Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Representante palestino em Washington é chamado de volta por Abbas

Ministério das Relações Exteriores afirma que a decisão é resposta "à mudança da embaixada americana de Tel Aviv para Jerusalém"

O presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, chamou de volta a Ramallah o representante palestino em Washington, nos Estados Unidos, nesta terça-feira (15), disse o Ministério das Relações Exteriores, segundo a agência oficial de notícias Wafa. A iniciativa significa o início de uma crise diplomática.

Em entrevista à televisão palestina, o principal negociador diplomático palestino, Saeb Erekat, disse que Husam Zomlot, representante-chefe da Organização para a Libertação da Palestina em Washington, já está a caminho dos territórios palestinos.

De acordo com imprensa oficial palestina, um comunicado do Ministério das Relações Exteriores informou que a decisão responde à “mudança da embaixada americana de Tel Aviv para Jerusalém“.

Com a transferência de sua sede diplomática, Washington reconhece Jerusalém como a capital de Israel. Trata-se de uma reivindicação israelense não reconhecida nas resoluções da Organização das Nações Unidas (ONU) nem pela maior parte da comunidade internacional.

A mudança da embaixada americana havia sido rejeitada por 128 dos 193 Estados-membros da ONU. Sua inauguração, nesta segunda-feira, provocou uma manifestação de dezenas de milhares de pessoas na fronteira da Faixa de Gaza com Israel. Até o momento, ao menos 60 pessoas foram mortas nos confrontos.

Outros países, como a Guatemala e o Paraguai, também devem transferir suas embaixadas para Jerusalém nos próximos dias, em apoio à decisão dos Estados Unidos.

(Com Reuters e AFP)