Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

União Europeia condena ‘ato de terrorismo’ após explosões no Irã

Bombas foram colocadas em locais próximos ao túmulo de um general assassinado pelos EUA, que era homenageado em procissão

Por Da Redação
Atualizado em 7 Maio 2024, 16h38 - Publicado em 3 jan 2024, 15h50

Após duas explosões matarem ao menos 103 pessoas no Irã nesta quarta-feira, 3, a União Europeia condenou o que chamou de “ato de terrorismo”, expressando solidariedade para com o povo iraniano e exigindo que os responsáveis pelo incidente sejam levados à justiça.

“Este ato de terrorismo causou um número chocante de mortes e feridos de civis. Nossos pensamentos agora estão com as vítimas e suas famílias. Os perpetradores devem ser responsabilizados”, afirmou um porta-voz das Relações Exteriores do bloco em comunicado.

O texto acrescentou que a União Europeia condena nos “termos mais veementes o atentado com bombas” que ocorreu na cidade de Kerman, no sul do país.

Ataques terroristas

De acordo com a televisão estatal iraniana, houve duas explosões consecutivas na cidade do sul do país, durante um evento que marcava o aniversário de morte do general Qassem Soleimani, assassinado pelos Estados Unidos em 2020.

+ Ministro israelense insinua que país retaliou contra Irã, Iraque e Iêmen

“As explosões foram causadas por ataques terroristas”, disse a TV estatal, citando uma autoridade local da província de Kerman.

Continua após a publicidade

Babak Yektaparast, porta-voz dos serviços de emergência do Irã, afirmou que 73 pessoas morreram e 170 ficaram feridas. A televisão estatal, porém, disse mais tarde que pelo menos 103 pessoas foram mortas, e a emissora sugere que 170 é um número subestimado de feridos.

O incidente

A agência de notícias iraniana Tasnim, citando fontes, afirmou que as duas bombas que explodiram perto do túmulo de Soleimani foram detonadas por controle remoto.

“Dois sacos contendo bombas explodiram” no local, disse a Tasnim, que é próxima do Corpo da Guarda Revolucionária do Irã, do qual Soleimani fazia parte.

+ EUA ampliam sanções contra o Irã para cortar financiamento do Hamas

Já a agência de notícias estatal ISNA afirmou que o prefeito de Kerman, Saeed Tabrizi, disse que as bombas explodiram com 10 minutos de intervalo.

Continua após a publicidade

Resposta

Depois das explosões consecutivas, a Força Quds, também conhecida como brigada Al-Quds – a elite da Guarda Revolucionária iraniana –, comunicou que atacou soldados israelenses na Faixa de Gaza, em ação coordenada com o grupo terrorista palestino Hamas.

+ Após explosões no país, Irã diz que atacou exército de Israel em Gaza

“Esta tarde, numa operação conjunta com a Al-Qassam, bombardeamos 60 grupos de veículos e soldados inimigos nas linhas de frente que avançam sobre o centro de Khan Younis”, disse a Al-Quds em comunicado, usando o nome do braço armado do Hamas.

Não há evidências, por enquanto, de que o exército de Israel esteja conectado de alguma forma às explosões em território iraniano. Os militares israelenses não se pronunciaram, e nenhum grupo reivindicou a autoria do ataque.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.