Clique e assine a partir de 9,90/mês

Sobe para 135 o número de mortos por erupção de vulcão na Guatemala

Autoridades locais informam que, do total de vítimas fatais, cinco são menores de idade e oito são mulheres

Por Da Redação - Atualizado em 21 Jul 2018, 22h59 - Publicado em 21 Jul 2018, 22h25

O número de mortes causadas pela erupção ocorrida no último dia 3 de junho no Vulcão de Fogo, situado 50 quilômetros ao oeste da Cidade de Guatemala, capital do país, foi atualizado neste sábado para 135. Deste total, cinco são menores de idade e oito são mulheres.

O Instituto Nacional de Ciência Legista (Inacif) informou em um breve comunicado que continua trabalhando na identificação dos corpos que foram levados a essa instituição.

“O trabalho dos especialistas que integram as equipes multidisciplinares continuam dando resultados satisfatórios, já que com o uso de diferentes meios conseguiram a identificação de outras 10 vítimas”, detalhou.

As 10 pessoas encontravam-se na lista de desaparecidos da comunidade de San Miguel Los Lotes, no departamento sulista de Escuintla, o mais afetado pela erupção.

Continua após a publicidade

Agora o número de desaparecidos pela potente atividade do colosso está em 287, segundo o porta-voz da Coordenadora Nacional para a Redução de Desastres (Conred), David de León.

O funcionário indicou que, devido ao fato de o Inacif seguir com seu trabalho, o número de mortos pode aumentar, assim como o de desaparecidos pode se reduzir.

No último dia 3 de junho, o vulcão, situado entre os departamentos de Escuintla, Sacatepéquez e Chimaltenango, registrou uma das suas piores erupções e, além dos mortos, deixou mais de 1,7 milhão de afetados, dezenas de desaparecidos e milhões de dólares em perdas.

(com EFE)

Publicidade