Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Zelensky sobre possível colaboração entre Irã e Rússia: ‘avanço do terror’

Presidente da Ucrânia afirmou que os dois países usam táticas parecidas em seus ataques e são uma ameaça ao mundo

Por Juliana Elias Atualizado em 8 Maio 2024, 13h18 - Publicado em 14 abr 2024, 13h56

Ao condenar os ataques do último sábado, 13, do Irã a Israel, o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, comparou o Irã à Rússia e defendeu que o mundo deve se unir para combater firmemente o que chamou de “avanço do terror”. “A ação do Irã ameaça toda a região [do Oriente Médio] e o mundo, exatamente como as ações russas são uma ameaça de um conflito maior”, escreve Zelensky neste domingo, 14, em uma publicação em seu perfil nas redes sociais. “A óbvia colaboração entre os dois regimes em espalhar o terror deve ser combatida com uma resposta unida e resoluta do mundo.”

O governo de Israel informou, no sábado, ter sido atingido por um ataque de mais de cem drones iranianos, lançados principalmente em regiões do interior do país. Os artefatos foram interceptados pelas forças israelenses, de acordo com o governo, o que evitou danos maiores.

Em comunicado, a Missão Diplomática do Irã afirmou que sua ação foi uma retaliação por um ataque a seu consulado em Damasco, na Síria, em abril, e que a ação, por ora, está encerrada – mas pode ser retomada em proporções “mais severas” a depender da reação de Israel e o do envolvimento de outras nações, como os Estados Unidos. A Ucrânia se encontra em guerra com a Rússia desde fevereiro de 2022, quando o país de Vladimir Putin deu início à invasão do vizinho.

“O som dos drones ‘Shahed’, uma ferramenta do terror, é o mesmo nos céus do Oriente Médio e da Europa”, escreveu Zelensky. “O mundo não pode esperar que as discussões continuem. Palavras não param drones e não interceptam mísseis. Só uma assistência tangível é capaz disso. A assistência que estamos antecipando.  Devemos fortalecer a segurança e combater com firmeza todos aqueles que desejam fazer do terror o novo normal.”

Continua após a publicidade

Os drones Shahed são um veículo aéreo não tripulado desenvolvido pela indústria iraniana e desenhado para ataques kamizake. O aparato tem sido fornecido à Rússia e usado amplamente sobre a Ucrânia desde o ano passado.

Zelensky também pediu que o Congresso dos Estados Unidos tome as decisões necessárias para “fortalecer os aliados da América neste momento crítico”. Em comunicado, o governo do presidente americano Joe Biden reforçou a aliança entre Estados Unidos e Israel e declarou apoio ao exército israelense contra as ameaças vindas do Irã. Após o ataque, Biden convocou uma reunião com os conselheiros de segurança para discutir a crise. Os Estados Unidos foram uma das várias potências ocidentais que condenaram ao longo do fim de semana os ataques do Irã a Israel.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.