Clique e assine a partir de 9,90/mês

Bolsonaro mantém liderança sem Lula em pesquisa da XP Investimentos

Levantamento realizado pelo Ipespe também mostra que, sem o petista, brancos e nulos têm a maior proporção: 29%

Por Da Redação - Atualizado em 22 jun 2018, 15h24 - Publicado em 22 jun 2018, 11h40

Em um cenário sem o nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) é primeiro colocado na disputa pela Presidência da República em pesquisa do Ipespe (Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas). O levantamento foi encomendado pela XP Investimentos e divulgada pela EXAME, do Grupo Abril.

O pré-candidato do PSL pontua no máximo 22% das intenções de voto, seguido por Marina Silva, cujo desempenho varia entre 10% e 13%. Entretanto, o maior percentual é de brancos e nulos (29%) — “não sabe” somou 5%; “não respondeu”, 2%.

Quando é incluído na disputa, Lula lidera com 28% das intenções de voto contra 19% de Bolsonaro. Ciro Gomes (PDT) é quem sai mais prejudicado se o petista se mantiver na disputa. Com o petista no páreo, ele perde até 5 pontos percentuais e pode cair para a quarta posição, atrás de  Geraldo Alckmin (PSDB).

A pesquisa voltou a analisar o impacto do apoio de Lula em uma eventual candidatura de Fernando Haddad: 41% dos votos migrariam para o ex-prefeito de São Paulo, que pontuaria cerca de 12% das intenções de voto. Lula é a opção oficial do PT para a corrida presidencial deste ano, mas pode ter sua candidatura barrada pela lei da Ficha Limpa.

Continua após a publicidade

Nos cenários de segundo turno, Lula continua sendo o único candidato com reais chances de vencer Bolsonaro. O petista tem 41% das intenções de voto contra 33% do pré-candidato do PSL. Os demais presidenciáveis ficariam em situação de empate técnico com o deputado federal: Marina Silva teria 36% contra 32%; Alckmin, 31%, versus 32%; e Ciro, 32%, contra 33% de Bolsonaro.

A pesquisa ouviu mil pessoas entre os dias 18 e 20 de junho. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no TSE com o número BR-06647/2018.

Publicidade