Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Trump promete indicar uma mulher para a vaga na Suprema Corte dos EUA

Presidente norte-americano disse que irá apresentar um nome "na próxima semana" para substituir Ruth Bader Ginsburg

Por Da Redação 20 set 2020, 10h30

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, prometeu indicar uma mulher para preencher a vaga criada na Suprema Corte do país após a morte da juíza Ruth Bader Ginsburg, de 87 anos. O republicano, desta forma, deve pressionar o Senado a considerar a escolha sem demora.

“Vou apresentar um nome na próxima semana. Será uma mulher muito talentosa e muito corajosa”, disse Trump durante um comício na Carolina do Norte, no sábado, 19. “Eu acho que deveria ser uma mulher porque, na verdade, gosto muito mais das mulheres do que dos homens”, completou. Trump ressaltou que ainda não escolheu quem irá indicar.

  • O político aproveitou o momento para elogiar Ginsburg. “Suas decisões históricas, devoção feroz à Justiça e sua batalha corajosa contra o câncer inspiram todos os americanos”, afirmou.

    Antes, por meio das redes sociais, o presidente norte-americano havia dito que tinha a “obrigação” de agir sem demora. “Fomos colocados nesta posição de poder e importância para tomar decisões pelas pessoas que nos elegeram com tanto orgulho. E uma das mais importantes decisões é a escolha dos juízes da Suprema Corte dos Estados Unidos. Temos essa obrigação, sem demora”, escreveu.

    O Senado americano demora, em média, 60 dias para aprovar um novo juiz para a Corte Suprema. Mas, no mesmo dia que Ruth morreu, o senador republicado Mitch McConnell afirmou que pretende acelerar o processo. Trump já indicou dois juízes à Suprema Corte, Brett Kavanaugh e Neil Gorsuch.

    ASSINE VEJA

    A vez das escolas Leia esta semana em VEJA: os desafios da retomada das aulas nas escolas brasileiras. E mais: Queiroz vai assumir toda a responsabilidade por ‘rachadinha’
    Clique e Assine
    Continua após a publicidade
    Publicidade