Clique e assine a partir de 9,90/mês

Eduardo Bolsonaro defende o irmão na briga com Bebianno

Pelo Twitter, ele compartilhou uma imagem que liga o ministro da Secretaria da Presidência ao escândalo de candidatos laranjas no PSL

Por Da Redação - Atualizado em 16 fev 2019, 22h17 - Publicado em 16 fev 2019, 22h14

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) resolveu entrar na briga entre o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, e seu irmão, o vereador do Carlos Bolsonaro (PSC-RJ). Na noite deste sábado, 16, ele compartilhou uma postagem na qual Bebianno é criticado e que chama de “jumento” quem acusa Carlos de tentar atrapalhar o pai, o presidente Jair Bolsonaro.

A crise envolvendo um dos filhos do presidente e Bebianno deve acabar com a exoneração do ministro.

 

Na postagem compartilhada por Eduardo, Bebianno é apontado como envolvido na sabotagem da escolha de Luiz Philipe de Orleans e Bragança para vice-presidente e num esquema de utilização de laranjas durante as eleições de 2018.

Reprodução / Twitter/Reprodução

“Se fosse qualquer outro ministro e Bolsonaro o defendesse, a mídia e membros do establishment iriam dizer que o presidente estaria passando pano pra corrupto, mas como grande parte está defendendo Bebianno, somos levados a concluir que ministro tem amigos no establishment e que o buraco é mais embaixo. E ainda tem jumento que diz que o Carlos atrapalha o pai. Vocês são idiotas ou o quê?”, conclui o texto.

Continua após a publicidade

O ministro tornou-se o pivô de uma crise no Palácio do Planalto após a descoberta de um esquema de candidaturas laranjas do PSL nas eleições do ano passado, revelado pelo jornal Folha de S. Paulo. Bebianno comandou o partido entre janeiro e outubro de 2018.

Neste sábado, ele deu como certa sua exoneração. Segundo interlocutores do Planalto, Bolsonaro já assinou a demissão do ministro, que será publicada na segunda-feira no Diário Oficial da União.

Continua após a publicidade
Publicidade