Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Atirador deixa 5 mortos em ataque a jornal dos EUA

Atirador do Capital Gazette já foi preso; autoridades locais esvaziaram o prédio e encontraram dispositivo explosivo no local

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 20h16 - Publicado em 28 jun 2018, 16h42

Ao menos cinco pessoas morreram após serem atingidas por tiros no prédio de um jornal em Annapolis, capital do Estado de Maryland, Estados Unidos, nesta quinta-feira (28), segundo as autoridades locais. Este é um dos raros casos no país de ataque a um jornal.

O governador de Maryland, Larry Hogan, afirmou em declaração à imprensa que o ataque deixou “vários feridos e vários mortos”, sem dar mais detalhes sobre o estado de saúde dos feridos.

Segundo o chefe da delegacia local, um homem armado invadiu a sede do jornal Capital-Gazette, mas já foi capturado e está preso. O suspeito é um homem caucasiano cuja identidade ainda não foi divulgada.

Segundo o site do próprio Capital-Gazette, o estado de saúde de alguns dos feridos pode ser grave.

As 107 pessoas que estavam no edifício foram retiradas pela polícia, que faz buscas no local e nos prédios próximos. Um explosivo foi encontrado no local, mas logo desativado.

A área no entorno do prédio deve ficar totalmente fechada pelas próximas horas, segundo o chefe da polícia local, Bill Kramph.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi informado por seus assessores sobre este novo ataque individual com arma de fogo. Nos últimos anos, têm sido frequentes os casos de atiradores dispararem em escolas.

Estudo do jornal Washington Post mostra que mais de 215 mil crianças, em 200 instituições de ensino do país, foram expostas a tiroteio em período de aula de 1999, quando houve o ataque à escola secundária de Columbine, no Colorado.

O jornal pertence ao grupo Baltimore Sun e tem sua sede no Condado Anne Arundel, em Maryland. Agentes do escritório de Álcool, Tabaco, Armas de Fogo e explosivos (ATF, em inglês) estão colaborando com a polícia de Anne Arundel nas investigações.


19h41: Polícia reforça segurança em sedes de jornais e emissoras de Nova York

A polícia de Nova York reforçou nesta quinta-feira (28) a segurança em várias sedes de jornais e emissoras de televisão da cidade após o ataque em Annapolis.

Imagens divulgadas por diferentes meios de comunicação mostraram agentes policiais na porta das sedes de emissora como CBS e também na do jornal The New York Times, em medidas que são regularmente aplicadas quando há um atentado ou um ataque grave nos Estados Unidos.


19h16: EUA registrou 40 mortes em seis ataques desde o início de 2018

Desde o início de 2018, dos Estados Unidos vieram notícias de seis ataques de pessoas armadas, que causaram a morte de 40 pessoas e ferimentos em pelo menos outras 52. Considerados como iniciativas de “lobos solitários” com acesso fácil a pistolas automáticas e até armas de grosso calibre, esses ataques têm sido frequentes na história recente americana.


18h54: Suspeito detido é um homem caucasiano 

De acordo com as autoridades locais, o suspeito é um homem caucasiano cuja identidade ainda não foi divulgada. Ainda segundo a polícia, não houve troca de tiros no momento da prisão.

Os oficiais também confirmaram que o atirador utilizou uma arma de cano longo no ataque, sem dar mais detalhes.


18h45: Explosivo foi encontrado em prédio do Capital-Gazette

Segundo o chefe da polícia local, Bill Kramph, um explosivo foi encontrado dentro do prédio. O artefato foi desativado e o prédio totalmente vasculhado. A área no entorno do edifício deve ficar totalmente fechada pelas próximas horas

Continua após a publicidade


18h20: Estado de saúde dos feridos poder ser grave

Segundo o site do próprio Capital-Gazette, o estado de saúde de alguns dos feridos pode ser grave. O jornal cita várias pessoas “gravemente feridas”, segundo as autoridades locais.


18h06: Ao menos cinco pessoas morreram no ataque

Segundo o chefe da polícia local, Bill Kramph, ao menos cinco pessoas morreram no ataque com tiros desta quinta-feira (28).


17h43: Ataque deixou “vários feridos e vários mortos”, segundo governador

O governador de Maryland, Larry Hogan, afirmou em declaração à imprensa que o ataque deixou “vários feridos e vários mortos”, sem dar mais detalhes. A polícia local também confirmou a informação.


17h38: Governador de Maryland diz estar “devastado”

O governador do Estado de Maryland, Larry Hogan, afirmou estar “absolutamente devastado por saber da tragédia em Annapolis”. Ele disse ainda estar em contato com a polícia local para auxiliar na resposta ao ataque.


17h25: Vídeo mostra momento em que pessoas são retiradas do prédio

Imagens de televisões locais mostram o momento exato em que as pessoas são retiradas do prédio onde aconteceu o ataque. Todas tiveram de deixar o local com as mãos erguidas, por medidas de segurança da polícia local.


17h21: Imprensa americana fala em mortos

A emissora CNN menciona pessoas mortas após o ataque, citando fontes anônimas. A Fox News também fala em muitas mortes, citando o xerife da polícia de Anne Ariundel, Ron Bateman. As informações, contudo, não foram confirmadas oficialmente pelas autoridades locais.


17h15: Repórter do Capital-Gazette tuitou sobre incidente

Um repórter do jornal, Phil Davis, que estava dentro do prédio no memento do tiroteio, tuitou sobre o incidente. Segundo ele, o atirador disparou contra a porta de vidro do escritório e depois atingiu diversos funcionários.

“Não há nada mais aterrorizante do que ouvir várias pessoas sendo atingidas por tiros enquanto você está debaixo de sua mesa de trabalho e, então, ouvir o atirador recarregar a arma”, escreveu.

Continua após a publicidade

Publicidade