anastasia (PSDB) e o ex-prefeito Eduardo Paes (DEM), respectivamente. Rollemberg, a quase-novidade de 2014, foi derrotado pelo advogado Ibaneis Rocha. Mesmo filiado ao tradicionalíssimo MDB, o estreante da vez conseguiu se apresentar no Distrito Federal como o “novo” e acabou angariando expressivas votações, tanto no primeiro quanto no segundo turno.

O que há de comum entre todos os sete estreantes, no entanto, é o fato de terem sido impulsionados pelo mesmo movimento político que levou Jair Bolsonaro (PSL), um deputado federal do chamado “baixo clero”, à Presidência da República. Combater as esquerdas, a corrupção e a “velha política” foram presentes nos discursos. Dos governos de novatos, três serão do próprio PSL: o bombeiro Carlos Moisés da Silva, conhecido como Comandante Moisés, eleito em Santa Catarina, o militar reformado coronel Marcos Rocha, de Rondônia, e o empresário Antonio Denarium, vencedor em Roraima.

  • Veja o perfil dos governadores eleitos no país

    Região Sul

    Paraná: Ratinho Júnior (PSD)
    Quem é? Foi secretário de Desenvolvimento Urbano do Paraná e é deputado estadual
    Vice: Darci Piana (PSD), empresário

    Rio Grande do Sul: Eduardo Leite (PSDB)
    Quem é? Foi prefeito de Pelotas
    Vice: Ranolfo Vieira Júnior (PTB), delegado

    Santa Catarina: Carlos Moisés da Silva, o Comandante Moisés (PSL)
    Quem é? Coronel reformado do Corpo de Bombeiros
    Vice: Daniela Reinehr (PSL), advogada

    Região Sudeste

    Espírito Santo: Renato Casagrande (PSB)
    Quem é? Foi deputado estadual, federal, vice e governador
    Vice: Jacqueline Moraes (PSB), ex-vereadora de Cariacica

    Minas Gerais: Romeu Zema (Novo)
    Quem é? É empresário
    Vice: Paulo Brant (Novo), economista

    Rio de Janeiro: Wilson Witzel (PSC)
    Quem é? Ex-juiz federal
    Vice: Cláudio Castro (PSC), vereador do Rio de Janeiro

    São Paulo: João Doria (PSDB)
    Quem é? Foi prefeito de São Paulo
    Vice: Rodrigo Garcia (DEM), deputado federal

    Região Nordeste

    Alagoas: Renan Filho (MDB)
    Quem é? Governador reeleito
    Vice: Luciano Barbosa (MDB), atual vice-governador

    Bahia: Rui Costa (PT)
    Quem é? Governador reeleito
    Vice: João Leão (PP), atual vice-governador

    Continua após a publicidade

    Ceará: Camilo Santana (PT)
    Quem é? Governador reeleito
    Vice: Isolda Cela (PDT), atual vice-governadora

    Maranhão: Flávio Dino (PCdoB)
    Quem é? Governador reeleito
    Vice: Carlos Brandão (PRB), empresário

    Paraíba: João Azevêdo (PSB)
    Quem é? Foi secretário estadual de Infraestrutura
    Vice: Lígia Feliciano (PDT), atual vice-governadora

    Pernambuco: Paulo Câmara (PSB)
    Quem é? Governador reeleito
    Vice: Luciana Santos (PCdoB), deputada federal

    Piauí: Wellington Dias (PT)
    Quem é? Governador reeleito
    Vice: Regina Sousa (PT), senadora

    Rio Grande do Norte: Fátima Bezerra (PT)
    Quem é? Senadora
    Vice: Antenor Roberto (PCdoB), procurador estadual

    Sergipe: Belivaldo Chagas (PSD)
    Quem é? Governador reeleito
    Vice: Eliane Aquino (PT), vice-prefeita de Aracaju

    Região Norte

    Acre: Gladson Cameli (PP)
    Quem é? Senador
    Vice: Major Rocha (PSDB), deputado federal

    Amapá: Waldez Góes (PDT)
    Quem é? Governador reeleito
    Vice: Jaime Nunes (Pros), empresário

    Amazonas: Wilson Lima (PSC)
    Quem é? Jornalista
    Vice: Carlos Almeida (PRTB), defensor público

    Pará: Helder Barbalho (MDB)
    Quem é? Foi deputado e ministro da Integração Nacional
    Vice: Lúcio Vale (PR), deputado federal

    Rondônia: Marcos Rocha (PSL)
    Quem é? Coronel reformado da Polícia Militar
    Vice: Zé Jordan (PSL), empresário

    Roraima: Antonio Denarium (PSL)
    Quem é? Empresário
    Vice: Frutuoso Lins (PTC), médico

    Tocantins: Mauro Carlesse (PHS)
    Quem é? Governador reeleito
    Vice: Wanderlei Barbosa (PHS), deputado estadual

    Região Centro-Oeste

    Distrito Federal: Ibaneis Rocha (MDB)
    Quem é? Advogado
    Vice: Paco Britto (Avante), empresário

    Goiás: Ronaldo Caiado (DEM)
    Quem é? Senador
    Vice: Lincoln Tejota (Pros), deputado estadual

    Mato Grosso: Mauro Mendes (DEM)
    Quem é? Foi prefeito de Cuiabá
    Vice: Otaviano Pivetta (PDT), ex-prefeito de Lucas do Rio Verde

    Mato Grosso do Sul: Reinaldo Azambuja (PSDB)
    Quem é? Governador reeleito
    Vice: Murilo Zauith (DEM), ex-prefeito de Dourados

    Continua após a publicidade
    Publicidade