O fim da aliança entre Sergio Moro e Jair Bolsonaro

Thomas Traumann analisa o desgaste na relação entre o presidente da República e o ministro da Justiça

Por Da Redação - Atualizado em 3 out 2019, 19h43 - Publicado em 28 ago 2019, 17h25

O amor era pouco e se acabou. A intervenção de Jair Bolsonaro para afastar o quanto antes o superintendente da Polícia Federal no Rio de Janeiro e a transferência do Coaf para o Banco Central simbolizam o fim da parceria entre o presidente e o seu ministro da Justiça, Sergio Moro.

Bolsonaro quer a demissão do ministro, mas Moro não quer sair. Ainda. Tudo parece uma questão de tempo.

Entenda neste episódio do podcast Traumann Traduz:

Publicidade