Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lula será ouvido como testemunha de Cabral em ação sobre Olimpíada

Preso desde abril, petista sairá pela primeira vez da Superintendência da PF em Curitiba no próximo dia 5 de junho. Ele será ouvido por videoconferência

Preso há 47 dias, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai sair pela primeira vez das dependências da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba no próximo dia 5 de junho. Lula será levado à 14ª Vara Federal da capital paranaense para depor como testemunha de defesa do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (MDB) em um dos 23 processos que correm contra o emedebista no braço fluminense da Operação Lava Jato. A oitiva do petista está marcada para as 10 horas.

O depoimento de Lula, por videoconferência, será tomado no processo que apura a suposta compra de votos para fazer do Rio sede da Olimpíada de 2016. O ex-presidente vai falar ao juiz federal Marcelo Bretas, responsável pelas ações Lava Jato no Rio de Janeiro.

Além de Cabral, são réus na ação penal o ex-presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB) Carlos Arthur Nuzman, o ex-diretor de marketing e operações do COB Leonardo Gryner e o empresário Arthur César de Menezes Soares Filho, conhecido como “Rei Arthur”.

Nuzman e Gryner são apontados pelas investigações da Lava Jato no Rio como intermediários de um pagamento de 2 milhões de dólares ao presidente da Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF, na sigla em inglês), o senegalês Lamine Diack, entre o fim de 2009 e o início de 2010. Em troca do dinheiro, Diack votaria pela escolha do Rio como sede olímpica e ainda influenciaria outros membros africanos do Comitê Olímpico Internacional (COI) a fazerem o mesmo.

Conforme as apurações, o pagamento foi feito no exterior a Papa Diack, filho de Lamine Diack, por Arthur Soares, cujas empresas chegaram a ter 3 bilhões de reais em contratos com o governo do Rio de Janeiro durante a gestão de Sérgio Cabral. “Rei Arthur” vive em Miami e é considerado foragido pelas autoridades brasileiras.

Presidente da República em 2009, quando o Rio de Janeiro foi escolhido para sediar a Olimpíada de 2016, Lula está detido em Curitiba para cumprir a pena de doze anos e um mês de prisão a que foi condenado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) no processo referente ao tríplex do Guarujá (SP).

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Daniel Cardoso

    O Cabral não poderia ter escolhido melhor testemunha. Um presidiário!

    Curtir

  2. Antonio Torina

    “Tutte bona gente”! Completa-se o time!!!

    Curtir

  3. ZepraFera cordeiro 14

    ate voces comentaristas abaixo e acima um dia podem estar preso ninguem escapa o dia chega seja pobre seja rico ok

    Curtir

  4. Hhahhahahahahhahahhahhahha.O Brasil e sua piadas prontas,O mestre defendendo o aprendiz hahhahahahhah.

    Curtir