Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Terremoto na Itália: o antes e depois das cidades destruídas

O tremor teve seu epicentro na cidade de Norcia e deixou mais de 70 mortos e centenas de feridos

Por Da redação Atualizado em 24 ago 2016, 13h25 - Publicado em 24 ago 2016, 12h18

Cidades inteiras se tornaram ruínas depois do terremoto de 6,2º na escala Richter, que atingiu a região central da Itália na madrugada desta quarta-feira. Mais de 70 pessoas morreram e centenas ainda estão desaparecidas. Os pequenos vilarejos históricos de Amatrice, Accumoli e Arquata del Tronto foram os locais mais afetados e poucos sobrou após os tremores.

Veja o antes e depois das cidades:

Amatrice

“O vilarejo não existe mais. Embaixo dos escombros há dezenas de pessoas”, afirmou o prefeito de Amatrice e, Sergio Pirozzi, ao jornal La Repubblica. A torre do relógio, que fica no centro do município, resistiu ao desastre, mas ficou com o horário parado no momento do tremor: 3h36 de quarta-feira.  Entre Amatrice e Accumoli, há pelo menos 53 mortos.

Terremoto atinge a região central da Itália - 24/08/2016
Centro da cidade de Amatrice, na Itália, antes do terremoto (@ValerioDec) – 24/08/2016 Twitter/Reprodução
Terremoto atinge a região central da Itália - 24/08/2016
Centro da cidade de Amatrice, na Itália, após o terremoto (@ValerioDec) – 24/08/2016 Twitter/Reprodução

 

Terremoto atinge a região central da Itália - 24/08/2016
Centro da cidade de Amatrice, na Itália, antes do terremoto (@WilliamsJon) – 24/08/2016 Twitter/Reprodução
mundo-terremoto-italia-20160824-06
Centro da cidade de Amatrice, na Itália, após o terremoto (@WilliamsJon) – 24/08/2016 Twitter/Reprodução

 

Terremoto atinge a região central da Itália - 24/08/2016
Cidade de Amatrice, na Itália, antes do terremoto (@WilliamsJon) – 24/08/2016 Twitter/Reprodução
Continua após a publicidade

Terremoto atinge a região central da Itália - 24/08/2016
Centro de Amatrice, na Itália, após terremoto (@WilliamsJon) – 24/08/2016 Twitter/Reprodução

 

mundo-terremoto-italia-20160824-07
Centro de Amatrice, na Itália, antes de terremoto (@MetroUK) – 24/08/2016 Twitter/Reprodução
mundo-terremoto-italia-20160824-08
Centro de Amatrice, na Itália, após terremoto (@MetroUK) – 24/08/2016 Twitter/Reprodução

Amatrice é uma cidade turística, de pouco mais de 2.000 habitantes, e fazia parte do polo de gastronomia da região do Lazio.

[googlemaps https://www.google.com/maps/embed?pb=!1m0!3m2!1spt-BR!2sbr!4v1472049485056!6m8!1m7!1snezFPmZs_78Kg-G9_jzHzw!2m2!1d42.62949392901535!2d13.28914815130129!3f172.06625110237627!4f-1.0722154132904649!5f0.7820865974627469&w=600&h=450%5D

Leia mais:
Milhares de pessoas estão desalojadas após o terremoto
Itamaraty: Não há brasileiros entre as vítimas do terremoto
Imagens mostram a destruição causada pelo tremor

Arquata del Tronto

Cerca de dez pessoas morreram na região de Arquata del Tronto e mais de 80 feridos foram atendidos em serviços de emergência da cidade.

mundo-terremoto-italia-20160824-09
Vilarejo de Pescara del Tronto, no município de Arquata del Tronto, antes e depois do terremoto (@pierloreto) – 24/08/2016 Twitter/Reprodução
Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês