Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Lula faz ofensiva no Nordeste para tentar resolver palanques

Candidato do PT petista enfrenta dificuldades para consolidar alianças em estados como Ceará

Por Letícia Casado 25 jun 2022, 18h52

Na segunda quinzena de julho Lula (PT) planeja ir a três estados do Nordeste: Pernambuco, Ceará e Bahia. As viagens vão servir para o petista acertar as alianças para os palanques locais, que enfrentam algumas dificuldades.

“É uma fase de muita negociação ainda, articulação e conversas, não de rua”, diz o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB).

Na Bahia, ACM Neto é favorito com chances de vencer a disputa ainda no primeiro turno. O petista Jerônimo Rodrigues é pouco conhecido pelo eleitorado. No entanto, quando o entrevistado é informado de que Lula o apoia, Jerônimo salta de 6% para 34% da preferência.

Em Sergipe, o senador petista Rogério Carvalho está tecnicamente empatado em terceiro lugar  com o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD), que também pode abrir palanque para Lula, e com o senador Alessandro Vieira. Lideram as pesquisas Edvaldo Nogueira, do PDT de Ciro Gomes, e Valmir de Francisquinho, do PL de Jair Bolsonaro.

“No Ceará, respeitamos a decisão do PDT sobre a candidatura à presidência e há maturidade nos líderes do estado já experimentada na eleição de 2018,  já quando Fernando Haddad foi candidato pelo PT e Ciro Gomes pelo PDT. Neste instante Lula aparece bem posicionado”, diz o ex-governador do Piauí Wellington Dias, um dos coordenadores da campanha de Lula.

Ele enfatiza que há um grupo de políticos locais no estado que apoiam Lula, apesar da candidatura de Ciro Gomes. “Há também um time no Ceará bem além das fronteiras da aliança formal.”

Em Pernambuco, Lula vai subir no palanque de Danilo Cabral (PSB), mas tem o apoio da ex-petista Marília Arraes (Solidariedade), que lidera as pesquisas.

Lula vai aproveitar as viagens para lembrar ao eleitor que foi ele quem criou o Bolsa Família. Nesta semana o presidente foi à região. Participou de festa de São João na Paraíba e em Pernambuco, onde anunciou oficialmente aumento no valor do Auxílio Brasil.

Em junho o petista fez um giro pela região: virou o Rio Grande do Norte, Alagoas e Sergipe, estados para onde não deve voltar durante a campanha, que começa oficialmente em agosto.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)